07 novembro 2007

Perfil de ACM:


Apesar de nosso querido “Toninho Malvadeza” já ter ido incomodar a população de outras bandas, não podemos apagar da memória este personagem caricato e importante para a política brasileira. Eis a nossa homenagem a ACM:

Antonio Carlos Magalhães começou na política como Deputado Estadual na Bahia, eleito pela UDN (o partido do golpista Carlos Lacerda) e subiu na vida política bajulando os poderosos e fazendo diversas denúncias contra seus inimigo ou mesmo aliados “perigosos”.

Em 1967, já filiado à ARENA (o partido que dava sustentação à Ditadura Militar), ACM é nomeado Prefeito de Salvador. Seu primeiro ato no governo municipal foi o de comandar pessoalmente o despejo de famílias sem-teto que haviam ocupado um prédio. Como bem seguia a cartilha dos Militares, ACM foi nomeado Governador da Bahia, e na década de 70 conseguiu recursos com o banqueiro Ângelo Calmon de Sá para comprar seu primeiro jornal.

Nos primeiros anos da Ditadura dos Militares (e da Direita Burguesa e Golpista), ACM trabalhava nos bastidores do governo, fazendo lobby, ou seja, arrumando obras superfaturadas em favor da empreiteira Odebrecht. Não é a toa que posteriormente sua filha casou-se com o dono da Empreiteira.

Nomeado ministro das Comunicações, ACM foi talvez um dos maiores impulsionadores da Rede Globo no Brasil, afinal, as concessões todas passavam por suas mãos, liberando mais de 80 concessões no período, inclusive da Rede Bahia, com 13 empresas retransmissoras de TV, Rádio e TV a Cabo da Rede Globo na Bahia. Lógico que isso está em nome de laranjas, sobrinhos, netos, filhos, afilhados e etc... incluindo o Dep. Federal ACM Neto e o hoje Senador ACM Júnior.

Por ser dono das repetidoras da Rede Globo na Bahia, a TV local nunca mostrou denúncias contra a sua pessoa. Apenas quando do escândalo da violação do painel do Senado é que a Rede Globo falou verdades sobre ACM. Após renunciar ao cargo, fugindo de um processo político e preservando seus direitos, ACM voltou ao Senado Federal.

Lembram do episódio do superfaturamento da Avenida Águas Espraiadas na Capital de São Paulo durante o Governo Celso Pitta? Então, ela foi construída por uma empreiteira da família Magalhães... são descendentes políticos de ACM, além do Neto, o senador César Borges e o Dep. José Carlos Aleluia, por isso, não enganem-se com falsos discursos moralizadores.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats