27 janeiro 2010

"A televisão me deixou burro..."


Eles não querem que as nossas crianças sejam educadas. Eles não querem que pensemos muito. Esta é a razão pela qual o nosso mundo se tornou tão cheio de entretenimento, programas de televisão, parques de diversão, drogas, álcool e todo tipo de entretenimento serve para manter o humano entretido, para que sem pensar muito não se meta no caminho das pessoas importantes. É melhor acordar e perceber que há pessoas que tomam decisões, que influenciam a sua vida e você não tem consciência disso.

Nós estamos com um grande problema! Porque você e 62 milhões de americanos estão me vendo neste momento. Porque menos de 3% de vocês lê livros. Porque menos de 15% de vocês lê jornais. A única verdade que conhecem é aquela que está nesta caixa. Agora existe toda uma geração que nunca soube nada que nunca saiu da caixa. Esta caixa é a verdade absoluta, a última revelação. Esta caixa pode construir ou destruir presidentes, papas, primeiros-ministros. Esta caixa é a força mais maravilhosa e poderosamente maldita deste mundo e, ai de nós, se algum dia cair nas mãos erradas. E quando a maior empresa do mundo controlar a maior e mais perfeita maquina de propaganda jamais criada, quem saberá que merda será tomada como verdade através da programação!

Prestem atenção... vocês prestem bem atenção: A televisão não é a verdade. A televisão é uma porra de um parque de diversões. A televisão é um circo, carnaval, uma parada de acrobacias, contadores de histórias, humoristas, cantores, malabaristas, domadores de leões e jogadores de futebol. É o business da matança do aborrecimento. Mas vocês todos estão aí sentados, dia após dia, noite após noite, todas as idades, cores e credos. Nós somos tudo aquilo que vocês sabem. Vocês começam a acreditar nas ilusões que pomos aqui, começam a acreditar que este caixote é a realidade e as vossas vidas não são reais. Vocês fazem tudo o que a caixa vos diz para fazer! Vocês vestem-se como a caixa, e comem como a caixa, criam as crianças como vêem na caixa e até pensam como os seres da caixa. Isto é alienação em massa. Seus dementes! Vocês é que são reais. Pensem: Nós somos a ilusão!

Fonte: Filme Zeitgeist.

2 Comentários:

Às 28/1/10 10:34 PM , Anonymous carlos adão disse...

Toda imprensa é tendenciosa, sempre atendendo a seus interesses, não importando se irá passar até mesmo sobre a maior lei que rege o país, a constituição nacional.
O que dizer da pior de todas, a REDE GLOBO DE ALIENAÇÃO,, que é capaz de destruir pessoas ,movimentos sociais, eleger e destruir ao mesmo tempo presidentes.(como não lembrar do caçador de marajás?)
Hoje, pelo menos no que tenho acesso, a TV aberta brasileira, vejo, praticamente quase 100% da programação ser puro lixo, raros são os programas aproveitáveis, e os mesmos estão em horários em que a maioria da população não está em frente a tv. Será que é intencional?
Pelo menos neste sentido eles estão conseguindo seus objetivos, que é a alienação da massa, mostrando sua verdade como única e soberana.
Espero que futuramente, com a popularização da internet, essa visão de massa de manobra comece a mudar, acredito que a educação será o inicio para essa preparação.
Lembrando que, MSN, ORKUT, FOFOCAS DE NOVELAS, isso para mim não é inclusão digital, o jovem possui um mundo vasto a sua frente e precisa descobrir esse mundo. A algo muito além do que ficar na mesmice.

 
Às 29/1/10 11:09 AM , Anonymous Arthurius Maximus disse...

A televisão é a menor culpada disso tudo. Afinal de contas, existe desde a década de 50 e a geração subsequente a sua criação não foi descerebrada.

O grande problema é o lixo que colocam dentro dela atualmente e a total falta de investimento numa política séria de educação e de incentivo a leitura.

Programas interessantes são colocados em horários absurdos ou relegados a sub valorização e a orçamentos pífios.

A TV Cultura, educativa e a nova Tv que Lula criou são verdadeiras odes a como não se deve fazer televisão. A programação é de péssima qualidade ou invariavelmente elaborada pra ser chata (parece intencional).

Enquanto isso, canais de qualidade, com debates interessantes, documentários, programas educativos simples (mas, bem feitos e divertidos) e outras coisas ficam relegados apenas aos canais de tv a cabo. Isso reserva o "lado bom" da televisão apenas para os que podem pagar. O resto fica a cargo do Faustão, do Gugu ou do novo amigo de Lula o Bispo Macedo.

O problema não está na televisão; está em nós.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats