29 abril 2010

Como vencer um debate sem precisar debater:

Este poste tem uma clara inspiração no célebre texto de Artur Schopenhauer, “Como vencer um debate sem precisar ter razão”. Claro que não temos a eloqüência e toda a sapiência deste filósofo alemão do século XIX, mas vamos arriscar alguns argumentos.

A melhor forma de se vencer um debate sem necessariamente debater, é desqualificando o seu oponente e vamos aqui tentar dar o máximo de exemplos. Você precisa rotulá-lo de várias formas, afim de que os argumentos do seu oponente não mereçam credibilidade e não sejam ouvidos. Lembre-se sempre, você não deve entrar no tema proposto para debate, por mais que o seu oponente o chame/provoque.

Tente estigmatizá-lo com alguma ideologia que nem você, nem os ouvintes entendam muito bem. Por exemplo, chame-o de comunista, afinal, todo mundo acha que comunista é comedor de criancinha, no sentido literal da frase. Se o seu oponente lhe rebater com o rótulo de neo-liberal, não tem problema, nem você, nem mesmo os ouvintes sabem o que isso significa.

Como todos sabem que hoje em dia o comunismo não está mais na ordem do dia, tente desqualificar o partido político de seu oponente. Assim, caso seu oponente seja do PT, fique jogando na cara dele o escândalo do mensalão, mas nem pense em falar sobre o que dá certo nas administrações petistas. Aqui temos um problema, pois se você for do DEMOcratas, seu oponente tem bons argumentos contrários, como por exemplo o escândalo das sanguessugas, das privatizações, da reeleição.

O Lula é um bom rótulo pejorativo. Se o seu oponente for simpático ao Presidente Lula, faça piadinha sobre a sua dicção ou mesmo as escorregadas gramaticais, a falta de diploma de curso superior, etc. O problema é que talvez você também não tenha diploma de curso superior e escorregue no português, além disso, Lula tem 80% de aprovação popular, e você? Pense nisso antes de usar este argumento.

Caso ainda não tenha sucesso, vista-se sob o belo manto da democracia e acuse-o de autoritário, afinal, ser democrático é lindo. Mas cuidado, se o seu oponente vier com histórias como “democracia plena x democracia eleitoral”, você deve responder que essa coisa de “democracia plena” é coisa de comunista. Ah, mais uma coisa, se o seu partido tiver no passado íntimas relações com a Ditadura Civil-Militar, não se esquece de dizer que “o passado é o passado” e agora seu partido se chama DEMOcratas, está renovado e ninguém mais se lembra do PFL, PDS, ARENA ou UDN.

Se pelo campo político-ideológico está difícil, a melhor coisa mesmo é partir para o campo pessoal. Tudo bem que aqui você está baixando o nível, mas lembre-se sempre, você tem que evitar ao máximo entrar no debate e ainda assim ganhar a questão.

Primeiro, observe bem os gostos do seu oponente. Se ele gosta de música rock ou reggae, claro que você vai acusá-lo de fazer uso de drogas ilícitas, por mais que você nunca tenha visto ele as usando ou mesmo, conheça alguém que o tenha visto. Isso, sem falar no cabelo, camisetas provocativas, gírias, amigos ou etc... afinal, todo roqueiro ou regueiro é um depravado.

Se isso ainda não foi o suficiente, observe as suas leituras, estudos, filmes ou documentários. Provavelmente você poderá acusar o seu oponente de “pseudo-revolucionário” ou então de “pseudo-intelectual”. Você sabe que na verdade, intelectual é você, leitor do “O Segredo” e coordenar de grupos de estudos em competências emocionais e gestão de pessoas. Essa coisa de Marx, Weber, Hobbes, Smith, Rousseau, Voltaire e afins é coisa de comunista, por mais que alguns aqui citados possam ser rotulados como liberais, mas isso não importa mesmo.

Ainda, procure algum “podre” no passado de seu oponente. Qualquer coisa mesmo serve, até mesmo processos judiciais que ele tenha ganho, afinal, o importante mesmo é dizer que ele já teve processo judiciais. Se não encontrar nenhum “podre”, use a imaginação e invente, por exemplo, acuse-o de confeccionador ou mesmo idealizador de cartas e vídeos anônimos, por mais que ele sempre tenha dito o que pensa às claras.

Se nada aqui deu o resultado esperado, rotule-o mesmo de “muleque-viadinho-maconheiro-imframador”, afinal, você está desesperado e não pode de forma alguma entrar no debate.

Uma coisa importante, jamais seja você quem espalha todos estes argumentos. Você é um importante político e tem um incomum senso democrático e de justiça. Caso estes argumentos saiam da sua boca, não pega bem pra você. Então, use aquele rol de “clientes” que você tem, sempre fiéis seguidores e prontos a lhe prestar qualquer tipo de serviço. Estes argumentos devem ser espalhados “de boca em boca”, sorrateiramente. Isso evita até mesmo qualquer problema judicial.

Ah, já ia me esquecendo. Mantenha sempre a postura. Faça de conta que você sequer leu este texto e continue com um belo sorriso no rosto e a mão estendida para o mais cordial cumprimento. Por fim, esqueça-se e faça com que seus ouvintes também esqueçam qualquer boa postura que seu oponente tenha demonstrado até aqui, pois caso contrário, você não conseguirá desqualificá-lo e com isso vencer o debate sem precisar debater.

Obs: Qualquer semelhança com fato atuais e locais terá sido mera coincidência.

Sessão da Câmara Municipal:

A Sessão da Câmara Municipal de segunda- feira dia 26 de abril de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente aproximadamente de 120 cidadãos, e a presença de todos os vereadores, mais a presença do Exceletintissimo Senhor Prefeito Municipal Dornelis José Chiodelli, bem como do Vice-Prefeito Municipal Miguel Rubens Tranin. Nos trabalhos teve a entrada na casa de 4 projetos de lei, e dos projetos lei 024, 025, 026, 027, 028, 029, 030, 031, e 033 de 2010 que estavam nas comissões.

Projeto de lei 24/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer doação de terreno e dá outras providências
Projeto de lei 25/2010-Autoriza o poder executivo de fazer abertura de crédito suplementar no orçamento do município e dá outras providências. (Aquisição de um ônibus, junto ao governo federal).
Projeto de lei 26/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências. (Remodelação da praça da matriz)
Projeto de lei 27/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências. (Pavimentação asfáltica, na rua são Cristovão)
Projeto de lei 28/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e inclusão de meta de trabalho. (Pavimentação asfáltica, trecho viário)
Projeto de lei 29/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e dá outras providências. (Aquisição de veículo VAN)
Projeto de lei 30/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e dá outras providências. (Reforma do Centro Esportivo Arno Ravache)
Projeto de lei 31/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito adicional suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências.
Projeto de lei 33/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer descontos no pagamento do IPTU. (obs.: Projeto enviado do executivo a Câmara, e retirado.)
Projeto de lei 34/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer descontos no pagamento do IPTU. (Obs. Também retirado da Câmara)
Projeto de lei 35/2010-Altera a lei 7.02
Projeto de lei 36/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial adicional no orçamento vigente do município, na LOA (Lei orçamentária anual),meta de trabalho e dá outras providências.
Projeto de lei 37/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito adicional suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências.

O Presidente Nelson enviou os projetos 35,36 e 37/2010 para as comissões permanentes analisarem.

Em seguida o Presidente concedeu a palavra ao Senhor Prefeito Municipal Dornelis José Chiodelli, o mesmo cumprimentou os presentes, pediu que a população sempre acompanhasse os trabalhos dos vereadores, disse que a reunião era considerada polêmica, mais que também existiam em pauta várias coisas boas, como as emendas do Deputado Federal Luis Carlos Setim (DEM) e Abelardo Lupion (DEM) para com a pavimentação na área industrial, emenda do Deputado Federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB) para com a revitalização da praça da matriz, a conquista de 1 ônibus com o Deputado Federal Alex Canziani (PTB),visto que o mesmo vai carregar 57 alunos e dentre outros projetos,tudo conquista de sua administração,disse que foi eleito pelo povo,mais que na verdade não sabe ser político,no sentido de fazer uma “festa” em nossa cidade,com fogos e etc.,para fazer campanha antecipadamente a esses Deputados,mais que futuramente vai anunciar quem são os deputados que estão ajudando o município,lembrou que não é fácil assumir a administração de um município com várias dívidas,sobre o IPTU falou que sim que houve um aumento,mais disse que na verdade o que ocorreu foi uma reavaliação dos imóveis,disse que é necessário arrecadar,e falou ser sabedor que ninguém gosta de pagar impostos,disse que nem ele mesmo gosta,mais lembrou que o caminhão de lixo passa todos os dias coletando o lixo das residências,(e isso tem um custo)falou que Nova Londrina está classificada em termos de avaliação dos imóveis,não querendo ofender mais como uma cidade do Piauí,disse que hoje se encontra tudo organizado,os valores dos imóveis se encontram tudo tabelados na Prefeitura,falou que confessa que houve aumentos exagerados para alguns mais não para todos,e afirmou que alguns casos vão ser revistos,pois a imóveis que o proprietário desmanchou alguma área construída,e que na Prefeitura não há ainda esse controle,e nesse caso voltou a dizer que vai ser reavaliado,lembrou também que para os terrenos baldios houve também um Grande aumento, disse que essa avaliação que foi feita não será mudada, pois se não o município vai sofrer futuramente algum problema, e quem se sentir prejudicado com o imposto, é para ir ao Paço Municipal. E falou que haverá um desconto de 60% nos pagamentos à vista, e 40% a prazo, depois que assim for aprovado na Câmara, e alertou que quem tiver um aumento 50% acima do valor do IPTU do ano passado, mesmo depois dos descontos é para procurar a Prefeitura Municipal, porque erros podem ocorrer, e disse que foi mudada a data do vencimento que era no dia 10 de maio para o dia 10 de junho, e afirmou que ninguém vai pagar acima de 100% no pagamento parcelado, e falou que acredita que muitas pessoas vão efetuar o pagamento à vista, disse que depois de tudo isso ainda haver algum cidadão que se achar injustiçado, que é para procurar ele e sua equipe na Prefeitura, e falou que dessa forma (com os descontos) não vai haver prejuízo a ninguém, lamentou por não poder ficar ate o final da sessão, pois tinha que viajar à Curitiba para assinar um convênio para o município, falou ao Presidente Nelson que sempre vai procurar responder os ofícios que a ele for enviado, com uma maior rapidez, e pediu ao vereador Álvaro para retirar o que disse do mesmo na sessão anterior, agradeceu a todos e encerrou.

Vereador Álvaro Guilherme cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu para solicitar a retirada dos projetos 35,36 e 37/2010,mais já tendo em vista que o Presidente já fez,disse sobre o imposto que vai ser cobrado aos pedreiros, falou que em outra oportunidade já votou contra, e disse que já avistou nesse novo projeto algumas irregularidades, pediu quando o projeto for votado,para ser acompanhado de uma emenda com um aumento progressivo,disse também que sempre usa a palavra na tribuna e em qualquer outro lugar com muito respeito,mais observou segundo ele que o prefeito não faz dessa forma,disse ser muito humilde,e que não retira nenhuma palavra do que disse na ultima sessão,falou que vai continuar cobrando,e pediu para enviar ofício para o prefeito,pois o mesmo disse que procuraria responder todos que foram enviados,e pediu ao prefeito que enviasse um ofício com um pouco de mais de respeito,e encerrou.

Vereador Otávio cumprimentou os presentes, falou que gostaria de comentar alguns projetos de estavam na pauta, sobre o projeto 25/2010 disse que foi importante o trabalho do legislativo e executivo para com a certidão do município (CRP) falou que foi um trabalho ardo, e lembrou que é graças aos pagamentos e parcelamentos das dívidas, e falou que esse recurso é de grande valia ao município. Sobre o ginásio disse que com a cobrança dos vereadores, vai haver a reforma do centro esportivo, e falou que todos devem ficar contentes. Sobre a revitalização da praça da matriz, lembrou que quando foi a Brasília ano passado, e pediu ao Deputado Rocha Loures essa verba para a praça, e disse que espera que os deputados mandem cada vez mais verbas ao nosso município.

O Senhor Presidente colocou em votação as dispensa de prazo dos projetos:23,24,25,26,27,28,29,30,31/2010 e a mesma foi aprovada por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 23/2010-Vereador Mário, lembrou que no mandato passado, um projeto como esse foi aprovado na Câmara e vetado pelo ex-prefeito, disse que esse projeto é de suma importância, pois terá a prevenção de acidentes aos servidores públicos.

Vereador Álvaro disse que na gestão passada foi aprovado esse projeto por unanimidade de votos, e vetado pelo prefeito, e falou que esse projeto está melhor do que o outro, disse ser favorável porque é um projeto benéfico aos servidores.

Vereador Otávio, disse que visto os pareceres são todos favoráveis, e tendo em vista a importância da prevenção de acidentes, vota favorável.

Foi colocado em votação o projeto de lei 24/2010, e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 25/2010-Vereador Álvaro disse que o projeto se encontra nas conformidades, que é uma conquista do município, e o que é bom tem que apoiar, e votar favorável.

Vereador Mário, disse que faz as palavras do vereador Álvaro, falou que educação é essencial em qualquer lugar do mundo, e que os alunos vão ter um maior conforto.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 26/2010-Vereador Álvaro enalteceu a conquista, onde haverá um local de lazer, disse que sempre vem lutando por melhorias nesse local, e que vota é favorável.

Vereador Mário, manifestou seu apoio ao projeto, disse que a praça merece essa revitalização, e que essa emenda veio em hora certa, e agradeceu ao deputado Rocha Loures.

Vereador Otávio o qual solicitou encaminhamento de ofício ao Deputado Federal Rocha Loures, visto que foi o mesmo em que enviou esse recurso ao município, e que esse projeto é de suma importância para o embelezamento desse local.

Vereador Tiago, disse que o Prefeito e todos os vereadores, estão cobrando recursos aos Deputados que tiveram votos em nossa cidade, e destacou que o Deputado Rocha Loures não obteve votos aqui, e que está ajudando o nosso município mesmo assim, e que existem alguns deputados que obtiveram votos aqui, e que não ajudam.

Foi colocado em votação o projeto de lei 27/2010, e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 28/2010-Vereador Otávio, disse que se observa que nas proximidades da Mecânica Mielli há entrada e saída de caminhões, e que nos dias de chuvas há vários problemas, e que com a pavimentação asfáltica esses problemas serão resolvidos, e que também haverá o embelezamento nessa área, destacou que o Deputado Federal Luis Carlos Setim (DEM) está ganhando prestígio na nossa região, e que o mesmo ajuda o nosso município.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 29/2010-Vereador Otávio, disse que o projeto é de emenda do Deputado Federal Odílio Balbinotti (PMDB), e falou que se faz necessária a compra dessa VAN, o mesmo disse que seria melhor, o executivo destinar essa VAN para a saúde, pois se observa que o prefeito quer investir ela em outro lugar.

Vereador João, disse que a VAN é bem-vindo, e que também acha que a mesma deveria ser destinada a saúde.

Vereadora Roberta, disse que essa VAN se faz necessária, e que vota favorável.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 30/2010-Vereador Otávio disse que o projeto é mais uma emenda do Deputado Alex Canziani (PTB), que será destinada a revitalização do Centro Esportivo Arno Ravache, onde será feita a reforma da quadra, secretaria, banheiros e dentre outras melhorias, e que será um grande incentivo a prática de esportes, e se colocou totalmente favorável ao projeto.

Foi colocado em votação o projeto de lei 31/2010, e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos.

Em seguida o Senhor Presidente concedeu a palavra ao Vice-Prefeito Municipal de Nova Londrina, Miguel Rubens Tranin, o mesmo que cumprimentou os presentes, e disse que fica contente em ver uma Câmara repleta de cidadãos, e falou que quisera que fossem assim todas às vezes, pois assim sem dúvida seria uma grande conquista ao município, e destacou que países de primeiro mundo são assim, parabenizou cada cidadão pela luta, porque é assim que se faz o progresso, falou que vivemos em um país onde cada cidadão trabalha 5 meses em um ano para pagar impostos,e lembrou também da crise econômica,e voltou a dizer que é importante a participação dos cidadãos,e lembrou que já foram feitas nessa administração duas audiências públicas,onde o chefe do executivo apresentou a população as dívidas herdadas,dívidas que chegam a 15 milhões,onde a mesma vai se arrastar por 10 anos ate ser totalmente paga,e que nessa administração já foram pagas 1.000.000,00(Um milhão de reais) e assim o município voltou a ter a sua certidão,disse que a folha de pagamentos da Prefeitura ultrapassa 670.000,00 mil reais,falou que foi herdadas da outra gestão folhas de pagamentos atrasados,e que hoje as mesmas se encontram pagas,e que hoje os salários dos servidores estão rigorosamente em dia,pediu desculpas a população,que receberam o IPTU com a nova avaliação,antes mesmo de ser feita uma discussão,mais que com a vontade de resolver os problemas de uma vez só,a administração pode ter pecado nesse sentido,destacou que o pátio da prefeitura parece mais um varal,pois toda a frota se encontram penduradas,disse que com o respeito que essa administração tem com a população,a maioria dos munícipes vão ter seus carnes com o valor menor do que o ano passado,disse que acredita que esse município tem futuro e vai melhorar a cada dia,disse do absurdo que acontecia,pois existia proprietários de grandes terrenos,que pagavam o mesmo valor de um terreno menor,disse que agora ninguém vai ser beneficiado,que grupos não serão Beneficiados, falou que com os descontos ficará melhor para os novalondrinenses, e ainda disse que infelizmente quando o problema não nos afeta diretamente, não ligamos, mais quando mexe diretamente com o nosso bolso,aí vem a preocupação,disse se queremos um município melhor, cada um deve fazer a sua parte,e alertou a alguns casos,que podem ter recebido o IPTU com algum erro,e nesses casos devem ir a prefeitura e verificar,porque erros podem ocorrer,e falou que em um futuro muito breve,o município pode isentar alguns bairros sobre a cobrança do IPTU,fez outras ponderações e encerrou.

O Presidente Nelson, agradeceu a presença do Vice-Prefeito e de todos que estavam presentes, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pela presença do Prefeito Dornelis José Chiodelli, do seu Vice-Prefeito Miguel Rubens Tranin, cabe destacar também o ótimo número de cidadãos presentes na sessão, e se queremos uma Nova Londrina melhor, devemos comparecer à sessão da câmara, cobrar, e acompanhar o trabalho dos edis vereadores, outro ponto positivo, foi o debate que houve, o povo teve o seu momento, onde faziam perguntas ao Vice-Prefeito, e o mesmo repondia as mesmas com muito respeito, temos um ótimo Vice-Prefeito, pois o mesmo é presente, e creio que ajuda muito o Prefeito na administração do município, espero que o povo continue assim, comparecendo, pois como disse o nosso Vice-Prefeito quando o problema não nos afeta diretamente, não ligamos, mais quando mexe diretamente com o nosso bolso, aí vem à preocupação, e não podemos ser assim, pois essa dívida de 15 milhões também é nossa, quem vai paga-la somos nós cidadãos novalondrinenses, outro destaque também foi às emendas enviadas ao nosso município dos Deputados: Luis Carlos Setim (DEM), Odílio Balbinotti (PMDB), Alex Canziani (PTB), Abelardo Lupion (DEM) e Rodrigo Rocha Loures (PMDB), pois são Deputados Federais que estão ajudando o nosso município, e a maioria deles não obteve votos na nossa cidade, mais mesmo assim nos ajudam, diferente de outros que ganham votos aqui, e não mandam nenhuma verba, que se esquecem do nosso município, alguns dão a desculpa que não nos ajudam, pois os votos que ganharam aqui foram poucos, mais isso não importa, se os mesmos querem ganhar votos aqui, devem ajudar. Essa reunião eu acredito que foi a melhor do ano, vamos continuar assim novalondrinenses, esse é o caminho, vamos cobrar, mais sempre com respeito.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe

27 abril 2010

Notas sobre NL:

Câmara: Acompanhei a reunião da Câmara Municipal nesta segunda-feira. Bom ver a casa mais que lotada e a população participando e reivindicando! Espero que isso se repita em todas as reuniões.

Presença: A reunião contou com a presença do Prefeito e Vice, este que aliás, respondeu educadamente a todos os questionamentos.

Questionamentos: Alguns questionamentos foram mais que pertinentes. Reclamações quanto ao valor, a forma, a comissão, os descontos e teve até um elogio.

IPTU: Será aprovado em reunião extraordinária nesta quarta-feira, a seguinte lei do IPTU: Desconto de 60% no pagamento a vista e de 40% no pagamento a prazo. Se mesmo assim, o valor ficar acima de 50% do pago ano passado, no caso a vista ou 100% do pago ano passado no caso a prazo, basta procurar a prefeitura e retificar. Palavras do Vice-Prefeito. Quem já pagou será ressarcido.

Admitiram: Ficou claro nas falas do Executivo, o reconhecimento de que a forma de reavaliação dos imóveis sem a participação popular foi equivocada. No entanto, o aumento foi defendido como necessário.

Insatisfeitos: Aos insatisfeitos, basta procurarem a prefeitura. Caso ainda persista o problema, temos o judiciário exatamente para isso.

Como?: Uma fala do Vice-Prefeito me chamou a atenção. Disse ele, se é que eu entendi bem, que ele mesmo não pagava o IPTU anteriormente e que só voltou a fazê-lo nesta administração.

Cidadão: Particularmente, penso que, independente do fato de “gostar” ou não de quem governa, como cidadão, temos que manter em dia os nossos impostos, tão necessários à coisa pública. Um cidadão que não paga em dia os seus impostos, não tem moral para criticar o Estado e fazer qualquer reivindicação.

Vídeo: Recebi hoje por e-mail, o link de um vídeo que faz severas críticas tanto ao Legislativo como ao Executivo municipal. O que estã no YouTube é público e pode ser divulgado! Clique aqui para ver.

Quem?: Claro que a primeira pergunta é: Quem fez? Como já fui acusado injustamente de ter feito uma carta outrora, sei que agora já me colocaram no rol dos suspeitos. Que fique claro, mais uma vez, sou inocente, inclusive nem sei editar vídeos como aquele. Qual o motivo de temerem este simples blogueiro? Detalhe, tudo o que falo é as claras!

Conferência: Acontece nesta quarta-feira a Conferência Municipal da Agricultura, na AACC, às 13:00. Acho que o horário não é muito conveniente ao trabalhador da lavoura.

Palestra: reforço o convite sobre a Palestre a acerca da importância do voto consciente. Nesta quinta-feira às 09:00 no Anfiteatro. Organização, Interact Club de Nova Londrina.

Recursos: Na reunião Câmara também fomos informados de vários recursos liberados junto ao Governo Federal para a nossa cidade. Por hora me lembra da revitalização da praça da Igreja Católica onde foi falado que o projeto contempla a construção de quiosques, lojinhas e até um palco para apresentações musicais, bem como a implantação de asfalto em ruas da entrada da cidade.

26 abril 2010

Histórias do faz de conta:

“Era uma vez, no tempo em que os sonhos se realizavam...”.

Geralmente assim se iniciam os contos de fadas e desta maneira lemos aquilo que se passou no imaginário do autor de determinados contos. Noutras tantas vezes nos emocionamos com clássicos deste gênero onde fatalmente o bem vence o mal.

É preciso, no entanto, que não sejamos inocentes nem imaturos, a ponto de crer que o faz de conta se torne realidade. Não nos encontramos em condições de transportar o mundo cor-de-rosa de nossas fábulas para a nossa realidade, deixemos o faz de conta lá nas histórias da carochinha.

Saiamos do mundo da lua, nada extraordinariamente fantástico desceu ao nosso solo, nada convincentemente fabuloso surgiu dos nossos lotes de terra para nos julgarem devedores da forma como nos estão julgando.

Parece-nos que aqui e tão somente aqui, algo miraculoso surgiu, algo não visto em qualquer outro lugar do mundo real, porém, como num passe de mágica, somente para fins tributários, nossos abrigos que vão desde choupanas a mansões, duplicaram, triplicaram seus valores de forma vertiginosa, impactuante e cabulosa.

Nossa real qualidade de vida não deu saltos de melhora, nossos salários alteram-se em porcentagens pífias, no mais, não surgiram da noite para o dia poços de petróleo em cada lote de nosso chão, não há ninhos e muito menos a mitológica galinha dos ovos de ouro em nossos quintais.

É preciso despertar deste ilusionismo, voltemos à nossa realidade, saiamos da ficção, do efeito alucinógeno onde duendes, fadas e gnomos habitam. Não podemos toscanejar, despertemos deste sono, estamos aqui, América do sul, Brasil, mais precisamente no Paraná, no fundão extremo deste noroeste esquecido e injustiçado.

Que todos coloquem os pés no chão, que a vida siga de forma tranqüila, que nossas esperanças não sejam traídas e que aqui viva uma sociedade minimamente satisfeita.
Se assim não for, que entremos de vez no mundo do faz de conta.

Se formos obrigados participar deste mundo de sacis e fadas, que assim seja, seremos categóricos, fiéis e rigorosos. “No mundo do faz de conta”, onde nos ditam regras e leis que nos fazem devedores de tamanhas quantias tributárias, também nós, em nosso repúdio faremos de conta que pagaremos tais quantias.

Assim será, até estarmos todos de volta ao mundo real, até encontrarmos novamente a ponta da linha e darmos novamente o seguimento de nossas vidas em sua normalidade.
No mais, que os maestros que regem esta orquestra, desçam dos braços de morfeu e coloquem os pés no chão,

Sobriedade já.

Por: Mateus Brandão de Souza – graduado em História pela FAFIPA.

Notas sobre NL:

Grão de Mostarda: Em continuidade ao belo projeto do Judiciário da Comarca de Nova Londrina, neste domingo houve o casamento civil comunitário de mais de 150 casais.

Reforma: Conforme entrevista do Dep. Federal Rocha Loures (PMDB) à Rainha FM, a nossa praça da Igreja Católica passará por reformas no valor de R$ 400 mil reais. Dinheiro do Governo Federal.

Visita: As pessoas que foram na visita do Dep. Federal Ricardo Barros saíram satisfeitas com a atenção dada. Infelizmente não havia representantes do Poder Executivo municipal.

IPTU: Nesta segunda-feira, será aprovada na Câmara Municipal o projeto de lei 033/2010 que concederá desconto de 40% no pagamento à vista do IPTU e 25% no pagamento a prazo. Compareça para observar o posicionamento de nossos representantes.

Opinião: Claro que todo mundo quer desconto, mas particularmente, penso que não resolve o problema, uma vez que o “x” da questão é o aumento absurdo nas avaliações dos imóveis. Isso sim tem que ser revisto/repensado. Uma boa saída seria o aumento progressivo à níveis aceitáveis.

IPTU: Há uma interessante discussão tributária no caso. Não entendo disso, mas pelo que ouvi, para este aumento seria necessário o Plano Diretor do Município, o que Nova Londrina não possui, bem como o desconto só poderia ter sido concedido ano passado, tendo em vista o Princípio da Anterioridade Tributária. Algum advogado tributário para auxiliar? Infelizmente não tivemos os advogados que iriam dar entrevista na Rainha FM hoje. Parece até que há uma ação coletiva sendo organizada contra o aumento.

Tigre: Ouvi hoje na Rainha FM que houve uma mortandade de peixes no Ribeirão do Tigre. Alguém tem mais informações sobre isso? Fotos?

Marilena: Ficou melhor agora a saída de nossa cidade rumo à Marilena. Redutores de velocidade e placas de sinalização. Parabéns à Secretaria de Viação e Obras.

25 abril 2010

Convite

O Interact Club de Nova Londrina, distrito 4630, convida para participar do projeto “Mudar o mundo? Comece com seu voto”, que será realizado no dia 29 de Abril de 2010, às 9 horas, no Anfiteatro Municipal Prefeito Avelino Antônio Colla de Nova Londrina-Pr. Este projeto tem como objetivo, visar eleitores mais conscientes para a sociedade novalondrinense, através de uma palestra com Evaldo Garcia Reinas de Maringá-PR.

Desde já agradecemos a vossa presença!

Como ser um “classe média” – 020

Torcer pelos israelenses e contra os palestinos:

Na Classe Média, todo mundo é contra os palestinos, aqueles malucos que se explodem por qualquer coisinha. Isso é fácil de aprender, basta assistir o Fantástico e o Jornal Nacional, ler a Folha, a Veja e o Estadão.

A bem da verdade, esta dica não é tão difícil de seguir. Não é necessário entender o conflito entre Israel e a Palestina. Talvez, sem entender fique até mais fácil. Basta pensar por esse lado: os Estados Unidos apóiam Israel. Logo, você também apóia. Bill Clinton não poderia estar errado!

Então, o que você tem que entender dessa história toda, é: Israel é um país muito sofrido, cujo povo foi perseguido por Hitler na década de 1940. E a Palestina é um povo muito louco, que inventou que quer fundar um país no meio da terra que é de Israel, aproveitando-se do momento em que eles, tendo recebido a terra das mãos de Deus, resolveram passear na Europa antes de ir pra nova casa, encontrando mais tarde seu quintal repleto de barbudos. Só que esses barbudos começaram a apelar e matar os israelenses só porque os mesmos querem a terra que deus prometeu pra eles. Quanta ignorância!

Além do mais, os palestinos são feios, mal vestidos, barra-pesada, suicidas, assassinos, e o que é pior: pobres. E Israel passa o maior aperto tentando se defender o tempo todo. Ainda bem que eles sabem que a melhor defesa é o ataque (bota ataque nisso).

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

23 abril 2010

Sobre o aumento do IPTU:

Ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, este Blog não tem o objetivo de “inframar”, mas sim, de contribuir no debate e na reflexão. Assim, segue um interessante texto:

Abusivos Aumentos dos Tributos Municipais Ferem o Princípio da Capacidade Contributiva:

Os contribuintes do IPTU foram surpreendidos com o elevado aumento da carga tributária no início de 2010, em flagrante desrespeito ao princípio da capacidade contributiva.

A Constituição Federal do Brasil de 1988, no § 1º do seu artigo 145, previu que “os impostos terão caráter pessoal e serão graduados segundo a capacidade econômica do contribuinte”, tendo fixado a capacidade contributiva como um dos parâmetros para tributação.

O grande tributarista Ruy Barbosa Nogueira afirmou que “princípio da capacidade contributiva é um conceito econômico e de justiça social, verdadeiro pressuposto da lei tributária”.

Aumento abusivo do IPTU

Em vários municípios, utilizou-se da correção do valor venal dos imóveis para se obter aumento de arrecadação. Nem sempre, porém, é o valor venal do imóvel a base para aumento de receita de seu possuidor.

Os proprietários que residem em imóvel próprio, por exemplo, não auferem vantagens financeiras sobre possível valorização do imóvel, exceto no momento de sua venda. Sempre recolhem as parcelas do IPTU com as rendas oriundas de salários e/ou vencimentos, etc. As oscilações do preço de mercado de cada imóvel residencial somente tornar-se-ão em renda para seus proprietários em caso de alienação do mesmo. Sem o produto da venda não haverá aumento da capacidade contributiva.

Por outro lado, os proprietários de imóveis em locação poderiam auferir vantagens que justifique o aumento do valor do IPTU de seus bens, o que – entretanto - ocorreria somente quando houvesse substituição do locatário, uma vez que os reajustes do preço do aluguel para os contratos vigentes estão vinculados aos índices legais. Nem sempre a oscilação do valor de mercado vai transformar em entrada de divisas para o possuidor do imóvel em locação.

Assim, a capacidade contributiva do contribuinte a ser aferida é a sua real aptidão para recolher ao Fisco, na medida da melhora de seus rendimentos. Ora, se o imóvel não produz renda por si só, como aumentar tributo sobre a propriedade de que o possui? Seu titular tem capacidade econômica pela posse do bem, mas não tem aumento de capacidade contributiva pela oscilação do seu valor de mercado.

A efetividade do princípio da capacidade contributiva requer não apenas que a lei preveja simplesmente a base de cálculo do tributo, mas que a hipótese tributária prevista seja reveladora de riqueza do contribuinte, o que não vem acontecendo no caso dos aumentos do IPTU.

O aumento desproporcional do IPTU enriquece o erário municipal na mesma proporção que empobrecem os contribuintes atingidos pela exorbitante exação.

Fonte: Portal Jurídico Investidura - http://www.investidura.com.br/biblioteca-juridica/artigos/direito-tributario/128684-abusivos-aumentos-dos-tributos-municipais-ferem-o-principio-da-capacidade-contributiva-.html

22 abril 2010

Sessão da Câmara Municipal:

A sessão da câmara municipal de segunda feira dia 19 de abril de 2010, começou às 20h00 para um público presente de 40 cidadãos, e a presença de todos os vereadores, mais a presença do ex-vereador Roberto Tsunokawa e do ex-prefeito João de Alencar Barbosa. Nos trabalhos teve a entrada na casa de 10 projetos de lei e mais o projeto de lei 19/2010 que estava nas comissões.

Projeto de lei 24/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer doação de terreno e dá outras providências
Projeto de lei 25/2010-Autoriza o poder executivo de fazer abertura de crédito suplementar no orçamento do município e dá outras providências.
Projeto de lei 26/2010-Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências.
Projeto de lei 27/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências.
Projeto de lei 28/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e inclusão de meta de trabalho.
Projeto de lei 29/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e dá outras providências.
Projeto de lei 30/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito especial suplementar na LOA (Lei orçamentária anual), e dá outras providências.
Projeto de lei 31/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer abertura de crédito adicional suplementar no orçamento vigente do município de dá outras providências.
Projeto de lei 32/2010- Autoriza o poder executivo municipal, de efetuar complemento salarial para o magistério, carga horária e dá outras providências.
Projeto de lei 33/2010- Autoriza o poder executivo municipal de fazer descontos no pagamento do IPTU.

Destaquei dois ofícios do poder executivo,um o qual pedia a retirada do projeto de lei 22/2010 da Câmara Municipal,e o segundo ofício a onde o mesmo dizia sobre as dívidas contraídas do município na outra gestão(esse ofício foi considerado pelo chefe do executivo,como um ofício para “refrescar” a memória do vereador Álvaro)

O Presidente Nelson da Costa encaminhou os Projetos de Lei 024, 025, 026, 027, 028, 029, 030, 031, e 033 de 2010 para as comissões analisarem e darem os seus respectivos pareceres.

Vereador Álvaro Guilherme cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu para falar sobre o projeto 33/2010, falou que é feita o desconto de 40% para quem paga a vista, mas pediu também que para quem paga o IPTU parcelado, também tenha um bom desconto, pois o reajuste que foi feito pela a administração municipal é um absurdo. Falou também sobre o projeto 32/2010 disse que é uma conquista das educadoras infantis, pediu para que os demais vereadores votassem favoráveis ao projeto de lei. Falou que se surpreendeu com o ofício do Prefeito Municipal, que isso foi uma atitude covarde do mesmo, disse que sabe que vai enfrentar barreiras ao decorrer desse mandato, e que vai cumprir com o seu papel de representante do povo,pediu desculpas se está se exaltando,falou que foi o primeiro vereador de ir ao gabinete do prefeito para levar o proprietário de uma faculdade, para a mesma se instalar em Nova Londrina, e disse que o Prefeito deu algumas desculpas, e Nova Londrina acabou perdendo essa faculdade, pois a mesma está agora instalada em Colorado, fez algumas ponderações e encerrou.

Vereador Otávio Grendene cumprimentou os presentes, disse que usa a tribuna para falar da pauta do dia, e sobre o projeto de lei 19/2010, falou que o projeto de lei tem de arrecadar os imóveis abandonados, pois nesses locais pode haver proliferação de dengue e outras doenças,disse que essa arrecadação de imóveis abandonados está na constituição civil,falou que foi feita algumas alterações no projeto,no sentido da destinação dos terrenos,os quais serão destinados para entidades sem fins lucrativos,falou também que os professores vão receber em seus respectivos vencimentos a quantia de 1.024,00 reais,pediu a aprovação do projeto e encerrou.

Vereador Mário Sonsin cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu para comentar sobre o projeto 32/2010, parabenizou as educadoras pela luta e determinação, falou que com certeza votará favorável ao projeto, e também parabenizou o Presidente da Câmara Nelson da Costa por dar suporte às educadoras. Sobre o projeto de lei 33/2010 disse que tem o conhecimento que a arrecadação do município caiu, e que o parque de máquinas está com vários problemas, disse que foi favorável ao projeto do ano passado, onde o mesmo dizia sobre a avaliação de imóveis, mais disse que não é favorável da forma que está sendo feito, que não é favorável aos números de cobrança de IPTU do ano de 2010, pois aumentou de uma vez só, lembrou que votou e sempre foi favorável a avaliação e não nesse aumento radical, pediu que fosse feito dos 40% de descontos dos pagamentos à vista para 50%,e para quem paga parcelado que seja concedido o desconto de 30%,pois falou que é contrario aos valores que veio,se colocou a disposição da população e encerrou.

Na discussão e aprovação da dispensa de prazo do projeto de lei 19/2010-Vereador Álvaro disse que analisou várias vezes e procurou o entendimento para com o projeto de lei, e disse que após ouvir o parecer jurídico, no qual dizia que o proprietário tem três anos para recorrer, acertar os impostos e recuperar o terreno, disse que achou o projeto interessante, falou que no início ficou preocupado, mais que com os 3 anos que dispõe ao proprietário, analisou o projeto como satisfatório,e adiantou que vota favorável a dispensa de prazo.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 19/2010-Vereador Álvaro disse que o projeto vai obrigar quem não paga o IPTU, a pagar e quitar, falou que três anos é um tempo suficiente, disse que analisou muito o projeto, e disse que é favorável ao projeto pelo embelezamento e progresso da cidade, e falou que o projeto tem que ser aprovado.

Vereador Otávio Henrique disse que também ficou preocupado no início, pois no primeiro momento o mesmo achava que somente com o não pagamento do IPTU, as pessoas também iriam sofrer com isso, disse que depois ficou tranqüilo, pois também foi discutido isso com o Dr.Antônio Martins, e lembrou que os terrenos que forem arrecadados, vão ser doados para entidades sem fins lucrativos, e se diz favorável ao projeto.

Vereador Mário disse que dá o total apoio aos vereadores Álvaro e Otávio, falou que é favorável, pois muitas pessoas abandonam os seus terrenos, e não cuidam no sentido da limpeza e pagamento do IPTU do mesmo, e assim podem ocorrer nesses terrenos a proliferação de dengue e outras doenças. Vereador Otávio pediu uma parte ao Vereador Mário e o mesmo o concedeu, e o vereador Otávio disse que vai ser votado o substitutivo parecer do Dr.Martins.

Vereador Cláudio Mantuani, disse que também no início ficou preocupado, mais depois ficou mais tranqüilo, falou que quem começar uma construção e se não conseguir terminar a construção da mesma, pelo menos que cuide e mantenha o limpo o seu terreno, pois isso incomoda os vizinhos, e disse ser favorável ao projeto.

Em seguida foi colocado em votação o projeto 19/2010, e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos.

Na discussão e aprovação da dispensa de prazo do projeto de lei 32/2010-Vereador Álvaro disse que já foi debatido com o executivo, falou que com a aprovação desse projeto, já no próximo vencimento, as educadoras vão receber o complemento salarial.

Na discussão e aprovação do projeto de lei 32/2010-Vereador Otávio disse que isso agora está sendo acertado, pois tendo em vista que as educadoras infantis trabalham 40 horas semanais, e recebem o mesmo valor (510,00) de educadoras que trabalham 20 horas semanais, disse que esse complemento se faz necessário, e manifestou o seu apoio ao projeto.

Vereador Mário lembrou que países de primeiro mundo, investem muito em educação, e o mesmo afirmou que o Brasil deve ser assim também, falou que as educadoras têm o direito de receber o complemento salarial, e o mesmo disse que as mesmas deveriam ganhar muito mais.

Vereadora Roberta disse ser favorável ao projeto, e parabenizou as professoras.

Vereador Álvaro disse que a preocupação do mesmo é se nas férias, as mesmas também vão receber o complemento salarial, disse que tudo que foi discutido chegou a esse projeto, o mesmo falou que acredita que as educadoras já no próximo vencimento receberão esse complemento, disse que vota favorável, pois as mesmas ganham muito pouco pelo serviço prestado, parabenizou o Presidente Nelson, tendo em vista que o mesmo cumpriu com o seu papel, o verdadeiro papel de um Presidente.

Vereador Tiago Oliveira, disse que vota favorável, e o mesmo falou que sabe que elas merecem muito mais,destacou que é o professor que encaminha,prepara o cidadão, falou que essa vitória merece uma medalha de prata, pois a de ouro ainda será conquistada, enalteceu o Vereador Otávio Grendene, pois o mesmo com o seu conhecimento jurídico esclareceram muitas dúvidas, não só dele mais de todos os vereadores.

Vereador João Carlos disse que é favorável ao projeto, pediu a aprovação dos demais, e também parabenizou o Prefeito Sr.Dornelis.

Vereador Cláudio disse que como membro das comissões e outros vereadores, foram no gabinete do Prefeito, e com ele foi discutido esse projeto, e disse ser favorável ao projeto.

Vereador Raimundo Xavier, disse que esse valor não era o esperado pelas educadoras, mais parabenizou as mesmas, pois lutaram pelos seus direitos.

Depois nas considerações finais, o Vereador Otávio Henrique o qual solicitou encaminhamento de ofício ao Sr. Ricardo Giacobo, visto o falecimento da Sra. Ondina Cureal Giacobbo; Solicitou encaminhamento de ofício ao representante do DER, objetivando melhorias na estrada que liga Nova Londrina a Marilena, tanto na pista de rolamento, quanto na sinalização pintura e colocação de taxas refletivas; Solicitou encaminhamento de ofício a Policia Rodoviária Militar, objetivando relação de ocorrências dos últimos 05 anos na referida rodovia. Comentou que a casa aprovou um projeto de lei com os novos valores venais dos imóveis de Nova Londrina, especificamente uma nova planta genérica do município. Que é favorável a idéia de que se houveram casos em que o imóvel ficou avaliado acima do valor venal de mercado, que estes casos devem ser analisados e retificados, através de um requerimento ou reclamação na prefeitura para solicitar uma nova avaliação. Exemplificou que existem municípios que a cada três anos os imóveis sofrem nova avaliação venal de mercado, e em Nova Londrina desde 2001 não se tinha realizado uma nova planta genérica de valores imobiliários; Comentou que o Executivo deveria utilizar a alíquota de 3% sobre os terrenos baldios e não de 6% como se observa, tendo em vista que a Lei é do ano anterior. Assim haveria um aumento progressivo, descrito na Constituição Federal até se chegar futuramente à alíquota de 6%; Quanto à questão dos descontos também no parcelamento, disse que devem ser analisados pelas comissões permanentes para a possibilidade da implantação. Disse ser sabedor por fonte da prefeitura que em 2009, salvo engano, a previsão era de aproximadamente R$ 1.600.000,00 (um milhão e seiscentos reais) de arrecadação com o IPTU, em 2010 a previsão é de aproximadamente R$ 2.160.000,00 (dois milhões cento e sessenta mil reais); Observou que o aumento geral seria em média 40%, solicitando envio de ofício ao financeiro objetivando se souber qual o real impacto na arrecadação do IPTU; Solicitou encaminhamento de ofício aos Proprietários da FarmaVeit e da Cristal Art Vidros, visto a nova farmácia que se instalou na cidade, bem como as novas instalações da loja do ramo de vidros,agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Mário disse que poderia ser implantadas na PR 569 (que liga Nova Londrina à cidade de Marilena) lombadas, falou se isso for feito vai ser ótimo, (tendo em vista os acidentes que ocorrem nessa PR), sobre o IPTU disse que a população não tem culpa, que a última avaliação ocorreu em 2001, lembrou que foi aprovada na Câmara a avaliação, não o aumento, falou que não esperava que viesse um valor tão alto e dessa forma absurda, disse que o Prefeito vai ter que rever tudo isso,vereador Tiago pediu a parte da palavra do vereador Mário,e o mesmo a concedeu,
Vereador Tiago disse que assim como ele os demais vereadores estão se sentindo traídos pelo Prefeito Municipal, disse que ninguém esperava que houvesse um aumento tão alto assim, e afirmou que dá forma que está não é aceitável, devolveu a palavra ao vereador Mário, e o mesmo finalizou a sua considerações finais, agradecendo a presença de todos.

Vereador Álvaro cumprimentou os presentes, disse que se inscreveu em considerações finais para falar do IPTU, falou que lembra quando o projeto de reavaliação veio a Câmara, lembrou que muitos não têm condições de pagar, e disse que naquela oportunidade pediu aos demais vereadores que votassem contrários a essa reavaliação, disse que esse projeto era claro, e que com certeza haveria um aumento absurdo, e lembrou que os únicos vereadores que votaram contrários ao projeto foi ele Álvaro e o vereador João Carlos, disse que não queria ter ouvido o que alguns vereadores disseram que se sentiram traídos, e mais uma vez falou que naquela época o projeto era claro, e esse aumento era o esperado, falou que o aumento desses IPTU é inadmissível, disse que fica muito chocado e preocupado, falou que tudo isso é lamentável, pediu desculpas pelo que disse,quando usou da palavra pela 1ª vez na sessão,e falou que o prefeito responde as perguntas dele depois de um ano, e quando responde vem da forma que veio, se colocou a disposição da população e encerrou.

Vereador Cláudio disse que usa a palavra, para falar sobre o oficio que foi enviado a Caíto Quintana, sobre o convênio de defensor público do município, pediu que enviasse ofício ao DER, pelos redutores instalados na PR 569, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador João Carlos cumprimentou os presentes, e lembrou que esse aumento não foi decidido somente em uma reunião, mas que foram realizadas com o Prefeito Municipal várias reuniões, e o mesmo explicou tudo isso, e lembrou que os vereadores não podem culpar o prefeito,agradeceu a presença de todos e encerrou.

Em seguida o Presidente Nelson, deixou a palavra aberta na tribuna à Cláudia representante das educadoras infantis, a mesma agradeceu a todos os vereadores pelo apoio que obtiveram e em especial ao Vereador Nelson que está presidente da Câmara, a mesma fez algumas ponderações e encerrou.

Em seguida o Presidente Nelson, deixou a palavra aberta na tribuna ao Professor e ex-vereador Roberto Tsunokawa, o mesmo agradeceu as palavras de elogio da parte de alguns vereadores, e disse que ainda existem caminhos, e que as professoras ainda têm o direito de receber mais. Sobre o IPTU o mesmo falou que era necessária uma readequação, acredita que o encaminhamento foi errado, visto que a administração municipal tem que ouvir a população, pois nós como cidadãos devemos ser ouvidos, e falou que o caminho não é esse, e que todos estão descontentes, lembrou que agora não interessa quem é o culpado dessa situação, mais que o valor seja gradativo, e disse que dessa forma que se encontram todos vão procurar a justiça, vai tudo se enrolar, o município não vai arrecadar,e todos sairão perdendo,agradeceu a palavra concedida e encerrou.

Em seguida o Presidente Nelson, deixou a palavra aberta na tribuna ao dentista e ex-prefeito João de Alencar Barbosa, o mesmo disse que ficou muito satisfeito com a sessão, pois houve muito dialogo uma ótima discussão, e disse os IPTU se encontra em um valor muito alto, o mesmo colocou um exemplo o seu próprio IPTU, o qual pagava à vista a quantia de 2.500 reais, e agora deverá pagar 6.000,00 á vista, e a prazo sairá mais de 10.000,00 reais, disse que sabe das dificuldades, mais lembrou que muitos falam agora de até se mudarem de Nova Londrina, outros desistem de vir morar aqui, e falou que espera que tudo isso se resolva.

O Presidente Nelson, pediu ao Secretário para enviar os ofícios, dos vereadores Otávio, Álvaro e Cláudio no modo se suas palavras, e disse que respondendo algumas indagações do vereador Álvaro pediu que o mesmo procure os seus direitos no Ministério Público,agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pela aprovação do projeto de lei 32/2010, onde nada mais justo as educadoras infantis receberão um complemento salarial, pois as mesmas trabalhavam o dobro de outras professoras e recebia a mesma quantia, os professores no Brasil deveriam ser mais valorizados,pois como disse o Vereador Tiago eles encaminham,preparam o cidadão para o mundo. Agora, sobre o IPTU, é um absurdo o valor que está sendo cobrado, existem pessoas no município que está com os impostos atrasados por não terem condições financeiras de pagar, e agora com esse aumento só vai piorar a situação, pois as pessoas vão procurar os seus direitos, e o município não vai arrecadar. Tudo isso é lamentável. Nas últimas reuniões estou percebendo que o novalondrinense está mais interessado, estão cobrando dos vereadores os seus direitos, o povo está mais participativo, e isso é ótimo, é muito bonito de se ver, e espero que a população continue assim, pois se queremos mudar essa política que está instalada no nosso país, nada melhor do que acompanhar o que os nossos representantes estão fazendo, assim o povo observa a postura dos vereadores, e com certeza votará mais consciente na próxima eleição, assim não elegendo pessoas despreparadas. E não posso de deixar de avisar a população, que amanhã dia 23 de abril de 2010, haverá na Câmara Municipal uma reunião extraordinária às 16h00, compareçam! (Obs: Por vários motivos, a reunião foi cancelada e ocorrerá mesmo a de segunda-feira às 20:00 - Cássio Augusto)

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe.

Fé, futebol e carnaval...

Fé, futebol e carnaval... A tríplice paixão utilizada pela classe dominante para martirizar o povo. Enquanto os desmandos acontecem do lado de lá do muro, do lado de cá, o povo decora os dez mandamentos, acredita que sua doutrina seja a correta e busca em Deus o refúgio contra os citados desmandos. Enquanto a massa grita gol e idolatra ídolos forjados por uma imprensa ávida por garotos propagandas que facilitarão a venda de seu produto, do lado de lá do muro, uma minoria marca golaços contra nossa dignidade. Enquanto um povo sem escola ama escolas de samba, não vê que a passarela da vida é repleta de traições. Existe uma minoria se deliciando com as delícias de um país rico... Enquanto esta minoria tem tudo, o povo se contenta em ter fé, futebol e carnaval. Até quando? Se cada brasileiro entendesse de bolsa de valores tanto quanto acredita saber de futebol, este país seria diferente. Está na hora de acordarmos. O verdadeiro jogo já começou e estamos perdendo de goleada...

Fonte: http://mvalnei.blogspot.com/ Marcos Valnei.

Por Mateus Brandão de Souza, graduado em História pela FAFIPA.

21 abril 2010

Sobre Impostos, Protestos e Heróis:

Em uma pequena cidade/vila, no interior deste imenso Brasil, as coisas não andam muito bem. A produção já não é das maiores e boa parte da população passa por dificuldades financeiras, no entanto, a vida segue seu ritmo pacato.

Um belo dia, a Administração, vendo-se um pouco endividada e precisando arrecadar mais dinheiro, não compreendendo as dificuldades do povo, resolve aumentar a taxa/imposto, nem que para isso tenha que usar da força.

Sentindo-se pressionada, uma parcela da população começa a se revoltar. Reuniões entre moradores são feitas, mas parece que a Administração continua irredutível em seus propósitos. A uma saída é mesmo ir para a rua e protestar.

No entanto, como é de praxe, os revoltosos são presos e a taxa/imposto é cobrada. Um dos revoltosos, posteriormente, é elevado à categoria de herói.

Calma nobre leitor, não estamos falando de fatos locais, mas sim, do Brasil de 1789, da chamada Conjuração Mineira, que foi o protesto por parte da população ante a “Derrama”, ou seja, a cobrança excessiva de impostos por parte da Coroa Portuguesa e da morte de Tiradentes.

Obs: Qualquer semelhança ou associação com fatos locais, atuais e de possíveis necessidades de protestos, ficam sob responsabilidade reflexiva do leitor!

20 abril 2010

Aforismos:

“Quem tem medo assimila toda forma de expressão como protesto”.

Fernando Anitelli – O Teatro Mágico

19 abril 2010

IPTU:

Imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana (IPTU), é um imposto que tem como principal função, a arrecadação de recursos financeiros para o município. O IPTU é cobrado em cima do valor venal do imóvel o que é diferente de seu valor de mercado. A alíquota do imposto varia de município para município, conforme a Lei Orgânica.

Fazendo jus aos “comentários da plebe”, estão sendo entregues os carnês de IPTU de nosso município de Nova Londrina. Ainda não recebi o meu, então, não posso fazer uma análise do quanto aumentou o imposto, mas várias pessoas têm reclamado do alto preço.

O IPTU é a grande fonte de renda de nossa cidade, talvez até a única. É importante para a manutenção do município e a realização de obras públicas. Pagá-lo é antes de uma obrigação, um censo de cidadania.

No entanto, a população parece assustada, para não dizer revoltada, com os carnês recebidos na semana passada. Segundo ouvi dos munícipes, os preços estão muito salgados.

Na prática não foi o IPTU que aumentou, afinal, a alíquota permanece a mesma, mas sim, os imóveis e terrenos da cidade foram todos reavaliados, o que causou o aumento no preço do imposto. Tem casa por exemplo que foi avaliada em R$ 190.000,00, mas eu particularmente não pagaria nem cem. Assim, o imposto incide sobre o valor avaliado. Tenho um conhecido que pagará mais de R$ 4.000,00 de IPTU por um terreno. Alguém recebeu aí em sua propriedade, uma visita de algum avaliador em nome do Município?

Tudo bem que fazia tempo que os imóveis não eram reavaliados, mas bem que poderiam ter feito isso de forma gradativa, sem assustar e causar revolta em boa parte da população. Erro grotesco este por parte da Administração Municipal. Poderiam ter poupado-se de mais este desgaste político, mas como dizem que o brasileiro tem memória curta... Agora, têm uma série de pessoas, alguns até eleitores seus, que estão indignados e achando isso uma “traição”.

EM TEMPO:
Estava eu assistindo à reunião da Câmara hoje e estranhei a entrada de um Projeto de Lei do Executivo Municipal que pede autorização à Câmara, para conceder desconto de 40% no pagamento à vista do IPTU. Ora, então quer dizer que imprimiram o desconto no carnê sem autorização da Câmara?

Na reunião de hoje, um vereador se disse traído pelo Prefeito. Outro disse que não sabia que o aumento seria tão alto e disse que é o Prefeito quem tem que resolver isso. Outro vereador, com sua eloqüência, também se mostrou indignado. Outro ainda fez severas críticas ao aumento, e segundo ele, o vem fazendo desde a entrada na Câmara do Projeto de Lei que faria a reavaliação. Outro por fim, desmentiu os três primeiros, falando que em uma reunião dentro da Prefeitura, no ano passado, os participantes já ficaram sabendo que o aumento seria grande. Quem tem a razão?

Foi unívoco nos vereadores que usaram da palavra, que a intenção agora é tentar remediar o fato. Propuseram um desconto maior para o pagamento à vista, bem como um desconto também para o pagamento parcelado. Mas e quem já pagou com o desconto de 40% contido no carnê, desconto este não aprovado em lei ainda?

Interessante foram as falas finais de um ex-vereador e de um ex-prefeito. O primeiro disse que era preciso ter buscado antes, com a população, rever as avaliações e não “de cima para baixo”, como foi feito. Ponderou que se o município já arrecada pouco, com este aumento, poderá arrecadar nada, caso a população não pague e conteste o valor na justiça. Além disso, que tal aumento deveria ser feito de forma gradativa e que o desconto é apenas para remediar o problema atual, e no ano quem vem? Pediu compreensão dos vereadores no caso. O segundo, disse que este aumento pode fazer com que as pessoas se mudem de Nova Londrina ou então não venham para cá, bem como, ponderou que, e se houver uma desvalorização imobiliária, como ficará o IPTU? Disse ao fim que está caro morar em Nova Londrina.

Por fim, saí com a impressão de que este assunto ainda renderá bons debates e que os nossos vereadores se mostraram preocupados com a repercussão do caso nas ruas da cidade, bem como reconhecem o exagero das novas avaliações urbanas.

Exemplos dados na reunião: Um advogado que pagava cerca de R$ 200,00 de IPTU, recebeu seu carnê no valor de R$ 1.500,00 e com desconto ainda pagaria algo como R$ 900,00. A casa do ex-prefeito em questão foi avaliada em mais de R$ 300.000,00 e ele até brincou que, se alguém pagar, ele vende na hora. Há até o caso de uma pessoa que pagou INCRA de seu terreno rural, ter recebido o carnê de IPTU.

E você cidadão novalondrinense, o que pensa sobre tudo isso?

Aforismos:

"Mas quando alguém te disser ta errado ou errada
Que não vai S na cebola e não vai S em feliz
Que o X pode ter som de Z e o CH pode ter som de X
Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz"


Fernando Anitelli – O Teatro Mágico!

18 abril 2010

Como ser um “classe média” – 019

Dizer que gosta de comida japonesa:

Para ser da Classe Média, você precisa ser chique. E não há nada mais chique, gastronomicamente (que chique!) falando, que se dizer apreciador de comida japonesa.

A comida japonesa é, do ponto de vista da história, um meio que o povo japonês encontrou para não morrer de fome. Por causa dos poucos recursos que os ancestrais dos olhos puxados dispunham, não era possível criar gado, nem dispor de grandes plantações.

Vivendo num arquipélago castigado por invernos terríveis, terremotos e pouquíssima área cultivável (toda ocupada com arroz), os japas foram obrigados a recorrer à única coisa que eles têm muito: mar. Tirando os peixes, todo o resto da sua culinária se resume a arroz e algumas ervas. E, note-se, nem um foguinho os caras conseguiam fazer à vezes, pois o peixe é comido cru. Faltavam até gravetos?

Enfim, hoje em dia, a comida japonesa é considerada um luxo. Talvez porque os pobres não gostam. Seja lá qual for a explicação, se você quer ser da Classe Média, aprenda uns quatro nomes de iguarias japonesas, escolha uma para ser a sua predileta, e mande ver nas rodas de amigos. Só há um porém: haverá ocasiões em que você deverá, realmente, comer isso. Para tanto, recomendo ter sempre uns bifes no freezer, para você se servir antes ou depois de sair de casa para esse tipo de compromisso.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

15 abril 2010

Os políticos e os bichos.


Hoje é comum vermos associados aos bichos certos políticos ou ainda os seus partidos. Não é justo este fato, porém o homem caprichosamente associa suas práticas e ideologias políticas ao reino animal, como se os seres irracionais participassem dos erros que só os humanos praticam.

Não sabemos ao certo se esta associação forçosa é fruto tão somente da política moderna, mas, foi no final do século XX, meados dos anos oitenta, que o tucano, ave de beleza e característica ímpar se tornou símbolo de determinada sigla partidária, sigla esta que nada tem de semelhante com esta encantadora ave, deste país tropical.

Já aqui, em nossa política regional, jacaré e peixe simbolizaram a rivalidade de dois grupos e estiveram presentes na corrida eleitoral que determinou o quadriênio executivo e legislativo da cidade vizinha. Desta forma, os bichos vão sendo indevidamente associados à nossa política. Além de velhas raposas, espertas e inteligentes outros bichos são comparados aos políticos com suas politicagens.

Neste contexto, em meio a toda esta variedade de seres vivos, sejam eles aquáticos, répteis ou aves, um outro tipo de político, que talvez por sua destreza em se camuflar, passa diante de nossos olhos como que despercebido, é ele o político camaleão. O camaleão é o tipo do político que dança conforme a música, seus intuitos se estendem pouco além do seu próprio umbigo.

Ele é individualista, calculista, articula seus planos em benefício próprio, é como a folha seca, obedece o sopro do vento que o toca. Ele é camaleão, pois se veste da roupagem que prevalece o ambiente, se a cor predominante é verde, ele é verde, se cinza ele é cinza e assim sucessivamente. Ele acata o que está na cartilha da situação. Busca sempre o lado pessoal, fecha os olhos para o social, ele busca seu bem estar, pois camuflado, ele está livre do ataque predador e escondido ele ataca as suas presas.

Hora, se nossos irmão animais fossem dotados de raciocínio, com certeza contestariam ao ver suas raças associadas a ações humanas, principalmente quando a comparação é no campo da política. O comportamento humano é vulnerável, em sua ânsia por possuir ele ignora os valores morais, ele pisa na ética. O homem como único integrante da raça humana, nem sempre honra seu papel de humano, muitas vezes ele não desempenha com sobriedade a sua tarefa de ser gente.

Nossas falhas mais graves, nossos atos mais desprezíveis não deveriam ser chamadas de ações desumanas, pois somente entre nós os humanos é que são praticadas. Nossas atitudes, boas ou más, serão sempre humanas, pois humanos nós somos. Sendo assim, deixemos em paz os bichos, pois os animais são impecáveis eles desempenham corretamente o seu papel de bicho e o homem como gente deixa muito a desejar.

Desta forma, registra-se aqui nosso respeito em favor dos seres inefáveis, seres que não tem culpa de todo este lodo que estamos mergulhados. Por motivo de toda esta realidade, externamos nossa admiração aos bichos. E Oxalá que um dia sejamos todos tão corretos como são os animais.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

Repercutindo os Blogs da região:

Bomba! Tem fantasmas no gabinete do dep. Teruo Kato?

Atitude suspeita dentro do Fórum de Nova Londrina, leva homem a ser detido:

Serra x Dilma // Pesquisa Sensus aponta empate técnico:

Relação Requião x Pessuti está cada vez mais desgastada:

Igreja católica versus patrimônio público. Quem fala pela Igreja?

Reunião da Câmara Municipal:

A reunião da Câmara Municipal de segunda- feira dia 12 de abril de 2010, começou às 20h00min horas, para um público presente de 45 cidadãos, e a presença de todos os vereadores, e também a presença do Senhor Prefeito Municipal Dornelis José Chiodelli.

Nos trabalhos teve a entrada na casa de 2 projetos de lei,e também os projetos de lei 19,20 e 21/2010 que estavam nas comissões

Projeto de lei 19/2010-Arrecadação de imóveis abandonados,e dá outras providências.
Projeto de lei 20/2010- autoriza o poder executivo de fazer abertura de crédito adicional suplementar no orçamento do município de Nova Londrina no valor de $115.750,00.
Projeto de lei 21/2010-Autoriza o poder executivo de fazer abertura de crédito especial suplementar no orçamento do município e dá outras providências.
Projeto de lei 22/2010-Autoriza o poder executivo municipal, de efetuar complemento salarial para o magistério.
Projeto de lei 23/2010-Criação da CIPA no âmbito da Prefeitura Municipal.

Destaquei um ofício:
Ofício 32/2010 do Secretário de Saúde Cezar Zorzi, onde responde a solicitação do Vereador Otávio Grendene, para com a aquisição de ventiladores e uniformes para os postos do PSF e suas funcionárias assim respectivamente, e o mesmo informou que já fez o pedido dos mesmos.

Vereador Álvaro comprimentou os presentes, disse que se inscreveu para parabenizar o Presidente, pelo tempo concedido, para com o projeto de lei 19/2010 ser mais bem analisado pelos membros da comissão, pois se trata de um projeto polêmico, disse também antecipadamente ser favorável aos projetos de lei 20 e 21/2010, falou sobre o projeto 22/2010, falou que surpreendeu-se com o mesmo, pois esperava por um diálogo antes de o projeto ser encaminhado a Câmara pelo executivo, disse que conversou com as educadoras,e as mesmas assim como ele,esperavam por um diálogo,e assim para entrar com um acordo,falou ainda que o Prefeito deu o primeiro passo,e agora cabe aos vereadores analisarem o projeto,e falou que com certeza o projeto vai ser bem discutido e analisado pelos membros da comissão.

Foram colocado em discussão e votação os projetos 20/2010, 21/2010 e os mesmos foram aprovados por unanimidade de votos.

Depois nas considerações finais, o Vereador Otávio Henrique cumprimentou os presentes, disse que queria compartilhar com os demais, sobre o FIA (-Fundo para infância e Adolescência) visto que o município não obtém,aproveitou a presença do Prefeito Municipal, e pediu o empenho do mesmo nesse sentido, para ser criado esse fundo no nosso município, visto por ele ser muito importante, falou que sabe que o executivo está empenhado para com esse fundo, mas que o mesmo foi cobrado pela juíza Dra. Isabele Noronha, e que os mesmos conversaram sobre esse fundo, falou também que tem um grande respeito pelo Prefeito e seus secretários, fez algumas ponderações e encerrou.

Vereador Álvaro disse que não poderia deixar de usar a palavra, para falar dos computadores que estavam no terminal rodoviário, e que nesta gestão foram encaminhados para a Escola Santa Mônica, lembrou que quando o Secretário de Educação esteve presente na reunião, prometeu que em 3 meses os mesmos estariam instalados na Escola,e parabenizou o mesmo,visto que os computadores já se encontram em funcionamento,e com a utilização da comunidade,e assim pediu ao Presidente para enviar um ofício ao Secretário de educação Djaci Pereira Leal parabenizando-o,também parabenizou o Prefeito,pelo mesmo ter atendido ao seu requerimento,sobre a manutenção das calçadas das avenidas,fez algumas ponderações, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Em seguida o Presidente concedeu a palavra ao Senhor Prefeito Municipal Dornelis José Chiodelli, o mesmo cumprimentou os presentes, falou que a reunião que ocorreria com as educadoras no dia 13.04 transferiu-se para o dia 14.04,onde vai acontecer um diálogo com as educadoras, disse que já existem pessoas que estão recebendo o carnê do IPTU, e que está sendo entregue agora, pois no inicio do ano o cidadão tem muitas contas a pagar, e o melhor momento para receber é agora, disse que houve um reajuste no valor do IPTU, também disse sobre o imposto que vai ser cobrado nas construções, que não é ele que cria esses impostos e sim o Governo Federal, falou que quem deve pagar esse imposto não é o pedreiro e sim a fonte da construção, assim as partes devem entrar em um acordo financeiro, falou que as pessoas estão investindo em construções na nossa cidade, e lembrou que o nosso município vive um bom momento, disse que é muito importante a população pagar os impostos, pois o município sobrevive de impostos, falou que com certeza é favorável ao aumento salarial das educadoras, mais que sem o pagamento dos impostos fica difícil,falou que o município tem muito gasto de dinheiro com a frota pública,pois sempre estão na oficina,diz que sabe como fazer uma cidade melhor e falou que é fácil fazer um requerimento e mandar para o Paço Municipal,falou que o dinheiro de arrecadação do município é muito pouco pois temos 12 milhões anual para 12.690 mil habitantes,lembrou também que a Defesa Civil do município está quase parando,está tendo dificuldades,pois quem está pagando é a Prefeitura,disse também que o município tem que devolver dinheiro porque na gestão anterior houve recurso mal aplicado,disse que o município está pagando caro por algumas administrações anteriores,e pediu a compreensão de todos os Novalondrinenses,parabenizou o trabalho dos vereadores e encerrou.

O Presidente Nelson lembrou que na gestão anterior deu entrada na casa um projeto de lei para ser criado a CIPA, e que nessa época o projeto foi reprovado por Arlindo Adelino Troian que estava Prefeito Municipal, pediu ao secretário para o mesmo enviar os ofícios dos Vereadores Otávio e Álvaro no modo de suas palavras, agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pela presença na sessão, do Prefeito Municipal Dornelis Chiodelli, e também lembrar que a casa estava cheia, e que a população está se interessando mais, e espero que a população continue presentes nas sessões do legislativo, pois corrupção, bandalheira, esses são alguns termos que boa parte dos brasileiros costuma associar à política. Ainda que os escândalos cubram páginas de jornal e revistas, poucos são os cidadãos que procuram fiscalizar o que o candidato e o partido escolhidos nas eleições fizeram ou estão fazendo em seu mandato, e acompanhar os trabalhos do legislativo é algo a ser feito, pois estando presente você sabe quem é os vereadores que realmente cumprem o seu papel, e assim não iremos eleger pessoas despreparadas para algum cargo público.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe

14 abril 2010

Aforismos:

“Atenção para o fato de que, em face da tradicional (e, no casos desses municípios, escandalosa) submissão do legislativo ao executivo, que repõe e reatualiza a lógica oligárquica do exercício do poder nas práticas conhecidas de fisiologismo, clientelismo e patronagem, o princípio liberal de separação dos poderes terminou por se constituir em um campo de luta pela pressão organizada no sentido de que a Câmara dos Vereadores cumpra suas prerrogativas ao revés do arbítrio e prepotência tradicionais do executivo.”

Maria Célia Paoli e Vera da Silva Telles.

Obs: Qualquer semelhança com fatos ocorridos próximos de nós, terá sido mera coincidência. O texto refere-se à municípios do interior da Bahia e as pressões exercidas pelos Movimentos Sociais na década de 1990 no sentido de mudar esta prática coronelista.

13 abril 2010

Viapar e a BR 376:

Para aqueles que se lembram o abandono da BR 376 durante o governo de Jaime Lerner (ex-PFL, que mudou de nome para DEMOcratas), a privatização pelo mesmo governador, com apoio do presidente Fernando Henrique (PSDB) desta estrada, foi um alívio. Realmente, agora não temos mais aquele monte de buracos e matagal de antigamente, mas ainda temos do que reclamar.

Primeiro o clássico reclame de que, como cidadão, pago meus impostos em dia, inclusive para ter uma boa rodovia para trafegar. A venda da estrada, além de lesar o cidadão, ninguém sabe onde foi aplicado o dinheiro. Por fim, meu direito constitucional de ir e vir não é respeitado, pois só posso ir e vir depois de pagar o pedágio. Mas enfim, a situação atual é esta, então vamos raciocinar dentro dela.

Agora, com as aulas do meu mestrado em história na UEM, em Maringá, tenho que toda semana viajar pela BR 376 e claro, desembolsar o pedágio. Uma análise dos bilhetes é interessante:

No sentido à Maringá, passei pela catraca nº 4 no dia 16/03 e desde a ativação desta catraca, fui o veículo de nº 961.761. No dia 24/03, passei pela mesma catraca e fui o veículo de nº 674.516. Ou seja, no período de oito dias, foram registradas 12.711 passagens pela catraca. Em uma conta rápida, se lá tivessem passado apenas veículo pequenos como o meu, cujo valor é de R$ 7,20, mas sabemos que veículos maiores pagam mais e motos pagam menos, a Viapar teria arrecadado nestes oito dias o valor de R$ 91,836,00 apenas na cabine nº 4.

No sentido Nova Londrina, passei pela catraca nº 3 no dia 15/03 e desde a ativação da mesma, fui o veículo de nº 992.221. No dia 28/03, passei pela mesma cabine e fui o veículo de nº 1.014.130. Ou seja, no período de treze dias, foram registradas 21.909 passagens pela cabine em questão. Fazendo o mesmo exercício proposto acima, somente na cabine nº 3, a Viapar teria arrecadado nestes treze dias o valor de R$ 157.744, 80.

Estou fazendo todo este exercício de previsão matemática, para que você, cidadão, possa imaginar o quanto a nossa concessionária arrecada aos seus cofres por semana.

Você que usa a rodovia pode argumentar que nestes dias, há vários pontos de re-capeamento da estrada, ou seja, que a Viapar está mostrando serviço, se bem que outro dia, fui atingido por um cone que foi atropelado pelo caminhão da frente e voou em minha direção, mas por sorte, “apenas” tive algumas avarias no pára-choque. Concordo plenamente, mas não podemos esquecer que há um trecho muito pequeno, até Maringá, em que há pista dupla, sendo que o ideal seria, no mínimo, entre Maringá e Paranavaí, mas não seria de nada absurdo tal vir até Nova Londrina, devido ao intenso tráfego de caminhões de soja rumo ao porto de Paranaguá.

Além disso e o que tem me preocupado neste ultimo mês em que uso a estrada toda semana, é que nos trechos recentemente reformados, a sinalização é precária. Ou seja, as faixas de segurança lateral sumiram e o tráfego a noite fica complicado, ainda mais quando cruzamos com caminhões ou então aqueles motoristas que insistem em usar luz alta ou de néon. Há trechos inclusive que sequer possuem a faixa amarela para dividir a pista e olha que estes trechos foram recuperado a bastante tempo.

Assim, este post é para alertar a você motorista, que tenha cuidado a trafegar a noite pela BR 376, bem como para clamar a Viapar para que atente à necessidade das faixas laterais e do famoso “olho de gato”, que são itens de segurança essenciais para o motorista.

12 abril 2010

Convite:

Atendendo à pedido do Presidente Municipal do Partido Progressista em Nova Londrina, Valdir Rosisnki, este Blog CONVIDA as lideranças municipais e todos os cidadãos, para estarem presentes na Casa da Amizade - Rotary, no dia 16/04, às 20:30 para uma reunião com o deputado federal e pré-candidato ao Senado, Ricardo Barros.

Abaixo, o convite:

“A Caravana Progressista, liderada pelo Presidente Estadual do PP, Deputado Federal Ricardo Barros, está percorrendo todos os 399 municípios do Paraná para reunir idéias que farão parte do Plano de Governo do PP para 2011/2014.

Você é nosso convidado para fazer parte deste grande projeto que está reunindo as principais lideranças de cada município para discutir problemas e soluções para cada região.

Reúna sua comunidade, escreva suas idéias e chame todos para participar. No encontro, o Deputado Federal Ricardo Barros recolherá as sugestões e soluções apresentadas. Todas as idéias são muito importantes para o progresso de sua cidade e o futuro do Paraná. Participe!

Sua presença e participação são muito importantes. Traga suas idéias. Sua cidade avança e o Paraná também. Espero você lá!

Ricardo Barros”

Particularmente, penso que é uma excelente oportunidade para você, cidadão, que paga seus impostos em dia, ouvir e ser ouvido por uma liderança nacional do timbre de Ricardo Barros. Nós aqui no interior reclamamos que os deputados fazem o que querem e a gente nem fica sabendo. Está aí uma excelente oportunidade para ter um contato mais direto.

Lembre-se, participar de um evento como este não significa que você vota ou mesmo apóia Ricardo Barros ou o PP, mas sim que você é um cidadão participativo. Seria interessante a presença não apenas das “lideranças”, mas de toda a comunidade, mostrando que Nova Londrina está engajada no pleito eleitoral, preocupada com o futuro da nação, do estado e do município.

OBS: EM VIRTUDE DA UTILIZAÇÃO DA CÂMARA PARA O VELÓRIO DA PIONEIRA ONDINA GIACCOBO, A REUNIÃO SERÁ REALIZADA NA CASA DA AMIZADE - ROTARY DE NOVA LONDRINA!

11 abril 2010

Como ser um “classe média” – 018

Fazer um “sacrifício” na sexta-feira santa:

A Classe Média brasileira, como se sabe, tem muito orgulho de sua formação religiosa baseada no catolicismo. Médio-classista que se preze é católico. Católico pra cacete. É católico até quando é espírita. Por isso, mesmo sabendo que catolicismo não é lá algo que se pratique, o aspirante à classe deve estar atento aos poucos momentos em que é necessário provar à sociedade a sua fé: os feriados religiosos.

A sexta-feira santa, ou sexta-feira da paixão, simboliza para os cristãos a lembrança da imolação e morte de Jesus, o filho de Deus para os seguidores dessa fé. A tradição católica prega que, por ter Jesus sofrido muito, todo mundo precisa dar uma sofridinha junto nesse dia, como forma de gratidão e, quem sabe, solidariedade para com o cara.

Para padronizar a coisa toda, algum figurão da Igreja definiu que a penitência a que os fiéis deveriam se submeter, seria se abster do consumo de carne vermelha. A razão disso tem muitas explicações, e nenhuma faz lá muito sentido (coisas do tipo “Jesus sangrou, portanto você não pode comer algo que tenha sangue”). Aí um espertinho, provavelmente um advogado, descobriu uma brecha na lei: peixe não tem sangue (infelizmente não tive acesso à defesa técnica deste achado biológico). Pronto: aceito o argumento, juridicamente, peixe poderia ser comido na tal sexta-feira, sem maiores conseqüências.

Deste ponto em diante, o que se seguiu foi a tradição. Desde então, o dia em que Jesus morreu, se arrebentou e se ferrou dependurado numa cruz é lembrado pelos médio-classistas católicos com muito pesar. Tanto pesar que lhes faz optar por fazer uma penitência pessoal: ao invés de comer um bife ou uma almôndega, o médio-classista, em respeito ao seu deus, contenta-se em se fartar de uma bacalhoada montanhesca, banquetes de frutos do mar, vinho branco a rodo, mais peixe, mais frutos do mar, moqueca, mariscada... Afrouxando o cinto, cabe mais camarão, um pouco de lagosta, peixe ensopado, peixe grelhado, peixe frito.

Ao fim dessa santa orgia gastronômica, todos podem se bendizer e se orgulhar por honrarem aquele que morreu para lhes proporcionar o direito a esta singela refeição. E você, bom aprendiz de médio-classista, acompanhe-os num animado "pai nosso". E depois, reconheça: a morte do "Jéza" até que valeu à pena.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

10 abril 2010

Aforismos:

Em tempos de “tragédias naturais” “anunciadas”:

"Do rio que tudo arrasta se
diz que é violento
Mas ninguém diz violentas as
margens que o comprimem"

Bertold Brecht

09 abril 2010

Ronda:

A ‘Menina dos Rios’ passada à limpo!

SONHO MEU... Continuam inundando as mídias regionais com sonhos digitais.
INFOS. Coisas que nunca saíram das planilhas do Corel 12.
LADRÃO! E os adesivos? Gostaram? Xô...
QUEM AVISA... Podem crer que mais virá por aí.
TÔ CANSADO. Os processos de cassação seguem seus trâmites infindáveis.
SOBRAS DAS SOBRAS. Não que á estas alturas do campeonato valha alguma coisa assumir um espólio quebrado destes...
CALMA! Melhor esperar vinte e poucos meses e tomar conta.
REVERENTES. Andaram murmurando sobre meus processos...
FREE. Coitados, os trago como medalhas de honra na luta pela dignidade, transparência e liberdade de expressão.
O CACHIMBO ENTORTA... Mas os ‘vassalos’ da reverência parece que não gostam...
MEDO? Outras acontecem: processam-se pessoas e não se comparecem nas audiências.
PERDA DE TEMPO. Que feio! Usar o já sobrecarregado judiciário com estas lorotas de todo dia.
BUSINES. Se o empresariado local entrar mesmo na campanha 2012 vai rolar dinheiro para todo lado.
ÓBVIO. Parece que se convenceram que a cidade só vai se comprada.
MAIS AINDA. Ou então que muitos se vendem por alguma coisa...
CONCLUSÃO. É o fim mesmo!
SALDO. 27 meses para o Fim dos Dias.
SOM. Tudo do Smiths.
BOOK. Nestes dias? Só e-book’s. Long Life PDF...
QUEREM MAIS? www.radiorainhafm.com.br aqui, ou 104.9 lá na Nova, todo dia ao meio dia...

Ricardo Drummond de Macedo continua por aí, só menos preocupado com isto tudo.

08 abril 2010

A Banca do Destino

A Banca do Destino
Joanna
Composição: Billy Blanco

Não fala com pobre,
Não dá mão a preto
Não carrega embrulho
Pra que tanta pose, doutor?
Pra que esse orgulho?

A bruxa que é cega
Esbarra na gente
E a vida estanca
O enfarte lhe pega, doutor
E acaba essa banca

A vaidade é assim,
Põe o bobo no alto
E retira a escada
Mas fica por perto
Esperando sentada

Mais cedo ou mais tarde
Ele acaba no chão
Mais alto o coqueiro,
Maior é o tombo
Do coco afinal

Todo mundo é igual
Quando a vida termina
Com terra em cima
E na horizontal.

Rica em conteúdo, a “Banca do destino” faz parte do sortido acervo de nossa mpb. Composta por Billy Blanco e enriquecida com a voz de Joanna, a letra critica de forma ácida o comportamento arrogante de muitos seus fulanos e senhoras beltranas que confiantes em suas posições se julgam superiores a toda raça humana.

Uma terrencial lavada na cara de tantos orgulhosos que se acham melhores e na verdade são como todos os viventes, limitados e frágeis como a chama de uma vela que se apaga ao sopro do mais débil vento.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

06 abril 2010

Sessão Ordinária da Câmara Municipal:

A sessão ordinária da câmara municipal de segunda feira dia 05 de abril de 2010, começou às 20 h, para um público presente de 25 cidadãos, e a presença de todos os vereadores. Nos trabalhos teve apenas a apreciação de 3 requerimentos.

Destaquei os requerimentos:
10/10- Requer ao Prefeito Municipal, para que o mesmo tome providências no sentido de instalar no CINTRA PIMENTEL, um parque infantil.
11/10- Requer ao Prefeito Municipal, e ao Secretário de Viação e Obras Públicas, a manutenção das calçadas das Avenidas: Londrina, Brasil e Antônio Ormeneze
12/10-Requer ao Prefeito Municipal, a instalação de taxas refletivas na PR 569(que liga Nova Londrina à cidade de Marilena)

Vereador Álvaro Guilherme, disse que ouvindo a leitura do grande expediente, disse que viu que o Prefeito atendeu os ofícios (prestação de contas de 2009), mais ele e a sua equipe, não atendeu o que realmente foi pedido. Pediu ao Prefeito que o mesmo atenda o que realmente foi pedido, se não nada vai mudar, também falou que se inscreveram para pedir apoio aos demais vereadores para com os requerimentos de sua autoria, comentou sobre o requerimento 10/10, e disse que ele é muito cobrado para com o parque infantil, e que os moradores daquela região disseram a ele que o Prefeito em campanha eleitoral, prometeu esse parque,porem ate agora nada foi feito, comentou também do requerimento 11/10, disse que todos sabem da necessidade dessa manutenção, e afirmou que com recursos próprios o município pode fazer essa manutenção, comentando sobre o requerimento 12/10, falou ser um requerimento de suma importância, para dar mais segurança aos usuários dessa PR, e assim diminuindo os acidentes ocorridos nessa localidade, lembrou que a administração anterior colocou essas taxas, mais com o grande fluxo de caminhões,e com o tempo as mesmas se soltaram,pediu aprovação e encerrou.

Na discussão do requerimento 10/2010, o Vereador Raimundo Xavier disse ser favorável, e que foi bom o Vereador Álvaro ter lembrado, pois foi mesmo uma promessa de campanha eleitoral do Prefeito Dornelis.

Vereador João Carlos disse ser favorável, e parabenizou o Vereador Álvaro pelo requerimento.

Em seguida foi colocado em votação o requerimento 11/2010, e o mesmo foi aprovado por unanimidade de votos.

Na discussão do requerimento 12/2010, o Vereador Otávio Grendene manifestou o seu apoio ao requerimento, e disse que se faz mesmo necessário, lembrou que já foi elaborado um requerimento dessa natureza no ano de 2009, e que ate o presente momento nada foi feito.

Vereador Álvaro disse que todos sabem que o DER é responsável por essa PR,mas que a mesma nada faz pela mesma, lembrou que nessa PR não obtêm nem um acostamento, disse que vai ser feito o levantamento de gastos,para ver quanto que fica para serem colocados essas taxas,e vai ser passado ao chefe do executivo,se o mesmo ver que a Prefeitura não pode pagar,falou que vai ser feito uma campanha de arrecadação de recursos com algumas empresas,mais o mesmo acredita que a Prefeitura vai pagar.

Depois nas considerações finais, o Vereador Mário Sonsin cumprimentou os presentes, e pediu para enviar ofício de condolências à família do Sr.Euclides dos Santos, popular CLIDÃO, pediu também para enviar ofício ao Deputado Estadual Antônio Teruo Kato, pedindo ao mesmo kit esportivo para as novas quadras, agradeceu a presença de todos e encerrou.

Vereador Otávio Grendene, disse que usa a tribuna, para falar dos postos do PSF, falou que visitou esses locais, e observou que existem muitas dificuldades para os funcionários trabalharem e para a população usufruir, falou que nesses postos não existem ventiladores, bebedouros de água, e as agentes de saúde não obtem nem uniforme de trabalho, falou que é preciso ter um atendimento digno a população, pediu urgentemente providências a Administração Municipal, pediu para enviar ofício ao Secretário de Saúde Cezar Zorzi, para que o mesmo juntamente com o Prefeito tome as devidas providências,falou também que quer fazer um desabafo, leu o artigo 2º do regimento interno da Câmara,e falou que os vereadores têm o direito de fiscalizar todos os órgãos públicos e as suas reivindicação devem ser atendidas ,não só os vereadores mais também toda a população,pois todos pagam seus impostos,e tem o direito e devem ser atendidos.

O Presidente Nelson, pediu ao Secretário para enviar os ofícios, dos vereadores Otávio, Álvaro e Mário no modo se suas palavras, o presidente também falou que se existir um vereador que não for atendido, devem procurar o Ministério Público, e que com certeza serão amparados, agradeceu a presença de todos, e nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente encerrou a presente Sessão Ordinária.

Destaque pelos requerimentos de autoria do Vereador Álvaro, que são importantes à população, destaque também pela fala do Vereador Otávio nas considerações finais, também não poderia deixar de destacar a presença de duas jovens companheiras minhas do Interact Club na sessão da Câmara, as companheiras: Kahena Eloise Chiamulera, Yana Slaviero Augusto, e aproveito e peço que a população acompanhe as reuniões da Câmara, principalmente os jovens, pois os jovens devem estar cientes dos acontecimentos políticos em suas localidades (municípios) em que vivem, bem como fazer um chamamento à responsabilidade de todos os jovens para que assumam de fato, e de direito, o seu lugar na condução dos destinos administrativos de seus Municípios.

Por: Ivo Monteiro de Araújo Júnior-Estudante do 2º ano do Colégio Pequeno Príncipe.

05 abril 2010

Notas sobre NL:

Futsal: Fico feliz em saber que a Escolinha de Futsal de Nova Londrina está sendo reativada. Bons tempos aqueles em que eu jogava de goleiro. Agora, pra que tanto político na diretoria? Cadê os amantes do esporte em nossa cidade?

Imposto: Atenção você, que vende geladinho em casa, salgadinho, faz crochê ou bicos como pedreiro, tem cobrança aí.

IPTU: Por falar em cobrança, ainda não entregaram os novos carnês do IPTU?

Atleta: Rendo também os meus parabéns ao atleta Tico Lazarini, pelos seus brilhantes resultados e por levar adiante o nome de nossa querida Nova Londrina.

História: Está no forno a edição de uma revista que tem por objetivo comemorar os 60 anos de história de nossa cidade. Como historiador, torço por um belo trabalho, mesmo que positivista.

Leilão: Alguém tem notícias sobre o leilão do prédio do Centro Odontológico? Já foi? Quem comprou? Pagou quanto?

Erro: Errar é humano, agora, persistir no erro... não é “grão de MostRada”, mas sim, “grão de MostaRda”.

Fórum: Ficou lindo o paisagismo feito no Fórum de nossa comarca. O prédio precisava mesmo de um embelezamento.

Blog: Neste dia 05/04, este Blog completa exatos 4 anos no ar. Foram mais de setecentas postagens e mais de cem mil acessos ao longo de todos estes anos. Muito obrigado aos leitores e longa vida ao Blog!

04 abril 2010

Como ser um “classe média” – 017

Achar que Deus te considera melhor que os outros:

O médio-classista não apenas acredita em Deus, como acredita que Deus gosta mais dele que dos outros. Não obstante sempre soltar um "graças a Deus" pra tudo que se refere a seu patrimônio, quem é da Classe justifica sua condição de privilégio com o status auto-declarado de vontade divina.

É uma espécie de herança torta das antigas dinastias e da nobreza européia, de quem os médio-classistas acreditam piamente descender em linhagem pura e imaculada. Tal qual seus espelhos (distantes geográfica e cronologicamente), eles pretendem incutir no interlocutor a idéia de que seu bom berço é uma escolha divina, em detrimento da família meia-boca de quem estiver ouvindo. Por isso, eles não se acanham em recorrer ao seu deus para as coisas mais corriqueiras de suas vidas.

Portanto, se você pretende entrar para o seleto e abençoado mundo da Classe Média, trate de colocar Deus no meio das suas frases, dizendo que é culpa Dele você possuir bens materiais, e seu empregado não.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

03 abril 2010

O Bicho, de Manuel Bandeira:

O poema abaixo retrata o cotidiano degradante do homem que atingiu o ápice da miséria.

Quem nunca se deparou com uma cena como a descrita no texto de Manuel Bandeira? Lamentavelmente, esses fatos acontecem tão rotineiramente que muitos já não se importam.

O Bicho

“Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem”.

Manuel Carneiro de Souza Bandeira Filho nasceu em 19 de abril de 1886 em Recife. Em 1903 foi para a cidade de São Paulo a fim de cursar Engenharia na Escola Politécnica. No entanto, em decorrência do acometimento de tuberculose, não pôde concluir o curso. A partir de então, passa por verdadeira peregrinação por diversas cidades e casas de saúde, tendo, inclusive, se mudado por um ano para a Suíça com o intuito de livrar-se da doença. Ao voltar para o Brasil tornou-se inspetor de ensino e depois professor de literatura.

Em 1917 publicou seu primeiro livro – A Cinza das Horas – com características parnasianas e simbolistas. Posteriormente à publicação de seu primeiro livro, o poeta foi se enquadrando no estilo modernista, culminando com a publicação em 1930 da obra Libertinagem, considerada uma das mais importantes da literatura moderna brasileira.

Na obra de Bandeira predominam a liberdade de conteúdo e de forma, o retrato do cotidiano, a sua própria história de vida, o humor, a indignação com a realidade do homem e a idealização de um mundo mais justo. O autor conseguiu reunir em sua poesia subjetividade e objetividade e o resultado foi perfeito.

(FONTE: Literatura em conta gotas)

Por: Mateus Brandão de Souza - Graduado em história pela FAFIPA.

02 abril 2010

Faça o que eu digo e não o que eu faço:

O título deste post é um conhecido jargão popular. Serve para designar aqueles sujeitos detentores da moral e dos bons costumes, que gostam de dar lição de moral em público, mas que na prática, cometem erros piores.

Pois bem, este jargão se encaixa perfeitamente na discussão acerca do processo de enriquecimento de urânio por parte do Irã. EUA e os grandes da União Européia estão apavorados e usam seus meios de comunicação para apavorar também o restante do mundo com a idéia de que o Irã poderá, dentro de pouco tempo, ter uma Bomba Nuclear.

Ora, os EUA sozinhos possuem mais da metade das Bombas Nucleares de todo o mundo. Se eles podem, então porque o Irã também não pode? Israel, França, Alemanha, Inglaterra, Rússia e China podem ter seus armamentos nucleares, mas o Irã, jamais!

A posição do governo brasileiro neste caso é interessante. O Brasil não baixa a cabeça aos discursos inflamados que vêem do Norte e não corrobora o alarde sobre a possibilidade de Teerã ter uma Bomba Nuclear. Isso não quer dizer que o Brasil apóia a idéia da corrida armamentista, mas sim, tenta justamente colocar em discussão a possibilidade de desativação de todo armamento nuclear do mundo, esteja ele em Washington, Paris, Londres, Moscou, Jerusalém ou em Teerã. Mais uma vez, ponto para a política externa brasileira.

01 abril 2010

46 anos do Golpe Civil-Militar:

Na madrugada do dia 31 de março para o dia 01 de abril de 1964, tanques tomavam as ruas das principais cidades brasileiras. Era o início do Golpe Civil-Militar que implantaria uma Ditadura de Direita, com mortes, torturas, perseguições e silêncios. Para que a história não se repita, precisamos manter viva em nossa memória as mazelas destes anos.

Hoje, 46 anos depois, reproduzo aqui as manchetes de alguns jornais da época. Conhecer a nossa imprensa golpista é fundamental.

Mídia clama pelo golpe militar no Brasil

Quinta-feira, 1º de abril, marca os 46 anos do fatídico golpe civil-militar de 1964. Na época, o imperialismo estadunidense, os latifundiários e parte da burguesia nativa derrubaram o governo democraticamente eleito de João Goulart. Naquela época, a imprensa teve papel destacado nos preparativos do golpe. Na sequência, muitos jornalões continuaram apoiando a ditadura, as suas torturas e assassinatos. Outros engoliram o seu próprio veneno, sofrendo censura e perseguições.

Nesta triste data da história brasileira, vale à pena recordar os editoriais dos jornais burgueses – que clamaram pelo golpe, aplaudiram a instalação da ditadura militar e elogiaram a sua violência contra os democratas. No passado, os militares foram acionados para defender os saqueadores da nação. Hoje, esse papel é desempenhado pela mídia privada, que continua orquestrando golpes contra a democracia. Daí a importância de relembrar sempre os seus editorais da época:

O golpismo do jornal O Globo

“Salvos da comunização que celeremente se preparava, os brasileiros devem agradecer aos bravos militares que os protegeram de seus inimigos. Este não foi um movimento partidário. Dele participaram todos os setores conscientes da vida política brasileira, pois a ninguém escapava o significado das manobras presidenciais”. O Globo, 2 de abril de 1964.

“Fugiu Goulart e a democracia está sendo restaurada..., atendendo aos anseios nacionais de paz, tranqüilidade e progresso... As Forças Armadas chamaram a si a tarefa de restaurar a nação na integridade de seus direitos, livrando-a do amargo fim que lhe estava reservado pelos vermelhos que haviam envolvido o Executivo Federal. O Globo, 2 de abril de 1964.

“Ressurge a democracia! Vive a nação dias gloriosos... Graças à decisão e ao heroísmo das Forças Armadas que, obedientes a seus chefes, demonstraram a falta de visão dos que tentavam destruir a hierarquia e a disciplina, o Brasil livrou-se do governo irresponsável, que insistia em arrastá-lo para rumos contrários à sua vocação e tradições. Como dizíamos, no editorial de anteontem, a legalidade não poderia ter a garantia da subversão, a ancora dos agitadores, o anteparo da desordem. Em nome da legalidade não seria legítimo admitir o assassínio das instituições, como se vinha fazendo, diante da Nação horrorizada”. O Globo, 4 de abril de 1964.

“A revolução democrática antecedeu em um mês a revolução comunista”. O Globo, 5 de abril de 1964.

Conluio dos jornais golpistas

“Minas desta vez está conosco... Dentro de poucas horas, essas forças não serão mais do que uma parcela mínima da incontável legião de brasileiros que anseiam por demonstrar definitivamente ao caudilho que a nação jamais se vergará às suas imposições”. O Estado de S.Paulo, 1º de abril de 1964.

“Escorraçado, amordaçado e acovardado, deixou o poder como imperativo de legítima vontade popular o Sr João Belchior Marques Goulart, infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas. Um dos maiores gatunos que a história brasileira já registrou, o Sr João Goulart passa outra vez à história, agora também como um dos grandes covardes que ela já conheceu”. Tribuna da Imprensa, 2 de abril de 1964.

“Desde ontem se instalou no país a verdadeira legalidade... Legalidade que o caudilho não quis preservar, violando-a no que de mais fundamental ela tem: a disciplina e a hierarquia militares. A legalidade está conosco e não com o caudilho aliado dos comunistas”. Jornal do Brasil, 1º de abril de 1964.

“Golpe? É crime só punível pela deposição pura e simples do Presidente. Atentar contra a Federação é crime de lesa-pátria. Aqui acusamos o Sr. João Goulart de crime de lesa-pátria. Jogou-nos na luta fratricida, desordem social e corrupção generalizada”. Jornal do Brasil, 1º de abril de 1964.

“Pontes de Miranda diz que Forças Armadas violaram a Constituição para poder salvá-la”. Jornal do Brasil, 6 de abril de 1964.

“Multidões em júbilo na Praça da Liberdade. Ovacionados o governador do estado e chefes militares. O ponto culminante das comemorações que ontem fizeram em Belo Horizonte, pela vitória do movimento pela paz e pela democracia foi, sem dúvida, a concentração popular defronte ao Palácio da Liberdade”. O Estado de Minas, 2 de abril de 1964.

“A população de Copacabana saiu às ruas, em verdadeiro carnaval, saudando as tropas do Exército. Chuvas de papéis picados caíam das janelas dos edifícios enquanto o povo dava vazão, nas ruas, ao seu contentamento”. O Dia, 2 de abril de 1964.

“A paz alcançada. A vitória da causa democrática abre o País a perspectiva de trabalhar em paz e de vencer as graves dificuldades atuais. Não se pode, evidentemente, aceitar que essa perspectiva seja toldada, que os ânimos sejam postos a fogo. Assim o querem as Forças Armadas, assim o quer o povo brasileiro e assim deverá ser, pelo bem do Brasil”. O Povo, 3 de abril de 1964.

“Milhares de pessoas compareceram, ontem, às solenidades que marcaram a posse do marechal Humberto Castelo Branco na Presidência da República... O ato de posse do presidente Castelo Branco revestiu-se do mais alto sentido democrático, tal o apoio que obteve”. Correio Braziliense, 16 de abril de 1964.

Apoio à ditadura sanguinária

“Um governo sério, responsável, respeitável e com indiscutível apoio popular, está levando o Brasil pelos seguros caminhos do desenvolvimento com justiça social – realidade que nenhum brasileiro lúcido pode negar, e que o mundo todo reconhece e proclama”. Folha de S.Paulo, 22 de setembro de 1971.

“Vive o País, há nove anos, um desses períodos férteis em programas e inspirações, graças à transposição do desejo para a vontade de crescer e afirmar-se. Negue-se tudo a essa revolução brasileira, menos que ela não moveu o país, com o apoio de todas as classes representativas, numa direção que já a destaca entre as nações com parcela maior de responsabilidades”. Jornal do Brasil, 31 de março de 1973.

“Participamos da Revolução de 1964 identificados com os anseios nacionais de preservação das instituições democráticas, ameaçadas pela radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada”. Editorial de Roberto Marinho, O Globo, 7 de outubro de 1984.

Fonte: http://altamiroborges.blogspot.com/



Free counter and web stats