09 agosto 2010

Uma guerra antissemita para salvar o capital

Em momento de crise e de ameaças de guerra, seja na Coréia, na Palestina ou até o ultimato dos EUA ao Irã, um texto para nossa reflexão:

“O capital, como todos estão carecas de saber, resolve suas crises econômicas e financeiras com atos selvagens de destruição em massa – como aconteceu nas guerras mundiais do século passado. Se, para ‘salvar a Europa’ e o capitalismo for necessário armar uma guerra total ao Islã, que assim seja. Israel está no Oriente Médio como posto avançado do ‘Ocidentes’ e deverá cumprir sua parte na nova cruzada, ainda que a pretexto de defender sua própria existência.

O povo israelense e os judeus de todo o mundo não deveriam se iludir com a aparente simpatia demonstrada pela extrema direita européia. Ela continua tão antissemita como sempre: os seus tambores da guerra oferecem novamente os filhos de Israel em holocausto, mas agora em nome da defesa dos ‘valores ocidentais’. O capital será recomposto sobre os cadáveres de milhões de judeus e islâmicos. E a região ‘vital para a segurança energética mundial’, será reconstruída pelas imensas empreiteiras e corporações européias e estadunidenses, para ser novamente transformada em um civilizado protetorado ‘ocidental’.

Simples assim”

Por: José Arbex Jr – Revista Caros Amigos de julho de 2010.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats