17 maio 2009

O Peregrino:

No caminho do crer e não crer,
Vivo na dúvida do milagre.
Entre as brumas da uva e do vinho,
Sou eu quem destila o vinagre.

Caminho no chão em busca do céu,
No fogo e água que não tem fim.
Porque não me esforço para acreditar em Deus,
Esforço-me, para que Deus acredite em mim.

Sérgio Vaz

3 Comentários:

Às 18/5/09 6:14 PM , Anonymous PROF ROBERTO disse...

OLHA SO, AONDE CHEGA O SER HUMANO? EIS O MUNDO...

 
Às 18/5/09 8:24 PM , Blogger JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Belíssimopoema, sonoro, colorido. Dá gosto ver!

Parabéns.
abs

 
Às 19/5/09 11:02 PM , Blogger Osmar Soares Fernandes disse...

Seu texto é interessante, inteligente e fascinante, parabéns!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats