08 março 2008

Quem são os Liberais?


Hoje em dia é difícil rotular posições, bem como conceituar expressões como: liberal, socialista, comunista, direita, esquerda e etc, devido à multiplicidade de formas que tais possuem, algumas até antagônicas. O termo liberalismo, por exemplo, já foi usado por teorias subversivas e conservadoras, Estados liberais surgiram de revoluções e outros foram implantados ditatorialmente para elimiar uma possível revolução.

Possivelmente, a primeira vez que o termo “liberal” foi utilizado, o era para indicar uma atitude aberta, tolerante e generosa, bem como uma forma de encarar a realidade de forma crítica e racional, ser liberal era ser uma livre-pensador contra os dogmas da Igreja Católica. Isso era ser revolucionário no século XVI e XVII. Lógico que, pessoas que pensam contra a ordem estabelecida, só podem ser perseguidos, assassinados, caluniados como comedores de criancinhas e chamados se subversivos.

A ordem estabelecida à época era a do sistema Feudal, baseado no poder Absolutista do Rei e dos senhores donos dos Feudos, apoiados pela Igreja. Os comerciantes que viviam nos burgos (cidades), cujos negócios cresciam devido à expansão mercantilista, não mais aceitavam esta forma de Poder e de Estado, logo, foi feita uma Revolução para suberver a ordem e permitir que os burgueses pudessem desfrutar do poder e estabelecer a sua ordem.

Assim, atuais sistemas político e econômico da Inglaterra, Estados Unidos e França, foram na sua raiz, implantados depois de muito derramamento de sangue, os contrários foram todos mortos, os acusados de traição idem, “el paredon” é invenção deles.

Uma vez ganho o poder, é necessário mantê-lo, certo? Então os Liberais de outrora tornaram-se Conservadores de agora. A Filosofia Liberal deixou de ter importância e foi resumida a meros chavões e palavras sem sentido: Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Liberdade para nós burgueses/comerciantes termos mais lucros, Igualdade entre nós burgueses e Fraternidade idem.

E hoje, os Liberais (ou Neo-Liberais – Neo=novo) tentam nos passar a idéia de que o mundo capitalista, por eles implantado, é algo natural. Que a propriedade privada, por eles inventada, é essencial para a vida humana. Que apenas há felicidade ao consumir os bens feitos com nossos braços e que dão lucros a eles e etc... Então, quando vem algum grupo de “vermelhinhos” querer contestar a ordem, são tratados com subversivos e etc... Como diz Atílio Boron “graças à alquimia da globalização neoliberal, as vítimas se transformam em algozes”. Apesar de alguns insistirem em negar ou esconder, a ordem capitalista/liberal é fruto de uma Revolução, e para mudá-la, precisamos de outra Revolução!

9 Comentários:

Às 9/3/08 9:35 AM , Anonymous Arthurius Maximus disse...

Esse tal de neo-liberalismo é uma barca furada sem tamanho. FHC que o diga...

 
Às 10/3/08 12:25 AM , Blogger Sr. Burguês disse...

Cassio, gostaria que me responde-se uma coisa, por favor:
* Quais autores liberais vc conhece e quais obras desses autores vc já leu na integra? Por favor cite.

 
Às 10/3/08 1:39 AM , Anonymous Alexsander disse...

Meu Deus! A inclusão digital foi ótima, mas deu espaço para pessoas sem a mínima noção do que estão falando escreverem blogs com definições completamente equivocadas e preconceituosas.

Sugestão ao autor do texto: vá estudar um pouco sobre Liberalismo e depois faça um post decente.

 
Às 10/3/08 10:47 AM , Blogger Cássio Augusto disse...

Caro Sr. Burguês (Victor)... o texto foi feito com base no Capítulo 5 do livro "Sociedade Civil e Hegemonia" de Jorge Luis Acanda!!! Devolvo a pergunta... qtas obras de "vermelinhos" vc já leu na íntegra??? hehe

E viva a inclusão digital!!! só assim pra incomodar um pouco aqueles que não querem ser incomodados... que não querem que suas idéias sejam contestadas e etc...

 
Às 10/3/08 3:14 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Prazeiroso estou que tenha respondido! :-D
Hum... então vc escreveu um texto sobre o Liberalismo, usando como fonte somente um autor, anti-liberal e anti-capitalista?
Mas ainda não respondeu minha pergunta. Não perguntei em que autor vc se baseou para escrever o texto. Perguntei quantos autores no geral vc já leu, e quais as obras. Vou dar um desconto e considerar quais obras vc já leu parcialmente. Quando vc me responder, ficarei feliz em te devolver a resposta, mas antes de continuar, preciso aber em que, ou quem, vc se fundamenta para falar sobre o liberalismo.

 
Às 12/3/08 9:49 PM , Blogger Dorian disse...

Cássio,

O capitalismo é sim um sistema natural que nasceu e evoluiu a partir das relações sociais (e econômicas por tabela) entre pessoas e países. Não foi inventado, mas sim rotulado.

Ao contrário do socialismo/comunismo que foi uma idéia gestada artificialmente. Segundo o próprio Karl Marx, "a evolução do capitalismo" se transformaria no socialismo.

Segundo sua teoria os "meios de produção" e a "propriedade privada" seriam tomados dos seus detentores pelo povo. Ou seja, incapazes de produzir riqueza, os socialistas deveriam se apoderar do resultado do trabalho e do empreendedorismo alheio!!

Os "vermelhinhos" quando contestam a ordem "pensando no povo", corroboram a teoria de Adam Smith que dizia que os indivíduos movidos por seus próprios interesses promovem o crescimento e o desenvolvimento econômico.

 
Às 13/3/08 8:21 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Poxa, não vai responder mesmo? Mas por que? Espero que não seja porque nunca leu um autor Liberal e tem vergonha de adimitir!

 
Às 17/3/08 9:55 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

A esperança é a ultima que morre. Ainda estou esperando.

 
Às 3/5/08 5:45 PM , Blogger fabiana luiza disse...

bom,o texto foi ótimo mas eu quero saber quais são os principais liberalistas hoje em dia poderia me responder estou em duvida emtre politicos e jornalistas.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats