09 junho 2010

Sessão Ordinária da Câmara Municipal:

A Sessão Ordinária da Câmara Municipal de segunda-feira dia 07 de junho de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 07 cidadãos, e a presença de todos os vereadores. Nos trabalhos houve a discussão dos projetos de lei: 50/2010 e 52/2010, e o ofício 34/2010 que se encontravam nas comissões, todos com os pareceres favoráveis.

Projeto de lei 50/2010-Reajuste salarial (10%) para os servidores da Câmara Municipal; (Obs. Ultima lei de reenquadramento foi em 2007, e em 2008 e 2009, e também em 2010 deveria se fazer um reajuste nos vencimentos dos servidores do legislativo, de acordo com o índice disposto na lei 1845/2007);
Projeto de lei 52/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional suplementar, no orçamento vigente do município e dá outras providências;
Ofício 34/2010-Ofício do Chefe do Executivo Municipal Dornelis José Chiodelli,o qual veta parcialmente o projeto de lei 23/2010 da criação da CIPA no âmbito da Prefeitura Municipal.

E na ordem do dia, o senhor presidente colocou em votação as dispensas de prazo dos projetos 50 e 52/2010 e os mesmo foram aprovados por unanimidade.

Na discussão e aprovação por unanimidade do projeto 50/2010-Vereador Álvaro Luis, disse que o reajuste salarial é justo, pois esses servidores está há três anos sem reajuste, e que poderia dar ate mesmo 15% e não somente 10%%, e falou que todos sabem que está na constituição e a mesma dá esse poder, ainda disse que fica satisfeito com a mesa da Câmara pela iniciativa, e expos que essa iniciativa tomada pelo legislativo, sirva de exemplo ao executivo, para o mesmo fazer isso também com os servidores da prefeitura.

Vereador Mário, parabenizou a mesa pela iniciativa, pediu para que o executivo faça semelhante com os seus servidores, assim atendendo o requerimento do vereador Cláudio.

Vereador Otávio Henrique, disse que o projeto deve ser votado como projeto complementar e não como projeto de lei,e que o papel de legislador está sendo cumprido,que está cumprindo com a lei,pois desde 2007 não ocorre esse reajuste,e falou que seria de grande valia,assim como o legislativo,o executivo também faça os reajustes nos vencimentos de seus servidores.

Foi colocado em votação o projeto de lei 52/2010 e o mesmo foi aprovado por unanimidade.

Em seguida foi colocado em votação o ofício 34/2010, onde o Prefeito Municipal vetava parcialmente o projeto 23/2010 da criação da CIPA, a votação foi feita secretamente, e o veto do Prefeito Dornelis Chiodelli foi reprovado (Oito votos contrários a aprovação e um favorável) assim ficou permanecido o projeto 23/2010, e o mesmo tem um prazo de 60 dias para ser implantado no âmbito do Paço Municipal.

Em considerações finais, o Vereador Álvaro Luiz, disse que se inscreveu para falar sobre a capela mortuária do município, que está sendo ampliada, e falou que esteve presente na construção, acompanhado pelo engenheiro Rodrigo Rosa que é o responsável pela obra; argumentou que em seguida dirigiu-se a Funerária Nova Londrina, e informou que a mesma está construindo uma capela mortuária, com dois locais para velórios; disse que depois foi a Funerária Santa Maria, onde conversou com o empresário Mairton Piva, e o mesmo o informou que a sua empresa, fez uma parceria com o PREVER, para se construir também uma capela mortuária; solicitou o encaminhamento de ofício as Funerárias: Prever,Santa Maria e Nova Londrina,agradecendo as mesmas pelo o apoio a sua solicitação;falou que ate o fim desse ano,o município de Nova Londrina terá três capelas mortuárias,assim solicitou o encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli,sugerindo ao mesmo a paralisação das obras da capela mortuária,pois segundo o mesmo com essas novas capelas que serão construídas,a capela do município corre o risco de não ser utilizada,e assim pode ser dinheiro público jogado fora,disse que essa capela não é tão pequena assim como alguns falam,disse que o grande problema é a sua localização,falou que está dando uma sugestão ao Prefeito,para o mesmo segurar a obra,assim entrando em um acordo com a Construtora Rosa,pois ali está sendo aplicado o dinheiro do povo. Vereadora Albertina da Rosa pediu a parte da palavra, e o vereador Álvaro a concedeu, a mesma perguntou ao vereador Álvaro, em números qual será a cobrança para a utilização da capela da funerária, e devolveu a palavra ao vereador Álvaro, o qual a respondeu que sabe que o valor deve ser incluso, e que acredita que o custo não deve ser tão alto assim. Vereador Raimundo pediu a parte da palavra, e o mesmo disse que essas empresas fizeram um acordo para a ampliação da capela municipal em reunião com os vereadores e prefeito, e eles nessa reunião, poderiam ter avisado que tinham esse interesse, de construir capelas, e que deveriam avisar antecipadamente. Vereador Álvaro disse que empresas visam lucros, e falou que o que importa é que será melhor para a cidade, agradeceu e encerrou.

Vereador Otávio Grendene, cumprimentou os presentes, disse que visitou as Escolinhas de Handebol e Futsal, e informou que mais de 100 atletas treinam futebol,120 futsal e 75 handebol,e argumentou que seria importante que seja implantado a modalidade de basquete,pelo interesse de vários jovens do município,assim solicitou o encaminhamento de ofício ao Secretário do Esporte Valdir Marques,para que esse treinamento seja executado;comentou sobre o bingo da Associação Comercial e Empresarial de Nova Londrina,que foi realizado no domingo,segundo o vereador 1.300 pessoas se faziam presentes,assim solicitou também o encaminhamento de ofício a Presidente da ACINOL Jusvani Slaviero,parabenizando a mesma,e ofício ao ex-presidente Carlos por tudo que fez,frente a presidência da ACINOL;falou que analisando o ofício do Deputado Estadual Caito Quintana,viu que foi protocolado a sua solicitação para a defensoria pública,pois segundo o vereador,muitas pessoas não tem condições financeiras para contratar um advogado,e informou que o Governador Orlando Pessuti,não tem dinheiro em caixa para executar esse projeto em todas as cidades,e assim solicitou o encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli,para o mesmo implantar a defensoria pública no município,pois segundo o vereador é de extrema importância,agradeceu e encerrou.

Vereador Mário Sergio Sonsin, cumprimentou os presentes, e disse que queria comentar sobre o projeto da CIPA, que segundo o vereador é um sonho dele (Mário), Raimundo, Nelson e PROFºROBERTO, pois lutaram por isso na gestão anterior, pela importância do mesmo, e lembrou que na gestão anterior ocorreu também o veto do Prefeito, mais que o veto foi aprovado pelo legislativo, e argumentou que ano passado já tinha conversado com o Prefeito sobre a CIPA, e o mesmo naquela oportunidade segundo o vereador tinha aceitado, e por isso que entro com esse projeto neste ano, e falou que o veto do Prefeito foi uma surpresa pra ele, disse que antes tinha conversado com alguns vereadores, pedindo o apoio a eles, para reprovarem o veto do Prefeito Dornelis, pois segundo o mesmo, o Prefeito deveria ter conversado antes com os vereadores, e ainda disse que ficou triste com a atitude do Prefeito e no mesmo tempo feliz, pelo veto ter sido reprovado; sobre as capelas, expos que concorda plenamente com o vereador Raimundo, pois segundo o mesmo é uma briga desde a gestão anterior, e disse que esses empresários poderiam ter avisado o Prefeito na reunião que ocorreu que tinham a intenção de construir essas capelas, e falou que sabe que essas construções são muito boas para o município, mais que os mesmo deveriam ter avisado antecipadamente, antes de o Prefeito dar inicio a ampliação. Vereador Álvaro pediu a parte da palavra, e disse que não está ali para defender nenhum empresário, e que trouxe esse caso a Câmara para o conhecimento dos demais, e assim sugerir ao Prefeito para o mesmo paralisar a obra momentaneamente, pois segundo o vereador, com o dinheiro que está sendo aplicado, dá para se fazer muitas coisas, e devolveu a palavra. Vereador Mário que entende o Vereador Álvaro no sentido de trazer o assunto a casa, e voltou a dizer que os empresários poderiam ter avisado antecipadamente, e assim não ter iniciado a obra. Vereador Raimundo pediu a parte da palavra, e falou que é contra a paralisação da obra, pois não quer ver obra pela metade, e devolveu a palavra, e o Vereador Mário disse que seria importante outra reunião com os empresários, agradeceu e encerrou.

Presidente Nelson da Costa comentou sobre a capela mortuária, e disse que em 2005 foi aprovado naquela casa um projeto para a proibição de velórios na Câmara, e que é engraçado, pois vê ofício de vereador pedindo a paralisação da obra, e falou que não irá encaminhar o ofício do vereador Álvaro onde o mesmo pede a paralisação da obra da capela, pois é um ofício que não tem fundamento, e disse que é importante o município obter a sua Capela Mortuária; pediu ao secretário, para o mesmo confeccionar os ofícios dos vereadores Otávio, Mário e Álvaro nos modos inseridos em suas palavras, agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o senhor presidente encerrou a presente sessão ordinária.

Destaque pela reprovação do veto do Prefeito Dornelis Chiodelli, para com a implantação da CIPA no âmbito do Paço Municipal, a CIPA se faz necessário, e é importante para os servidores; e gostaria de registrar a minha opinião sobre as capelas, que são de grande valia ao município, pois acho que a obra deve continuar, porque é importante o município obter a sua própria capela, e que os empresários na reunião que teve com o Prefeito, poderiam ter informado o mesmo, desse interesse de construir essas capelas, assim o Prefeito não daria inicio a ampliação, e não existiria vereador pedindo a paralisação momentânea da mesma.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Presidente das comissões de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina; Gestão 2010/2011.

4 Comentários:

Às 9/6/10 9:21 PM , Blogger PROF ROBERTO disse...

Parabéns aos funcionários municipais que irão ter qualidade e segurança no trabalho com a aprovação da CIPA/ vejo que os vereadores tiveram postura correta. Quanto à construção das Capelas Mortuárias, penso que teremos ambiente adequado para todas as classes sociais, pois nem todos podem pagar um plano funeral, logo estes poderão ter um velório digno de seu familiar.

 
Às 9/6/10 9:32 PM , Blogger caco disse...

com tanta capela mortuiaria vai faltar difunto pra ser velado. TO ME SENTINDO NA TERRA DO ODORICO PARAGUAÇU. QUEM LEMRA DO BEM AMADO sabe do que estou dizendo, éssa cidade não da pra levar a sério mesmo, é administração que não se entende com empresarios, é CAGADA TOTAL, do IPTU, é tanta lambança, que temm que rir pra não chorar.alguém sabe me dizer que faremos com aquele ELEFANTE BRANCO,que ta sendo ampliado la próximo ao cemitério municipal?
mais uma obra faraonica, com nosso dinheiro indo pro ralo...
ALO ODORICO PARAGUAÇU,com tanta capela mortuaria, vamos tentar inaugurar um novo cemitério.éssa cidade é um filme de terror total. pura comédia

 
Às 9/6/10 10:43 PM , Blogger Ivo Júnior disse...

Sobre a CIPA,também parabenizo os servidores pela conquista,pois a CIPA é de extrema importância aos mesmos! Agora sobre a Capela,deve continuar a ampliação,é brincadeira,antes existia vereador que pedia, reclamava tanto dessa capela,reclama-se dos velórios serem relizados no prédio do legislativo,tudo bem que é lei que foi aprovada em 2005,(e procurei saber quem deu entrada com essa projeto de lei para a proibição de velórios na câmara,e me informaram que foi o Vereador Álvaro Guilherme),agora o mesmo vem e pede a paralização,aí não né vereador,em certos pontos da sua fala eu ate entendo,compreendo vossa excelencia! Mais parar uma obra que já está pela metade fica difícil! Não era o senhor vereador,uns dos vereadores que batiam nessa tecla,sobre a realização de velórios na câmara? Agora o problema vai ser solucionado!! Faço coro com o nobre companheiro Professor Roberto,pois teremos capelas para todas as classes sociais,vereador Álvaro não é todo mundo que tem condições financeiras de pagar um plano de assistência funeral! Vossa excelencia deve analisar esses pontos,e o senhor mesmo disse que mais capelas,melhor para o município! E é importante o municipio obter a sua Capela!!
Esse é o meu ponto de vista,e quero deixar claro aqui Vereador Álvaro Guilherme,que respeito a vossa opinião,pois cada um tem uma forma de pensar. Muitos não devem concordar comigo,mais cada um tem a sua opinião.!

 
Às 10/6/10 9:12 AM , Blogger Ricardo Ronda disse...

Desde quando um vereador decide sozinho que o oficio de outro vereador é relevante ou não? As decisões deste tipo não devem o ser pelo colegiado? Perder de oito à um deve ser doído para o Prefeito. Foi a maior, senão a única, derrota dele na Câmara desde o começo. Será que já é sintoma do: "Cada um por sí" de um pré-fim de governo antecipado? A pesquisa do Deputado fez mais estragos do que se imagina...

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats