26 novembro 2007

A Independência do Panamá:


O Panamá é uma criação do imperialismo estadunidense. O que é hoje seu território foi até o início do século XX parte da Colômbia, “mas uma singular aliança do imperialismo norte-americano com a chamada Companhia Nova do Canal de Panamá e interesses radicados no istmo determinarem o nascimento do novo Estado” (POMER, 1981, pg.40/41).

Em 1880 os Estados Unidos da América já haviam declarado a sua intenção de construir um canal que ligasse os oceanos Atlântico e Pacífico, obviamente que este canal deveria ficar sob seu controle. Em 1902 os EUA compraram a Companhia Nova do Canal do Panamá, mas era necessária uma autorização do governo da Colômbia, o que foi conseguida em 1903, mas o Senado colombiano não ratificou o tratado de autorização.

Os partidários do Canal e da influência estadunidense, chamados de “proprietários probos do istmo” não ficaram satisfeitos com tal atitude do Estado colombiano e sob o argumento de que a Colômbia decreta a ruína da população do istmo, “no dia 3 de novembro do mesmo ano os proprietários e ricaços da região panamenha declaram-se independentes da Colômbia. Contaram com a persuasiva presença da marinha norte-americana” (POMER, 1981, pg.42).

Interessante notarmos que apenas quinze dias após este fato, e ainda sem possuir uma constituição, o Panamá autoriza os ianques a construírem o canal. Quando da elaboração da Carta Magna, a mesma autoriza os estadunidenses a intervir em qualquer parte de seu território para a garantia da paz pública.

3 Comentários:

Às 26/11/07 12:07 PM , Blogger Webmaster disse...

eae cara blz ?
eu acho q te conheco de algum lugar velho
eu trabalho la no mercado avenida
vc ja deve ter me visto
fiz o blog de brincadera so pa ponha umas foto do arrancadao dai viro isso
poe o meu blog ae no teu site
vlw
abraços

 
Às 26/11/07 1:18 PM , Blogger Dorian disse...

Cássio,
Os Estados Unidos adquiriram dos franceses a massa falida da empresa "Compagnie Nouvelle du Canal de Panama" que foi quem iniciou a construção do Canal do Panamá. É inegável porém o fato de que, sob interesse econômico os EUA tenham insuflado e apoiado o movimento separatista que deu início ao país.
Por outro lado, um fato positivo da obra foi a descoberta da vacina para a febre amarela baseado nos estudos do médico cubano Juan Carlos Finlay. A doença foi responsável pela morte de milhares de trabalhadores da obra e quase a inviabilizou.

 
Às 27/11/07 10:02 AM , Anonymous clare disse...

Cássio!

tem um texto interessante aqui

http://www.midiavigiada.kit.net/

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats