11 outubro 2012

Crônica de uma derrota anunciada:


Falar depois dos acontecimentos é fácil. No entanto, o que vou falar aqui, já havia confidenciado para amigos mais próximos meses atrás. A oposição em Nova Londrina perdeu para ela mesma e não para o atual prefeito reeleito.

Digo isto pois, como já nos referimos em outro post, o número de votos que a oposição somada obteve, foi bem maior que o número de votos do atual prefeito reeleito no domingo. A oposição não soube se articular e se unir. Os motivos? Vários...

Minha análise nada imparcial, afinal de contas não existe imparcialidade, é de que o troianismo, investido de uma leitura equivocada da conjuntura política local, acreditou que “o velho” ainda possuía o mesmo prestígio de outros tempos. Erraram feio. Insistiram em uma candidatura naufragada jurídica e eleitoralmente. Some-se a isso, a insistência dos novos comandantes tucanos na cidade, que atravessaram o samba da oposição que tentava se articular.

Não souberam, “os velhos mestres da política novalondrinense” observar/admitir ou fizeram questão de tapar o Sol com a peneira, que somente o Professor Roberto seria capaz de aglutinar a maior parte dos descontentes com a atual administração. Insistiram em uma alternativa ultrapassada diante das mudanças que o país observou nos últimos anos. Os eleitores mais jovens não queriam “o velho”, queriam o novo, o sem “rabo preso”, o ficha limpa.

A história não os absolverá!

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats