25 julho 2013

3˚dia – Porto Maldonado – Cusco.

         No dia seguinte, pulamos cedo da cama (como em todos os dias do mochilão), demos uma volta na praça, tomamos café e pegamos mais um torito até a rodoviária, para nossa viagem de ônibus para Cusco (500 km) que saía às 10:00. A rodoviária da cidade é nova.
         A cidade de Porto Maldonado, durante o dia, é bem suja de lama. Por coincidência, os brasileiros que haviam viajado conosco até Assis Brasil, estavam no mesmo ônibus para Cusco.
 A viagem foi surpreendente e muitos sentidos. O asfalto da rodovia era um tapete. O ziguezague de curvas estreitas era intenso. Passamos pela parte amazônica do Peru e entramos na famosa Cordilheira dos Andes. A paisagem mudava a cada minuto. Foi uma experiência super bacana. O ônibus também parava em muitas cidadezinhas do caminho. Mais uma vez, o contato com a realidade local nos fazia pensar sobre o mundo, a vida.
       
         Paramos em uma dessas vilas encravadas nos Andes para almoçar. Era a casa de um dos populares, que fez da sua sala uma espécie de restaurante para os viajantes. A princípio, um choque, mas isso voltou a se repetir o tempo todo do mochilão, afinal a miséria é grande nos dois países e a população local se vira como pode. Apesar do nosso receio e a dificuldade de comunicação, o almoço foi delicioso.
         Seguimos viagem e conforme subíamos a montanha, o frio aumentava e a neve apareceu a ponto de pedirmos para o motorista parar por alguns minutos para descermos, brincarmos na neve e tirarmos algumas fotos. Paramos até para comprar um cacho enorme de bananas por apenas R$ 3,00.

         Chegamos à rodoviária de Cusco já era noite. Pegamos um táxi até a Praça de Armas, local central da cidade e fomos procurar um hostel para dormir, afinal nossa reserva no Albergue Municipal era apenas para o dia seguinte. Batemos em muitos lugares, mas poucos tinham vagas. Acabamos dormindo em um local não muito bom, localizado na Avenida Garcilaso, mas a canseira de mais um dia longo de viagem, nos fez dormir rápido. Antes comemos uma pizza.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats