30 outubro 2009

Há sempre um novo sonho:

Olhe no espelho a sua imagem...
O tempo transformou a sua idade.
São as linhas da vida
Desenhando o tempo em sua face.
Não tem como inventar mais fugas...
O corpo todo já está em choque.
Veja quantas manchas de batom
Tentando apagar seu sentimento.
Olhe quantas rugas você precisou
Para ter sua identidade.
A vida já não tem o mesmo tom.
É verdade!
São segredos consumidos pelo vento.
Ouça a voz do conhecimento.
É a força destino...
Dum passado cheio de momentos,
Dum futuro ainda tão menino.
Vá em frente! Não tenha medo!
Não fique triste, nem chore em vão.
A vida é repleta de enredo.
Renove seu coração.
Há sempre um novo dia a despertar.
Há sempre uma nova imagem a refletir.
Há sempre um novo sonho a realizar.
Há sempre um novo rosto a sorrir.

Osmar Soares Fernandes
Publicado no Recanto das Letras em 11/03/2009
Código do texto: T1480314

Por: Osmar Soares Fernandes – graduado em História pela UNIC/MT; escritor com 5 livros publicados. “Seu mundo é do tamanho do seu conhecimento”.

Pessoa Pública e o Público:

É comum vermos notícias de pessoas públicas que estão na mídia por envolvimentos em escândalos diversos ou ainda por entrevistas ou falas que comprometem não só o cidadão em sua moralidade e ética mas também a questão profissional.

Quando se é exposto ao público, a pessoa que apresenta uma situação de referência, deve tomar cuidado com as palavras que serão colocadas nos meios de comunicação, não se pode entusiasmar “achando que está podendo”, pois corre o risco de cair no ridículo e se comprometer no seu lado pessoal, social, político, empresarial, institucional.

É preciso saber ter equilíbrio no que fala e faz, porque a sociedade observa e percebe as atitudes e ações dessa pessoa pública, inclusive é matéria para manchetes em jornais, rádios e programas televisivos e às vezes pela internet.

Penso que pessoas que detêm essa “fama”, sejam discretas e mostrem, claro, quem são; porém, saibam que estão frentes a todos os tipos de público e que podem influenciar positiva e negativamente nesse povo.

Então, ficamos chocados com personalidades de todos os campos, darem “bafões”; por não saberem lidar com emoção e razão, expondo a fragilidade que o ser humano é exposto e evidenciando que não foram e/ou não estão preparados para exercerem tais funções.

Logo, leitores desse blog, pessoas devem ser íntegras, equilibradas, postura ética e moral, sinceras, honestas, justas para terem uma vida calma, tranqüila, harmoniosa, com paz, solidária e bem com todos de sua comunidade, estado e país.

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor licenciado (especialização PDE/UEM) da rede pública do Paraná; vereador na legislatura 2005-2008; candidato a prefeito nas eleições municipais de 2008.

29 outubro 2009

Comentários:

Dentre os diversos comentários de incentivo a este Blog, postados diariamente pelos leitores, um me chamou a atenção:

"Não sou de Nova Londrina. Leio seu blog, Cássio, e admiro muito o trabalho de informação que você vem fazendo em Nova Londrina e com certeza muitos alunos tem usado seu blog para trabalhos escolares, como fizeram outro dia, alunas de Mandaguari que fazem Faculdade de Administração Pública no CESUMAR. Admirei muito, pois disseram que este é o único blog do Paraná que posta resumos das reuniões da Câmara Municipal. Parabéns pela coragem do Luciano Pereira da Silva, que tem contribuído muito com os estudos de muitos alunos do Paraná e do Brasil. Parabéns a todos."

Marcelo Almeida - Alto Paraná-PR
Estudante de Administração Pública

Menores abandonados.

Dizem que este País é feliz porque o povo ainda canta nas ruas
Dizem que nossa nação não vai mal porque o povo ainda faz carnaval.
E eu queria somente lembrar que milhões de crianças sem lar
Não partilham da mesma visão
Há tristeza no seu coração.
Menores abandonados
Alguém os abandonou
Pequenos e mal amados o progresso não os adotou.
Pelas esquinas e praças estão
Desleixados e até maltrapilhos
Frutos espúrios da nossa nação
São rebentos, porém, não filhos.
E eu queria somente lembrar que milhões de crianças sem lar
Compartilham do mesmo sofrer
Já não sabem a quem recorrer.
Menores abandonados
Alguém os abandonou
Pequenos e mal amados o progresso não os adotou
Vivem à margem da nossa nação
Assaltando e ferindo quem passa
Tentam gritar do seu jeito infeliz
Que o País os deixou na desgraça.
E eu queria somente lembrar que milhões de crianças sem lar
São os frutos do mal que floriu num
País que jamais repartiu
Menores abandonados
Alguém os abandonou
Pequenos e mal amados o progresso não os adotou.

(Padre Zezinho)

Esta é a realidade promovida pelo sistema capitalista, um sistema exclusivista que deixa o ser humano sem o mínimo de dignidade. Bois não estão no abandono, pois estes são mercadorias e gera lucro a alguém, porém, gente existe aos montes, vítimas de um sistema sem partilha e que concentra riquezas nas mãos de uma minoria. Desta forma caminha a humanidade, em condições cada vez mais precária onde o abismo do abandono e da desesperança devora todos os excluídos.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em História pela FAFIPA.

27 outubro 2009

Reunião da Câmara:

A reunião da Câmara Municipal desta última segunda feira do mês de outubro começou as 20:00 para um público presente de 13 pessoas e todos os vereadores. Na pauta teve somente um Projeto de Lei e três Requerimentos. Projeto de lei-073/09 - afeta e desafeta os bens imóveis e dá outras providencias. Requerimento - 066/09 - onde se pede providencias no sentido de recuperação do asfalto no pátio do terminal rodoviário. Requerimento - 067/09 - este requerimento é muito importante pois trata sobre o fechamento da APAE, é um requerimento a ser enviado se posicionando contra o fechamento das APAES. Requerimento - 068/09 - que requere ao executivo através da secretaria de indústria, comercio e agricultura o pedido junto ao Governo do Estado uma horta comunitária.

No uso da palavra vereador Álvaro agradeceu a presença de todos falou sobre o requerimento de sua autoria onde se pede a recuperação do asfalto do pátio do terminal rodoviário, disse que a situação do asfalto está precária e também em várias ruas da nossa cidade. Falou ainda que está confiante que a administração vai solucionar esses problemas e que a chuva também tem contribuído para aumentar ainda mais os buracos nas ruas da nossa cidade.

Vereador Mario Sonsim falou sobre o requerimento que trata sobre a horta comunitária e o beneficio desta para toda a comunidade e pediu que se envie ofício ao Deputado Teruo Kato para reforçar o pedido de uma horta comunitária para o nosso município.

Vereador Otávio comentou sobre o requerimento elaborado contra o parecer - 13/09 que trata sobre o fechamento das APAES disse ser contra, pois o governo quer fazer uma lei onde alunos especiais sejam inseridos em escolas comuns, mas que não dá suporte e não fez ainda nenhuma modificação nessas escolas e que muitos alunos especiais precisam ser atendidos pelas escolas especiais, pois as escolas publicas não estão preparadas para abrigar esses alunos.

Vereador Tiago disse que é um absurdo esse parecer sobre o fechamento das APAES e espera que todos possam se unir contra essa questão.

Vereador Álvaro disse ser a favor do requerimento que trata sobre a questão das APAES e no caso poderia ser feito uma monção de repudio sobre a referida causa mas que o importante é a preocupação de todos envolvidos nessa questão tão absurda. Disse ainda que espera que todas as demais cidades possam se unir e manifestar contra esse parecer.

Vereadora Roberta falou sobre a importância das APAES para os usuários que necessitam daquela entidade e que acredita que esse parecer não vai ser assinado.

Vereador João disse que este requerimento é pequeno mas vai encontrar um batalhão de requerimentos da mesma forma encaminhados para a questão das APAES.

Vereador Tiago parabenizou o requerimento da horta comunitária.

Raimundo também parabenizou os demais requerimentos em especial o da horta comunitária, disse ainda que talvez nem precise enviar ofício a deputado para falar de horta comunitária e que se pode fazer alguma coisa por aqui mesmo.

Cláudio falou sobre a importância das hortas comunitárias para o município, mas disse que deve se reativar a horta existente no pátio da prefeitura, pois ela tem uma grande estrutura e dá para fornecer alimentos pra todas as creches e escolas do município.

Vereador Tiago fez uma visita recentemente ao pátio e pode verificar a horta existente e disse que ela, bem cuidada, dá para atender todas as escolas do município.

Vereador Otavio nas suas considerações finais falou sobre uma questão que já foi levantado na casa de leis e que precisa ser levada em consideração, que é a construção urgente de uma Capela Mortuária, pois é de uma grande necessidade. Disse que fez contatos com funerárias para tratar sobre a questão, mas não teve retorno e que alguma coisa tem que ser feito sobre a referida questão. Falou ainda sobre uma festa típica para a cidade de Nova Londrina.

Vereador Álvaro falou sobre a festa típica para Nova Londrina que é um sonho antigo da comunidade e do Fórum de Desenvolvimento e que para ser realizada essa festa precisa ter todo o apoio do executivo e que o fórum já no próximo ano juntamente com os demais parceiros estão empenhados nessa questão.

Destaque da reunião pela preocupação do legislativo na questão da horta comunitária e com razão deve se cobrar não só do executivo mas também da Secretaria de Ação Social e enviar requerimento a ela sobre o pedido de uma horta comunitária, pois o projeto de horta comunitária é do governo do estado vinculado ao MDS (ministério de desenvolvimento social), e não é difícil, pois o próprio nome já diz horta comunitária, sendo assim qualquer entidade sem fins lucrativos devidamente registrada com CNPJ e participante da sociedade civil organizada (exemplo: associação de moradores) pode fazer um projeto juntamente com a Secretaria de Ação Social do município e montar um projeto para adquirir uma horta comunitária. Creio eu que nem precisava a câmara cobrar essa ação, mas parabéns pelo requerimento, pois o trabalho da câmara é esse de fiscalizar, procurar saber como o executivo esta trabalhando com os recursos da sociedade e seu empenho na buscas de projetos para a comunidade. Sabemos das dificuldades que está o município, mas a situação das ruas de nossa cidade é caótica e mais um feriado chegando. Por falar em feriado os banheiros necessários e urgentes do cemitério municipal foram feitos?

Por: Luciano Pereira da Silva – Técnico em Gestão Pública pelo ITDE-UFPR.

24 outubro 2009

Redução do FPM: verdade ou mentira?

Prefeitos reclamam da redução dos valores do Fundo de Participação do Municípios (FPM), mas silenciam sobre os valores dos demais recursos destinados aos municípios. Acompanhe a entrevista do ativista político alagoano Paulo Bomfim ao informativo do Fórum de Controle de Contas Públicas de Alagoas. O entrevistado desvenda a questão da “redução” do FPM e esclarece as dúvidas a respeito das arrecadações municipais.



Informativo – Os prefeitos dizem na mídia que o FPM diminuiu. Aparentemente muita gente discorda dessas notícias, mas há um quase completo silêncio das entidades a respeito desse fato. Por quê?
Paulo Bomfim – Os prefeitos são pessoas poderosas. Usam o dinheiro municipal para silenciar parte da imprensa e lideranças de vários segmentos. São propagandas, ajudas, fraudes, alianças políticas, superfaturamentos etc. Há também a “cordialidade” brasileira que não nos permite discordar. Desde que do outro lado esteja alguém poderoso, é claro! Há ainda o fator alianças eleitorais. A participação de diversos partidos no mesmo palanque ou administração impede que o real debate seja feito e a população esclarecida. Como resultado desses ajuntamentos eleitorais até os partidos de esquerda ficam mudos. O próprio PT só em alguns municípios, como em São Sebastião, repudia publicamente as falas dos prefeitos. Falas que tem a nítida intenção de, isto sim, prejudicar a possível candidatura de Dilma Rousseff à Presidência ou mesmo o exercício do mandato do Presidente Lula. O ano eleitoral foi, sutilmente, antecipado pelos prefeitos que, “naturalmente”, mentem. Aliás, o PPS, em Delmiro Gouveia e, se não me engano, em Penedo, desmentiu publicamente os respectivos prefeitos.

Informativo – Mas... O FPM realmente diminuiu? Se sim, por quê?
Paulo Bomfim – Diminuiu! Só que existem muitos outros recursos municipais. A causa da redução do valor do FPM é a crise da financeirização implementada pelo neoliberalismo, que a maioria dos prefeitos apóia. A causa não é o Governo Lula, como os prefeitos dizem. Apenas os prefeitos não admitem que o neoliberalismo que tanto apóiam resultou em fracasso. O montante do FPM é formado pela soma das arrecadações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto sobre a Renda (IR). Com o objetivo de combater os efeitos da crise financeira e manter parte dos empregos, o Governo Lula reduziu a alíquota do IPI de veículos e nenhum prefeito reclamou disso ou pediu a volta da anterior alíquota. Por quê? Porque são eles que são grandes consumidores de veículos novos. Muitos desses veículos são comprados após a posse na Prefeitura, inclusive. Existem fortes indícios de roubo de muito dinheiro nas prefeituras para compra de carros. Lula reduziu também o IPI de eletrodomésticos, a chamada “linha branca”, e ninguém reclamou. Atendendo a antiga reivindicação da sociedade civil, o Governo Nacional ampliou de duas para quatro as faixas de isenção e incidência do IR. Com isso, mais pessoas deixaram de pagar o IR ou teve o valor do mesmo reduzido, em razão de ter mudado de faixa de incidência e ninguém reclamou. Até porque os senhores prefeitos e familiares são fortes beneficiados. Com essa redução da arrecadação, o montante do FPM realmente diminuiu, mas a choradeira dos prefeitos tem um objetivo não confessado. Vem aí um ano eleitoral etc.

Informativo – Dá para citar valores de algum município?
Paulo Bomfim – Dá! Vou citar o município de São Sebastião, onde resido e faço militâncias político-partidária e político-cidadã. Há aumento constante de dinheiros. Em 2005, São Sebastião teve uma receita de R$21.163.063,67; em 2006, R$29.983.903.43; em 2007, R$37.248.121,34 e em 2008, R$47.515.093,00. O FPM de cada exercício foi de R$6.965.572,45, em 2005; R$7.738.127,55, em 2006; R$8.684.903,83, em 2007 e R$10.693.448,65, em 2008. Sem esforço algum, percebe-se que o FPM representa apenas uma pequena parcela da arrecadação total. Porque o Prefeito não informa isso à população? Para tirar a dúvida é só comparar o aumento dos valores das transferências federais e estaduais no período de janeiro-junho de 2008: R$15.603.794,77 e no mesmo período de 2009: R$17.910.192,51, apesar da redução do FPM: R$5.148.968,10, em 2008 e de R$4.891.531,55, em 2009. No entanto, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) repassado pelo Estado foi de R$826.718, 18, em 2008 e de R$890.771,27, em 2009, no mencionado período. Essa situação de aumento do conjunto de recursos ocorreu em todos os municípios pesquisados pelo Fórum.Informativo – Têm também os recursos próprios? Quanto somou?Paulo Bomfim – Tem! São as receitas tributárias, que são impostos, taxas e contribuições. Além delas existem as receitas patrimoniais, agropecuárias, industrial, de serviços, de capital e outras receitas correntes. Nos anos 2005 a 2008, a soma dessas receitas foi respectivamente: R$703.758,31, R$1.036.899,41, R$1.546.821,05 e R$1.885.627,01. Aqui também houve aumento! Nesses tempos em que o Prefeito, dizendo que houve a redução do FPM, tenta dar a entender que todos os recursos diminuíram, a arrecadação própria também aumentou: R$1.169.285,09, em 2008 e de R$1.394.728,48, em 2009. A choradeira advém das tentativas de, eleitoralmente, denegrir a imagem do PT e até de encobrir a própria incompetência gestacional. Por que o Prefeito não mostra a prestação de contas à população? Ao contrário, sequer cumpre o artigo 49 da Lei de Responsabilidade Fiscal, cometendo, no mínimo, improbidade administrativa. Se o Ministério Público agisse... Cassaria sim!

Informativo – Por que o Prefeito não cita os valores do FPM, bem como de outros recursos municipais?
Paulo Bomfim – Para que a população não saiba que existe muito dinheiro. Citando apenas o FPM também dá a entender que não existem outros dinheiros. Com isso tenta fazer com que a população não reivindique os seus direitos sociais. Não cobre mais e melhores políticas públicas etc.; promove o desinteresse em fazer o controle social e, assim, possibilitar os desvios de recursos ou de finalidade. Até os aliados políticos, ou só mesmo eleitorais, são enganados. O Fórum sempre recebe esse tipo de reclamação ou envergonhas indagações, que procuram saber os valores da arrecadação ou de cada tributo ou de outro tipo de receita.

Informativo – Por que os vereadores não divulgam os valores, se são eles que os aprova e, depois, julgam a prestação de contas?
Paulo Bomfim – Ora, não dá para se iludir! A Câmara Municipal está cometendo desvios, falcatruas variadas etc. Ela fica com parte dessa dinheirama e não quer sequer dizer os salários de cada vereador. Com as exceções de costume, os nossos vereadores e vereadora perderam a credibilidade da população são-sebastiãoense. A Câmara não cumpre com suas finalidades institucionais, como fiscalizar, por exemplo. Algo chocante!Informativo – Onde conferir e localizar os valores citados?Paulo Bomfim – Eles estão espalhados na internet, em diversos sítios. Um deles é o portaldatransparencia.gov.br. Outro é o portaldatransparenciaruthcardoso.al.gov.br. No entanto, os documentos principais para alguém saber os valores e como os mesmos são gastos são a lei orçamentária anual (LOA), os balancetes e o balanço. Estes documentos devem ficar o ano todo à disposição de qualquer pessoa interessada. Devem estar na Secretária Municipal de Finanças e na Câmara Municipal. Qualquer dificuldade em obter uma cópia deles é denunciar ao Ministério Público ou à mídia. Nesses documentos estão os valores exatos da arrecadação de São Sebastião, inclusive a arrecadação do extraorçamentária e os gastos.

Informativo – Os valores citados representam muito dinheiro. Como fazer para que ele seja bem gastos?
Paulo Bomfim – Fiscalizar! Fazer controle social. Aliás, efetivar o controle social é a discussão do momento. Ontem acabei de chegar de Brasília, onde participei do “I Seminário Nacional de Controle Social”, cujo lema foi “A sociedade no acompanhamento da gestão pública”. De Alagoas foram oito pessoas. Representavam este Fórum, a “ONGUE” de Olho em São Sebastião, o Instituto Sílvio Viana e o Conselho Estadual de Saúde, Em 9 de dezembro a sociedade civil fará uma forte manifestação em Brasília e atividades em cada Estado, com o objetivo de combater a corrupção. E quanta corrupção existe em São Sebastião... Quanto superfaturamento e fraude. Mais informações sobre combate à corrupção e à impunidade no sítio http://abracci.ning.com/.

Informativo – No caso de São Sebastião, esses desvios são a razão do Prefeito dizer que o Município está quebrado?
Paulo Bomfim – Há muitos anos, o roubo do dinheiro público em São Sebastião é grande. E conta com a participação da Câmara Municipal, que, além de também desviar recursos, não fiscaliza. Em São Sebastião as mentiras ditas pelos prefeitos, inclusive na Igreja, são conhecidas há muito pela população. Essa história de o prefeito Zé Pacheco dizer que o Município está quebrado é apenas mais uma grande mentira. Por que será que ele esconde a prestação de contas? Por que será que a Câmara Municipal não quer transmitir as sessões? Por que não fazem o orçamento participativo, como determinam o artigo 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal e o Estatuto da Cidade? Na verdade, o Prefeito e a Câmara praticam improbidades e crimes. Essa é uma das razões da grande violência em São Sebastião e da falta de combate à mesma. Eles não vão querer ser e ficar presos.

Informativo – Se durante essas más administrações, alguém for prejudicado... Morrer, por exemplo?
Paulo Bomfim – Se pode pedir uma indenização, por intermédio do Poder Judiciário. Agora a pessoa prejudicada ou os familiares deve pedir a indenização da pessoa do Prefeito ou até dos vereadores e não da pessoa jurídica do Município. Pedir do “viúvo” é sempre muito fácil... Todos nós pagamos. Até quem também foi prejudicado, pois o dinheiro sai do “bolo” municipal. Por isso é importante que a indenização seja pedida da pessoa física do Prefeito ou até dos vereadores ou até deles conjuntamente, a depender de cada situação. Assim, eles seriam punidos pela irresponsabilidade que praticam, no descumprimento das leis, em especial, das leis orçamentárias.

Informativo – Essa situação pode ser estendida para todos os municípios alagoanos?
Paulo Bomfim – Sim. Sem dúvida! A população e as lideranças que realmente sejam comprometidas precisam se mobilizar e denunciar a irresponsabilidade. O problema é que a maioria sofre calada.Informativo – Bem... Este informativo agradece a entrevista.Paulo Bomfim – Obrigado, digo eu. Ressalto que estou sempre à disposição para efetivar esse debate. Com ele, informando-se os valores que o Município arrecada e fazendo o controle social, contribui-se para melhorar a qualidade de vida daqui. Concluo convocando a população para deixar o medo ou a vergonha de lado e exigir do nosso Prefeito Zé Pacheco e de nossos vereadores e vereadora melhor bem-estar social.

Entrevista extraída do Blog do Sérgio Campos
http://sergioscampos.blogspot.com/2009/10/reducao-do-fpm-verdade-ou-mentira.html

Postagem extraída do Blog Assas Atroz
http://assazatroz.blogspot.com/2009/10/prefeitos-mentem-sobre-recursos-dos.html

Perasses:

REPASSES DO GOVERNO FEDERAL – NOVA LONDRINA

JAN 638.944,75
FEV 617.769,38
MAR 469.516,63
ABR 493.036,62
MAI 628.270,09
JUN 586.414,89
JUL 464.791,01
AGO 500.566,89
SET 469.362,71
TOTAL 4.868.672,41

http://www.tesouro.fazenda.gov.br/estados_municipios/municipios.asp


REPASSES DO GOVERNO ESTADUAL

JAN 246.908,97
FEV 340.977,24
MAR 283.258,69
ABR 271.741,36
MAI 268.037,69
JUN 262.682,26
JUL 262.336,62
AGO 221.340,16
SET 242.280,84
OUT ATE 23/10 264.812,88
TOTAL 2.664.376,68

http://www.gestaodinheiropublico.pr.gov.br/Gestao/repasses/repassesmun.jsp?Param_Ano=2009&Param_CodMunicipio=737

23 outubro 2009

4º milênio:

Não haverá sexo.
O homem dará cria - seu clone.
Deus dará corda...
O mundo entrará em pane.
Ninguém ficará perplexo.
Tudo estará na moda.

A morte estará enterrada.
Será a geração do fantoche.
A divina fé estará em coma.
A Besta reinará desvairada.
A Bíblia será um deboche.
Será a glória do genoma.

Não haverá tese, nem dialética.
Não haverá amor ao próximo.
Assim, reinará o mundo da cibernética.
Tudo será protótipo.

O mundo será incolor.
Todos serão controlados por computador.
Será o idiota, homem-robô,
O sobrevivente desse mundo bobo.

Texto publicado - livro Espelho de Cristal, 7ª Edição, página 123,
Autor - Osmar Soares Fernandes - Editora Sanmartin - Curitiba/PR - 2002
Publicado no Recanto das Letras em 29/08/2009
Código do texto: T1780987

Por: Osmar Soares Fernandes

22 outubro 2009

Cuidai da vida dos outros e os outros cuidam da tua:

Esta é a realidade, ninguém está imune ás estocadas da língua alheia, nossa caminhada é acompanhada passo a passo pelos atentos de plantão, há sempre alguém reparando o que estamos fazendo, que meio estamos freqüentando ou onde não estamos indo. Nossa vida está escancarada aos olhos de todos, e estamos sujeitos a todos os tipos de interpretações.

“Matos tem olhos, paredes tem ouvidos”, em pequenas ou grandes localidades, nada se faz às escondidas, por bem feito que seja, sempre há um vazamento ou outro pondo em cheque a segurança daquele que andou na contra a ordem. Todos são vítimas, muitos são agressores, o que fazemos ou deixamos de fazer, de onde viemos, o que vestimos como andamos, com que ou com quem andamos, tudo pesa na avaliação dos agentes da fofoca.

Submersos neste lodo de maldade se afloram os conceitos e os preconceitos, uma única escorregada compromete o resto de tua vida, aliás, o rótulo que te dão te acompanha além da própria vida. Sempre irão encontrar um motivo para te criticar, em uma sociedade é impossível que se viva na plenitude de ser invisível. Sem contar que neste antro de serpentes, muitos torcem por tua queda, nesta competitividade onde a inveja e o orgulho alheio predominam, muitos abominam teu triunfo.

No entanto, a grande verdade é que assim é e assim será, desde que o mundo é mundo, os olhares estão atentos a tudo, talvez a melhor saída seja relevar os falsos conceitos que fazem de ti, a melhor maneira é tranqüilizar-se em tua consciência, pois somente tu sabes de fato da tua vida o que é bom e onde teu sapato aperta. Tu sempre estarás nos extremos, enquanto para uns tu és anjo, para aqueles outros tu és demônio. Tudo também dependerá de onde os componentes da sociedade faladeira estará te olhando. Cabe a você ter cautela ou não, pois sem dúvida, alguém está cuidando de ti.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

20 outubro 2009

Reunião da Câmara Municipal:

A reunião da Câmara Municipal do dia 19 de outubro de 2009 se deu inicio as 20:00 com a presença de todos os nobres vereadores e um público de 12 pessoas. Após lida e aprovada a ata da reunião anterior foram para os trabalhos desta reunião, onde teve a entrada de vários projetos e um requerimento.

Destaquei aqui os projetos de leis-067/09 - que autoriza a abertura de credito adicional suplementar no orçamento, valor R$ 28.000.00 (vinte e oito mil reais). Esse recurso é destinado para a área da Assistência Social, sendo de muita importância. Projeto de lei-069/09 - que trata sobre a reorganização da estrutura administrativa do município (agentes políticos e cargos comissionados). Projeto de lei -070/09 – que estabelece o orçamento programa do município para o exercício financeiro de 2010. Projeto de lei-071/09 - abertura de credito adicional suplementar no valor de R$ 288,000.00 (duzentos e oitenta e oito mil reais). Projeto de lei-072/09 - de abertura de credito adicional suplementar no valor de R$ 2,508.00 (dois mil quinhentos e oito reais) e o requerimento-065/09 - de autoria do vereador Álvaro onde se pede providencias no sentido de se fazer a jardinagem e embelezamento da praça dos pioneiros.

No uso da palavra o vereador Vico falou sobre o projeto de lei que o presidente enviou para as comissões para ser analisado, pois o mesmo não estava de acordo e foi preciso passar por algumas alterações, conforme parecer jurídico atestado ao referido projeto. Falou ainda sobre o beneficio que o projeto de lei -069/09, pois o mesmo vai exonerar 5 (cinco) cargos comissionados.

O presidente enviou o projeto de lei - 070/09 - para as comissões da casa.

Na aprovação do projeto-069/09 o vereador Álvaro falou sobre a necessidade de o mesmo ter sido enviado para as comissões, pois o mesmo estava irregular sendo feito várias modificações devido alguns erros encontrados e que é importante todos os projetos complexos terem sua avaliação pelas comissões da casa.

Na aprovação do projeto de lei -071/09 - que é de abertura de credito no valor de R$ 288.000,00 vereador Álvaro disse que deveria ser melhor analisado e que não se votasse naquela reunião pois o mesmo era de um valor um pouco elevado. Mas não teve jeito o projeto foi votado assim mesmo.

Depois das discussões e aprovação dos projetos que deram entrada na casa, foi para a aprovação do requerimento-065/09 - que se pede providencias no sentido de se fazer a jardinagem e embelezamento da praça dos pioneiros.

No uso da palavra o vereador Álvaro falou sobre o requerimento que é de sua autoria onde muitas pessoas e comerciantes cobram ele por melhorias naquele local, pois a praça ficaesta na área central da cidade.

Vereador Vico enalteceu o requerimento do vereador Álvaro e falou que a situação da praça dos pioneiros realmente não está muito apresentável, disse que tem muitas prioridades, mas que a praça realmente precisa de uma reforma urgente.

Vereador Mario Sonsim, no uso da palavra falou sobre os trabalhos da casa de leis e que nessa administração quando o presidente convoca os secretários para explicar sobre diversas situações eles se fazem presentes. Falou ainda sobre o campeonato comerciário que teve na cidade e o sucesso que teve o evento. Falou sobre o bom trabalho que a secretaria de esportes vem desenvolvendo em prol da cidadania em Nova Londrina e seu apoio para os eventos.

Vereador Álvaro agradeceu a presença de todos e disse que nossa presença naquela casa é que dá mais motivação e apoio para eles trabalharem em prol do desenvolvimento de Nova Londrina. Falou ainda sobre uma posição clara do Executivo sobre os requerimentos que estão sendo aprovados e enviados para o mesmo e que dê uma posição de como estão e porque não foram executados ainda.

Vereador Cláudio pediu que se envie um oficio ao DER para que este possa ver sobre o pedido de redutores de velocidade na saída para Marilena, saber porque não foram colocados ainda.

Vico pediu que se deve entrar em contato com o Executivo para ver como fica a situação do Ginásio de Esportes, pois o piso da quadra oferece muitos riscos aos usuários daquele local disse que deve ver sobre uma verba ou dotação orçamentária para fazer uma reforma urgente no ginásio. Falou ainda que hoje em Nova Londrina não tem uma tabela para a pratica do basquete nos ginásios e quadras de esportes em Nova Londrina e que deve se cobrar do Executivo uma posição de como estão os requerimentos e que se envie ao Executivo, ofício para que este dê uma melhor atenção aos requerimentos enviados pelo legislativo, mas claro, que tudo dentro das possibilidades da administração.

Vereador Raimundo parabenizou o trabalho da secretaria de esportes, agradeceu a presença de todos, falou sobre os projetos que deram entrada na casa e encerrou.

O presidente pediu que se envie os ofícios solicitados naquela casa aos seu respectivos destinos e pediu ainda que se envie ao executivo um ofício para que este possa informar quais e quantos cargos comissionados foram ocupados nesta gestão. Agradeceu a presença de todos e continua conclamando a todos que se façam presentes na casa para acompanharem os trabalhos em prol de Nova Londrina.

Destaque para os projetos que foram enviados para as comissões. Destaque para o projeto que vai reduzir o números de cargos comissionados de 67 para 62. Nossa! Só cinco mas já está bom né! Espero que não se criem outros com novas nomenclaturas. Destaque pelos vereadores que já começam a se preocupar com o Executivo que não resolve a questão dos requerimentos que são enviados até ele. Ou a coisa está feia ou é muito requerimento e pouca vontade... mas não, é culpa do antecessor que culpa o antecessor que culpa o antecessor....é o Brasil. Portanto, seu voto faz a diferença e temos tudo nas nossas mãos para mudar e melhorar a qualidade sócio-econômica da nossa querida Rainha do Noroeste, que esta levando mais um título triste... Rainha dos Buracos.

Por: Luciano Pereira da Silva – Técnico em Gestão Pública pelo ITDE-UFPR.

17 outubro 2009

Reunião da Câmara Municipal:

A reunião da câmara foi realizada nesta terça feira dia 13 de outubro devido ao feriado na segunda. A reunião teve a presença de todos os vereadores e um público de 25 pessoas entre os quais funcionários do Clube do Irmão Caçula.

Destaquei alguns projetos e requerimentos que deram entrada na casa de leis. Projeto de lei 065/09 - que autoriza o município a adquirir bem imóvel que será destinado a construção da Biblioteca Cidadã. Projeto de lei 066/09 - de abertura de credito adicional (esse recurso será destinado ao clube do Irmão Caçula, através do Fundo Municipal de Assistência Social). Projeto de lei 067/09 e 068/09 - de aberturas de créditos adicionais. Ainda o requerimento - 063/09 - que trata sobre fazer e refazer toda a sinalização de transito do Município de Nova Londrina. Requerimento 064/09 - solicitando a construção de uma pista de Cooper na Praça Santos Dumont (saída para Marilena).

Vereador Otávio falou sobre o projeto de compra de parte de terreno que se destina para construção da Biblioteca Cidadã, que vai ser construída bem próximo da creche escola. Falou sobre o requerimento que se pede a sinalização de todo o perímetro urbano e sobre o requerimento de autoria do vereador Álvaro e dele onde se pede a construção de uma pista de Cooper na praça Santos Dumont.

O presidente enviou o projeto de lei 067/09 – de abertura de credito adicional para ser analisado pelas comissões constituídas.

Vereador Álvaro falou sobre o projeto da Biblioteca Cidadã sendo este um belo projeto do Governo do Estado para vários municípios do Paraná, e que sua localização naquela área ficou perfeito visto que está perto de escolas e que vai beneficiar muito os estudantes do nosso município.

Vereador João Bombeiro falou sobre o projeto 068/09 - sendo este um projeto de muita necessidade e urgência, pois é destinação de recursos para o Clube do Irmão Caçula, visto que esse clube faz um belíssimo trabalho de amparo às crianças das famílias necessitadas.

Vereador Mário pediu que se envie ofício ao deputado Teruo Kato para que o mesmo possa ajudar no projeto de sinalização do município.

Edil Tiago disse que é uma pena o município não ter um local apropriado para a pratica do Cooper, mas que a praça Santos Dumont é o único local no momento que dá para se fazer uma adequação e implantação da pista de Cooper, e que se possam implementar o local com uma academia ao ar livre.

Nas explicações pessoais, vereador Otavio falou sobre a necessidade urgente de uma reforma e revitalização da quadra de esportes da 180 casas que se envie ofício ao órgão competente para que se tome as devidas providencias, pois está numa situação de total abandono. Disse ainda na questão do salário das Agentes de Saúde, que elas vão receber um aumento de 10% (dez por cento) através da insalubridade sendo que elas vão receber em torno de cinqüenta reais a mais nos seus vencimentos. Falou ainda que este foi um compromisso do executivo com ele e se isto não acontecer deve todos os demais vereadores se manifestar e procurar o executivo para que o compromisso seja honrado. Agradeceu a presença das funcionarias do Clube do Irmão Caçula pelo empenho delas no trato com as crianças e encerrou sua fala.

Vereador Tiago, falou sobre a importância do Clube do Irmão Caçula para a comunidade e também sobre a atual situação da quadra de esportes da 180 casas. Pediu ainda que se envie ofício ao Executivo e ou Secretario de Viação e Obras para que possa ver sobre a situação dos ônibus que levam os alunos para a faculdade, pois os mesmos estão com os pneus em situação precária colocando em risco a vida dos estudantes que utilizam do transporte. Fez algumas ponderações e encerrou.

Raimundo falou sobre a situação da quadra da 180 casas e que ele como morador daquele local e com parentes que ali reside sempre procurou zelar pelo local, mas devido as dificuldades foi interrompido um trabalho que ele fazia naquele local, mas que agora possa ser feito algo.

Vereador Álvaro falou sobre seu requerimento na questão da praça Santos Dumont e sobre o salário das agentes de saúde, pois foi uma luta muito grande para se conseguir esse aumento, disse que elas mereciam mais, mas que este valor já ajuda muito. Falou sobre o bairro da 180 casas da quadra de esportes e que no dia 29 de novembro o Fórum de Desenvolvimento, junto com os demais parceiros, estarão desenvolvendo o projeto "O meu bairro é um show", onde vai ter um evento aberto ao público com varias atividades para toda aquela comunidade.

Vereadora Roberta falou que o aumento das agentes de saúde não é muito, mas que esse foi o primeiro e que futuramente vão ser feitas as adequações necessárias.

Depois, o presidente passou a palavra ao sr João Paulo Giaccobo, atual Secretario de Indústria, Comercio e Agropecuária, onde este explicou sobre questões ambientais e sobre a situação do lixo que está sendo depositado no pátio da prefeitura. Fez mais algumas ponderações e encerrou.

O presidente fez suas ponderações finais sobre a reunião, agradeceu a representante do Clube do Irmão Caçula, o secretario Giaccobo, as funcionarias do clube e continua convidando a todos para que se façam presentes às reuniões da casa de leis.

Parabéns mais uma vez pelo presidente da casa em enviar projetos para as comissões para serem melhor analisados. Até que enfim olharam para a situação da quadra da 180 casas. Depois de tantos falatórios e cobranças e a excelente cobertura por parte deste Blog, saíram os famosos, necessários e urgentíssimos redutores de velocidades na avenida principal do Conjunto Aeroporto e na Carlos Ghering (Vila Andradina). Mas tenho dúvidas: será que foram as cobranças da população que surtiram efeito ou ia pegar mal pagar o asfalto sem os tão necessários redutores? e você o que acha?

Por: Luciano Pereira da Silva – Técnico em Gestão Pública pelo ITDE-UFPR.

16 outubro 2009

Conversa aos pés do homem

Deixei distante a família
Pra vir a Brasília senhor presidente
Conduzido por um tema de um sério problema
Que acaba com a gente
Minha bagagem é o fracasso
Mas trago um abraço dos amigos meus
Deixei toda a santaiada e fiz a jornada
Pra falar com Deus
Por não marcar audiência
Com sua excelência se eu for barrado
Alguns dos seus constituintes
Que são meus ouvintes transmita o recado
Não peço terra de graça, mas que algo faça
Pra isso é que eu venho
Por uma ajuda de custo
Não sei se é justo perder o que eu tenho
Quando eu colhi meu café
Eu pensei até em ser bom começo
Mas como foi tabelado
Eu fui obrigado a vender no seu preço
Somente as terras que haviam
Dei por garantia no financiamento
Foi quando veio a geada
E na área plantada colhi dez por cento
O banco quer minhas terras
Já tombei na guerra na luta roceira
Para salvar meu futuro que o senhor procuro
Por minha trincheira
Mesmo o gerente do banco mostrava ser franco
E meu grande amigo
Com esta queda maldita
Agora ele evita de falar comigo
Minha herança de roça
É essa mão grossa que trago por prova
Creio senhor presidente ser eficiente
A república nova
Pensava em ser tão feliz
De tudo eu fiz pra não perder o nome
Mas minha fé me alicerça
Com essa conversa aos pés do homem

Composição: Tião Carreiro e Lourival dos Santos

Clássico da nossa música Raiz, Conversa aos pés do homem foi composta numa época de declínio da produção do café. O tabelamento dos preços medida adotada no governo do então presidente da República José Sarney e as fortes geadas de meados dos anos 80, vitimaram o pobre produtor rural. Passaram-se algumas anos, e o pequeno produtor rural ainda pede por socorro, fazendo esta composição algo ainda recente.

Por Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

14 outubro 2009

Dia do Professor:

15 DE OUTUBRO: PARABÉNS A TODOS OS PROFESSORES E A todas AS PROFESSORAS QUE SE DEDICAM EM PROL DA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, FORMANDO CIDADÃOS QUE POSSAM MELHORAR NOSSO PAÍS.

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias"

“O sucesso é um professor perverso. Ele seduz as pessoas inteligentes e as faz pensar que jamais vão cair”. (Bill Gates)

“Não basta apenas ser professor, é preciso ser mestre na arte de ensinar”. (Vanessa Pena)

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor licenciado (especialização PDE/UEM) da rede pública do Paraná; vereador na legislatura 2005-2008; candidato a prefeito nas eleições municipais de 2008.

"Selinho" é inocente ou tem significado sexual?

No mês de setembro de 2009, foi preso em Fortaleza um turista italiano, na piscina de um hotel, por ter dado um beijo nos lábios da filha de 8 anos. Esse "caso de polícia" fez com que se discutisse a atitude cultural do "selinho" que, para muitas pessoas, têm forte conotação sexual, principalmente entre pais e filhos. Segundo a esposa brasileira, indignada com a prisão do marido, essa é apenas uma forma inocente que se usa na família deles para demonstrar afeto. De fato, até amigos trocam um "selinho", de vez em quando. A questão é: a moda do selinho é inocente? Ou ele sempre deve ser evitado, pois tem apelo sexual?

Essa situação inusitada pensada sob esses dois aspectos acima citados deve levar em consideração a questão social e psicológica. Social porque é cultural e costume de uma certa nacionalidade ou ainda em uma determinada família. Psicológica porque é necessário que os pais e filhos saibam os limites dessa forma de carinho em determinada fase de crescimento dessa criança.

O selinho frequente pode levar a criança a considerar natural esse tipo de manifestação entre amigos na escola, por exemplo, o que pode trazer problemas. Para evitar essa situação, os pais devem explicar que há algumas formas de carinho que fazemos apenas com quem temos intimidade, em família. Ela precisa estar ciente de que nem tudo que faz em casa, com os pais e irmãos, pode ser feito entre outras pessoas. As culturas de outras famílias também precisam ser respeitadas. E a melhor forma de fazer a criança compreender isso, é com uma boa conversa.

Bom, como estamos no Brasil, um país com muitos contrastes, a questão social é complexa, já que pessoas não têm conhecimentos aprofundados e também o fato de nossa educação estar voltada para os bons costumes, segundo os preceitos religiosos e de uma sociedade preconceituosa.

O que podemos analisar é que situações tidas como constrangedoras para nossa população, procurarmos contribuir em trazer informações que levem as pessoas a formarem opiniões e, assim, terem a capacidade para irem atrás de verdades antes de omitirem qualquer manifestação equivocada.

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor licenciado (especialização PDE/UEM) da rede pública do Paraná; vereador na legislatura 2005-2008; candidato a prefeito nas eleições municipais de 2008.

10 outubro 2009

Imparcialidade:

Segundo o dicionário Michaelis:

Imparcial: Que não é parcial. Justo, reto.
Parcial: Que é parte de um todo. Que, num litígio, é favorável a uma das partes.

A imparcialidade é um mito, isto é, uma fábula, algo que não existe, mas que foi inventado por um determinado grupo para convencer outro grupo. Exemplos de mitos: Hércules, Rômulo e Remo, Adão e Eva, dilúvio e também a imparcialidade da imprensa.

Nenhum ser humano pode ser imparcial pelo simples motivo de que todo ser humano é um “ser social”. Em outras palavras, quando um ser humano nasce, quem primeiro escreve em sua “folha de papel em branco”, são seus pais e familiares. Quando o sujeito pega a caneta para escrever a sua própria história, já está influenciado por uma série de pensamentos, idéias, atitudes, etc, que o circundam desde o seu nascimento (poucos conseguem escapar deste determinismo). Se é assim, quem que escreve as notícias na imprensa, senão um ser humano, agente social, já influenciado pelo mundo ao ser redor? O mesmo se diz de um historiador, pedagogo, professor, etc.

É muita ingenuidade querer que um órgão de imprensa seja parcial. Nenhum é e nem nunca o será. Por exemplo, no Brasil, há os de “direita” (Veja, Isto É, Folha e Estadão) e os de esquerda (Caros Amigos, Carta Capital e Brasil de Fato) e assim caminha a humanidade.

A grande discussão se faz, e penso que esta é a discussão pertinente, no sentido do discurso que parte da imprensa, principalmente a de direita, faz sobre a sua “imparcialidade”. Uma falácia.

O motivo é simples. Devemos sempre nos perguntar: Quem paga, por exemplo, o jornalista da Veja? Você logo dirá que são os donos da Editora Abril. Certa resposta. Mas quem “banca” os donos da Editora Abril, senão os seus anunciantes, as propagandas? Se você der uma simples folheada na Revista Veja, verá que mais da metade das páginas contém propaganda, e geralmente de empresas multinacionais, ligadas ao grande capital. Ora, então é compreensível o seu discurso entreguista.

Assim, algum veículo de comunicação é totalmente imparcial? Não. No entanto, por exemplo, há aqueles veículos que têm a sua parcialidade baseada tão somente na consciência daqueles que o escrevem. Em outras palavras, há veículos que não possuem “costas quentes”, “anunciantes mandando” ou mesmo “políticos por trás” decidindo os seus rumos.

Neste sentido, este Blog pode ser considerado imparcial, pois as pessoas que aqui postam os seus textos não são “mandados” por ninguém. Todo o conteúdo vem “das suas cabeças”, não passa pelo crivo de quem quer que seja, mas tão somente de suas próprias consciências.

É esta democratização possibilitada pela Internet, que tem assustado, indignado e feito políticos do Brasil inteiro, “perder a cabeça”, deixar a civilidade de lado e esquecer os princípios básicos da democracia.

09 outubro 2009

O deus dinheiro:

É o sonho de todos.
É o desejo do povo.
É o deus do homem...
Dá fama!
Mata a sede, a fome...
Poucos têm no baú
Esse tesouro.

É sagrado, desejado,
É poder!
Quem tem compra o perdão, o céu.
Quem não tem, resta no inferno arder.
Outros, "olham com os olhos,
lambem com a testa."

Todo mundo tem o seu preço.
Cada um vale o que tem.
Uns têm até do avesso.
Outro, nem um vintém.

Tem rico que antes de morrer,
Paga o congelamento do seu corpo...
Tem a esperança de voltar a viver,
Deixar de ser morto e reinar de novo.

A gente, às vezes, vale o que tem no bolso.
No grande livro, todo mundo terá seu troco...
Aqui na terra o homem é cego pelo ouro.
O deus dinheiro deixa todo mundo louco.

Osmar Soares Fernandes
Publicado no Recanto das Letras em 29/08/2009
Código do texto: T1781029

08 outubro 2009

08 De Outubro, dia do nordestino?

“Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas nunca esmorece, procura vencê,
Da terra adorada, que a bela cabôca
Com riso na bôca zomba no sofrê.
Não nego meu sangue, não nego meu nome,
Olho para fome e pergunto: o que há?
Eu sou brasilêro fio do Nordeste,
Sou Cabra da Peste, soudo Ceará”

(Patativa do Assaré)

Isto é coisa de sulista”, assim diriam os nordestinos ao saber que há um dia no ano dedicado exclusivamente aos filhos do nordeste.

Dar aos nordestinos um dia especial seja talvez, a maneira mais inconsciente possível de explicitar o preconceito contra os mesmos, uma vez que este preconceito é muito maior que os quilômetros territoriais que separam norte e sul no Brasil, ou seja; a distancia que separa o nordestino do sulino é maior psicológica que geograficamente.

Quando pelas terras do sul se fala em nordeste, muitos tem a idéia de um povo flagelado de um povo pedinte e acima de tudo, de gente que nada faz e só espera a providencia do sul. È muito fácil julgar as atitudes, os procedimentos alheios sem o conhecimento de causa, criticar baianos, cearenses, alagoanos, piauienses, sergipanos entre tantos outros apenas pela idéia de um povo martirizado pela seca é ignorar a verdadeira identidade destes habitantes do norte e nordeste de um “continente” chamado Brasil.

Aderir a um movimento separatista apenas para livrar-se do nordeste como se ele fosse um fardo, seria muita petulância e ignorância do sul, que alimenta a idéia anti-social de que carrega o nordeste nas costas. Esquecem-se ainda os separatistas que a divisão já existe e que uma barreira impermeável separa e esconde a verdadeira realidade dos bravos Paraíbas.

Por Mateus Brandão de Souza. Graduado em história pela FAFIPA.

06 outubro 2009

Reunião da Câmara:

A reunião da câmara desta segunda feira dia 05 de outubro do ano de dois mil e nove começou as 20:00 com um público presente de 8 pessoas e com todos os vereadores.

A pauta teve vários projetos e dois requerimentos. Dois projetos o presidente retirou da pauta e mandou para as comissões, para serem analisados. São os projetos de leis-063/09- que é de abertura de credito adicional suplementar no orçamento vigente, valor r$ 100.500,00(cem mil e quinhentos reais). Projeto de lei-064/09- que altera os anexos II, III e IV da Lei Municipal n 1.583/04. Reorganizando a estrutura administrativa do poder executivo.
Foram aprovados em segunda discussão o projeto de lei-048/09 -sobre o PPA. E o projeto de lei-049/09- que dispõe sobre a LDO, também em segunda discussão. Também dois requerimentos de autoria do vereador Álvaro Guilherme: requerimentos 061/09-solicitando providencias em dar manutenção nas luminárias da Praça Santos Dumont', (saída para Marilena). Pela justificativa do vereador, por estar localizada na entrada da cidade e muito tempo estar sem a iluminação devida essa praça tem servido para mau uso por certas pessoas que ali vão para praticar atos libidinosos e consumos de bebidas alcoólicas e drogas. Requerimento-062/09-solicitando providencias em identificar os veículos, tratores e equipamentos da prefeitura com emblemas e escritas. Pela justificativa do vereador essa ação irá ajudar na identificação de pessoas estranhas utilizando esses meios de transportes e contribuirá como forma de fiscalização do patrimônio público.

Vereador Álvaro, no uso da palavra falou sobre os requerimentos de sua autoria que pede providencias no sentido de melhorias naquela praça e sobre o requerimento que trata sobre os veículos públicos serem identificados. Parabenizou o presidente por enviar os projetos de lei 063/09 e 064/09 para serem analisados pela comissão e não serem votados naquela reunião, pois os mesmo precisam serem bem analisados e não assim de última hora enviado pelo executivo e ser aprovado em primeira discussão.

Cláudio parabenizou o requerimento do vereador Álvaro sobre a Praça Santos Dumont e disse que já tem um projeto para a referida praça.

Vico manifestou seu apoio ao vereador Álvaro pela iniciativa e disse que realmente aquele local precisa de uma reestruturação adequada e urgente podendo ali também ter a instalação de uma academia ao ar livre.

Raimundo manifestou seu apoio ao requerimento do vereador Álvaro, mas que não viu no mandato anterior tanta preocupação dele com aquela praça. Sobre o requerimento de identificação dos bens públicos, disse ser também favorável e que eles pediram isso por quatro anos atrás e não foram atendidos. (quem sabe agora sai né)

Vereador Álvaro falou que espera um trabalho nesse sentido visto que esperou nove meses e não viu ser concluído tudo isso, portanto pediu o requerimento.

Depois, nas considerações finais, vereador Tiago falou sobre sua viagem ate a cidade de Faxinal do Céu, onde foi participar do programa nacional de capacitação para gestores ambientais e que Nova Londrina vai ganhar muito na questão do meio ambiente com este projeto. Vereador Álvaro nas considerações finais disse sobre a aprovação dos seus requerimentos pela casa de leis, agradeceu os presentes entre os quais o sr. Mirani e o Olívio Boss Júnior, também ao atleta que tem levado o nome de Nova Londrina para todo o Brasil através do esporte o maratonista Aparecido Gomes Larazarini (Tico), que se fazia presente na reunião. Falou sobre o Fórum de desenvolvimento e o projeto meu bairro é um show que esta para ser feito na 180 casas.

Vereador Raimundo elogiou o maratonista Tico pelas brilhantes conquistas e desejou sucesso e todo o apoio a ele. Também se mostrou revoltado com a situação do município, visto que já se passaram nove meses e até agora não conseguiram fazer aquilo que almejam para a população. Disse ainda que é um homem que não gosta de mentiras e já está cansado de ver tantas coisas que não esta de acordo com sua conduta política, visto que as cobranças por parte da população são muito grandes. Falou sobre o endividamento do município e que não está fácil fazer alguma coisa.

Vereador Vico falou sobre o salário das agentes de saúde, que ele faz parte da comissão e disse ser difícil trabalhar sozinho, pois embora seja responsável pela comissão, todos os vereadores devem estar envolvidos com essa questão. Disse que fez levantamentos sobre salários de agentes de saúde em cidades da região e elas também não cumprem a portaria. Parabenizou o maratonista Tico e disse a ele que tem todo o seu apoio.

Cláudio falou ao vereador Vico que não precisa se preocupar mais com a questão da rua no Parque Industrial, que ele já tinha feito a abertura da rua. Em resposta ao vereador Raimundo, que disse que ele também tem culpa em ações do mandato anterior, Cláudio disse que tem culpa a muito tempo, pois está acompanhando o oitavo mandato de prefeito e disse que a dificuldade do setor de viação e obras é muito grande pois é o que menos recebe recursos para manter a infra estrutura do município.

O presidente agradeceu a presença de todos, parabenizou o atleta Aparecido Larazini (Tico) lhe desejando muito sucesso. Continua conclamando a todos para que se façam presentes na casa de leis para acompanhar os trabalhos em prol do desenvolvimento de Nova Londrina.

Destaque para atitude do presidente em enviar projetos para serem analisados pelas comissões, mostrando que o poder legislativo tem que ser independente e íntegro. Agora, vereadores revoltados porque a coisa não andam... imagine o povo então.

Por: Luciano Pereira da Silva – Técnico em Gestão Pública pelo ITDE-UFPR.

05 outubro 2009

Adeus a Mercedes Sosa.


Neste domingo, 04 de Outubro 2009 a música popular latino americana amanheceu de luto, Nossa América morena perdeu uma de suas mais belas e marcantes vozes. A cantora Mercedes Sosa que entoava “gracias a la vida” entre tantos outros êxitos, saiu de sena do palco da vida deixando-nos órfãos do seu talento e maestria.

Argentina de San Miguel, Mercedes Sosa destacou-se em seu país e em toda América latina por entoar melodias contra a opressão; principalmente aquelas praticadas pelos governos militares. Expulsa de sua pátria por ir contra a ordem ditatorial, Mercedes Sosa foi exilada e durante anos viveu em Paris e Madri, a ela era concedido o direito de voltar à Argentina desde que não cantasse suas músicas de cunho crítico político esquerdista.

Com a queda da ditadura na Argentina em 1984, Mercedes voltou ao seu país e ganhou notório sucesso com o espetáculo “Corazón americano”. Em suas músicas, Mercedes Sosa alertou para o sofrimento da classe pobre e sonhou com uma América latina mais justa e digna. Em “duerme negrito”, música cantada não só por ela, mas por cantores como o urugaio Alfredo Citarosa, Mercedes clamou contra a escravidão que vitima os excluídos e consagrou-se como uma das maiores interpretes deste continente e por assim dizer, do mundo.

Fica aqui nossa homenagem a esta grande cantora que nos deixou aos 74 anos e que com certeza será imortalizada nos mais longínquos rincões desta América chamada latina.

Viva Mercedes Sosa.

Viva o direito de indignar-se contra tudo aquilo que oprime e marginaliza o povo desta América grande e única.

Por: Mateus Brandão de Souza. Graduado em história pela FAFIPA.

03 outubro 2009

Marina Silva, PV e as eleições de 2010:

Marina Silva, filha de serigueiros, alfabetizada aos 16 anos de idade, quando foi estudar em um colégio de freiras em Rio Branco, no Acre, onde teve contato com a Teologia da Libertação, embora hoje seja da Igreja Assembléia de Deus. Entrou na Universidade Federal, formou-se em História, companheira de luta do grande Chico Mendes, fundadora da CUT e do PT no Acre. Senadora da República, ex-Ministra do Meio Ambiente. Uma vida de amor e luta em defesa da natureza.

Depois de ver algumas derrotas de seu ministério, contra o Agronegócio, que a cada dia destrói mais e mais a floresta amazônica e os produtos transgênicos, que destroem o ciclo da natureza, Marina Silva entra no PV e promete ser a condutora da utopia, coisa que o PT soube bem fazer até chegar ao Governo Federal.

As eleições de 2010 têm tudo para ser das mais concorridas. Primeiro pelo fato de não contar com Lula, que desde 1989 disputou todas as corridas presidenciais. Segundo, pela gana com que o PSDB/DEM vão entrar na corrida para voltar ao Planalto. Terceiro, pela provável presença de três mulheres com fortes chances: Heloisa Helena, Dilma Roussef e Marina Silva.

Quanto ao PV, o partido tem tudo para se tornar o paladino da utopia do “um outro mundo possível” no Brasil. Gabeira mostrou isso nas eleições para a prefeitura do Rio, e agora com Marina Silva, pode ganhar uma projeção nacional. O perigo é nas cidades pequenas, o PV cair nas mãos de “politiqueiros” sem muita identificação com a causa ambiental, mas servindo apenas com “legenda de aluguel” para eleições municipais.

Como foi tema de alguns comentários neste Blog, será que o PV local encamparia uma discussão, que envolveria toda a sociedade novalondrinense, sobre, por exemplo, a “queimada da cana”, a mata ciliar do ribeirão do Tigre, a coleta de lixo seletiva e a área de reserva legal em cada propriedade rural?

02 outubro 2009

Rio de Janeiro - Olimpíadas 2016:

Sexta-feira, dia 02 de outubro de 2009, tornou-se um dia significativo para o Brasil e brasileiros que terão a oportunidade em receber as Olimpíadas na cidade do Rio de Janeiro. Não é a primeira vez que se busca essa conquista, agora, vem em um momento social-econômico-político interessante. Social, porque um evento desse porte, beneficiará não só a cidade, mas a população fluminense, desde aqueles moradores das comunidades aos grandes empresários dos diversos ramos; sem falar que o país ganhará em potencial por sediar a primeira olimpíada na América do Sul. Econômico, porque haverá um investimento na infraestrutura da cidade como um todo e o retorno será com entrada de capital estrangeiro que estará em circulação nos 17 a 18 dias das competições esportivas. Político, porque no cenário internacional nosso país estará dando um passo extraordinário de uma potência emergente consolidada pela política em diminuir as desigualdades sociais e educacionais, favorecendo as políticas públicas no esporte; resgatando a cidadania. No campo nacional, não sejamos hipócritas, podemos dizer que fortalece as candidaturas do atual Governador Estado do Rio para a reeleição em 2010, o Prefeito da cidade do Rio que vai estar em alta para 2012 e o Presidente que o credenciará a uma futura volta em 2014, podendo até transferir essa popularidade ao candidato ao pleito em 2010. Parabéns Brasil e ao povo brasileiro, “chegou a hora, nós podemos, vamos fazer e temos condições.”

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor licenciado (especialização PDE/UEM) da rede pública do Paraná; vereador na legislatura 2005-2008; candidato a prefeito nas eleições municipais de 2008.

Sangra-Seca

Minha casinha era de barro,
Era coberta de bambu.
Tinha marmita... não tinha prato...
Minha vida era azul.

Ali nasci, cresci, brinquei.
Jogava bola, imitava o rei.
Na Sangra-Seca não tive fome.
Na escolinha escrevi meu nome.

Lá, um era amigo do outro.
A palavra valia ouro...
Todo mundo era da roça.
Ninguém tinha vergonha da mão grossa.

A lavadeira lavava a roupa
Numa fonte de água doce.
Minha mãe gritava doida:
"Vem menino comer a sopa!"

Eu era feliz e não sabia.
Tudo lá, era alegria!
Mas, como tudo que é bom dura pouco,
Minha Sangra-Seca virou assopro.

Publicado no Recanto das Letras em 18/05/2009
Código do texto: T1600743

Por: Osmar Soares Fernandes

01 outubro 2009

Heróis, quem são eles?

A historiografia tendenciosa, tenta nos passar a existência de muitos heróis, de muitos mitos, estrelas que brilharam no passado e postumamente são homenageados e cultuados em nossos livros didáticos e lembrados freqüentemente por nossos dominantes e por todos os órgãos escritos, falados e televisionados.

Porém, fazendo um estudo minucioso, uma leitura ampla sobre os grandes personagens, muitos se desiludiram com os chamados heróis, o “olhar clínico” sobre a vida destes, desmistificaram todos e há quem diga que não existiu um único herói que possa ser de fato admirado. Todos foram criados, inventados e endeusados com o propósito de justificar os interesses de uma classe dominante.

Nos extremos da história, quando voltamos nossas observações para o amplo campo de estudos que a história abrange, de fato caem por terra muitos mitos. Há muita coisa por trás dos bastidores que não são contadas em nossos livros de maior acesso. E costumeiramente adoramos a quem na realidade deveria ser odiado.

Nas grandes guerras, nos grandes conflitos, a razão parece estar sempre com o lado vitorioso. Seriam os derrotados de fato vilões e bandidos? as grandes conquistas, não registram nomes de personagens secundários ignoram que sem estes nenhum propósito seria concretizado.

Os heróis são lendas, são crias do poder aquisitivo, na maioria das vezes quem de fato merece ser aplaudido, não tem seu nome em evidência e pior, nem se quer tem seu nome citado. Há até quem diga que os heróis que se evidenciam, que tem seus bustos em bronze e em estátuas montadas em seus cavalos são na verdade parasitas e não heróis.

Encerramos com a citação do escritor Francisco Carvalho e sua opinião sobre os heróis. Pensemos nisso...

“Não temos heróis nem jamais os tivemos. Afinal, para que servem os heróis? E suas estátuas de granito ou de mármore negro, seus cavalos de bronze, suas medalhas barrocas e as espadas que não passam de metáforas? Para que servem os heróis, se o ácido da chuva desdenha da glória dos homens e nem os pássaros se importam com eles? Para que servem os heróis, se nem sabem quem somos nem jamais ouviram falar dos nossos mitos e utopias’’?(Francisco Carvalho)

Por Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.



Free counter and web stats