27 abril 2008

Casamento Católico: de profano a sagrado!


Tive mais uma vez o prazer de postar um texto no excelente Blog Observações do Cotidiano. Trata-se de um trabalho feito para a Faculdade de História que buscou debater a questão do Casamento durante a Idade Média. Para isso fiz uma "resenha" de um livro do grande historiador "Ronaldo Vainfas" que trata o tema.


Link do texto:



Introdução:

A noiva de branco, simbolizando a pureza feminina, o homem elegante à esperando na beira do altar, o pai da moça que a entrega para o futuro marido, tudo isso sob os olhos atentos de convidados da sociedade e do Padre, que depois une em matrimônio e sob as bênçãos de Deus este casal, para que sejam felizes até que a morte os separe.

O casamento feito sob a égide de Deus é sagrado, aliás, um dos sete sacramentos da igreja, nada a pode destruir, nem mesmo o homem. Cabe ao casal ser fiel não apenas ao cônjuge, mas principalmente à Deus e à Igreja, pois assim estará fazendo a sua parte dentro do seio Católico.

Mas será que o casamento Cristão como um sacramento, vem desde os idos da Igreja ou é ele também resultado de um processo histórico? Surpreende-nos a resposta provisória de que o Casamento já foi proibido pelo Catolicismo. Por que e por quais circunstâncias e argumentos? Este é o questionamento que o presente estudo visa responder, não de forma definitiva, muito pelo contrário, através da análise do brilhante livro de Ronaldo Vainfas “Casamento, amor e desejo no Ocidente Cristão”.

3 Comentários:

Às 28/4/08 8:05 AM , Blogger Dorian disse...

Cássio,

Muito bom o post.

Deixei um comentário lá.

 
Às 30/4/08 6:41 AM , Anonymous Arthurius Maximus disse...

A Igreja e a religião nada mais são do que uma reunião de parasitas e aproveitadores que nada tem a ver com Deus.

Darei uma olhada por lá.

Um abraço.

 
Às 30/4/08 1:03 PM , Blogger Fábio Cassimiro disse...

Olá Cássio, será que agente não pode fazer uma troca de links?

Sobre o post eu havia lido sobre este assunto na faculdade e achei muitissímo interessante, vou lê-lo agora no Observações do Cotidiano.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats