23 abril 2009

Arte de Satanás:

Conta-se, e esta história jamais encontraremos em livros religiosos, que Deus quando resolveu criar o mundo o fez de forma maravilhosa, belo e sem defeito algum, porém Satanás que rodeava a terra em sua maldade e astúcia, fez por onde estragar a obra do criador, e assim se deu na forma extra-bíblica a história da criação do mundo:

Criou Deus o mundo, terra, água e tudo que nele há e desta feita dividiu o mundo em países, todos os países eram perfeitos, uma vez que foram criados pelas mãos de Deus. O diabo, sorrateiro, ficava às escondidas e quando Deus terminava de construir um país saindo para construir outro, o diabo ia e fazia um jeito de estragar a obra recém-criada do criador.

Deus criou Cuba, linda, paradisíaca, banhada pelo oceano Atlântico, mas o diabo foi lá e com sua mão colocou no destino de Cuba colonizadores espanhóis e após esses, achando pouco, colocou ainda homens estadunidenses impondo um tal bloqueio econômico que não permitiria o sucesso total de uma determinada revolução que ali aconteceria.

Deus também criou a Argentina, e era um ótimo país, mas o diabo descontente de ver essa terra venturosa, além de colocar lá dentro o próprio argentino, amaldiçoou uma pequena ilha que este país julgava lhe pertencer, e deu o diabo o nome de Malvinas para esta determinada ilha.

E por aí foi o desenrolar da criação do mundo, na África, era tudo maravilhoso, fauna indescritível, berço da humanidade, o diabo não deixou por menos, foi até aquele local, espalhou guerra e fome por todo aquele continente.

Em Portugal e Espanha, o diabo não tendo mais nada diabólico para fazer, infiltrou na cabeça daquele povo que eles iriam ser grandes navegadores, o que resultou mais tarde, na desgraça de outros continentes e países que foram então pegos de surpresa pela chegada desavisada destes inesperados viajantes das águas.

O diabo não se esqueceu também do Japão, país de tradição forte, arte milenar, detentor de conhecimento tecnológico, senhores em artes marciais, mas o diabo determinou que justamente ali um outro povo muito gente boa de um outro país jogaria uma bomba que mancharia pra sempre a história daquela terra do sol nascente.

No oriente médio, já que era terra escolhida para a passagem terrena do filho do homem, o diabo colocou tanto desentendimento, tanta guerra que estas ininterruptamente se perduram até os nossos dias.

E desta feita, todos os países foram molestados pela mão do excluído Satanás. Porém o Brasil parecia intacto, sem sofrer dano algum, um dos anjos caídos, talvez o que tivesse a função de encarregado dos ajudantes de produção no inferno, indagou ao Temeroso Tinhoso.

- “Senhor rei das profundezas, eis que estragamos e amaldiçoamos todos os países criados pelas mãos de Deus, de uma forma ou de outra colocamos nossa maleficência em cada um deles, e por que tu, ó excomungado mestre, ainda não tocastes no Brasil? Veja, é um país gigantesco, repleto de belezas naturais, clima bom, terra fértil, o que acontece que poupamos este país”?

E Satanás friamente perverso respondeu:

-“Estás redondamente enganado meu desgraçado súdito, para todos os países eu coloquei aflições, eu não isentei nenhum se quer, para o Brasil, para esta terra linda e hospitaleira eu pensei sadicamente, aguarde e verás a conduta de determinados políticos que eu criei para governar e sacanear este país tão nobre”.

Esta foi então a história da criação do mundo da forma que poucas vezes ouvimos contar, a arte de satanás no mundo. Qualquer semelhança com a realidade, talvez não será mera coincidência.

Por: Mateus Brandão de Souza, graduado em história pela FAFIPA.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats