13 agosto 2009

Prostituição infantil:

A questão relacionada à prostituição infantil tem sido um tumor para nossa sociedade. Onde está a raiz deste problema que tanto agride a dignidade humana? A quem devemos atribuir este mal?

Devemos culpar a sociedade?
Devemos dizer que é falta de projeção familiar?
Seria ainda a desestruturação do lar?
Ou ainda mais, a insanidade de adultos pervertidos que praticam, que instigam e participam deste erro?

De quem é a culpa?
Dos nossos líderes?
Dos nossos políticos?
Ou do egoísmo de todos nós?

A quem devemos responsabilizar à existência da prostituição infantil?
O que resulta esta prática?
O que motiva o ser humano se prostituir na sua mais terna idade?
O que gera esta pústula purulenta?
Seria o fácil acesso ou o uso desregrado das drogas?
Ou ainda a ausência de princípios morais e religiosos?

A quem devemos lançar a culpa?
Ao capitalismo excludente que gera desespero aos excluídos?
Seriam os excluídos pelo capitalismo os próprios responsáveis pela prostituição infantil?
Seria também, culpa daqueles que o capitalismo não exclui, mas, os corrompem?
Será que está no capitalismo a culpa de todo este mal?
Poderia ser também, culpa da ausência de escrúpulos no ser humano, que promove e proporciona a prostituição do menor, justamente por ser humano?
Será que a grande culpa é porque somos racionais?
Se fossemos desprovidos da razão, prostituiríamos as nossas crianças?

Onde está a saída?
Seremos capazes de um dia solucionar este problema?
Ou nos calaremos no conformismo, mesmo sabendo em nossas consciências, que vidas estão sendo ceifadas precocemente no lodo fétido da prostituição do menor?

Pensemos nisso, este é um problema de todos, providencias precisam ser tomadas e ações precisam se concretizar.


Por: Mateus Brandão de Souza – graduado em História pela FAFIPA.

2 Comentários:

Às 14/8/09 8:39 AM , Anonymous Anônimo disse...

Acredito que o caminha mais viável seja na união da sociedade, esta responsabilidade não é só de políticos, nem de religiosos ou de ongs, este é um compromisso da sociedade como um todo, num trabalho minunciso e participativo. Porém mobolizar a sociedade para este propósito é tão complexo quanto o assunto relacionado a prostituição infantil.

 
Às 15/8/09 2:43 PM , Blogger Osmar Soares Fernandes disse...

Infelizmente, todo mundo tem sua parcela de culpa nisso... Esse é o reflexo do berço familiar atual; Políticas públicas que não resolvem o cerne do problema; Falta de Igrejas (Deus); Falta de justiça, polícia, etc.
Temos que parabenizar algumas ONGs que trabalham muito no sentido de ccombater a prostituição infantil, tirando jovens dessa situação e os orientando, educando, etc.

Parabéns pelo seu texto!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats