25 julho 2007

A Polícia do Mundo prepara uma nova Operação:


Todo mundo sabe, até mesmo aqueles que tentam nega-la, que os EUA julgam-se a Polícia do Mundo, guardião da moral, da ética, da propriedade e da democracia, que o digam a Palestina, Iraque, Afeganistão, América Latina e afins...

Recentemente, a Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice afirmou: “há uma transição a caminho em Cuba” e reiterou que seu país “não vai tolerar uma transferência de poder de um ditador para outro”.

Ora, um absurdo! Os EUA querem novamente intervir na soberania de um País. Cadê a ONU e os demais organismos internacionais? Não se pode jamais admitir qualquer intervenção estrangeira, de quem quer que seja, sobre um assunto que diz respeito somente ao povo cubano, e quando digo povo cubano, não incluo os riquinhos que fugiram para Miami e esperam a morte de Fidel, para com o apoio da CIA, recuperar suas propriedades em Cuba, mas sim aqueles que vivem na Ilha e a cada dia dão uma mostra de que o Capitalismo não é a única via.

A Ilha de Cuba, outrora uma simples colônia de férias da burguesia estadunidense, depois de Revolução de 1959, transformou-se radicalmente: completamente alfabetizada, com uma medicina super avançada (compramos vacinas de Cuba), uma potência esportiva, uma qualidade de vida superior à brasileira e diga-se, tudo isso conseguido apesar do criminoso embargo econômico promovido pelos EUA e aceito passivamente pela ONU.

Se com a morte de Fidel a Revolução Socialista acaba ou não? É o povo cubano quem deve decidir, e não outro país. Caso contrário, vou ter que aderir à campanha pelo voto universal e mundial nas eleições estadunidenses, afinal de contas, se são eles os governantes do mundo, eu, como habitante do mundo, tenho o direito de escolher meus representantes.

6 Comentários:

Às 25/7/07 2:14 PM , Blogger R.C disse...

Cara... Esta certo que os EU nao tem nem moral nem razao para intervenir em Cuba. Mas essa de "cubanos riquinhos que fugiram pra Miami e esperam o Fidel morrer" nao cola, amigo. Nao sao nada riquinhos os cubanos q os odeiam aqui. Alias, tenho um que eh professor de filosofia, um certo mestre meu, q eh riquinho. Sua familia nao fugiu, mas ele saiu de la porque nao aguentava ter privilegios enquanto o povo morria de fome. Um errado nao faz o outro certo.

abraxao

RF

 
Às 25/7/07 4:11 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Mais uma vez vc demonstra sua ignorancia e visão ideologizada do mundo, alêm do classico puxa-saquismo para com a ilha-prisão do coroelzão Fidel.
Cuba, antes da revolução, tinha o 3o maior indice de alfabetização da AL - 76% - perdendo somente para Argentina e Chile. Na mesma epoca, o Equador tinha 56% e a Colombia 62%. Em 1995, os indices eram: Cuba 95%, Equador 90%, Colombia 91%. Com isso podemos ver que Cuba já era um pais de alto grau de alabetização antes da revolução, e que outros paises, ná epoca ainda mais atrasados que Cuba, tiveram um aumento em seu indice educacional muito maior, e sem a necessidade de uma revolução socialista. Não é necessario dizer que a educação em Cuba hoje é uma verdadeira doutrinação ideologica, onde quem não se submete a esse sistema não tera chances de ingressar numa universidadwe e conseguir um emprego decente...
O mito da medicina avançada: a verdade é que para a maior parte da população cubana, a medicina é digna de um SUS do Brasil. Hospitais sujos, sem equipamentos, medicos incopetentes, falta de medicamentos. Entretanto, para os figurões do partido e para estrangeiros ricos que possam pagar pelo "turismo hospitalar", eles tem a disposição alguns hospitais em Havana muito bons (mas não o suficiente para tratar do proprio lider, hehe). Ah, sim, Cuba exporta alguns tipos de vacinas, porem compra medicamentos (dos EUA inclusive) e recebe muito mais medicamentos DOADOS por organismos internacionais (UE doa em média U$10 milhões em medicamentos por ano, em 10 anos os eua doaram cerca de U$400 milhões, para poder suprir suas necessidades médicas...
Alem disso, antes da revolução Cuba já tinha um sistema de saude avançado para os padrões latino-americanos da época, exemplo: taxa de mortalidade infaltil de 37x1000, a 13a menor taxa do mundo. Hoje esta na possição 24, pois outros paises, sem a necessidade de uma revolucion, melhoraram seus sistemas de saude e ultrapassaram Cuba.
Mas, claro, tudo é culpa do embargo... embargo esse que não empede que empresas estrangeiras invistam em Cuba, montem linhas de produção por lá, nem impede que os Cubanos vendam seus produtos no mercado internacional. Por exemplo, existe uma compainha chamada Hispano-Cubana, de produtos alimenticios, que produz salsichas, linguiças, presuntos, patês de lagosta, entre outras coisas. O tal embargo não impediu que empresas brasileiras vendessem maquinas agricolas, fertilizantes e outros insumos para Cuba a alguns anos atras. Não impede a construção de luxuosos hoteis e resorts para turistas estrangeiros e figurões do partidão. Hoteis estes que possuem produtos americanos em seus menus, comprados atraves de revendedores panamenhos, mexicanos, canadenses, etc.
Em resumo, o tal embargo apenas impede que Cuba faça comercio direto com os EUA - com exceção de medicamentos e produtos médicos, que estão livres do bloqueio - mas pode negociar com todo o restante do mundo. Alem do mais, muitas vezes escuto pessoas dizendo que a culpa de muitos paises serem pobres é porque são esplorados comercialmente pelos EUA... mas quer dizer que Cuba agora é pobre por justamente não fazer comercio com os EUA??? Que puta contradição hein...
Quando vc tenta descualificar os refugiados, chamando-os de "riquinhos", alêm de generalisar a condição deles, comete uma tremenda falacia. Alem do mais, não são só "riquinhos fujões" que tentam escapar de Cuba; ou vai dizer que nesses quase 50 anos de socialismo, ainda exixtem riquinhos em Cuba, e são justamente esses que hoje em dia tentam desesperadamente fugir em balsas impovisadas, ou desertando em delegações esportivas? Não, são justamente os cubanos que vivem na ilha e que dão provas, dia apos dia, que o socialismo não é um caminho viavel! AlÊm disso, quem é vc pra decidir quem é ou não é cubano? Vc detem o monopolio da moral e do discernimento para decidir isso?
Pare de ler a Cartilha Capital e a panfletagem socialoide! Pare de regurgitar os cliches de sempre!

 
Às 25/7/07 8:16 PM , Blogger Dorian disse...

Vou reescrever uma parte de seu post, complementando a frase:
"...mas sim aqueles que vivem na Ilha... e não fogem de lá por falta de oportunidade ou com medo de ser morto ou preso se tentar e não conseguir!!"
Essa é a realidade. Que o diga os quatro atletas cubanos que aproveitaram o PAN do Rio para fugirem!

 
Às 26/7/07 8:50 AM , Anonymous Omar disse...

Bom você tocar neste assunto, Cássio, pq eu gostaria de saber a sua opinião sobre os cubanos que fugiram da Vila Olímpica. O que vc achou?

 
Às 26/7/07 11:26 AM , Blogger Lara disse...

A questão é que nos fatos, tais organismos internacionais não passam de uma farsa para nos conformamos...Já ficou bem claro que os EUA fazem o que querem quando querem...De qualquer forma eu acredito de coração que são uma potência em decadencia...
BJu moço!!!

 
Às 3/8/07 3:59 AM , Blogger kauz disse...

Exatamente!

Concordo totalmente...

Aliás, muito boa a sua lógica final, sobre o voto mundial para as eleições estadunidenses... =)

Abração!
Gustavo Cortes Gonçalves.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats