15 abril 2009

A importância da colocação de limites:

Limite é uma palavra chave na educação dos filhos. Significa estabelecer fronteiras, dar a dimensão de até aonde a perna dos filhos pode avançar, de até aonde o exercício da liberdade pode ou deve ir.

Significa colocar peso e medida para que eles, entre outras coisas, absorvam a idéia de que o que construímos na vida não é de graça, que, por trás de cada conquista ou vitória, há um esforço, um empenho que tem que ser valorizado e reconhecido.

Quando estabelecemos limites, estamos passando valores, ou seja, passamos as nossas idéias, os nossos sentimentos e as nossas experiências de vida.

A colocação de limites, além de ser, num primeiro momento, uma medida protetora, deverá mais tarde, ao longo do tempo, colaborar para que os filhos assimilem noções de perigo, além de estimular o autocontrole e, principalmente, o desenvolvimento do respeito e da valorização de si e de seu próximo.

Hoje, a sociedade é permissiva, tudo é permitido. Não podemos “cair” nessa ilusão, devemos dialogar com os filhos e orientá-los que nem todas as coisas são “normais” como a sociedade impõe como “modelo-padrão”.

São necessários os limites como educação digna de um cidadão que deve enfrentar os desafios de um mundo globalizado.

A escola só terá qualidade de ensino, se houver uma parceria com a família no sentido de os pais estarem presentes na vida de seus filhos, “cobrando” um desempenho escolar e comportamentos que os enriquecem para os desafios que a vida irá proporcionar.

Não devemos esquecer: a família educa, a escola ensina.

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor da rede pública do Paraná; ex-vice diretor do Colégio Ary João Dresch; vereador na legislatura 2005-2008; segundo colocado nas eleições municipais de Nova Londrina com 35% dos votos.

1 Comentários:

Às 15/4/09 4:24 PM , Anonymous Arthurius Maximus disse...

Esse foi um grande erro de nossa sociedade. Ao deturparem os conceitos de educação, acabamos transformando nossas crianças em monstros mimados e ditadores prontos a exercer sua autoridade sobre tudo e sobre todos.

Limites educam e preparam e devem sempre ser colocados como prioridade na educação de qualquer um.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats