10 janeiro 2010

Como ser um “classe média” – 009

Fazer a sua parte para combater a crise mundial:

A Classe Média está borrando as calças de medo da crise. Nada melhor para aprender como se comportar nessas situações, do que observando-a agir em prol da Humanidade para conter a temida depressão econômica que vem chegando ao Brasil.

A palavra de ordem é "corte". Os médio-classistas vão cortar gastos em tudo o que for possível: salário da empregada, na conta do Pet-Shop, abastecer com ácool ao invés de gasolina, ir ao salão de 10 em 10 dias ao invés de a cada semana, trocar Häagen-Dazs por Kibom, beber vinhos sul-americanos e outros sacrifícios.

O sacrifício maior, todavia, será feito pelos arautos da bondade humanitária, que são os empresários, aqueles mesmos que enchem o mundo de justiça dando emprego aos necessitados. Na ótica desses deuses, os funcionários que tiverem a honra de continuar no emprego, ouvirão de seus líderes médio-classistas as razões para a justa redução dos salários. Afinal, todos estão juntos no momento de crise, todos têm que dividir as perdas. E isso significa continuar trabalhando, mesmo ganhando menos. Afinal, sem trabalho, sem geração de renda por suas empresas, fica difícil passar fim-de-semana em Ilhabela, Angra ou Escarpas.

Fonte: http://classemediawayoflife.blogspot.com/

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats