22 outubro 2010

O preço da liberdade de expressão:

No sistema capitalista todos os bens materiais à nossa volta possuem um preço, afinal, o sistema se reproduz através do lucro. Algumas pessoas mais espertas, conseguem nos convencer até mesmo de que uma simples água dentro de uma garrafinha merece custar R$ 1,50, mesmo que esta água não seja assim tão mineral. Estes espertos apoderam-se dos bens naturais e ganham dinheiro em cima.

Os homens detentores dos meios de produção (burguesia) colocam preço em outros homem que possuem apenas a sua força de trabalho (proletariado). Assim, pagam um salário qualquer para o sujeito desesperado em sua luta pela sobrevivência e ganham dinheiro (mais-valia) em cima.

A partir disso, estas pessoas “poderosas” pensam que podem comprar qualquer coisa. Não satisfeitos em comprar “apenas” a força de trabalho do homem, tentam comprar-lhe também a sua consciência, afinal, um homem que pensa pode ser prejudicial para a manutenção da exploração capitalista.

Segundo a nossa Constituição Federal, é livre a manifestação do pensamento, sendo proibido apenas o anonimato, ou seja, a liberdade de expressão, a consciência do homem não tem preço. Mesmo assim, insistem em querer calar, na base da chantagem ou da ameaça, aqueles que colocam a boca no mundo.

No entanto, como vemos nos grandes veículos de comunicação, grandes multinacionais patrocinam os mesmo em troca de “pautas favoráveis”. No português claro, as grandes empresas compram a consciência da Globo, Veja, Folha, etc...

Ainda bem que ao longo dos anos, este Blog conseguiu mostrar o porquê de sua existência. Nunca recebi qualquer proposta sórdida para fazer “pautas favoráveis” à qualquer grupo. Inclusive isto gerou comentários desesperados em “círculos palacianos” do tipo: “Aquele cara, nem conseguir comprar ele a gente consegue. Ele não se vende”. Exatamente. A minha consciência não está à venda. Inclusive, algumas pessoas estranham o fato de que sempre adesivei meu carro em época de eleição, mas nunca ganhei sequer um litro de combustível. Faço e sempre farei porque acredito na causa, ao contrário de outros tantos por aí.

Desde sempre, este Blog esteve aberto, e continua aberto à qualquer seguimento político de Nova Londrina. Me lembro de ter sido procurado pelo assessor de um vereador, que pediu para “divulgar as ações do vereador no Blog”. Respondi civicamente que este Blog é de opinião e não serviria como propaganda ao nobre vereador, mas se o mesmo quisesse publicar textos seus, com suas opiniões, o Blog estaria à disposição. Não mais recebi qualquer resposta. Com toda certeza sabem que, ao emitir uma opinião, estão sujeitos à contra-opinião, o que não lhes agrada.

No entanto, a liberdade de expressão tem sim um preço e muito alto. Aqueles que como eu tentam remar contra a maré sabem do que falo: é o preço da exclusão social. Ter opinião própria incomoda. Deixam de nos convidar para certos “círculos sociais”, nos acusam de “comunista”, nos apontam o dedo na rua cochicham e dão risadinhas, nos caluniam para que outros não nos dêem ouvidos, nos fecham as portas de possíveis empregos, nos processam, etc. Tentam nos colocar à margem pelo simples fato de que não coadunamos com suas atitudes e práticas dinheiristicas, afinal, eles pensam que, por terem dinheiro, podem comprar até mesmo a consciência das outras pessoas.

Portanto, sei o preço que pago por quer falar. Assim, sigo o conselho do cartunista Carlos Latuff, “Eu já liguei o meu f*-se. Ligue você também”. Como diria o grande Paulo Henrique Amorim, “Blog é jornalismo de opinião, se não gosta, não leia”. Para finalizar, uma música do Raimundos: “Liberdade de expressão, deixa eu falar fdp, expressão!”

Uma dica. Crie você também o seu Blog. Espalhe para o mundo e para a nossa comunidade a suas opiniões sobre qualquer assunto. É livre, é democrático, é grátis. Quanto mais pessoas se conscientizarem disso, menos poder estes “senhores do regresso” terão.

Por: Cássio Augusto – professor e mestrando em História UEM.

3 Comentários:

Às 25/10/10 12:15 AM , Blogger WILLIAM disse...

Parabéns pelo artigo Cássio, é desta forma mesmo que a coisa funciona, propostas ílicitas, a recusa vem acompanhada da exclusão do circulo dos roedores..etc.
Gostaria de publicar o texto se permite... tem muito haver com o que esta acontecendo com o Destak e que pode ter certeza acontece em tantos outros lugares... grande abraço
William Faria
DESTAK NOVA LONDRINA

 
Às 25/10/10 11:15 AM , Blogger Cássio Augusto disse...

Caro William... sempre pode re-postar, até pq, o Blog é público e desde que cite a referência! Abraços...

 
Às 25/10/10 12:10 PM , Blogger Arthurius Maximus disse...

Pois é camarada. A liberdade tem um preço. O pior é que tem muita gente que a vende barato ou até dá de graça. O meu f*-se foi ligado no primeiro dia que comecei com o Visão.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats