20 dezembro 2008

Montadoras: que crise é esta?

Acompanhamos nos noticiários a crise das montadoras. Várias estão suspendendo a produção e dando férias coletivas para os trabalhadores. Outras reduzem custos deixando as competições automobilísticas. No Brasil o Governo reduz os impostos sobre os veículos 0 km para alavancar as vendas. Mas que crise é esta? Infelizmente, na TV, vemos apenas as conseqüências, e o noticiário se limita a dizer que é tudo culpa da crise. No entanto, ninguém explica que crise é esta.

A crise é do modo de produção baseado no consumo. Em outras palavras, a crise é do modo de produção capitalista. Ou seja, o capitalismo se reproduz no consumo (não é a toa o investimento em marketing), e quando o consumo cai, o capitalismo entra em xeque.

Basta um olhar mais atendo às garagens de carros usados e aos pátios das montadoras. Estão superlotados. As fabricantes de automóveis produziram mais carros do que o mundo é capaz de consumir. Chega uma hora que o crescimento atinge níveis tão altos que não há mais para onde crescer. Não há mais mercado consumidor (a imensa maioria da população mundial é pobre!) para abrigar todos estes bens. Aqueles que dispõe dos recursos para ter um carro já o tem, e os que trocam de carro todo ano é a minoria.

Bens de luxo, como os automóveis, não são bens de consumo de primeira necessidade. Em épocas de crise, que atinge principalmente trabalhador médio, entre os bens de consumo cortados de sua lista, a troca do automóvel é um dos primeiros. Embora o capitalismo, devido a todas as suas crises já tenha aprendido a lição, a distribuição maior de renda é ainda a única forma de sobrevivência do consumo e conseqüente reprodução do capital. Embora é concorde com a análise de Mèszáros de que o capitalismo está nos levando para a barbárie. Alguém duvida?

5 Comentários:

Às 23/12/08 11:57 AM , Anonymous Arthurius Maximus disse...

Concordo com você em relação ao consumo exagerado e ao esgotamento da demanda. Isso é uma verdade. O grande problema não é o capitalismo: É a ganância humana. Empresários deste setor específico (de de alguns outros) desejam vidas nababescas incompatíveis com uma realidade global cruel. Mas isso ocorreu nos países socialistas também; onde uma elite comia caviar beluga e o proletariado morria de frio e fome.

O problema da crise não é o regime; somos nós.

Para sustentar o consumo dos ricos hoje (1 terço da população mundial) os outros dois terços devem viver com quase nada.

Para que todos conseguissem consumir no mesmo rítmo, seriam necessários três planetas.

Fosse qual fosse o regime.

O homem é que deve entender que não precisa viver como um deus para ser feliz.

 
Às 25/12/08 3:41 PM , Blogger Mauro Sérgio disse...

Embora não seja uma análise unânime, muitas organizações caracterizam essa crise dentro daquelas crises cíclicas de superprodução previstas por Marx.

 
Às 26/12/08 1:53 AM , Anonymous Voh Fumada disse...

Gostei muito da abordagem clara e objetiva sobre a crise financeira REAL e nao bilhoes de dolares especulativos que entram e saem das contas dos grandes acionistas do mundo na crise especulativa.
Um bom video que aborda a questao da crise do capital especulativo [e a serie feita pelo Marcelo Taz no seu blog, nela e claro que no se aborda com profundidade o que acontece mas mostra os proprios empresarios e espculadores se enrolando pra tentar explicar daonde vem o dinheiro que nao existe e porque a corda sestoura do lado mais fraco.

 
Às 26/12/08 9:09 PM , Blogger Dorian disse...

E qual seria a alternativa ao capitalismo?? O socialismo já provou que também é inadequado, pois concentra a riqueza no governante enquanto a população passa necessidades. Arthurius dá a dica. O problema é a ganância, é a natureza humana. Portanto quanto mais ficarmos distantes de regimes totalitários e que concentre poder nas mãos de uma única pessoa (vide países comunistas), melhor.

 
Às 3/1/09 4:16 AM , Anonymous Anônimo disse...

Boa materia baseada em conceitos marxistas e em jornalismo funebre.

Perguntaria a vsa senhoria se já esteve em alguma montadora ou alguma industria!!??? alem de suas pesquisas virtuais, e de um mundo muito alem de seus livros, vc sabe o que e um pais de primeiro mundo???

Já viajou para o exterior??

tem nocao do que seja o capitalismo a fundo?? nao aquele capitalismo pintado nas obras de Marx...

vc sabe oque sao bancos financeiros???vc sabe onde se originou essa crise??

entende sobre a crise???qual soluçao vc poderia sugerir??polpe-me de marxismo, seje realista!!!

a principio ate achei que vc responderia oque e a crise, mas lendo sua postagem percebi que vc alem de nao saber oque significa , ainda assumiu uma linha de pensamento marxista.Percebo ainda que vc nw e uma pessoa com amplos horizontes pois os grandes homens, grandes politicos, grandes lideres tem suas linhas, porem sao flexiveis ao contexto a sua volta oque nao condiz com a sua realidade...

Propor solucoes incabiveis ao momento que vivenmos, e uma oportunidade de calar-se, pois o socialismo ja provou que nao possui força para manter-se. Marxismo e um sonho adormecido!!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats