03 novembro 2007

Cinema Brasil e História!



Em uma diferença de poucos dias tive o prazer de assistir dois filmes da nova safra do cinema brasileiro. Primeiro foi o concorrente brasileiro ao Oscar “O ano em que meus pais saíram de férias” e o segundo foi o “Batismo de Sangue”, baseado na obra homônima de Frei Betto. Embora tratem do mesmo período dos anos de maior repressão à ditadura militar, os filmes são muito diferentes, mas de beleza idem.

“O ano em que meus pais...” conta a história de uma criança que é forçada a ficar longe dos pais perseguidos pela Ditadura, vai para a casa do avô, mas este acabara de sofrer um ataque cardíaco. O jovem tem que ficar com os vizinhos, e tem uma difícil adaptação ao seu modo de vida. O filme é de uma ternura fantástica, coisas do mundo infantil que me fizeram até sentir saudades dos meus jogos de botões e álbuns de figurinha. Mas o final é emblemático, a criança que tanto esperava o nosso Tricampeonato nem assistiu à final, sua mãe havia voltado para casa, depois de ser torturada, e enquanto o Brasil vibrava com nossos heróis do futebol, algumas famílias sofriam com nossos heróis torturados. O jogo de imagens é belíssimo.

Já o “Batismo de Sangue” é um filme mais “sério”, baseado em fatos reais, representa a ajuda dada à guerrilha urbana pelos freis dominicanos de São Paulo, o congresso de Ibiúna, até mesmo o “companheiro Zé Dirceu” é caracterizado no filme, a atuação do herói da resistência Marighela, a crueldade de Fleury e da tortura dos militares que machucavam não apenas os corpos, mas principalmente a mente dos torturados, que o diga Frei Tito e seu calvário...

Temos muitos outros bons filmes sobre o período militar, como por exemplo “Quase dois irmãos” e o “Zuzu Angel”, que vêem ao encontro da revisão que está sendo feita pela nova historiografia, aliás, muito ainda tem-se que revelar sobre este período da história brasileira e a abertura dos documentos do exército é fundamental para isso e se faz urgente!

4 Comentários:

Às 3/11/07 11:31 PM , Blogger alfredoluiz_santos disse...

O cinema brasileiro tem melhorado muito, mas, sobre os filmes que retratam fatos da nossa história recente, lamentavelmente, têm deixado muito a desejar. Para os que não viveram naquele período, ou para aqueles que não conseguem ler e raciocinar, obviamente, não se torna possível entender tudo o que aconteceu naqueles tempos.
Nos filmes, os crimes cometidos pelos que tentaram implantar o comunismo no Brasil são amenizados, romanceados. E os jovens, que não conseguem pensar, são levados a acreditar que a ditadura militar foi implantada no país a partir do nada, matou e torturou quase todo o mundo, e, "pela vontade popular", acabou. Parece simples. O cinema nos leva a essas incríveis "viagens".
Para quem quer conhecer realmente a História do Brasil, os filmes não ajudam muito.

 
Às 3/11/07 11:35 PM , Blogger Alessandro disse...

É, existem ótimos filmes que retratam este período da história do Brasil.
Mas algo sobre o que eu estava me questionando é em relação aos nomes de escolas, nomes que remetem aos presidentes do tempo da ditadura brasileira, como homenagem. Isso é uma puta sacanagem, escolas com o nome de Castelo Branco, Costa e Silva e outros. Se a escola deve ser entendida como espaço de formação de cidadãos voltados a construção ou aprofundamento de valores democráticos,por mais que democracia tenha várias interpretações, é complicado aceitar estas lembranças que visam homenagear certas figuras de uma parte triste de nossa história.

 
Às 6/11/07 10:17 PM , Blogger Isis disse...

Oi Cassio tdo bem li sobre a ditadura, mas fco assustada qdo tem q manter viva na memoria das pessoas pois cmo bemmsabemos pode sim virar contra nos mesmo.

 
Às 10/11/07 12:30 PM , Anonymous Márcio Pimenta disse...

Gostei muito deste post. De fato o cinema nacional, quando começou a se concentrar nos problemas brasileiros e com acesso a tecnologia, melhorou muito.

Abraços!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats