30 janeiro 2009

Notícias rápidas de Nova Londrina:

Reformas: a reforma na Prefeitura, está sendo realizada pela Construtora e Engenharia Regiane Bueno Ltda, com sede na nossa vizinha cidade de Santa Isabel do Ivaí. O valor é de R$ 14.925,47. A empresa foi contratada sem licitação.

Explicando: para que haja a dispensa de licitação, o valor a ser contratado deve ser inferior a R$ 8.000,00. Acima deste valor é obrigatória a licitação. Apenas em casos de calamidade pública ou urgência é que a licitação pode ser dispensada acima deste valor. Será o caso da reforma em questão? E agora vereadores (fiscais do povo)?
ERRAMOS?!: Segundo informações de um prudente leitor deste Blog, no caso em questão, a dispensa na licitação deve conter o limite de R$ 150.000,00 e não R$ 8.000,00 como informamos. Lei 8.666/93, artigo 23.

Carnaval: o pregão presencial de melhor técnica para o Carnaval de Rua será realizado no dia 10 de fevereiro às 15:00 na sala de licitações da Prefeitura Municipal. Apenas nesta data temos a confirmação da banda, bem como dos valores a serem gastos no evento.

Comissão: para a organização do Carnaval de Rua, além da comissão de eventos já antes nomeada, a portaria 025/2009 nomeou mais quatro membros. Dois dos quais tenho grande apreço e confiança. Os outros dois não tenho muito contato.
ERRAMOS?!: Fui procurado por um dos que não tenho muito contato. Este me lembrou que. ao contrário do que eu havia dito, já possuímos um certo contato antes e pediu para eu registrar isso no Blog. Está feito.

Transportes: o executivo municipal comprou da Borracharia Monte Sinai, aqui de Nova Londrina, 04 pneus 1100/22, 02 câmaras de ar e 04 protetores que serão utilizados nos ônibus. O valor é de R$ 4.380,00. Medida urgente devido ao propalado sucateamento dos ônibus municipais.

Faculdade: um comentário anônimo feito neste Blog, mas que me pareceu de bastante credibilidade, informou que a reunião sobre a vinda de uma extensão da Faculdade CESPRI ocorrera mesmo na cidade de Nova Londrina, com o diretor da Faculdade, por iniciativa do vereador Álvaro Guilherme. Ainda aguardamos os resultados.

Nepotismo? inúmeros comentários postados por leitores deste Blog tocam no assunto da contratação de um servidor por parte do Presidente da Câmara municipal. Segundo os leitores, trata-se do “futuro genro” do Presidente. Ainda, todos são unânimes em cobrar a atuação dos demais vereadores. E agora?

Deu na TV: Não assisti. Procurei no site da RPC e não encontrei. Mas quem viu garante que foi muito boa a matéria que saiu no Jornal Estadual, mostrando a situação que a atual administração encontrou no município.

Link da reportagem aqui.

A gente também sabe elogiar:

Nem só de críticas (todas elas construtivas) vive este Blog. Ao contrário do que possa parecer e do que a maioria pense, torcemos sim pelo sucesso da atual administração, bem como a melhoria da nossa querida Nova Londrina.

O executivo municipal está de parabéns pelo Decreto Legislativo nº 046/2009 que tem como súmula: “Nomeia as Comissões de Inventário Público Municipal para a realização de diagnóstico, levantamento e apuração do patrimônio público municipal, quadro de pessoal, constas municipais e dá outras providências”.

Pois bem, a medida é interessante, afinal, quando a oposição assume o governo é sempre importante fazer um levantamento detalhado de todos os bens e pessoal a disposição, para então poder direcionar o trabalho. Ainda mais quando há suspeitas por parte da nova administração. O parâmetro para a investigação é o relatório apresentando pela administração anterior. Ou seja, terá que ser conferida a existência e item por item indicado naquele relatório.

Caso haja qualquer divergência, as medidas legais deverão ser tomadas e a justiça fará a sua parte. Caso não haja, que se venha a público também.

29 janeiro 2009

He Anos 80!

Ouve-se dizer por aí que os anos 80 deixou saudades, há até mesmo nos grandes centros, danceterias especializadas em tocar sucessos dessa época que de fato é gostoso lembrar. Como eram as coisas nos anos 80?

As crianças dos primeiros anos de 1980, tinham ainda em suas casas uma grande TV em preto e branco valvulada nas marcas Telefunken ou Colorado, Sergio Chapelin e Cid Moreira eram quem se despediam com o tradicional “boa noite” no jornal nacional. Ainda na TV, nos chocávamos com as maldades praticadas contra Kunta Kintê no seriado Raízes.

Nos deliciávamos com o Sítio do picapau-amarelo de dona Benta vivida por Zilka Salaberry e Tia Anastácia por Jacira Sampaio, havia também o desenho animado dos Flisntones na idade da pedra. Foi em 1982 que vimos a Itália de Paolo Rossi despedir o Brasil e tornar-se campeã do mundo na copa da Espanha, perdíamos também por estes tempos o Craque Mané Garrincha e as cantoras Elis Regina e Clara Nunes.

Nos meados da década de 80, Simoni, Jairzinho e Fofão apareceriam na turma do balão mágico, e quem não se lembra da Pantera-cor-de-rosa, do mister Magoo, da corrida maluca de Penélope Charmosa, da formiga atômica ou do Pepe legal? Havia também o Incrível Hulck, o Homem de 6 milhões de dólares, a Mulher Maravilha, o Casal 20 e nas noites de Sexta feira após a novela, os sucessos das paradas eram apresentados no Globo de Ouro.

Clube do Bolinha, quando a “Band” era Bandeirantes, Cassino do Chacrinha com suas Chacretes bonitas sempre lembradas nos demorados banhos, Xuxa viria depois com seu “Xou” cantando ilariê. Vovó Mafalda, papai Papudo e Salcí Fufu completavam a festa do palhaço Bozo. Aos domingos pela manhã, Silvio Santos apresentava o Domingo no Parque e às dezenove horas ríamos com as atrapalhadas de Didi, Dedé, Mussum e Zacarias.

Dias Gomes em 1985 encantou o país com o Roque Santeiro de Sinhozinho Malta e viúva Porcina. Por este tempo, Chico Anísio esbanjava talendo no Chico Anísio Show e no rádio ouvíamos Gil Gomes, Ely Correia e Zé Bétio sempre com o ouvido colado num Motoradio 6 faixas ondas curtas, tropicais e médias. As músicas ainda eram em LPs, onde eram ouvidas nas inefáveis Toca-discos.

Os noticiários internacionais giravam em torno de Roanld Reagan e Margareth Teacher, em 1985 nosso presidente ainda era João Batista Figueiredo um militar, seu sucessor, Tancredo Neves morreria antes mesmo de tomar posse, José Sarney viria em seguida com o plano cruzado.

O Cometa Halley e a vitória da França de Michael Platini contra o Brasil na copa do México foram os maiores fiascos de 1986, época da Rede Manchete e quando um seleto grupo de crianças assistia ao Bambalalão da TV Cultura de São Paulo.

Raul Seixas aprecia na TV sentado num tapete voador cantando o Carimbador maluco e as nossas bicicletas eram as monaretas, nas ruas, as crianças jogavam bolinhas de gude, brincavam de esconde-esconde, balança caixão, “balança você, dá um tapa na bunda e vai se esconder”, vagalume tentem, teu pai ta aqui, tua mãe também, comendo mingal com a colher de pau”. Haviam também os carrinhos de rolimã e as caçadas de estilingues.

Os homens babavam com Gretchen rebolando seu bumbum cantando Conga Araconga, conga, conga, conga. Nós víamos revistas de mulher pelada escondidos, pois segundo nossas mães era pecado.

As montadoras de automóveis orgulhavam-se de seus Del Reys e de suas Belinas enquanto os fuscas se despediam das fábricas tornando-se tão saudosos quanto os anos 80.

Esta década se despediu com as eleições diretas para presidente da República com presidenciáveis como Marronzinho, Mario Covas, Ulysses Guimarães, Enéas Carneiro e seu sonoro “Meu nome é Eneas”, Fernando Gabeira entre tanto outros, em especial o Lula, com a música Lula lá e Collor de Mello, o caçador de marajás, este venceu Lula no segundo turno e se tornou o presidente da republica. Mas, isto é uma outra história para a história.

Assim foram os anos 80, verdes tempos que de fato marcou uma geração que viu nas décadas seguintes o grande salto tecnológico dos dias atuais e que conheceu como ninguém o analógico e o digital dos aparelhos eletrônicos.

VIVA OS ANOS 80.


Por: Mateus Brandão de Souza: Graduado em História pela FAFIPA.

28 janeiro 2009

A Importância da Leitura:

A leitura é o fundamento maior que as pessoas apropriam em sua vida. As pessoas não conseguem entender o mundo e as coisas porque o ato de ler não foi assimilado. A base da leitura precisa ser entendida e aplicada favorecendo o raciocínio e, ao mesmo tempo, o conhecimento é absorvido, de maneira que o ser humano não mais encontrará obstáculos intransponíveis que o fará alienado do processo ensino-aprendizagem.

“Ler por ler”, todos o fazem, desde a criança alfabetizada até os analfabetos funcionais, porém é premissa de o homem avançar, aperfeiçoar em sua trajetória de vida para sentir-se um cidadão útil e participante de uma sociedade democrática.

O processo de aquisição de uma leitura é contínuo, versátil, rotineiro, é um hábito que incorporamos em nossa vida e, automaticamente, torna-se algo básico e contagiante em qualquer pessoa, de maneira que a cultura é buscada dessa forma.

A partir desse domínio, a leitura deixa de ser algo desconfortável e “chato”, passando a ter utilidade na vida de qualquer pessoa, pois é através dela que as relações de comunicação tornam-se possíveis.

Portanto, a informação retirada de uma simples leitura não garante o conhecimento amplo e crítico que se quer, é preciso a prática contínua, convertendo-a em oratória explicativa e/ou expressá-la em forma de análise crítica na escrita.

Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor da rede pública do Paraná; ex-vice diretor do Colégio Ary João Ddresch; vereador da Legislatura 2005-2008; segundo colocado nas eleições municipais de Nova Londrina com 35% dos votos.

Leia também o post: "Ler deveria ser proibido".

27 janeiro 2009

Nova Londrina no Diário do Noroeste:

Matéria publicada hoje no Diário do Noroeste, com falas do Prefeito municipal, informam sobre a moratória de 90 dias decretada, sobre as investigações das contas públicas e a situação do caixa no nosso município.

Interessante que, para o leitor deste Blog, nenhuma das informações é nova. Já antecipamos aqui que os salários estão atrasados, que há a moratória, que haverá uma escancaramento das contas públicas, que os buracos nas ruas são muitos e etc... Pena que o repórter do DN não fez qualquer referência ao nosso Blog, mas o radialista Joaquim de Paula teve a hombridade de reconhecer isso em seu Blog.

Enfim, continuaremos em nosso trabalho democrático e cidadão, tentando deixar a comunidade novalondrinense a par do que ocorre em nossa cidade. Mesmo que algumas “lideranças” de Nova Londrina nos ignorem, ou pelo menos finja nos ignorar.
Este espaço continua aberto.

Um Outro Mundo É Possível:


Começa hoje, dia 27 de janeiro, na cidade de Belém do Pará, a edição 2009 do Fórum Social Mundial.

Enquanto os líderes das nações mais ricas, os presidentes das grandes corporações, artistas milionários e ONGs pilantrópicas se escondem na gelada Davos-Suíça para decidirem os rumos da economia globalizada e repartir entre eles os lucros, o Fórum Social Mundial reúne os segmentos da sociedade civil, movimentos sociais, ONGs menos pilantrópicas e etc no maior espaço democrático de debate, reflexão, troca de experiências e formulação de propostas para um novo mundo.

“Um outro mundo é possível”. Sem desigualdades sociais, com maior participação da população pobre nas decisões políticas, sem neoliberalismo, sem crises econômicas cíclicas, com menos violência, mais paz, mais amor, mais respeito às diversidades, menos exploração, menos famintos, mais respeito ao meio-ambiente e etc...

O FSM foi criado pelos movimentos sociais brasileiros e latinos, sendo o seu primeiro encontro realizado em 2001 na cidade de Porto Alegre. Desde então o evento vem ganhando a adesão de entidades sociais, intelectuais (ex. José Saramago) e políticos do mundo todo, que acreditam e lutam por um mundo melhor.

Pena que a grande mídia brasileira e mundial, não dá a atenção e o respeito merecidos pelo Fórum Social. Com certeza você verá nos noticiários muito mais notícias da longínqua Suíça, do que da nossa cidade de Belém do Pará.

Acesse o site oficial do FSM, leia a sua Carta de Princípios e acompanhe as notícias do evento 2009.

26 janeiro 2009

Post do nosso Blog repercute em Paranavaí:

O Blog do parceiro do radialista Joaquim de Paula (ex rádio Pontal de Nova Londrina), repercutiu este final de semana o nosso post com as notícias rápidas de Nova Londrina. Até alguns comentários foram lá postados e várias pessoas acessaram o nosso Blog a partir do Joaquim de Paula. Clique aqui e confira.

25 janeiro 2009

Aforismos:

"Fico dizendo o tempo todo aquilo que não deveria dizer, constumo aliás dizer o que de fato penso. Este é o maior erro de nossa época: cria inúmeros mal-entendidos"

Oscar Wilde

24 janeiro 2009

Notícias rápidas de Nova Londrina:

Faculdade? Era pra ocorrer no final da tarde desta quinta-feira (não sei se ocorreu) uma reunião entre o Prefeito, Vice, a diretora de um Colégio particular da cidade, um Vereador da “oposição” e o representante da Faculdade da CESP para viabilizar a tão sonhada Faculdade em Nova Londrina. Torçamos pelo resultado favorável;

Reformas: O prédio da nossa prefeitura está em reformas. Aliás, reformas necessárias e que penso vão melhorar as condições de trabalho Mas, houve licitação? Qual é o valor? O caixa não está zerado? Então quem ta pagando?

Esporte: Estou ansioso por saber notícias acerca da realização do Campeonato Amador em nossa região, campeonato este que outrora movimentava a rivalidade saudável entre as nossas cidades vizinhas.

Tapa-buracos: Especula-se que a tão necessária operação tapa-buracos nas ruas de nossa cidade está para acontecer em breve. Estamos esperando.

Contas públicas: Uma audiência pública para colocar toda a população a par das contas de nossa Prefeitura será realizada brevemente. Dizem que estremecerá os alicerces de nossa cidade.

Comissão de Eventos: O decreto municipal nº 045/2009 criou uma comissão para organizar os eventos a cargo da Prefeitura Municipal no ano de 2009. Fazem parte da comissão pessoas ligadas à Secretaria de Educação, Cultura e Esporte: Djaci Pereira Leal, Rose Mary Francisquetti e Clélia Maria Ruiz. Bom trabalho à comissão, mas, e o carnaval?
Quer colaborar? Entre em contato!

22 janeiro 2009

Carnaval de Rua em Nova Londrina:


Pois é caros leitores, estamos a um mês do início de mais um Carnaval de Rua aqui na nossa querida cidade de Nova Londrina. Tradição iniciada no ano de 1997 com o então prefeito João Fernandes de Almeida e animação da Banda Brasil 2000.

Passaram-se doze anos. Mudou-se o lugar o evento algumas vezes – foi na esquina da “Quadra Amarela”, na praça dos pioneiros e na rodoviária, até se estabilizar na Avenida Brasil, nas proximidades da Copagra – e também mudou-se o “nome oficial” do nosso carnaval – me lembro que os dois primeiros chamavam-se “agora vai” e “agora vai denovo”, mas desde 2001 conhecemos a nossa festa como o NOLFOLIA.

Este ano as expectativas são grandes. Mudança de prefeito e todo mundo especula sobre o carnaval. Alguns mais temerosos chegaram a duvidar da realização da festa, algo que penso ser uma irracionalidade, afinal, para acalmar o povo é necessário o pão e o circo, e existe circo melhor que o carnaval?

A banda já está definida, pelo menos a Banda Metrô disse no baile do Hawaii da Marilena que eles iriam animar o nosso carnaval, o que é uma boa, afinal, ninguém mais agüentava a Banda do Rolão todo ano e com as mesmas músicas. Esperamos que a Banda Metrô esteja em dia com o repertório, porque a “Dança na Manivela” e a música do “Nero” já eram né.

Mas o que me intrigou foi a especulação acerca do local onde será realizado o carnaval: na esquina da praça dos pioneiros, virada para o lado da churrascaria gaúcha. PÉSSIMO LUGAR. Primeiro pelo terreno acidentado; segundo que há muito mais casas e comércio que serão afetados; terceiro que toda a população e os turistas já estão acostumados com o atual lugar – o melhor lugar até agora; quarto que há comércios com portas de vidro nas proximidades e se houver algum tumulto pode ser trágico; quinto que não há espaço para que haja estacionamento pago; sexto que não há espaço para o parquinho, etc... Mudar o local por mera “picuinha” é deprimente.

Claro que não estou afirmando que será este o local. Apenas que há esta especulação, até porque, parece não ter ainda um “Presidente da comissão de organização do Carnaval” ou alguém responsável para responder sobre o evento – caso tenha e quiser usar este espaço, está disponível. O nome do Carnaval talvez seja “Agora Vai: a revanche”.

E você cidadão novalondrinense ou mesmo turista, o que acha deste possível novo local? Prefere o atual?

Acabou a escravidão no Brasil?

“Senhor Deus dos desgraçados, dizei-nos vós senhor Deus, se é mentira ou se é verdade tanto horror perante os céus.” ( Castro Alves )

Este é um trecho do poema Navio Negreiro, uma das mais belas e conceituadas páginas da poesia nacional, aqui, Castro Alves indigna-se contra a desumana condição a qual eram submetidos os negros no tráfico de escravos num tempo onde a escravidão era vigente no Brasil. Castro Alves ficou conhecido como o poeta dos escravos e através de suas poesias, observamos sua intenção de falar pelo povo negro e gritar contra suas dores e sofríveis condições de vida.

A história, é testemunha das diversas fases da escravidão no Brasil, das leis e dos movimentos anti-escravocratas até culminar naquele memorável dia 13 de maio de 1888 onde a princesa Isabel assinou a lei Áurea “pondo um fim à sujeição do povo negro”. A partir de então nos é ensinado em nossas escolas, nos grandes meios de comunicação, que a escravidão é extinta no Brasil. A classe dominante que sempre primou por seus próprios interesses e não pelo interesse coletivo prega seu heroísmo no ato de extinguir a escravidão e buscam convencer este ato como uma prática humanitária.

120 anos nos separam daquele 13 de maio de 1888, 120 anos do fim da escravidão legalizada no Brasil, não há mais a senzala, o tronco, o feitor, nem o chicote, acabou-se o tráfico de seres humanos, mas e a dignidade deste povo onde anda? se analisarmos de forma apurada, a escravidão de foto acabou-se no Brasil? Sendo assim, podemos dizer sem receio que NÃO, a escravidão não acabou nem no Brasil, nem neste mundo dominado pelo sistema capitalista.

Basta vermos as condições de vida do nosso povo, negros, nordestinos, índios e pobres, estes guerreiros, estas pessoas, sempre foram usadas como esteios do progresso, neste país que jamais repartiu, nas condições desfavoráveis deste povo que lhes foram negado as condições básicas de sobrevivência, nestas pessoas que são usadas como forma para o acúmulo de riquezas chegar nas mãos dos poderosos dominantes.

Hoje a escravidão é psicológica, é na forma de coação, é o medo do desamparo, os escravos de hoje não tem suas costas lanhadas pelo chicote, mas tem suas consciências fustigadas pelo medo do desemprego, hoje os escravos são castigados por seus salários irrisórios. Os navios negreiros de hoje, transportam pais e mães de família para os mesmos canaviais de outrora, onde vendem sua força de trabalho para o patrão deleitar-se no doce conforto que o capitalismo excludente proporciona para os poucos que desfrutam de suas delícias.

É na pobreza de nossa gente, é na miséria do nosso povo, é na falta de acesso às escolas e à leituras, que podemos afirmar que a escravidão não acabou, e que as observações de Castro Alves continuam atuais, pois ainda somos os mesmos desgraçados, humilhados não pela escravidão do chicote, mas pela escravidão que nos deixa à margem do conforto, a escravidão dentro de nossas fábricas, de nossas indústrias, é no grande número de empregos informais e na subvida deste povo marcado e feliz, desta nossa gente de consciência roubada, destes homens e mulheres manipulados, adestrados e moldados para competir, para o sistema selvagem e bruto que vê no acúmulo de sifras seus principais idéias. “liberdade, liberdade, bata as asas sobre nós.”
Por: Mateus Brandão de Souza - graduado em História pela FAFIPA.

21 janeiro 2009

Reforma Ortográfica:

"O que muda no português escrito:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou, no dia 29 de setembro, o decreto que estabelece o cronograma para a vigência do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. O evento aconteceu no Rio de Janeiro, em cerimônia na Academia Brasileira de Letras, durante sessão solene de celebração dos 100 anos de morte de Machado de Assis.

O acordo entra em vigor a partir de janeiro de 2009, mas as duas normas ortográficas --a atual e a prevista no acordo-- poderão ser usadas e aceitas como corretas nos exames escolares, vestibulares, concursos públicos e demais meios escritos até dezembro de 2012.

O QUE MUDA?
01) ALFABETO: passa a ter 26 letras com a incorporação de K, W e Y.
02) TREMA: deixa de existir.
03) ACENTO DIFERENCIADO: não há mais. Pára, para, pélo, pêlo, pelo, por, pôr.
04) ACENTO CIRCUNFLEXO: também deixa de existir em creem, deem, leem, veem, voo, enjoo.
05) HÍFEN: não se usará mais quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com S ou R como em antirreligioso, antissemita, contrarregra, ultrassom, veja que dobra a consoante.
Também, quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento com uma vogal diferente como extraescolar, autoescola, aeroespacial."

A medida, segundo o MEC (Ministério da Educação), deve facilitar o processo de intercâmbio cultural e científico entre os países que integram a CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) tentam estabelecer normas comuns para a ortografia do idioma. A idéia sempre foi unificar o registro escrito nos oito países que falam português: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal. e ampliar a divulgação do idioma e da literatura em língua portuguesa.

Portanto, é sempre interessante conhecer esse acordo ortográfico, uma vez que estamos sempre frente a concursos e qualquer cidadão deve ter esse conhecimento, afinal, nosso idioma oficial é a Língua Portuguesa.


Por: Prof. Roberto Tsunokawa: Graduado em Farmácia e Letras pela UFSM; especialização em Psicopedagogia; professor da rede pública do Paraná; ex-vice diretor do Colégio Ary João Dresch; vereador na legislatura 2005-2008; segundo colocado nas eleições municipais de Nova Londrina com 35% dos votos.

20 janeiro 2009

"Novo Blog:" e "Que Blog é este?"

Novo Blog:

Caros leitores...

A partir desta semana, o Blog entrará em uma nova fase. Abre-se este espaço para participação de outras pessoas, que postarão aqui seus textos, opiniões, charges, comentários e etc. Os convidados são pessoas aqui de Nova Londrina e Região. Já temos a confirmação de três pessoas e estamos no aguardo de mais.

A cidade de Nova Londrina carece de um veículo de comunicação onde ocorra o debate não só político-partidário, como também onde as “lideranças” possam expor as suas perspectivas para a sociedade local, estadual, nacional e mundial.

A intenção é que a dinâmica ocorra da seguinte forma: a cada dia da semana, uma pessoa fica encarregada da postagem. Eu continuarei postando livremente aqui no Blog. Já nesta quarta-feira estreamos o primeiro novo-blogueiro de Nova Londrina. Os outros dois já confirmados começam na semana que vem.

Você liderança de Nova Londrina e região que quiser utilizar este espaço, basta entrar em contato.

Que Blog é este?

O Blog foi criado no dia 05/04/2006. Começou quase que como um brincadeira, muito influenciada por uma amiga ex-blogueira. Desde então, este é post de número 369. Desde quando instalei um contador, alguns meses depois da criação do Blog, já foram registradas mais de 50.000 mil acessos. Vários assuntos já foram abordados aqui, e alguns geraram até muita polêmica entra leitores e pessoas próximas. Claro que é este o objetivo principal, através de provocações, tirar as pessoas do comodismo.

Em 11/06/2007 instalei o programa Google Analytics, que permite uma maior análise das visitas feitas ao Blog. Por exemplo:

Este Blog já foi acessado de mais de 80 paises. 31.713 do Brasil, 829 de Portugal, 304 dos EUA, 62 de Moçambique e 51 do Japão. Além disso há visitas surpreendentes do Senegal, Moçambique, Timor Leste, Bósnia, Martinica e Síria. Sabe-se lá o que vieram fazer aqui.

É possível ainda reparar as cidades que acessaram o Blog. Infelizmente o programa não consegue precisar todas as cidades do globo, muito menos do Brasil. Mas podemos perceber que o maior número de visitas vem da região Noroeste do Paraná, e claro, das maiores cidades do país.

Outra ferramenta importante do Analytics é a que permite perceber o site de origem de quem visitou o Blog. A esmagadora maioria vem do google, devido ao fato de ser o maior site de buscas do mundo, depois o Orkut, afinal, faço bastante propaganda por lá, mas também várias visitas foram feitas diretamente ao Blog, ou seja, digitando o nosso endereço no navegador. Os “blogs parceiros” também são fundamentais no acesso, em especial os três primeiros: MoverFafipa, Prof. Toni e Dorian.

Dos acessos vindo do google, 1.444 haviam digitado a palavra “cássio” no buscador, 534 procuravam por “o que é educação”, 257 “independência de Cuba”, 240 “fafipa” e 202 procuravam realmente o nosso Blog, pois digitaram “blog do cássio”.

A página principal do Blog, é com certeza a mais lida, mas pelas ferramentas de busca levam diretamente a algum texto específico. Assim, o texto mais lido é “O que é Educação?” com 1.485 acessos, depois “Os jesuítas na América Espanhola” com 1.139 visitas, seguidos por “Notas sobre a Independência de Cuba” com 880, “Invasão Cultural” com 643 e “Educação em Atenas e hoje” com 539 visitas.

Enfim, este é o nosso Blog. Mais uma vez reforço o convite às lideranças políticas de Nova Londrina e Região, bem como a qualquer cidadão que queria contribuir com a gente. Vamos fazer deste um espaço plural e democrático de exposição de idéias e debates.

16 janeiro 2009

As veias abertas da AL:


O clássico livro de Eduardo Galeano, As Veias Abertas da América Latina (1971), é fundamental para todo cidadão latino-americano. Galeano revisa a história do nosso continente, explicando de forma simples, clara e apaixonante, da primeira a última página (365 páginas), o porquê do nosso atraso econômico, da nossa burguesia parasitária e sem projeto nacional, dos constantes golpes de Estado e porque não, da ascensão dos atuais governantes “de esquerda”.

Em As Veias Abertas da AL, como diz o próprio Galeano, o passado é sempre convocado para responder as questões do presente, afinal, esta é a finalidade principal da história. “A veneração do passado sempre me pareceu reacionária. A direita escolhe o passado porque prefere os mortos: mundo quieto, tempo quieto. Os poderosos, que legitimam seus privilégios pela herança, cultivam a nostalgia. Estuda-se história como se visita um museu; e esta coleção de múmias é uma fraude. Mentem-nos o passado como nos mentem o presente. Obriga-se o oprimido a tornar sua uma memória fabricada pelo opressor: estranha, dissecada, estéril. Assim, ele se resignará a viver uma vida que não é a sua, como se fosse a única possível” (pg.341).

Se você, caro leitor, quiser ter um agradável encontro com o seu passado, com a sua história, leia As Veias Abertas da AL, tenho a certeza absoluta que verás com outros olhos a sua condição de latino-americano, mas principalmente, os noticiários fragmentados dos nossos veículos de comunicação vão lhe parecer um lixo.

“Para os que concebem a história como uma disputa, o atraso e a miséria da América Latina são o resultado de seu fracasso. Perdemos; outros ganharam. Contudo, aqueles que ganharam foi graças ao que nós perdemos: a história do subdesenvolvimento da América Latina integra, como já se disse, a história do desenvolvimento do capitalismo mundial” (pg. 18)

13 janeiro 2009

No meio do caminho tem um buraco...

Caso a inspiração para as belas poesias do grande Carlos Drummond de Andrade fosse a nossa cidade de Nova Londrina, com certeza uma das mais conhecidas delas seria bem diferente. Ao invés de ter “uma pedra no meio do caminho”, teria sim “um buraco no meio do caminho”, ou melhor, “vários buracos no meio do caminho”.

Não é de hoje que várias ruas da cidade estão em péssimo estado de conservação. Os buracos se multiplicam e andar de carro está cada dia mais complicado. Mas nada está tão ruim que não possa piorar, afinal, é janeiro, época das chuvas de verão, que refrescam, mas também levam embora o asfalto, ou melhor, o pouco que resta do asfalto. Como diz um amigo meu, “_O asfalto de Nova Londrina é bom! Pelo menos onde tem asfalto né!”.

Claro que a culpa não é exclusivamente da atual administração que assumiu os buracos a poucos dias. Mas uma operação “tapa-buracos” de emergência se faz premente. Há ruas onde precisamos andar a 10 Km/h senão lá se vão os pneus e a suspensão do nosso carro. Aliás, um acidente por má conservação das vias públicas pode dar brecha para um processo de indenização contra o município.

As piores ruas trafegáveis são, pelo menos as que me lembro no momento: Av. Fioravante Montanher (entre a praça Santos Dumont e o Hospital Municipal); Avenida Egídio Kernptof antiga Avenida Paranaguá (entra a Av. Fioravante e a Av. Edmir Khul); Av. Itio Kondo (da Câmara Municipal até o Irmão Caçula); Av. Aristides Martelo (em frente ao Hospital Municipal); Av. Antonio Ormeneze (bairro Novo Horizonte); Rua Antonio Grendene (chegando na Av. Antonio Ormeneze) e Avenida Apucarana. Há muitas outras ruas esburacadas em nossa cidade, mas estas merecem destaque. Na esquina da Rua Tokushi Kondo com a Av. Paranaguá (chegando no parquinho) tem um buraco que dá até pra plantar uma árvore lá. Para não perder a deixa de Drummond: “E agora, José?”

A sua rua também está esburacada? Deixe seu comentário!
Obs: Quem tiver máquina digital e quiser contribuir enviando fotos dos buracos de NL, fico grato. (cassionl@yahoo.com.br)

10 janeiro 2009

Nova equipe para a administração municipal:

Em belíssima cerimônia realizada no Centro Social João Paulo II (segundo os presentes), no dia primeiro deste ano, com a presença de bom público, tomou posse a nova equipe que administrará Nova Londrina pelos próximos quatro ano.

O ex-prefeito e vice, Arlindo Troian (PMDB) e Umberto Bussadori (PSDB), transmitiram a administração municipal para os eleitos no último pleito democrático, Dornelis Chiodelli (DEMOcratas) e Miguel Tranin (PPS). Com eles foi apresentada também a equipe de secretários. São eles: Geraldo Pereira da Silva (Secr. de Administração), Roberto Luiz Haddad (Secr. de Obras, Viação e Serviços Públicos), Ilson Boscarato (Secr. de Finanças), Djaci Pereira Leal (Secr. de Educação, Cultura e Esportes), Ivã Duarte Augusto (Assessor Jurídico), Tânia Regina Pimentel Chiodelli (Secr. de Bem-Estar Social), Marllos Lóis de Oliveira (Secr. de Saúde). Boa sorte aos novos ocupantes e esperamos que o trabalho seja todo ele voltado para o bem-estar da comunidade novalondrinense.


Também tomaram posse na cerimônia do dia primeiro os Vereadores que terão dever de fiscalizar o Prefeito, as contas do município e ainda legislar em favor da população de Nova Londrina. A presidência da Câmara ficou com o Vereador Nelson da Gráfica (PTB) e a primeira secretaria com a o Vereador mais votado, Otávio “Vico” Bono (DEMOcratas). O novo Presidente da Câmara nomeou para o cargo de Diretor Geral de Serviços Administrativos e Ação Política, até então vago, a pessoa de Rafael José Girardelli.

Nesta primeira semana de trabalho, o novo Prefeito e sua equipe, com as dificuldades inerentes aos primeiros dias, através do Decreto nº 12/2009, colocou o município de Nova Londrina em moratória. Isto significa que durante noventa dias, o município pagará somente os salários de seus servidores, e nada mais. Esta medida é comum quando a oposição assume a administração. É o tempo necessário que inteirar-se das contas a receber e a pagar, do volume de caixa do município, bem como para avaliar possíveis licitações sob suspeita. Por falar em salários, conforme conversa corrente na cidade, há diversos servidores com salários e 13º atrasados. Buscando enxugar as contas do município, os Decretos 16 a 35/2009 cancela as gratificações (é diferente de salários, mas sim um espécie de "extra") de diversos servidores municipais.


Mas enfim, passaram-se apenas dez dias de nova administração municipal. Muita coisa ainda está por vir, acredito que ainda existam cargos de "segundo escalão" a serem ocupados, bem como se lembrarmo-nos das promessas de campanha. Este Blog tentará estar atento aos acontecimentos, elogiando e criticando quando necessário. Aliás, eu guardei a cartilha de campanha do candidato eleito. Aproveito a oportunidade para colocar este espaço a disposição de todas as correntes políticas de nossa cidade. Basta entrar em contato. Afinal, precisamos de um espaço aberto e democrático para discutir as melhorias para nossa querida Nova Londrina.

O que você, cidadão novalondrinense, acha de tudo isso?

Fonte: Jornal Diário do Noroeste dos dias 07 e 09 de janeiro. Fotos Nova Londrina OnLine.

06 janeiro 2009

Judeus x Palestinos

Para não deixar o ano de 2008 “passar em branco”, Israel iniciou na última semana do ano mais um bombardeio aéreo à Faixa de Gaza e no início de 2009 começou a operação por terra. Vemos nos noticiários, sempre emitidos do lado israelense da fronteira, que o ataque é uma resposta defensiva de Israel aos mísseis que o Hamas dispara a partir de Gaza. Os Estados Unidos e a União Européia, apesar de não dizerem publicamente, apóiam a incursão israelense.

Quem não vive no mundo da lua, pode perceber que cotidianamente Israel é o centro dos conflitos no Oriente Médio. Você sabe por quê? Sabe como, onde e quando tudo isso começou? Será que é apenas um bando de fundamentalistas religiosos se matando em defesa do seu deus?

A região onde que é hoje o palco do conflito, conhecida como Palestina, começou a ser ocupada por volta do ano 3.500 a.C. Lá pelo ano 1.000 a.C., fundou-se ali, segundo a bíblia, o primeiro estado Judaico, sob o reino de Davi e apogeu com Salomão. Mas a região, e seus povos ali viventes, tanto os judeus quanto os palestinos, foram dominados por outras civilizações como os babilônios, persas, assírios, gregos e romanos. Sob o domínio romano, Tito destrói Jerusalém e os judeus se dispersam pelo mundo. Os árabes ocupam o território por volta do ano 630 e convertem a maioria da população ao Islã. Entre 1517 e 1917 o Império muçulmano Turco-Otomano domina a região palestina.

Como se pode perceber, os judeus são, desde o primeiro século da era Cristã, um povo sem pátria, sem Estado nacional, sem território. A região palco do conflito é ocupada pelo povo árabe/muçulmano a cerca de 1.500 anos.

Durante a primeira Guerra Mundial, a Inglaterra expulsa os turco-otomanos e o chanceler britânico Arthur Balfour apóia a migração de judeus para a Palestina, desde que respeitados os direitos dos árabes ali viventes. No entanto, cria-se uma situação de conflito não apenas religioso, mas também econômico, uma vez que os judeus passam a ocupar as terras mais férteis da região, aliás, os judeus baseados nos argumentos bíblicos, consideram a Palestina o seu “lar doce lar”. Está instalado o problema, que antes da migração não existia na região. Entre 1936-39 eclode a primeira guerra civil, ainda sob domínio inglês.

Com a segunda Guerra e os holocausto nazista, a migração de judeus para a Palestina se acentua, bem como o apoio internacional à criação de um Estado Judeu.

Terminada a segunda Guerra, a ONU, sem consulta prévia aos povos árabes/palestinos possuidores da região, vota uma resolução que divide o território palestino em dois, um para os judeus e outro para os palestinos. A divisão é favorável aos judeus que ficam com as melhores terras cultiváveis. Os países árabes vizinhos são contra a divisão e atacam o recém criado Estado de Israel. Com apoio militar estadunidense, os israelenses se defendem e conseguem aumentar o seu território original cedido pela ONU. Desde então as hostilidades entre os dois lados não cessam e a migração de judeus para Israel e o engajamento dos árabes na luta vem aumentando.

É esta a origem do conflito entre Israel e a Palestina, que é também a origem do conflito entre parte do mundo árabe e do mundo ocidental. A crise do Petróleo de 1973 está neste contexto, bem como os ataques “terroristas” aos EUA. Maldita foi a idéia de incentivar a migração de judeus para a Palestina, bem como o desfecho de criar o Estado de Israel. Não posso concordar com a idéia de que “se fez justiça ao povo judeu criando-se o Estado de Israel”. A história não pode ser “consertada”. A história é processo e os judeus foram derrotados a mais de dois mil anos. Mas tudo bem, então vamos reverter os saques europeus à América Latina; devolver o território e a autonomia aos descendentes dos Incas, Maias, Astecas, Guaranis e aos Apaches; restabelecer os territórios tribais da África; devolver as terras roubadas dos mexicanos pelos EUA; indenizar os negros escravos e etc. Não que eu seja contrário às políticas destinadas à amenizar o sofrimentos dos povos explorados, mas criar o Estado de Israel desalojando a população palestina ali existente, com certeza, não foi uma boa idéia.

Hoje Israel é o principal aliado dos EUA no Oriente Médio. Possui o segundo exército mais bem equipado do mundo (perde apenas para os EUA) e, apesar de estar localizado em uma região árida, exporta frutas e legumes para a Europa, com tecnologia “emprestada” pelos EUA.


O Blog do Prof. Vanderlei contém vários textos sobre o tema.

02 janeiro 2009

Receita de Ano Novo:

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade



Free counter and web stats