31 agosto 2008

Nem tudo está perdido!


Algumas frases me deixam puto: “Você se alimentou hoje? Agradeça ao produtor rural.” ou “Sabe ler? Agradeça ao professor.” São de um péssimo gosto, uma tentativa de elitizar as profissões, como se uma fosse melhor que a outra. Você já viu por aí alguma frase do tipo: “A cidade está limpa? Agradeça ao gari” ou então “Encheu o tanque do carro? Agradeça ao cortador de cana”. Na sociedade cada profissão tem o seu valor. De que adianta todo mundo ser médico, por exemplo, se não tiver o varredor de rua?

Mas há algumas coisas que vemos por aí, que nos deixam a impressão de que nem tudo está perdido no mundo de hoje, que existem alternativas e pessoas que sabem ler de forma crítica a realidade.

Na faculdade onde estudo, colaram um adesivo da FAEP (Federação da Agricultura do Estado do Paraná) na porta de uma sala com a frase “Você se alimentou hoje? Agradeça ao produtor rural”. No mínimo foi o filhinho de algum latifundiário. Mas eis que alguém fez aquilo que eu sempre tive vontade de fazer quando vejo um adesivo deste. Agora o adesivo está assim: “Você se alimentou hoje? Agradeça ao PEQUENO produtor rural”.

É isso mesmo. Existe uma diferença na produção entre o grande produtor rural e o pequeno. O grande, aquele com imensas áreas plantas e maquinários produz para exportação, enquanto o pequeno produz para o consumo interno. A Agricultura Familiar é a grande responsável por colocar alimento na mesa do brasileiro, aliás, "nunca na história deste país a Agricultura Familiar recebeu tanto apoio quanto no Governo Lula".

Já me reportei sobre este tema aqui no Blog. “A Verdade sobre quem produz comida neste país”.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats