16 setembro 2007

Escola em tempo integral:


Neste ano de 2007, completam-se dez anos da morte do maior antropólogo brasileiro, Darcy Ribeiro. Foi ministro da Educação de Jango, exilado pela Ditadura Militar, passou longo período fora do Brasil prestando assessoria sobre reformas universitárias, trabalho no Governo deposto de Salvador Allende. Na volta ao Brasil, ajudou a fundar o PDT, foi vice-governador do Rio de Janeiro e Senador da República. Possui uma vasta obra literária onde podemos destacar o seu clássico “O Povo Brasileiro”.

Mas não vou falar de Darcy, e sim de uma de suas bandeiras, a escola em tempo integral, implantada em alguns locais do Rio de Janeiro quando era vice-governador na chapa com Leonel Brizola. Países como o Japão, França, Estados Unidos e Coréia, possuem escolas em tempo integral para seus alunos, e porque não podemos copiar o útil ao invés de apenas o fútil?

Em um país de tamanha desigualdade social e de acesso como o Brasil, todos são unânimes em afirmar que a educação é uma das poucas saídas, no entanto, apenas 4 horas diárias é muito pouco para formar um bom cidadão, se nas outras 20 horas do dia a criança fica largada.

Depois da escola, o filho do Rico vai estudar piano, inglês, balé, possui livros em casa, internet e pode ter um acompanhamento mais forte por parte dos pais. O filho do pobre, além de não ter nada disso, muitas vezes não tem nem uma casa confortável, comida na mesa e incentivo. Tarefa pra casa? Como? Se a maioria nem tem casa!

Manter estas crianças na escola em tempo integral, com acompanhamento especializado, com esportes, músicas, bibliotecas, comida e etc, é essencial para que diminuam as desigualdades. Afinal de contas, a elite prega que todos somos livres e temos as mesmas condições para vencer na vida, basta estudar e trabalhar. Será?

6 Comentários:

Às 17/9/07 12:03 PM , Blogger Dorian disse...

Concordo plenamente com seu ponto de vista! A escola em tempo integral além de reforçar o aprendizado afasta a criança da ociosidade, e muitas vezes pode fazer a diferença entre seguir ou não o caminho da criminalidade.

 
Às 17/9/07 1:23 PM , Blogger Cássio Augusto disse...

Ufa!!! pensei que nunca fossemos concordar heim nda Dorian... hehe... vlw!!!

 
Às 17/9/07 1:51 PM , Blogger Ana Cristina Bruno disse...

Concordo, que é a melhor opção para muitas crianças que ficam perambulando pelas ruas,após o horário regular de escola, enquanto suas mãe trabalham e não tem quem fique com os filhos. Porém, coloco aqui minha opinião enquanto professora: Acho que deveria haver incentivo do governo para que as nossas escolas de tempo integral, tornem-se realmente espaço de aprendizados, conquistas e cultura, e não um depósito de crianças, como muitas o são hoje em dia. Já que houve a iniciativa em construir, preparem melhor os professores para essa empreitada, contratem mais pessoas qualificadas para trabalhar com essas crianças, forneçam material adequado para ser possível trabalhar com essas crianças e por ai vai...
Não trabalho numa escola do governo, sou da rede particular, mas tenho contato com diversos profissionais dessas escolas em tempo integral, e a realidade deles é um pouco mais dura, deixando a desejar sobre todo o potencial que esses estabelecimentos carregam. Será que um dia conseguiremos atingir essa realidade? Tomara que um dia tenhamos um governo limpo, digno e que respeite o povo ai sim, poderemos começar a dar forma a esse ideal.

 
Às 17/9/07 6:31 PM , Anonymous Katia Correia disse...

Concordo com vc Cássio, a educação é a melhor saída para estas crianças. Já morei no Japão e pude ter uma idéia de como são as escolas lá. Além das crianças permanecerem na escola o dia todo elas tem acesso a tudo o que a Ana Cristina citou a cima. Penso que é por aí que a coisa deva caminhar, mas sabemos que não temos incentivo do governo o que é fator fundamental nesta questão, e, portanto, falta muito pra isso acontecer no nosso Brasil. Mas, não podemos desanimar,é difícil mas não é impossível.

 
Às 17/9/07 9:36 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Tem que privatizar tudo essas escolas publicas, nenhuma presta, deixem o Mercado se encarregar da educação.

 
Às 18/9/07 11:11 AM , Blogger Luiz Eduardo disse...

Caro Cássio,

Gostaria de agradecer pela inclusão do Blog do Braga entre os links do seu blog e pedir para que seja mudado o titulo para Blog do Braga ou Blog do Eduardo Braga. É que ninguém me conhece por Luiz Braga.

Saudações socialistas,
Braga

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats