06 abril 2009

A vitória do povo boliviano:

No referendo democrático do dia 25 de janeiro, o povo boliviano, votou a favor de sua soberania nacional e principalmente, a favor de um país mais justo para todos. Um exemplo para todo o mundo.


Pela primeira vez na história de sua independência, o povo boliviano foi consultado sobre a sua própria constituição. Foram duas perguntas a serem respondidas no referendo, se aprovam ou não a nova constituição e qual deve ser o tamanho máximo de um latifúndio, 5 ou 10 mil hectares.

Foi definido que o tamanho máximo da latifúndio agrícola é de 5 mil hectares. Cerca de 77% da população assim votou. Importante salientar que na Bolívia, apenas 7% de proprietários rurais detém o controle de 80% das terras. Esta votação foi uma vitória para os povos indígenas e que pode sinalizar a diminuição da pobreza na Bolívia.

Mas o que diz a nova constituição? Os membros do Poder Judiciário serão eleitos pelo voto direto, assim como os deputados estaduais (algo que antes não acontecia), garante direitos aos povos indígenas, incentiva a propriedade coletiva e cooperativa, afirma categoricamente que os recursos naturais, renováveis ou não, pertencem ao povo boliviano e não podem ser cedidos a particulares, os meios de comunicação não podem formar monopólios ou oligopólios (ex: Tv Globo, Rádio Globo, Jornal O Globo, etc...), as propriedades rurais devem cumprir uma função social e a religião católica deixa de ser oficial, o Estado passa a ser laico e a defender o defender a liberdade religiosa.

Mas diante de uma mudança tão grande, é claro que a classe média-alta da Bolívia não está gostando nada e os movimentos separatistas e as propagandas de que Evo é um “comunista comedor de criancinhas” crescem a cada dia mais, com apoio da grande mídia internacional e até mesmo de agentes diplomáticos estadunidenses.

Fiquemos de olha na Bolívia e em outros países da América Latina que estão construindo uma alternativa, viável ou não, ao modelo do liberalismo econômico, que alguns chamam de neoliberal.

5 Comentários:

Às 6/4/09 5:52 PM , Anonymous PROF ROBERTO disse...

A DEMOCRACIA É LENTA, MAS É ÚNICA SOLUÇÃO EM TERMOS PAÍSES COM AUTONOMIA E A POPULAÇÃO UM POUCO MAIS LIVRE...VAMOS ESPERAR ATÉ ONDE IRA A TAL "DEMOCRACIA"....

 
Às 9/4/09 12:32 PM , Anonymous Mateus... disse...

"Evo amigo, el pueblo está contigo"

Sem contar que a chegada de Evo Morales à presidência na Bolivia foi um tapa na cara dos preconceituosos, ou seja, uma suposta elite branca que detém o dinheiro na Bolivia e que desde a história de sua independencia esta mesma elite branca governou em prol dos seus próprios interesses e nunca jamais pela causa índigena. ¡QUE VIVA EVO!

 
Às 17/4/09 1:19 PM , Anonymous Anônimo disse...

FIQUEI MARAVILHADO QUANDO SOUBE QUE EVO MORALES CHEGOU A PRESIDENCIA DA BOLIVIA. UM LEGITIMO INDIGENA AIMARÁ REPRESENTENTE DAS CLASSES INFERIORES NAQUELE PAIS CHEGANDO AO PODER.A UNICA COISA QUE NÃO APROVO MUITO EM SEU GOVERNO, É A FORTE INFLUENCIA DO VIZINHO HUGO CHAVEZ, INTERFERINDO NA POLITICA DA BOLIVIA.CLARO QUE NO CASO DE HUGO CHAVEZ O DINHEIRO DO PETRÓLEO FALA MAIS ALTO, AI A SUA GRANDE INFLUÊNCIA

 
Às 18/4/09 9:35 PM , Blogger Dorian disse...

O falso índio ao lado do Coronel são os piores exemplos que existem hoje na América Latina. Atraso, populismo, miséria e enganação é o que significam. O caminho que estão fazendo seus países trilhar não é viável e nunca será.

 
Às 21/4/09 12:54 PM , Anonymous Anônimo disse...

AO AMIGO DORIAM:
NAÕ CONHECE PELO QUE PERCEBI A HISTÓRIA DE EVO MORALES. ELE NÃO É FALSO INDIO PROPONHO QUE LEIA SOBRE AS TRIBOS DOS AIMARÁS NA AMÉRICA LATINA.SÓ CONCORDO COM VC NA QUESTÃO DA DA POLÍTICA ASSISTENCIALISTA DO POPULISMO. QUE FHC FEZ, LULA CONTINUA FAZENDO, E QUE EVO E CHAVEZ FAZEM EM SEUS PAISES.QUANTO A QUESTÃO DE CHEGAR AO PODER DEVEMOS DEIXAR DE LADO A QUESTÃO PRECONCEITO. TAI O OBAMA, QUE NÃO NOS DEIXA MENTIR.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats