07 janeiro 2011

PPS defenestra 379 infiéis no Paraná:

O Diretório do PPS do Paraná enviou, nesta quarta-feira (5), 379 notificações aos diretórios, coordenadores e mandatários tratando de infidelidade partidária relativa às eleições de 2010. Aqueles que receberem os documentos têm prazo de 15 dias para apresentar defesa para posterior exame dessas alegações pela coordenação eleitoral e Conselho de Ética estadual.

Segundo o secretário-geral Rubico Camargo, o prazo estipulado é improrrogável e todos os notificados deverão apresentar suas justificativas de forma simplificada e “com a agilidade necessária para nos reestruturarmos em todo o Estado com bases mais consistentes, do ponto de vista da fidelidade partidária, para as eleições municipais de 2012”.

Explicações

Foram enviadas 141 notificações aos presidentes de diretórios municipais para justificarem porque o PPS fez menos de 30% de votos para deputado em 2010, comparando com a soma dos votos de vereadores, em 2008; 28 notificações aos coordenadores regionais do partido para emitirem relatório sobre os fatos descritos nos municípios de sua jurisdição; 48 notificações aos presidentes dos diretórios para explicarem a diferença de 50%, ou mais, na votação entre o deputado estadual e federal no município.

O Conselho de Ética estadual enviou 162 notificações aos mandatários municipais (prefeito, vice-prefeito e ou vereador), para apresentarem suas justificativas também no prazo de 15 dias.

Segundo o presidente do Conselho de Ética, Ivo de Lima, “com as justificativas poderemos analisar se houve ou não infidelidade partidária”. Caso tenha havido, diz ele, imediatamente será designado relator para apresentar parecer. “Temos muitos casos em que está claramente configurada a infidelidade; neles, o pedido de expulsão será levado ao Diretório Estadual, a quem caberá a decisão final, de acordo com o nosso Estatuto e com o Código de Ética”.

Fonte: Blog do Esmael Moraes

Bom, para quem não sabe, um dia o PPS já se chamou PCB, isso mesmo, Partido Comunista Brasileiro, mas já tem bastante tempo que a sigla perdeu-se sob a liderança do deputado Roberto Freire. Os ex-comunistas têm feito coligações que devem fazer com que militantes da antiga revirem-se nos seus caixões. Mas a Fundação Astrojildo Pereira e sua editora são muito bons!

Resta saber se aqui em Nova Londrina, o Diretório Municipal ou Comissão Provisória do Partido também sofrerá represarias, uma vez que, ao que me parece, seus filiados não pediram votos para candidatos da sigla. Acho que temos um vereador e o vice-prefeito da cidade, filiados ao PPS.

Por: Cássio Augusto – professor e mestrando História UEM.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats