05 outubro 2009

Adeus a Mercedes Sosa.


Neste domingo, 04 de Outubro 2009 a música popular latino americana amanheceu de luto, Nossa América morena perdeu uma de suas mais belas e marcantes vozes. A cantora Mercedes Sosa que entoava “gracias a la vida” entre tantos outros êxitos, saiu de sena do palco da vida deixando-nos órfãos do seu talento e maestria.

Argentina de San Miguel, Mercedes Sosa destacou-se em seu país e em toda América latina por entoar melodias contra a opressão; principalmente aquelas praticadas pelos governos militares. Expulsa de sua pátria por ir contra a ordem ditatorial, Mercedes Sosa foi exilada e durante anos viveu em Paris e Madri, a ela era concedido o direito de voltar à Argentina desde que não cantasse suas músicas de cunho crítico político esquerdista.

Com a queda da ditadura na Argentina em 1984, Mercedes voltou ao seu país e ganhou notório sucesso com o espetáculo “Corazón americano”. Em suas músicas, Mercedes Sosa alertou para o sofrimento da classe pobre e sonhou com uma América latina mais justa e digna. Em “duerme negrito”, música cantada não só por ela, mas por cantores como o urugaio Alfredo Citarosa, Mercedes clamou contra a escravidão que vitima os excluídos e consagrou-se como uma das maiores interpretes deste continente e por assim dizer, do mundo.

Fica aqui nossa homenagem a esta grande cantora que nos deixou aos 74 anos e que com certeza será imortalizada nos mais longínquos rincões desta América chamada latina.

Viva Mercedes Sosa.

Viva o direito de indignar-se contra tudo aquilo que oprime e marginaliza o povo desta América grande e única.

Por: Mateus Brandão de Souza. Graduado em história pela FAFIPA.

3 Comentários:

Às 5/10/09 11:04 AM , Blogger Cássio Augusto disse...

Infelizmente, companheiro Mateus, poucos saberão de quem o texto está falando. Agora, se tivesse falecido a Britney ou algo parecido...

Precisamos descobrir e divulgar a Nuestra Música Latina!!!

 
Às 5/10/09 8:34 PM , Anonymous PROF ROBERTO disse...

Mais uma ícone da luta contra o autoritarismo nos deixa, pena que só os hermanos tiveram seguidores dessa pessoa que através da música espelhou as injustiças, onde mostrava o grito da liberdade, a expressão da verdadeira cidadania. Vá com Deus, Mercedes.

 
Às 11/10/09 11:44 PM , Anonymous carlos adão disse...

mercedes sosa, foi a maior voz dos excluídos da américa, , cantou como ninguém o sofrimento, e as anssiedades do povo latino.Eu sou suspeito em dizer, pois sempre fui fã, e para mim não existirá outra como éla.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats