07 novembro 2009

Bóia-fria:

Levanta bem cedo
De enxada na mão.
Segue o destino sem medo,
Com sua marmita, o café, o pão.

Trabalha na roça.
Carpe e planta.
Não tem vergonha da mão grossa,
Que semeia a terra santa.

Colhe o trigo,
Mantendo viva a geração.
Não sabe escrever seu nome,
Mas, sabe saciar a fome do irmão.

Sua caneta é a enxada.
Seu livro é a terra, o chão.
Sua escola é a roça lavrada.
Seu professor e a profissão.

O Bóia-fria é voraz trabalhador.
Sua arma é o arroz, o feijão...
Planta e colhe com muito amor,
Matando a fome da Nação.

Por: Osmar Soares Fernandes
Publicado no Recanto das Letras em 28/08/2009
Código do texto: T1779222

2 Comentários:

Às 7/11/09 12:56 PM , Blogger PROF ROBERTO disse...

Eis uma lida que as pessoas não valorizam, mas que contribuem para o sustento de milhões de pessoas....

 
Às 7/11/09 9:40 PM , Blogger Pierre disse...

Olá, Cássio. Obrigado pela visita ao Classe Média Way of Life. Todos o conteúdo está livre para reprodução, desde que citada a fonte. Um abraço!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats