22 outubro 2009

Cuidai da vida dos outros e os outros cuidam da tua:

Esta é a realidade, ninguém está imune ás estocadas da língua alheia, nossa caminhada é acompanhada passo a passo pelos atentos de plantão, há sempre alguém reparando o que estamos fazendo, que meio estamos freqüentando ou onde não estamos indo. Nossa vida está escancarada aos olhos de todos, e estamos sujeitos a todos os tipos de interpretações.

“Matos tem olhos, paredes tem ouvidos”, em pequenas ou grandes localidades, nada se faz às escondidas, por bem feito que seja, sempre há um vazamento ou outro pondo em cheque a segurança daquele que andou na contra a ordem. Todos são vítimas, muitos são agressores, o que fazemos ou deixamos de fazer, de onde viemos, o que vestimos como andamos, com que ou com quem andamos, tudo pesa na avaliação dos agentes da fofoca.

Submersos neste lodo de maldade se afloram os conceitos e os preconceitos, uma única escorregada compromete o resto de tua vida, aliás, o rótulo que te dão te acompanha além da própria vida. Sempre irão encontrar um motivo para te criticar, em uma sociedade é impossível que se viva na plenitude de ser invisível. Sem contar que neste antro de serpentes, muitos torcem por tua queda, nesta competitividade onde a inveja e o orgulho alheio predominam, muitos abominam teu triunfo.

No entanto, a grande verdade é que assim é e assim será, desde que o mundo é mundo, os olhares estão atentos a tudo, talvez a melhor saída seja relevar os falsos conceitos que fazem de ti, a melhor maneira é tranqüilizar-se em tua consciência, pois somente tu sabes de fato da tua vida o que é bom e onde teu sapato aperta. Tu sempre estarás nos extremos, enquanto para uns tu és anjo, para aqueles outros tu és demônio. Tudo também dependerá de onde os componentes da sociedade faladeira estará te olhando. Cabe a você ter cautela ou não, pois sem dúvida, alguém está cuidando de ti.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

2 Comentários:

Às 22/10/09 11:43 AM , Blogger PROF ROBERTO disse...

É hipócrita aquele que diz que não faz isso, todos fazem...à medida do possível, devemos ter noção do que e como falamos, assim evitamos os comentários ruins; é um exercício de respeito...questão de hábito....

 
Às 23/10/09 10:18 AM , Blogger Cássio Augusto disse...

Precisamos aprender a "brincar de vida"! Funciona assim: Eu cuido da minha e vc cuida da sua!

Agora, precisamos também entender que, vivemos em sociedade e que os nossos atos, por menores que sejam, geram efeitos em toda a sociedade.

Precisamos ainda entender a diferença entre individualismo e individualidade! O primeiro é ruim, o segundo é bom!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats