30 maio 2010

Como ser um “classe média” – 025

Gostar do Cirque du Soleil

Na concepção do médio-classista, nada que tenha custado muito dinheiro pode um dia ser chamado de "brega". Tampouco algo cujo nome se escreva em francês. Eis a fórmula para transformar toda uma classe em consumidora do seu produto.

O Cirque du Soleil é o entretenimento dos sonhos da Classe Média: não é do Brasil, não é pra pobre, não requer pensamento crítico, passa a quem não conhece a noção de cultura...

Ir a este evento, do ponto de vista social, também significa a chance de exibir vestimentas, calçados e acessórios, bem como a chance de ser fotografado e parar em alguma coluna social. E não se pode esquecer que o médio-classista que vai ao Cirque frequentou o mesmo ambiente que diversas celebridades.

Portanto, nobre aprendiz de médio-classista, no dia seguinte à apresentação, comente em voz alta no trabalho que você esteve no Cirque du Soleil. Seus colegas diretos sentirão inveja, e aqueles de funções mais baixa o respeitarão.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

27 maio 2010

Violentamente Pacífico:

26 maio 2010

Quanto ao perigo de se falar em público:

Aquele que nunca viu um mero microfone fazer tremer e desmoronar homens e mulheres conceituadas em uma sociedade, que assista a reuniões ou ouçam atentamente a pronunciamentos e entrevistas cedidas publicamente.

O fiasco de mau se expressar, tem levado muitos ao ridículo, ao deboche e a depreciação de sua imagem, uma palavra usada indevidamente pode ser letal ao orador, fazendo cair por terra toda sua credibilidade, como também, pode evidenciar sua incapacidade, mostrando seu despreparo e infelicidade, diante de um público sempre, avaliador, crítico e implacável no julgar e condenar.

“É melhor ao homem escorregar com os pés do que com a língua”, este provérbio Hindu nos atenta ao perigo que corremos ao não policiarmos nossas palavras, pois as conseqüências podem ser desastrosas, muitas vezes patéticas.

De fato a boa oratória é um dom que assiste a poucos, por isso, cautela ao falar é uma questão de obrigatoriedade, inteirar-se de assuntos, pesquisar, ler, estudar são pontos que devem ser observados até mesmo por oradores vocacionais, que dirá por amadores de pouca ou nenhuma intimidade com microfones e lentes de câmeras.

O falar por falar é tão somente para as rodas de bate-papo, jogar conversa fora, é para os grupos de amigos entre pessoas íntimas e próximas, em publico, porém, é preciso prudência, discernimento, segurança e conhecimento, se assim não for, o falastrão pagará micos inimagináveis, prestando com certidão a tarefa de idiota, fazendo deleitar-se em risos aqueles que se deliciam com o despreparo adverso.

Portanto, em público, procure ao máximo o autocontrole emocional, não permita que um simples microfone pareça ter proporções monstruosas, controle-se diante da platéia, estabanar-se, irá apenas satisfazer olhares e ouvidos famintos por deslizes e desastres.

Lembre-se, busque falar o necessário, fale sem floreios, com sabedoria e segurança, caso contrário, cale-se.
Primeiro aprenda a lidar com a situação, depois, entre ouvir e falar, procure ficar com primeira opção, pois assim observam os sábios e prudentes, prova disto é que somos providos de dois ouvidos e uma só boca.

Vigiai, vigiai.
A palavra depois de proferida não tem retorno é como cristal quebrado, de forma alguma terá remendo.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

25 maio 2010

Sessão da Câmara Municipal:

A Sessão da Câmara Municipal de segunda- feira dia 24 de maio de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 06 cidadãos, a presença de todos os vereadores. Nos trabalhos teve a entrada na casa de dois projetos de lei, dois requerimentos e os projetos lei: 45 e 46/2010, que estavam nas comissões com os pareceres todos favoráveis.

Projeto de lei 45/2010-Abre crédito adicional suplementar e dá outras providências; (financiamento de 1.013.000,00)
Projeto de lei 46/2010-Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito adicional suplementar, no orçamento vigente do município e dá outras providências;
Projeto de lei 48/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional suplementar, e dá outras providências;
Projeto de lei 49/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional suplementar, no orçamento vigente do município e dá outras providências.

Destaquei dois requerimentos e um ofício:
Ofício 03/2010-Ofício este da Polícia Rodoviária, o qual responde o ofício do Vereador Otávio Grendene, o qual solicitou quantos acidentes ocorreram nos últimos quatro anos na PR 569 que liga Nova Londrina-Pr à Marilena-Pr, e assim foi encaminhada a câmara que ocorreram de 2006 a 2009: 32 acidentes, que vitimaram 50 pessoas.

Requerimento 15/2010-Requerimento assinado pelo vereador João, o qual solicita ao Prefeito Dornelis Chiodelli, o aumento salarial dos agentes comunitários da Defesa Civil.
Requerimento 16/2010-Requerimento assinado pelos edis Vereadores João e Álvaro, os quais solicitam, que as emissoras de rádio local,transmitam na integra as sessões ordinárias e extraordinárias na integra assim sucessivamente.

O Presidente Nelson encaminhou as comissões os projetos de lei 48 e 49/2010 para serem mais bem analisados.

Assim pela ordem dos inscritos, foi concedida a palavra na tribuna ao Vereador Mário, o qual cumprimentou os presentes, parabenizou o Presidente da casa de leis, por enviar os projetos 48 e 49/2010 às comissões; sobre o projeto de lei 045/2010 disse que vai ser feito um financiamento de 1.013.000,00; sobre o 46/2010 articulou que será um incentivo aos postos de saúde; proferiu que é totalmente favorável ao requerimento 15/2010, e que dá o total apoio, tendo em vista que os agentes da Defesa Civil correm constantemente risco de vida, assim para salvar outras, e falou que quando a Defesa Civil foi implantada no município de Nova Londrina, foi feita um acordo com as demais cidades da comarca, para ajudarem a manter a mesma, e o mesmo disse que isso é feito, mais não com o que foi realmente tratado; solicitou o encaminhamento de ofício as Prefeituras e Câmaras Municipais de Marilena, Itaúna do Sul e Diamante do Norte, e pediu que o requerimento 15/2010 vá anexado ao ofício, assim pedindo a ajuda aos mesmos.

Vereador João Carlos, o qual cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu para falar dos dois requerimentos; sobre o requerimento 16/2010 falou que é muito importante as rádios locais transmitirem as sessões na integra, e articulou que as rádios podem começar as transmitir as sessões depois da leitura da ata, pois segundo o mesmo a leitura da ata é somente uma repetição do ocorrido na sessão anterior,e assim tendo em vista que tem atas que são muito extensas;sobre o requerimento 15/2010 falou que tem acompanhado os trabalhos da Defesa Civil,disse que sabe das dificuldades da Prefeitura,mais que com a ajuda dos outros municípios posa ser feito esse reajuste nos salários dos agentes,fez outras ponderações e encerrou.

E pela ordem do dia, foram colocados em votação os projetos de lei 45 e 46/2010 e os mesmos foram aprovados por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do requerimento 15/2010-Vereador João pediu o apoio dos demais vereadores.

Vereador Otávio, manifestou o seu apoio ao requerimento, disse ter visitado a Defesa Civil, e que existem muitas dificuldades, como a falta de estrutura e equipamentos, e que os agentes ganham muito pouco pelo serviço prestado (550,00).

Vereadora Albertina, manifestou o seu apoio ao requerimento.

Vereador Cláudio, também manifestou o seu apoio ao requerimento, disse que os municípios vizinhos também têm que ajudar mais, pois com o que eles ajudam é muito insignificante.

Vereador Álvaro, parabenizou o vereador João pelo requerimento, e falou que o aumento salarial é nada mais justo, e pediu que se fizesse um aumento significativo, pediu também que se faça uma reunião com os outros Prefeitos para que os mesmos tomem consciência da importância da Defesa Civil na comarca de Nova Londrina, e que ajudem o município a melhor remunerar esses agentes, e se colocou favorável ao requerimento.

Na discussão e aprovação do requerimento 16/2010-Vereador Álvaro disse que se faz muito importante essa transmissão em rádios,pois muitos não podem se deslocar de suas residências ate a Câmara,e falou que foi procurado por um representante de uma rádio local,e que os mesmos tinham o interesse de transmitir na integra as sessões do legislativo,de uma forma bem democrática e afirmou que será uma conquista ao cidadão novalondrinense,destacou que a Câmara não terá que desembolsar nenhum custo,pois essa rádio procurará patrocínios para fazer essa transmissão.

Em considerações finais, o Vereador Otávio, o qual cumprimentou os presentes, disse que usa a palavra para falar do oficio da Polícia Rodoviária, falou que em 26 de abril enviou um oficio a Polícia, para saber quantos acidentes ocorreram nessa PR, e assim foi informado que de 2006 a 2009: ocorreram 32 acidentes, que vitimaram 50 pessoas; solicitou o encaminhamento de ofício ao Chefe do DER João Luiz, para ser feita uma melhoria nessa PR, em questões de iluminação, sinalização e redutores de velocidade.

O Presidente Nelson pediu ao secretário, para o mesmo confeccionar os ofícios dos Vereadores Otávio e Álvaro no modo de suas palavras, e disse que o aumento salarial aos agentes da Defesa Civil se faz necessário, pediu ao secretário para enviar também um oficio ao Prefeito Municipal, pedindo ao mesmo que informe a arrecadação do Fundo Reequipamento do Corpo de Bombeiros(FUREBOM) em 2009, e nada mais havendo a tratar o Senhor Presidente encerrou a presente sessão ordinária.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Presidente das comissões de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina; Gestão 2010/2011.

24 maio 2010

Participação Política

Eu acho que falar de política não é difícil, difícil é dar uma resposta clara e objetiva, pois a política é muito abrangente. Apesar da importância deste assunto, são poucos os interessados, pois a maioria da sociedade foge do tema política, achando que isso é dever somente de quem está no poder, mas não sabem, que são eles que acabam fortalecendo ainda mais a chance dos desonestos se corromper com facilidade e continuar enganando o povo.

Quem não participa da política, será só mais um tendo o trabalho de votar, além disso estará votando em vão. Política é a liberdade de se expressar e de ter uma opinião. Sua finalidade é manter a ordem pública, defesa do território nacional e o bem social da população, ela é fundamental na vida de todos, pois através da política se constrói a vida da população.

Política é coisa séria e não apenas para ser lembrada em períodos de eleições, pois muitos não sabem, mas o Congresso Nacional, as Câmaras Estaduais e Municipais são os locais onde se discute sobre quase tudo em nosso país, é a casa do povo, todos podem acompanhar o que se faz nesses lugares, assim estando presente nessas repartições públicas.

Temos que usufruir dessa posição que possuímos na política para podermos mudar tudo aquilo que achamos injusto, o voto não é a única forma que o cidadão tem para fazer democracia. Depois que elegemos nossos representantes no governo é obrigatório que acompanhemos essas pessoas que escolhemos para nos representar, e governar nossas cidades, estados e país. As sessões da Câmara Municipal de Nova Londrina são realizadas as segundas-feiras, a partir das 20h00min horas!

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Presidente das comissões de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina; Gestão 2010/2011.

23 maio 2010

Como ser um “classe média” – 024

Fazer Yôga

A Yôga e seus derivados (Pilates, etc.) constituem o novo esporte da Classe Média. Além de estarem na moda, é uma atividade onde a chance de ser colega de um pobre pode ser matematicamente expressa por uma fração infinitesimal.

A Yôga é, grosso modo, a maneira como os hindus fazem alongamentos. É um exercício físico e também possui significados simbólicos diversos. É muito chique dizer que faz Yoga, porque academia, nos dias de hoje, até o povão tem acesso. Exótico, não nasceu no Brasil, portanto está livredo estigma de coisa que não presta, não interessando se vem de um país mais pobre e mais sofrido.

Também existe o fato de que vários milionários e celebridades praticam, elevando o status da Yôga no contexto social. E por fim, é uma boa oportunidade para comprar roupas e acessórios próprios, podendo exibí-los nos dias em que houver aula, e também disputar com os colegas sobre quem gastou mais dinheiro com isso. Este é um ponto muito importante: sugiro que gaste muito dinheiro no início, porque como você só vai aguentar uns três meses de Yôga mesmo, se perder uma discussão, pode não haver uma segunda pra você dar o troco.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

22 maio 2010

Cinema:

7° Festival de Cinema de Maringá

de 21 a 28 de Maio de 2010

ao lado do RU da UEM

entrada gratuita

www.festcinemaringa.com.br

20 maio 2010

Sessão da Câmara Municipal:

A Sessão da Câmara Municipal de segunda- feira dia 17 de maio de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 11 cidadãos, a presença de oito vereadores (Vereador Otávio não estava presente, se encontrava em Brasília-DF). Nos trabalhos teve a entrada na casa de três projetos de lei, e os projetos lei: 42,43 e 44/2010 que estava nas comissões.

Projeto de lei 42/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer a doação de um terreno, à associação de moradores do bairro Sauer Salum (aeroporto), e dá outras providências;
Projeto de lei-43/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, no valor de 353.000,00 mil reais e dá outras providências;
Projeto de lei 44/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional suplementar no orçamento vigente do município;
Projeto de lei 45/2010-Abre crédito adicional suplementar e dá outras providências;
Projeto de lei 46/2010-Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito adicional suplementar, no orçamento vigente do município e dá outras providências;
Projeto de lei 47/2010-Dispõe novo valor, no plano de amortização do déficit técnico, valor previdenciário, e dá outras providências.

Destaquei dois requerimentos e um ofício:
Requerimento 13/2010-Requer ao Prefeito Municipal, a instalação de postes e iluminarias no âmbito do Cemitério Municipal. (Requerimento do Ver. Álvaro)
Requerimento 14/2010-Requer ao Prefeito Municipal, que o mesmo contrate um zelador para o Bosque Municipal. (Requerimento do Ver. Álvaro)
Ofício 034/2010-Onde o Prefeito Municipal veta parcialmente o projeto da CIPA.

O Presidente Nelson da Costa encaminhou os Projetos de Lei: 45/2010-46/2010 e o ofício 034/2010 para as comissões analisarem e darem os seus respectivos pareceres.

Vereador Mário o qual cumprimentou os presentes parabenizou o presidente pelo mesmo ter enviado os projetos de lei 45 e 46/2010 as comissões; comentou sobre o projeto de lei 42/2010, parabenizou todo o conjunto habitacional por essa conquista, disse que estará cobrando do Prefeito para o mesmo fazer doações de terrenos para outras associações; sobre o 43 e 44/2010 disse que a sua comissão já conversou com o contábil do município; sobre o 47/2010 falou que já aprovou um projeto desses, sobre o fundo de previdência, onde segundo o mesmo tem um “rombo” de oito milhões de reais,e disse que todo ano tem que se fazer um novo calculo,falou que se faz necessário a aprovação desse projeto, pois emendas virão ao município, e é necessário estar em dia com a previdência, pediu a aprovação e encerrou.

Vereador Álvaro, o qual cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu para falar sobre o veto do Prefeito Municipal ao projeto da CIPA, falou que acreditava que o Prefeito veria esse projeto com “bons olhos” e que torce e torceu muito para a instalação da CIPA no âmbito da Prefeitura Municipal, pois a mesma se faz necessária, e falou que isso pode mudar, tendo em vista que o presidente da câmara enviou o ofício do veto as comissões; sobre o projeto 42/2010 disse que foi uma solicitação do Presidente do bairro, falou que a doação é muito importante e adiantou o seu voto favorável; sobre o projeto 47/2010, Álvaro disse que acreditavam que o projeto seria enviado as comissões, mais falou que ouvindo o secretário e o Ver. Mário e também pela urgência da aprovação, que votaria favorável; também disse que entrou com os dois requerimentos, pois na ultima sessão o mesmo solicitou o envio de ofícios ao presidente e segundo o mesmo foi ignorado, sobre o requerimento 14/2010 o mesmo falou que o bosque se encontra abandonado, articulou que fez esse requerimento, visando o bem do cidadão, para o mesmo ter o seu bosque limpo, e pediu o bom sendo do Prefeito nesse sentido; sobre o requerimento 13/2010 disse que também fez um ofício dessa natureza e foi ignorado, e que no cemitério encontra-se na parte noturna marginais, que usa aquele local para praticas ilícitas, e que se faz necessária a instalação de iluminarias, assim oferecendo mais conforto e segurança, para quem for visitar os seus entes queridos, pediu a aprovação e encerrou.

E pela ordem do dia, foi colocada em votação a dispensa de prazo e interstício dos projetos de lei 42, 43,44 e 47/2010, e as mesmas foram aprovadas por unanimidade de votos. Em seguida foram colocados em votação os projetos acima mencionados, e os mesmos foram aprovados por unanimidade de votos.

Foi colocado em votação o requerimento 13/2010 e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos;

Na discussão e aprovação do requerimento 14/2010-Vereador Cláudio manifestou o seu apoio, e que o mesmo se faz necessário, e destacou que agora o bosque é por completo do município, pois antes uma parte era do estado.

O Presidente Nelson disse ao Vereador Álvaro que os seus ofícios da sessão não foram ignorados, pois com vários trabalhos que a secretaria tinha, não deu para enviar os ofícios, e disse que os mesmos seriam enviados nessa mesma semana.

Depois em considerações finais, o Vereador Mário Sonsin, o qual solicitou o envio de ofício ao Prefeito Dornelis, para que o mesmo tente viabilizar a instalação de API (Academia da primeira idade) para as crianças da cidade; destacou o evento que ocorreu no Ginásio de Esportes, tendo em vista o show da Banda Garrafão, parabenizou os organizadores, e informou que foram arrecadados 2.600 kl/g de alimentos a APAE; comentou também sobre o jogo tradicional dos negros e brancos que ocorreu no Estádio João Venâncio da Rocha, pronunciou que o Deputado Federal Odílio Balbinotti se fazia presente no local, e que entregou ao município uma emenda de 100 mil reais, para a aquisição de uma VAN a APAE, e outra emenda de 300 mil reais para a construção do centro de geração de renda; solicitou o encaminhamento de ofício ao Deputado Federal Odílio Balbinotti,agradecendo o mesmo pelas emendas;disse também que o Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli esteve presente dia 11 em Curitiba,e que foi concretizado,a pavimentação asfáltica dos conjuntos. Destacou que o Secretário Estadual de Saúde esteve presente em Paranavaí-Pr, onde trouxe equipamentos para o Hospital Regional, aparelhos como mamografia que são de extrema importância as mulheres da nossa região; Mário pronunciou que o Governo Estadual contemplou Loanda-Pr com uma unidade de pronto atendimento, e disse que Nova Londrina-Pr foi contemplada com uma sala; solicitou o encaminhamento de ofício ao Deputado Antônio Teruo Kato, para o mesmo conversar com o Governador Orlando Pessuti, para que faça a conta da SANEPAR à isenção de determinado consumo de água,assim como a COPEL faz,isenta o pagamento ate determinado consumo, assim fazendo em que o cidadão também economize água, agradeceu a todos e encerrou.

Vereador Álvaro, disse que usa palavra, para agradecer a aprovação dos seus requerimentos, que os mesmos serão cobrados ao Prefeito em conjunto com os demais vereadores, falou que ouvindo as palavras do Vereador Mário ficou feliz, pois tem coisas a vir, que as coisas estão acontecendo; pronunciou que acha que foi sim ignorado, pois os seus ofícios não foram enviados, e que acha que ofício não é “recadinho” como foi mencionado na sessão anterior, o mesmo disse que através de ofícios muitas coisas foram atendidas; parabenizou o Presidente do Conjunto aeroporto pela determinação, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Cláudio, disse que usa a palavra para falar da emenda do Deputado Frangão, que já está sendo tomadas as providências necessárias, para a execução da obra da Avenida Londrina, falou que outras emendas estão chegando; parabenizou o Presidente do Conjunto Aeroporto, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador João, o qual cumprimentou os presentes, disse que tem a informação que o município vai receber uma ambulância, mais que não sabe se virá para o Hospital ou para a Defesa Civil, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Em seguida o Senhor Presidente Nelson, concedeu a palavra na tribuna ao Presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Habitacional Sauer Salum Sr.Abimael ,o qual cumprimentou os presentes,e disse que usa a palavra para agradecer a doação desse terreno,que segundo o mesmo será de grande valia,destacou que a muitos anos é reivindicado esse terreno,e que agora o sonho se tornará realidade;solicitou o encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis José Chiodelli,agradecendo o mesmo pela doação,fez algumas ponderações e encerrou.

O Presidente Nelson pediu ao secretário, para o mesmo enviar os ofícios dos Vereadores Álvaro e Mário no modo de suas palavras, e disse que essa doação do terreno poderia já ter acontecido há muitos anos atrás, informou que o Prefeito já está providenciando o titulo de posse para os moradores dessa área, que tem os seus terrenos, e com esse titulo de posse esses moradores poderão fazer a venda ou o financiamento do seu terreno, e nada mais havendo a tratar o Senhor Presidente encerrou a presente sessão ordinária.

Destaque pela aprovação do projeto de lei 042/2010, onde a Associação dos moradores terá um local apropriado, para realizar eventos e reuniões; destaque também pelas emendas que o município recebeu e receberá do Governo Federal, e que cabe destacar que essas emendas são nada mais nada menos, que obrigação desses parlamentares, mais cabe destaque, pois muitos não cumprem com a sua obrigação, espero que a população continue acompanhando os trabalhos do legislativo, e que cobrem os seus direitos de cidadão, o voto não é a única forma que o cidadão tem para fazer democracia, depois que elegemos nossos representantes no governo é obrigatório que acompanhemos essas pessoas que escolhemos para governar nossa querida cidade.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Presidente das comissões de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina; Gestão 2010/2011.

O tempo passou me formei em solidão:

Sou do tempo em que ainda se faziam visitas. Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido. Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé. Geralmente, à noite.

Ninguém avisava nada, o costume era chegar de pára-quedas mesmo. E os donos da casa recebiam alegres a visita. Aos poucos, os moradores iam se apresentando, um por um.

– Olha o compadre aqui, garoto! Cumprimenta a comadre.

E o garoto apertava a mão do meu pai, da minha mãe, a minha mão e a mão dos meus irmãos. Aí chegava outro menino. Repetia-se toda a diplomacia.

– Mas vamos nos assentar, gente. Que surpresa agradável!

A conversa rolava solta na sala. Meu pai conversando com o compadre e minha mãe de papo com a comadre. Eu e meus irmãos ficávamos assentados todos num mesmo sofá, entreolhando-nos e olhando a casa do tal compadre. Retratos na parede, duas imagens de santos numa cantoneira, flores na mesinha de centro... Casa singela e acolhedora. A nossa também era assim.

Também eram assim as visitas, singelas e acolhedoras. Tão acolhedoras que era também costume servir um bom café aos visitantes. Como um anjo benfazejo, surgia alguém lá da cozinha – geralmente uma das filhas

– e dizia:

– Gente, vem aqui pra dentro que o café está na mesa.

Tratava-se de uma metonímia gastronômica. O café era apenas uma parte: pães, bolo, broas, queijo fresco, manteiga, biscoitos, leite... Tudo sobre a mesa.

Juntava todo mundo e as piadas pipocavam. As gargalhadas também.

Pra quê televisão? Pra quê rua? Pra quê droga? A vida estava ali, no riso, no café, na conversa, no abraço, na esperança... Era a vida respingando eternidade nos momentos que acabam.... Era a vida transbordando simplicidade, alegria e amizade...

Quando saíamos, os donos da casa ficavam à porta até que virássemos a esquina. Ainda nos acenávamos. E voltávamos para casa, caminhada muitas vezes longa, sem carro, mas com o coração aquecido pela ternura e pela acolhida. Era assim também lá em casa. Recebíamos as visitas com o coração em festa... A mesma alegria se repetia. Quando iam embora, também ficávamos, a família toda, à porta. Olhávamos, olhávamos... Até que sumissem no horizonte da noite.

O tempo passou e me formei em solidão. Tive bons professores: televisão, vídeo, DVD, e-mail... Cada um na sua e ninguém na de ninguém. Não se recebe mais em casa. Agora a gente combina encontros com os amigos fora de casa:

– Vamos marcar uma saída!... – ninguém quer entrar mais.

Assim, as casas vão se transformando em túmulos sem epitáfios, que escondem mortos anônimos e possibilidades enterradas. Cemitério urbano, onde perambulam zumbis e fantasmas mais assustados que assustadores.

Casas trancadas. Pra quê abrir? O ladrão pode entrar e roubar a lembrança do café, dos pães, do bolo, das broas, do queijo fresco, da manteiga, dos biscoitos, do leite...

Que saudade do compadre e da comadre!

Texto de: José Antônio Oliveira de Resende Professor de Prática de Ensino de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras, Artes e Cultura, da Universidade Federal de São João del-Rei - MG.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

18 maio 2010

Juventude Morta:

17 maio 2010

Dilma x Serra:

Eleição em que o candidato da oposição tenta ser situação. Procura não se contrapor ao Governo Lula, busca colocar a disputa entre ele e Dilma, ou seja, entre pessoas e não entre posturas políticas. Serra quer passar a imagem que não é anti-Lula, mas o é, não tem como negar as diferenças. Quer individualizar a campanha, quer evitar o confronto de projetos nacionais. Lidera um projeto diverso daquele que vem sendo executado pela atual conformação de forças no poder, liderada pelo Partido dos Trabalhadores. Serra é o líder de forças sociais e políticas que representa inegavelmente o pensamento neoliberal no Brasil, que ganhou consistência exatamente nos oito anos de Fernando Henrique Cardoso. Collor foi o marco inaugural do neoliberalismo tardio no Brasil. O PSDB, com FHC à frente, Serra ministro, foi o verdadeiro condutor desse projeto.

Durante os oito anos do PSDB, nosso País quase vai à falência. Com a ideia básica de que o mercado tudo pode, com a afirmação do Estado mínimo, fez-se a privatização criminosa que se conhece, endividou-se o País da forma que se sabe, nos colocaram de joelhos diante do FMI, tudo com as graves consequências sociais, aumentado a desigualdade , com isso a miséria e pobreza do nosso povo.

O governo Lula, projeto encabeçado pelo PT, iniciou-se em 2003, seguiu roteiro inverso ao do PSDB. Para o projeto da revolução democrática, não se tratava mais de usar os fundos públicos para satisfazer os apetites do grande capital, característica do governo do PSDB. Agora, tratava-se de desenvolver políticas sociais capazes de enfrentar a tragédia da profunda desigualdade social existente no País, usar os fundos públicos para isso, e garantir assim a inclusão de milhões de pessoas à cidadania ativa porque com fome é difícil exercer a cidadania. É dessa maneira que devem ser encarados o Bolsa-Família, o Prouni, o Pronaf, o aumento do salário mínimo acima da inflação, entre outras medidas que tem assegurado que milhões de pessoas chegam à plena cidadania.

Serra não poderá esconder o seu programa para o Brasil. E não poderá dizer que vai continuar o governo Lula. Todo mundo reconhece nele a continuidade do governo FHC, com suas adaptações para a conjuntura em que vivemos, quando se sabe que o ideário dele e de seu partido está profundamente vinculado ao Estado mínimo, com todas as suas conseqüências, afetando duramente o povo, com trágicas conseqüências sociais.

Se alguém quiser se enganar, que se engane. Não há dúvida: o PSDB tem um projeto claro para o Brasil e Serra é a continuidade de FHC. Biografias individuais devem ser levadas em conta, e não deve haver qualquer receio de comparações. Dilma tem um currículo nos governos do RS e Federal. Lula, antes, não havia ocupado nenhum cargo executivo, e se tornou o maior Presidente da República que o Brasil teve. Essas comparações de biografias, no entanto, não podem nem devem ser o centro da campanha. O que está em jogo é se continua a revolução democrática em curso, ou se retorna ao projeto neoliberal, voltando às privatizações e ao arrocho salarial.

16 maio 2010

Como ser um “classe média” – 023

Ler as colunas sociais:

A Coluna Social é um instrumento integrante dos meios de comunicação, que serve para separar o joio do trigo social. Basicamente, é uma vitrine com rostos e sobrenomes, divulgados em jornais de circulação expressiva, para deixar claro que quem não está ali não faz parte da sociedade (exceto para colocar a mão no bolso e comprar o jornal).

A Classe Média adora colunas sociais. Nas cidades do interior, inclusive, elas são mais acessíveis, por haverem poucos milionários a o espaço precisar de pauta. Neste caso, é bom ter um relacionamento próximo com o responsável pela coluna, dar presentes, oferecer favores diversos (use a imaginação), ser "amigo" e por aí vai. Assim, você poderá também aparecer na Coluna Social, fazendo cara de que é uma coisa comum pra você, pensando nos seus pares da Classe Média vendo seu rosto e seu sobrenome, e pensando nos pobres que te conhecem, vendo você aparecer no jornal.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

15 maio 2010

Aforismos:

Quanto tempo perdido em estabelecer fatos menores, em precisar o encadeamento das circunstâncias! (...) Enquanto a vocação do historiador é interrogar-se sobre o sentido dos fatos, enquanto sua especificidade reside, em conseqüência disso, numa atitude interrogativa, e seu papel é formar hipóteses explicativas, a história política permanecia uniformemente narrativa, escrava do relato linear, e no melhor dos casos, só temperava a mediocridade de uma descrição submetida à cronologia pelo talento eventual do autor, que então fazia com que sua obra se aparentasse mais com a literatura que com o conhecimento científico.

René Rémond

13 maio 2010

Onde vamos parar?

Quando saímos de nova londrina, e apenas uns 100km daqui, passamos por cidades como Alto Paraná, começamos a ficar preocupados com o destino de nossa querida Nova Londrina. A cada dia que passa, vemos uma regressão, e entre os municípios que compõem a AMUNPAR (Associação dos municípios do Noroeste paranaense), podemos observar o quanto estamos em desvantagem e necessitando de uma infra-estrutura urgente.

Municípios como Mirador, estão recebendo investimentos, indústrias, etc. Enquanto isso por aqui nossos vereadores discutem projetos como; AUMENTO DE IPTU, AVALIAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS, COBRANÇA DE TAXA DE SERVIÇOS SOBRE CONSTRUÇÕES, LUZ QUEIMADA, QUEBRA MOLAS, ETC...

Alguém vai falar assim: "Mas isto não é culpa da Administração Atual". Concordo em partes, mas se a Administração atual passa por problemas financeiros, ao menos poderia observar certas ''excentricidades".

Isso é o meu modo de ver, pois se está com dificuldades financeiras, se pegou uma "herança maldita" como eles dizem, não entendo como contratam serviços de floricultura no valor de R$ 21.458,00 como está publicado no Diário do Noroeste do dia 11 de maio do ano de 2010. A contratada Daniela Cristina Cavazin Rosa-ME. vai fornecer flores, folhagens e árvores ornamentais, naturais e artificiais, arranjos, coroas de flores para homenagens póstumas, datas comemorativas, aniversários, congratulações, formaturas e jardinagem, para o município de Nova Londrina. Isso é na primeira floricultura, na segunda o valor é um pouco menor R$ 8.039,00, a contratada é Jussara Rodrigues de Melo Neves-ME, o objeto do contrato é o mesmo da primeira.

Não sei qual é a necessidade desta contratação, mas pude observar que nem Paranavaí com todas suas obras, festas, inaugurações, etc, fez tal como aqui. Nossos governantes precisam entender que se uma medida urgente não for tomada nossa cidade vai ficar abandonada de vez.

Onde estão os homens que pregavam o Desenvolvimento e Industrialização da nossa cidade? Vemos que já passou da hora de trabalharem em prol da população. Chega de lenga-lenga e falas, queremos ver é Ação. Chega de promessas.

Estamos esperando uma coordenação conjunta do Executivo, Legislativo, Associação Comercial, Sindicatos Rural e Patronal, Fórum de Desenvolvimento, Sociedade Civil Organizada, etc, para tratar urgente da questão de Desenvolvimento Industrial do nosso município. Nosso parque Industrial continua abandonado e não vimos ainda um Projeto ou a criação de um Conselho de Desenvolvimento para o município. Ao invés disso o que vemos são projetos que irritam e oneram ainda mais o contribuinte ou o cidadão de nossa cidade.

Não sou contra a Administração atual, pois se ele não for um bom Administrador quem sofre somos todos nós. Espero que o povo consiga tirar lições de tudo o que está ocorrendo e que nas próximas eleições possa analisar e escolher candidatos capacitados e preparados para Administrar a nossa querida Nova Londrina, porque se continuar assim não sei onde vamos parar. Abraços a todos.

Por: Luciano Pereira da Silva - Técnico em Gestão Pública pelo ITDE-UFPR e cursando Administração Pública pela UEM-EAD.

Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender:

(Luís Fernando Veríssimo)

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

12 maio 2010

Sessão da Câmara Municipal:

A Sessão da Câmara Municipal de segunda- feira dia 10 de maio de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 40 cidadãos, a presença de todos os vereadores, e a presença do Secretário Municipal de Saúde Cézar Zorzi. Nos trabalhos teve a entrada na casa de três projetos de lei, e o projeto lei: 35/2010, que estava nas comissões.

Projeto de lei 35/2010-Altera a lei 7.02, artigo 3º da lei 1552/2003(Projeto do imposto que será cobrado a construções acima de 100 metros)
Projeto de lei 42/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer a doação de um terreno, à associação de moradores do bairro Sauer Salum (aeroporto), e dá outras providências;
Projeto de lei-43/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, no valor de 353.000,00 mil reais e dá outras providências;
Projeto de lei 44/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de fazer abertura de crédito especial adicional suplementar no orçamento vigente do município;

O Presidente Nelson, enviou as comissões permanentes os projetos de lei:
42/2010, 43/2010, 44/2010.

Vereador Otávio Grendene Bono cumprimentou os presentes, parabenizou o Presidente da casa; por enviar os três projetos de lei às comissões; principalmente o projeto de lei 42/2010; pois foi encontrado no mesmo uma irregularidade, o mesmo não apresentava o laudo de avaliação; sobre o projeto 35/2010; Otávio disse que no mesmo foram feitas emendas; onde aumentará a isenção ate 100 metros; destacou que a cobrança desse imposto está na constituição; e é obrigatório por lei; o mesmo falou que é importante destacar esse projeto; pois muitos têm dúvidas; em relação de quem deve pagar esse imposto à prefeitura; e o mesmo falou que quem deve pagar é a empreiteira; construtora da obra; e que quem presta o serviço; deve embutir esse valor do imposto; no valor total da obra; assim quem acabará pagando é quem contrata o proprietário; e disse que com as emendas; o projeto ficará mais viável; destacou também que no exercício de 2009; foram emitidas na prefeitura 48 alvarás, e que até o presente momento já foram emitidas 32 alvarás; e que está ocorrendo no município várias construções.

Vereador Álvaro Guilherme cumprimentou os presentes; e parabenizou o presidente pelo mesmo ter enviado as comissões os projetos de lei: 42, 43,44/2010; pois assim será feita uma melhor análise dos mesmos;sobre o projeto 35/2010;falou que votou contrário a um projeto desse mesma natureza no ano passado,e hoje o mesmo retorna a casa;pois criou-se vários problemas depois que o mesmo foi aprovado;muitos pararam as suas obras;outros iriam iniciar e não iniciaram;pois o valor é um absurdo;e disse que hoje o projeto volta a casa com muitas alterações;pois antes era isento ate 50 metros de construção;e hoje se observa que aumentaram para 100 metros a isenção;e afirmou que vota contra mais uma vez a esse projeto;e pediu para que os demais façam o mesmo;falou que o cidadão novalondrinense está cansado de pagar impostos;e pediu a revogação da lei 98/2010 onde se iniciou a cobrar esse imposto;disse que primeiro tem que se fazer que corra mais dinheiro no município;para depois cobrar esse imposto.

O Presidente Nelson disse ao Vereador Álvaro, que os pareceres do projeto 35/2010 se encontravam há vários dias na casa, e que não sabe o porquê do mesmo não ter feito dias antes da sessão uma análise melhor, e destacou que todo vereador tem acesso, e destacou que todos os vereadores ganham muito bem, e que devem desempenhar o seu trabalho todos os dias, e não só no dia da sessão.

Vereador Álvaro respondeu ao presidente, dizendo que quando veio analisar, o parecer não estava impresso, e que cumpre muito bem com o seu papel.

Vereador Mário cumprimentou os presentes, parabenizou o presidente, por ter enviado o projeto 42/2010 as comissões, pois foi encontrado um pequeno erro, e o mesmo falou que acredita que na próxima sessão o mesmo será aprovado, pois é um projeto muito importante para a associação do conjunto aeroporto; disse que em fevereiro de 2009; quando esteve presente nesse conjunto habitacional com o Prefeito Dornelis, os mesmos foram cobrados pelos moradores, para ser doado esse terreno, e que não foi possível a doação no ano passado, mais que agora o sonho vai virar realidade; destacou a importância dessas sedes nos bairros, e lembrou que na gestão passada, ele (Mário), Raimundo, Nelson e Professor Roberto lutaram pela reforma da associação de moradores do Conjunto Habitacional Novo Horizonte, e que o mesmo é muito importante, pois lá os moradores realizam as suas reuniões de bairro; destacou o seu parecer do projeto 35/2010, pois já existia esse imposto, mais não estava sendo executado, e disse que concorda com algumas palavras do vereador Álvaro, pois no projeto que foi aprovado ano passado, todos erraram, e destacou que errar é humano, e que é com o erro que se aprende, e que nesse momento o erro está sendo corrigido, falou que depois de várias reuniões com o Prefeito Dornelis, chegou a esse projeto; pediu a aprovação, e se colocou a disposição da população.

Foi colocada em votação a dispensa de prazo e interstício do projeto de lei 035/2010, e o mesmo foi aprovada por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 035/2010-Vereador Otávio Henrique lembrou que o projeto deve ser votado com todos os pareceres, e destacou que esse imposto foi implantado no município no ano de 2001, e voltou a casa em 2003, onde foi implantada a lei do código tributário do município, e que em 2003 foi criada uma lei a 1552/2003 e que antes de ser feita a aprovação do projeto de lei em 2009, era para ser cobrado 5%, e que o projeto de 2009 estava muito abaixo do aprovado em 2003; e se o gestor passado não cobrava, deve ter sofrido as conseqüências, e que esse projeto, está bem abaixo de toda a história dessa lei, e que é a mais justa, destacou que por lei é obrigatório da cobrança desse imposto.

Vereador Álvaro, disse que concorda com as palavras do vereador Otávio, mais disse que essa lei foi sim implantada em 2003, mais não era executado pelo gestor passado, pois o mesmo teve o bom senso de não cobrar, pela realidade do município, e falou que cada pessoa tem uma forma de administrar e ver as coisas, disse que Nova Londrina tem mesmo que crescer, mais não na custa do povo, e pediu que se buscassem outros meios para que consiga isso, falou que o cidadão novalondrinense no geral não vive um bom momento financeiro, disse que analisou o projeto, mais que não viu as emendas das comissões.

Vereador Mário pediu a parte da palavra do Vereador Álvaro e o mesmo a concedeu, e o Vereador Mário disse que se passar no limite será cobrado, não ficará isento e devolveu a palavra ao Vereador Álvaro, e o mesmo disse que isso não é correto, e que tem que ter o bom senso; solicitou uma emenda;em seguida o Vereador Otávio pediu a parte da palavra,e disse sobre uma parte da fala do Vereador Álvaro onde o mesmo disse,que: “essa lei foi sim implantada em 2003, mais não era executado pelo gestor passado, pois o mesmo teve o bom senso de não cobrar, pela realidade do município, e falou que cada pessoa tem uma forma de administrar e ver as coisas.

E o Vereador Otávio disse se o mesmo não cumpria, era errado, pois se a lei foi implantada tem que ser executada, disse que vota favorável a esse projeto, não com a intenção de prejudicar ninguém, e sim que se cumpra a lei, destacou que todos os municípios cobram esse imposto (ISSPM), e falou que com as alterações que foram feitas, tudo ficará resolvido, e devolveu a palavra ao Vereador Álvaro, e o mesmo disse que respeita a opinião de todos, e que cada um tem o seu pensamento.

Vereador Cláudio disse que analisando as emendas viu que uma pessoa que constrói uma casa de 200 metros não poder pagar 300 reais de imposto é um absurdo, e que tem que ver o lado da prefeitura, que também tem os seus gastos, pois quando está sendo feita a construção de uma casa, o trator passa para pegar o entulho mais de quatro vezes, e não é cobrado nada, e se somar o óleo e os gastos que a prefeitura tem, com o pagamento do imposto não sai quase nada, e disse que o projeto está de bom tamanho, e que futuramente poderá até diminuir essa cobrança.

Vereador João Carlos, disse que ate na parte da manhã tinha a intenção de votar contrário, mais depois de analisar as emendas, vota favorável.

Vereador Mário, disse que na gestão passada o prefeito não cumpria essa lei, e muitas outras, e destacou que é por isso que o município está nessa situação, falou que depois de muitas reuniões com o Prefeito se chegou a esse projeto, e que vota favorável, o vereador Otávio pediu a parte da palavra, e disse que quem vai pagar esse imposto não vai ser o pedreiro ou a construtora, e sim quem contratou o serviço, assim sendo embutido o valor do imposto, no valor total da construção.

Vereador Tiago disse que quem está contratando a obra que tem que pagar.

Foi colocado em votação o projeto de lei 035/2010 e a mesmo foi aprovado por sete votos favoráveis, e um voto contrário do Vereador Álvaro.

Em seguida o Senhor Presidente concedeu a palavra na tribuna, ao Secretário Municipal de Saúde Cézar Zorzi, o mesmo cumprimentou os presentes, e disse que se fazia presente na casa, pelo ofício enviado a ele, de autoria do vereador João, e que responderá a outras dúvidas dos vereadores, e falou sobre o aparelho de ultra-som, disse que foi credenciado um médico ultrasonografista, para realizar esse trabalho, na clínica da mulher, tendo em vista, que no quadro geral do município, não há um Doutor especialista nessa função, mais que tem médicos que operam o mesmo, falou que o município tem dois aparelhos de ultra-som, disse que o aparelho é bom, mais só realiza o básico, e que ultra-sonografia da mama não é feita, disse que é gasto 40 reais por ultra-sonografia, e isso é feito legalmente, disse que essa foi uma medida para ser feita a diminuição de gastos, é destacou que não se gasta cinco mil reais por mês como foi dito, e sim três mil reais, pois essa foi uma medida para diminuir os gastos. Vereador João agradeceu a presença do Secretário de Saúde, e perguntou ao secretário, sobre as filas que tem na clinica da mulher a partir de 5 horas da manhã, e que não sabe o motivo disso. O Secretário Cezar Respondeu ao vereador João: dizendo que por um lado ficou feliz, por receber o ofício do vereador João, e que sempre estará a disposição, disse que verificou dentro do prédio, onde falasse que é Clinica da mulher, pois nesse local não é constituída Clínica da Mulher, e que será construída uma verdadeira Clínica da Mulher em nosso município,falou que muitas pessoas está buscando o atendimento nessa unidade de saúde,pelo bom atendimento que lá existe,e falou que são feitas 25 consultas por dia,e se tiver um caso de urgência será atendido naquele mesmo dia,ou nessa unidade,ou no hospital,na urgência e emergência. Vereador Álvaro disse que tem ouvido muitas reclamações, pois em alguns postos, existe a falta de médicos, o médico não comparece; e perguntou ao secretário sobre os exames que precisam ser feitos no final de semana, se existe o plantão nos laboratórios, e perguntou também se é verídico, e se é do conhecimento do secretário que está sendo feito descontos nos salários das auxiliares de enfermagem. O Secretário de Saúde disse que essas reclamações devem também ser feitas na secretária de saúde, onde existe uma ouvidoria, em relação à falta de médicos, o mesmo disse que em 2009 teve grandes dificuldades, mais que hoje não, pois foram contratos todos os médicos que necessitavam, e destacou que em cada PSF existe um médico para atender, disse que nos últimos dias teve um sério problema nos atendimentos no PSF, pois médicos ficaram de atestado médico, um por causa de uma conjuntivite e outro por um acidente de moto, e que somando os atestados dos dois médicos, o município ficou praticamente um mês sem um médico, sobre o plantão de laboratórios, falou que o laboratório Santa Terezinha não fica de jeito nenhum de plantão, pois o proprietário disse que não trabalha no final de semana, e que o Laboratório Logos fica mais algumas vezes o médico se ausenta. Sobre os descontos dos salários Dr.Cézar disse que não está sendo descontado nenhum valor de nenhum funcionário, e se isso ocorrer é para o funcionário procurar ele, e se ocorrer com certeza o mesmo será reembolsado na outra folha de pagamento.

Vereadora Roberta disse ao Secretário de Saúde que muitas mães querem saber o sexo da criança, e perguntou o porquê que as mães não são informadas, e fez perguntou também a especialização da Dra.Patrícia.

O Secretário de Saúde disse que quando é feita a ultra-som no hospital a mãe não é informada, pois os médicos que ali se encontram não são formados em ultra-sonografia, e para não terem problemas os mesmo não informam mais no pré-natal que é feita com médico especialista a mãe é sim informada, e que no hospital só é verificado se o bebe se encontra bem, e informou à vereadora que a DRA.Patrícia é pediatra, não havendo mais perguntas, o Dr. Cezar agradeceu ao convite, se colocou a disposição dos vereadores e a população, e encerrou.

Depois nas considerações finais, o Vereador Álvaro disse que se inscreveu para falar da iluminação da Praça Santos Dumont, que foi feita a instalação das lâmpadas, assim gerando mais segurança e o embelezamento daquela área; solicitou encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli, e ao Secretário de Obras Públicas Roberto Haddad parabenizando os mesmos pelo feito; solicitou encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli, e ao Secretário de Obras Públicas Roberto Haddad pedindo aos mesmos a iluminação do Cemitério Municipal.Disse que já trouxe a casa,a situação que se encontra o pátio da prefeitura,que não existe sanitários para o uso dos funcionários,falou que essa situação é inadmissível,pois um local público deve pelo menos conter sanitários para os funcionários,disse também sobre o bosque municipal que se encontra abandonado,que não tem mais nem um zelador,assim solicitou encaminhamento de ofício ao Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli para o mesmo tomar as devidas providências,no sentido de contratar um zelador.Disse que foi contrario ao projeto de lei 35/2010 pois é uma forma dele pensar,uma análise sua,mais que aceita a opinião de todos,e que não condena quem votou favorável,agradeceu e encerrou.

Vereador Raimundo disse sobre o projeto 35/2010, que é um absurdo, uma pessoa que constrói uma casa de 220 metros, não ter condições de pagar cerca de 500 reais, e que essa lei tem que ser cumprida, e falou se na gestão anterior não era cumprida pelo prefeito, que essa era uma das causas do município estar nessa situação, e destacou que hoje se encontra três contas reprovadas da gestão anterior, e que já está para ser reprovada mais outra, disse que fica revoltado com algumas situações, e que não gosta de vereador que fica mandando “recadinhos” ao Prefeito, pois não é necessário, pois o Prefeito se encontra na prefeitura, aberto para atender qualquer vereador, e também ao povo, agradeceu a todos e encerrou.

O Presidente Nelson agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pela aprovação do projeto de lei 035/2010, onde cabe destacar que essa lei já existia, desde 2001,sofreu alterações em 2003 e não era executada pelo gestor anterior, então ele não cumpria com a lei, acho que não vai pesar tanto assim ao cidadão novalondrinense esse imposto, pois quem construir uma casa ate 100 metros ficará isento, e acredito que quem constrói uma casa de 200 metros, com certeza tem condições de pagar certa de 500 reais de imposto, claro essa é a minha opinião, outras pessoas podem ter outra visão, e cabe destacar, que não é o pedreiro ou a construtora que paga o imposto, e sim quem contrata (o proprietário), é só o pedreiro ou a empreiteira embutir o valor desse imposto no valor da obra. Destaque também pela presença do Secretário Municipal de Saúde Cesar Zorzi, onde o mesmo respondeu a várias perguntas, destaque também pelo bom número de cidadãos presentes na sessão, e vamos continuar assim povo novalondrinense, acompanhando os trabalhos do Legislativo Municipal , e cobrando de nossos representantes, sempre com muito respeito.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Presidente das comissões de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina; Gestão 2010/2011

11 maio 2010

Antirebolation:

10 maio 2010

Ronda:

1ª Quinzena de Maio
A ‘Menina dos Rios’ passada à limpo!

Politicamente, Marilena anda um desastre. As chapas mais absurdas surgem das cabeças, todas tentando uma só coisa: ENTRAR!

Ao que parece, consideram o prefeito atual inatingível, imbatível e campeão absoluto da vontade popular. Um novo Lula suburbano, interiorano, mas não matuto, que de matuto ele não tem nada.

Nesta hipótese, qualquer marilenense que o prefeito apóie já levou a taça, e o melhor à fazer é prometer não dificultar as coisas tentando uma chapa hibrida em que entrem os covardes famintos de sempre e a nata do peixismo. E chamam isto de política!

Particularmente, considero tudo isso um nojo.

Não há projeto político que sustente uma mistureba destas e deveríamos ao menos ter a coragem de deixar o peixismo sair sozinho, já que não temos um nome que consideremos à altura da disputa, em que pese também minha opinião em contrário.

Mas, minha opinião é só a minha e permaneço falando para ouvidos moucos, os mesmos que venho avisando á cinco anos de como as coisas devem ser, e, à cada aviso dado e consumado, mais sou odiado, por não ser escutado e por ser...

A volta de Brasílio Bovis, se realmente ocorrer, é o canto de cisne do grupo e a prova insofismável que não conseguimos construir nos últimos quinze anos uma liderança que possa; não peitar a situação, função essencial da oposição, mas peitar o próprio grupo, especialista em queimar a si mesmo.

Nossa antropofagia é notória e piada dentro do peixismo: não precisamos fazer nada, eles mesmos se arrebentam nas invejas...

O que não se vê no grupo contrário: se brigas há, elas ficam intramuros e o que sai para a praça é só sorrisos e elogios uns aos outros... Exemplo de política sintonizada em torno de objetivos claros e definidos.

Só nos resta assistir de camarote a ‘construção’ da próxima candidatura peixista, um mandato tampão de quatro anos enquanto o Chefe descansa da lida e prepara-se para o inevitável retorno.

Não perdemos a última eleição, perdemos a eleição do finado Jairo. Lá é que entregamos a rapadura quando permitimos o racha petista, do qual participei e apoiei, já vendo àquela época, o furo que estávamos entrando.

O inimitável dr. Hugo tudo isso já tinha previsto e como me falava na época: Ricardo, entramos nesta (Deca) para salvar alguns. Pena que não deu certo...

SALDO. 25 meses para o Fim dos Dias.
SOM. O da Ronda, na Rainha FM.
BOOK. Ministério do Silêncio, de Lucas Figueiredo. A história do SNI, as entranhas do nosso serviço secreto governamental.
QUEREM MAIS? www.radiorainhafm.com.br aqui, ou 104.9 lá na Nova, todo dia ao meio dia...

Ricardo Drummond de Macedo a cada dia fica mais certo de que sempre esteve certo.

09 maio 2010

Como ser um “classe média” – 022

Comprar a prestação:

O médio-classista tem que manter um padrão de consumo de acordo com o que ele merece. Mesmo que não tenha dinheiro, o que ele precisar comprar, ele vai. Para tanto, ele deve usar de um artifício que, à primeira vista, pode parecer coisa de pobre: comprar à prestação.

O financiamento é a solução para praticamente todos os problemas da Classe Média. Principalmente o problema de ter o que ostentar na frente dos outros. É muito lógico que aparecer com aquele carro, aquela roupa e aquele relógio para meter inveja em quem quer que seja, vale o sacrifício de ficar anos a fio pagando por isso depois. Imagem é tudo, e ninguém vai saber que os bens exibidos na sociedade não são exatamente seus.

Quando a coisa apertar, sempre dá pra parcelar a fatura também. Isso é importante, porque resolvido o problema, o cartão fica liberado pra mais compras. Mas, em último caso, se a coisa complicar, os valores ficarem altos demais e ficar difícil resolver só com o orçamento normal, o jeito é apelar pras economias da família e quitar a dívida. Depois é só começar tudo de novo.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

07 maio 2010

Para Sempre:

Para Sempre
(Carlos Drummond de Andrade)

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

06 maio 2010

Uma piadinha boa:

Era o início da década de 60, quando se deu este interessante episódio:

O Presidente do Santos marca uma reunião com Deus. Chegando lá, ele pergunta:
- Senhor Deus, eu gostaria de saber se o Santos será Campeão da Libertadores ?

Deus consulta seu livro - flap, flap flap (páginas do livro de Deus)- e diz:
- Sim, o Santos será Campeão da Libertadores, ainda na sua gestão. E duas vezes...

O Presidente do São Paulo, curioso, também marca uma reunião com Deus:
- Senhor Deus, e o São Paulo, será Campeão da Libertadores ?

Deus consulta seu livro - flap, flap, flap, flap, - e diz:
- Será sim, o São Paulo será Campeão da Libertadores várias vezes, mas não na sua gestão.

O Presidente do Flamengo também marca uma reunião com Deus.
- Senhor Deus, e o Flamengo, será Campeão da Libertadores ?

Deus consulta seu livro - flap,flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap,flap, flap - e diz:
- Será sim, o Flamengo será Campeão da Libertadores, mas não na sua gestão, nem na do próximo presidente.

O Presidente do Palmeiras também marca uma reunião com Deus.
- Senhor Deus, e o Verdão, será Campeão da Libertadores ? Deus consulta seu livro - flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap - e diz:
- Será sim, o Palmeiras será Campeão da Libertadores, mas não na sua gestão, nem na do próximo presidente.

O Presidente do Corinthians também marca a tal reunião com Deus. - E o Coringão, será Campeão da Libertadores ?

Deus consulta seu livro e ... - flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

e Deus pensa: 'eita que não acaba...' e tome flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap,flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

e Deus disse: - ACHEI! Ah não, é engano. - e continua... flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, , flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

- Achei !!! - grita Deus - Está aqui. É em 2210. - Não, não. Desculpe-me. Aqui é o corinthians de alagoas que conquista a libertadores. - e prosseguiu ... flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

São Jorge que acompanhava de perto, já extremamente irritado, pegou o livro das mãos do todo poderoso e continuou ... flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

E Deus retomou a procura... flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, , flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

- Não achei. Peraí que vou consultar em outros Planetas - e tome flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

O presidente do corinthians empolgado e incentivando Deus, comenta - NÃO PÁRA! NÃO PÁRA! NÃO PÁRA! ... flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap, flap

E Deus finaliza... - Será sim, o Corinthians será Campeão da Libertadores, mas não na MINHA gestão !!!

05 maio 2010

Sessão da Câmara Municipal:

A Sessão da Câmara Municipal de segunda- feira dia 3 de maio de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 15 cidadãos, e a presença de todos os vereadores. Nos trabalhos teve a entrada na casa de 3 projetos de lei, e dos projetos lei: 35,36 e 37/2010 que estavam nas comissões.

Projeto de lei 35/2010-Altera a lei 7.02.
Projeto de lei 36/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, na LOA (Lei orçamentária anual), meta de trabalho e dá outras providências. (Treinamento para as agentes de saúde)
Projeto de lei 37/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito adicional suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências. (Criação da panificadora do município)
Projeto de lei 39/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, na LOA (Lei orçamentária anual), meta de trabalho e dá outras providências. (Recuperação de estradas vacinais)
Projeto de lei 40/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, na LOA (Lei orçamentária anual), PPA 2010/2013, meta de trabalho e dá outras providências. (Criação do Centro de geração de renda)
Projeto de lei 41/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, na LOA (Lei orçamentária anual), meta de trabalho e dá outras providências. (Revitalização da Avenida Londrina, acesso à INCOL-Indústria e Comércio de Fécula O’linda LTDA.)

O Presidente Nelson concedeu mais um tempo para as comissões analisarem o projeto 35/2010.

Vereador Álvaro cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu no expediente, para pedir ao Senhor Presidente para que os projetos: 39,40 e 41/2010 sejam enviados as comissões, para os mesmos darem os seus pareceres, pois o mesmo acredita, que como ele, nenhum outro vereador teve tempo que fazer uma analise melhor, falou não ser contra os projetos, pois os mesmos são de suma importância ao município, o mesmo voltou a dizer que votará contrario a dispensa de prazo, mais se a mesma for aprovada, e assim entrando em pauta, o mesmo votará favorável, fez algumas ponderações e encerrou.

Vereador Otávio Grendene, disse que faz o uso da tribuna, para falar mais uma vez, do importante trabalho, desenvolvido entre executivo e legislativo municipal, para com a liberação da Certidão do município, pois com o parcelamento das dívidas, o município voltou a obter essa certidão, e assim voltando a receber emendas estaduais e federais, lembrou que foi um trabalho difícil,ardo,falou que nesse contexto, (onde Nova Londrina está recebendo várias emendas) todos devem ficar satisfeitos, também destacou o projeto 40/2010 que é de emenda do Deputado Federal Odílio Balbinotti (PMDB), onde os produtores rurais poderão apresentar os seus produtos, e disse que esse centro será construído no Jardim João Paulo II, fez outras ponderações e encerrou.

Vereador Claudio Mantuanni,disse que se inscreveu para parabenizar o Senhor Presidente,pois o mesmo encaminhou os projetos 39,40 e 41/2010 para serem votados na dispensa de prazo,e assim não enviou as comissões,pois os mesmos são projetos de suma importância para o município,e destacou o projeto de 41/2010,onde o mesmo disse que será feita toda a revitalização dessa avenida,com novas calçadas,jardinagens,e por isso é necessária de imediato a aprovação, tendo em vista que ainda vai demorar alguns dias para o início da obra,pois o projeto passará por outras etapas,e a primeira etapa é ser aprovada na Câmara.

Na discussão e aprovação da dispensa de prazo do projeto de lei 39/2010-Vereador Álvaro disse que não é 15 ou 20 dias que vai demorar a ser aprovado esse projeto, como tinha dito o Vereador Cláudio, e sim uma semana, e falou que está cansado de ver naquela casa, vários projetos aprovados pela casa, voltarem a Câmara, para serem criadas emendas, e disse que pediu uma semana,para não dar “um tiro no pé”,falou que vota contra na dispensa de prazo desses projetos,mais se os mesmos forem aprovados pela maioria,e assim entrando em pauta,o mesmo estará votando favorável a esses projetos,pois são de suma importância ao município.

Vereador Raimundo, disse ser favorável a dispensa de prazo, e destacou que não há nada de errado no projeto, e que o mesmo deve ser aprovado, pois o dinheiro dessa verba já está parado há dias, e os problemas têm que ser resolvidos.

Vereador João disse ser favorável a dispensa de prazo.

Foi colocada em votação a dispensa de prazo dos projetos de lei 39,40 e 41/2010, e os mesmos foram aprovados por sete votos favoráveis e um voto contrário do Vereador Álvaro.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 036/2010-Vereador Otávio, destacou os pareceres favoráveis, manifestou o seu apoio ao projeto, pois o mesmo vai servir para a qualificação das agentes de saúde, assim propiciando um melhor atendimento
À população.

Vereador Álvaro, disse que o projeto é de suma importância, e que vai atender a área da saúde, e pediu aos demais vereadores a aprovação do projeto.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 037/2010-Vereador Otávio, disse que o projeto é acompanhando dos pareceres favoráveis, e que os mesmos dão sustentação ao projeto, e que o projeto é de suma importância, e destacou que o projeto é um sonho do vereador Tiago que vai se realizar, pois nessa panificadora, 30 famílias carentes, poderão trabalhar, e as mesmas terão uma opção de renda.

Vereador Tiago, pediu apoio ao projeto, pois o mesmo é um sonho de todos, e principalmente o sonho do seu grupo político, destacou que nessa panificadora, cidadãos venderão pães a prefeitura e a população, e assim os mesmos terão uma renda melhor.

Vereadora Roberta, disse ser favorável ao projeto, e pediu a aprovação do mesmo.

O Senhor Presidente colocou em votação os projetos de lei: 039 e 040/2010, e os mesmo foram aprovados por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 041/2010-Vereador Álvaro, disse que votou contrário ao projeto na dispensa de prazo, porque não teve tempo de analisar o mesmo, e que nesse momento jamais votaria contrário, disse ser favorável e pediu a aprovação.

Vereador Otávio, destacou o empenho do Deputado Federal Hermes Parcianello Frangão, pois o mesmo continua ajudando o nosso município, parabenizou também o empenho do Vereador Cláudio, e observou que nesse local haverá uma revitalização da rua, calçadas e jardinagens, e falou que essa verba é muito importante ao nosso município.

Depois nas considerações finais, o Vereador Otávio Grendene, o qual solicitou encaminhamento de ofício à família da Sra.Maria Conceição, visto o seu falecimento; e disse que se inscreveu para falar da importância do esporte, e o mesmo falou que se observa que o esporte em Nova Londrina está se encaminhando,destacou que foram contratados dois professores de educação física, e disse que 244 crianças estão treinando, no Edson Gradia, e no estádio João Venâncio da Rocha; solicitou encaminhamento de ofício ao Secretário do Esporte, para o mesmo analisar a possibilidade de fazer campinhos de areia, nos quatro conjuntos, 50 casas e vila operária, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador João Carlos, cumprimentou os presentes, e disse que se inscreveu para falar da saúde, pois muitos falam que tem 11 médicos, e o mesmo falou que existe mesmo, mais observasse que na Clínica da Mulher, sempre há uma grande fila de espera; solicitou encaminhamento de ofício ao Secretário de saúde, para o mesmo dar informações um aparelho que foi comprado cinco anos atrás, que disseram que foram gasto nessa época 100 mil reais com a compra, e pediu esclarecimentos do secretário no sentido de informar onde se encontra esse aparelho, pois observasse que o município gasta cinco mil reais por mês com uma clínica particular onde é feito exames, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Raimundo, disse que se inscreveu para falar dos projetos 039, 040 e 041/2010, e falou que as estradas de Nova Londrina estão em um estado precário, e disse que não pode ficar segurando na casa o projeto da revitalização da avenida londrina; solicitou encaminhamento de ofício ao Secretário de Viação e Obras Públicas, para o mesmo analisar a possibilidade de implantação de um redutor de velocidade na Avenida Londrina, próximo a Praça da Matriz; pediu ao Secretário de Obras para o mesmo fazer o rebaixamento da placa onde informam as saídas para outras cidades, tendo em vista que a mesma é muito alta, e os motoristas não têm uma boa visualização da mesma; pediu também para ser feito na Vila Rural Brizânta um campo para práticas de esportes; agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Álvaro, disse que em considerações finais, destaca os projetos aprovados, que são de suma importância o município, onde são emendas de Deputados que sempre procuram ajudar o nosso município; solicitou encaminhamento de ofício a esses Deputados, parabenizando os mesmos, e destacou o trabalho em Nova Londrina do Deputado Frangão, por tudo que o mesmo já fez, e o que pode ainda fazer ao nosso município; solicitou encaminhamento de ofício ao Secretário de Viação e Obras Públicas, para o mesmo dar explicações no sentido, de que quando os funcionários da Prefeitura varem as ruas, os mesmo deixam os montes de folhas, e ficam alguns dias, assim espalhando tudo de novo; disse também que na reunião extraordinária, observou que na leitura da ata da reunião ordinária anterior, não foi colocada as falas do Vice-Prefeito, e falou que não votou contra a ata naquela oportunidade, pois haveria de retificar várias coisas, pois o mesmo viu que o Vice-Prefeito falou mais de uma hora, e o mesmo disse várias coisas importantes, e que deveriam constar em ata; Edil Álvaro ainda destacou a coragem do Vice-Prefeito, onde o mesmo teve que enfrentar um público presente, que estavam revoltados com o aumento do IPTU, e observou que o Vice-Prefeito respondeu todas as perguntas com muita facilidade e respeito, onde tirou várias dúvidas da comunidade, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Cláudio disse que se inscreveu para solicitar o encaminhamento de ofício ao Deputado Federal Frangão, parabenizando o mesmo pela emenda, agradeceu a todos e encerrou.

O Presidente Nelson, pediu ao secretário, para enviar os ofícios dos vereadores: Otávio, Raimundo, João, Álvaro e Cláudio no modo de suas palavras, destacou o ofício do Deputado Alex Canziani, onde o mesmo informa que Nova Londrina foi contemplada com um laboratório de prótese dentária; agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pela aprovação do projeto 41/2010, onde haverá revitalização das calçadas, rua e jardinagens, da Avenida Londrina (acesso a INCOL), há muito tempo que se faz necessária essa revitalização, pois acredito que essa é a pior rua do nosso município, assim os motoristas poderão melhor trafegar por essa rua, e quero agradecer em nome de toda a população novalondrinense, aos Deputados que estão enviando emendas ao nosso município; aproveito e continuo clamando para que a população acompanhe os trabalhos do legislativo.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe; Vice-Presidente e Diretor de Relações Públicas do Interact Club de Nova Londrina na gestão 2010/2011

03 maio 2010

Aforismos:

“Uma grande parte da política e da lei é sempre teatro”

E. P. Thompson - falando sobre a Inglaterra do século XVIII.

02 maio 2010

Como ser um “classe média” – 021

Correr:

Se existe um esporte tipicamente médio-classista, é a Corrida. Ou melhor, "Running": "corrida" é o que faz o pobre atrás do ônibus. Quem é da Classe Média pratica é o "Running", ou seja, corre para se divertir, tirar a cabeça dos problemas da empresa, dar um tempo das crianças e manter a saúde.

O bom desse esporte, para o médio-classista, é não se misturar com quem não está no mesmo nível social. Afinal, pobre nenhum, que já corre o dia inteiro, vai querer se divertir com isso. E se aparentemente o "Running" parece ser um esporte barato, quando se analisa as minúcias, dá pra perceber que é bem caro. Tênis de R$500,00, treinador, academia, freqüencímetro, inscrição para corridas não mais baratas que R$50,00... Tudo isso garante que sua empregada não passará correndo por você e seu grupo de amigos, correndo o risco de alguém reconhecê-la e falar pra todo mundo que a sua empregada corre mais do que você.

Quanto ao desempenho, o que vale é participar. Normalmente as corridas preferidas são as de 5 e 10Km, que se pode correr sem muito comprometimento. Pode andar um pouco no meio do percurso, não tem problema. O que interessa é o final, lá na frente, com um monte de "gente bonita" reunida para desfilar os tênis e os equipamentos caros que vão matar os outros de inveja.

Já os poucos pobres que costumam participar destes eventos, não são motivo de preocupação do médio-classista. Enquanto este se arrasta até a linha de chegada com seu grupo de amigos "do mesmo nível social" (ou "equipe"), os pobres estão lá na frente componto o pódio.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/



Free counter and web stats