30 setembro 2007

Sonho Tcheco:


No ano de 2004, dois estudantes de cinema conseguem recursos junto ao Ministério da Cultura para produzir um documentário, a idéia é genial e ousada ao mesmo tempo. Construir uma grande mentira, ver até onde as pessoas acreditam nela e qual a reação ao saberem a verdade.

Eles contratam uma agência de publicidade, filmam todo o processo de construção da propaganda, cartazes, comerciais, pesquisas de marketing e opinião pública, desmascaram o que existe por trás deste mundo de construção de sonhos irreais. Durante meses entopem a capital Praga de propaganda do Hipermercado chamado “Sonho Tcheco”. Os preços são bem abaixo daqueles praticados pela concorrência.

No dia e local marcados para a inauguração, cerca de 4 mil pessoas comparecem, sedentos por diversão e compras, mas nunca existiu e nunca existirá o Hipermercado, no local apenas um grande outdoor.

Parece uma grande brincadeira de mau gosto? Pode ser, mas o filme nos faz refletir. Será que não somos enganados todos os dias por propagandas que nos prometem diversão e prazer, quando na realidade não é nada disso que acontece? Eles usaram dinheiro público para enganar as pessoas, mas será que os políticos não fazem o mesmo? E viva a sociedade do espetáculo!

O documentário dialoga ainda com questões de consumismo desenfreado, a ganância das pessoas por produtos, a vida medíocre que tem como diversão principal passear pelas prateleiras de um hipermercado. Viva as “pseudo-necessidades”! Talvez o principal seja mesmo como são feitas as campanhas de marketing, cada vez mais profissionais, inclusive o diretor da agência contratada se vangloria de que consegue vender até coisas que não existem.

Mas também existe uma outra interpretação ao documentário. Troque o Hipermercado pela União Européia. Na época de produção a República Tcheca vivia o debate sobre a entrada ou não na UE. Com base no filme, não seria a UE um sonho Tcheco? O que será que existe após a porta da propaganda?

Este fato do Hipermercado “falso”, e o documentário geraram grande polêmica na República Tcheca, na semana seguinte ao acontecido, mais de duzentos artigos de revistas e jornais foram escritos no país sobre a questão. Debates na TV foram feitos e entrevistas nas ruas. Os diretores foram processados, mas ganharam vários prêmios pelo documentário.

Infelizmente o filme não foi lançado no Brasil, então para os amantes do verdadeiro cinema resta a Internet e seus veículos de busca. Recomendo o site Making Off.

4 Comentários:

Às 30/9/07 10:36 PM , Blogger Dorian disse...

O pior de tudo é que ainda existem pessoas que vendem esses sonhos aos incautos... É o caso do comunismo que vende o paraíso e a chocante realidade é exatamente o oposto!

 
Às 1/10/07 11:10 PM , Blogger Rodrigo Carvalho disse...

Saudações Socialistas Camarada Cássio,

Prazer em louvê-lo...hehehehe

Faz tempo mesmo, depois que deletei meu antigo blog e criei este acabamos perdendo contato. Mas estamos aí na luta. De blog novo, filiado e pré-candidato á vereador em 2008 pelo PPS.

No momento estou procurando apoios para a campanha e fazendo um bom trabalho de base para garantir a vitória... E você, já se animou em candidatar-se? Ainda dá tempo.

Um grande abraço!

Em tempo - "Seu blog tá show! Parabéns"

Rodrigo Carvalho
blog Radicalidade Democrática

 
Às 3/10/07 12:54 PM , Anonymous Demiurgo disse...

Dorian, você é historiador? já morou em um país comunista? ao menos visitou algum? ou o que sabe sobre o tema vem de informações de segunda e terceira mão? Ler apenas os detratores do comunismo e sair emitindo opiniões, é uma cilada tão grande quanto ler apenas os detratores do capitalismo e achar que o Mickey Mouse quer dominar o mundo... muito cuidado meu caro...

 
Às 5/10/07 9:25 PM , Blogger Dorian disse...

Caro Demiurgo,

Não é preciso ser historiador para perceber e entender a realidade.

Lanço um desafio a você. Vá em frente a Casa Branca e grite com toda a força de seus pulmões: "Bush, seu retardado, caia fora daí. Volte para seu rancho, imbecil!". Fácil, não?

Agora a parte difícil: Vá em frente a sede do governo de Cuba (ou no hospital, sei lá) e grite: "Fidel, seu velho babão! Caia fora, seu golpista!".

Cumpra o desafio e depois você me fala onde está a "cilada"!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats