23 março 2007

Presidencialismo e Articulações:


O sistema de governo no Brasil é o Presidencialismo, pelo menos teoricamente, escolhemos o nosso representante máximo e depositamos nele todas as nossas esperanças, queremos que ele resolva todos os nossos problemas, como se fosse um “Rei” que a tudo comanda e tem soluções.

Mas, como já disse aqui outras vezes, vivemos na verdade um sistema de governo de Parlamentarismo disfarçado. Isso mesmo, pode soar estranho, mas o Presidente não tem tanto poder assim. A Constituição de 1988 foi feita sob as feriada do regime Ditatorial dos Militares, logo, a mesma fez com que os “poderes” do Presidente fossem divididos com o Parlamento.

Esta introdução simplista é apenas para comentar sobre as alianças políticas do Governo Lula/PT. Para qualquer Presidente conseguir governar, deve “fazer” maioria no Congresso, logo, alianças das mais espúrias e estranhas são costuradas, é aí que nascem os Mensalões e os troca-troca de partidos e etc...

FHC mesmo, teoricamente social-democrata compôs com PFL (atual PD), PP e PTB, partidos que apoiaram o Regime dos Militares e por isso foi muito criticado pela opinião pública. E hoje, Lula repete o mesmo “erro”, ao invés de fazer aliança com o Povo, com os Sindicatos, com as Comunidades de Base, os Movimentos Sociais, que sempre deram sustentação ao PT, anda de beijos e abraços com caciques que não merecem o mínimo de credibilidades, Sarney, Barbalho, Roberto Jefferson, os Bispos da Universal, enfim, o PP, PTB, PR e boa parte do PMDB...

E agora o Ministro da Agricultura será Reinhold Stephanes, ex-chefe do INCRA no governo Militar, Ministro da Previdência nos governos Collor e FHC, presidente do Banestado na época das privatizações do governo Jaime Lerner, secretário de Administração e Previdência no governo Requião. Tudo bem. pode ter curriculum, mas não é a forma de governar sonhada pelos petistas.

6 Comentários:

Às 23/3/07 4:12 PM , Blogger Omar disse...

Aí não dá certo Cássio!!! Vc sempre fala o q eu ainda estou pensando. rs
Concordo com vc, q o modo como foi organizado o Estado brasileiro, obriga a aparecer a corrupção. Estava pensando em escrever isso num dos meus próximos posts... agora vou esperar um pouco (só um pouco) pq depois do texto sobre o Bush, daqui a pouco vão dizer q a gente combina o q vai escrever antes. rs

Abraços

 
Às 24/3/07 9:11 AM , Blogger Dorian disse...

Cássio,
O que é fazer aliança com o povo? Com os sindicatos? Movimentos sociais e etc? Para tomar as decisões, Lula deveria ouvir todos? Vamos excluir o "povo", aqui como sinônimo de população, pois seria inviável ouvir os mais de 200 milhões de brasileiros. Vamos nos deter nos sindicatos e organizações. Quais sindicatos seriam ouvidos? Quantos sindicatos existem hoje no Brasil? E os movimentos sociais? Apenas o MST seria ouvido (apesar de que eu não acho o MST um movimento social)? As milícias das favelas do Rio de Janeiro e o PCC também seriam ouvidos (eles se declaram movimentos sociais!)?
Respeitar a Constituição e o Congresso é a melhor saída. A solução não está em destituir, ignorar ou descreditar o Congresso e sim em moralizá-lo e ter uma postura também moral frente a ele. Lula dá sua contribuição negativa em continuar com as mesmas práticas de seus antecessores no relacionamento com o parlamento. Se desde o início não tivesse concordado com as regras sujas do jogo, talvez hoje (ou bem antes) não fosse mais o presidente, mas teria honrado sua biografia.

 
Às 24/3/07 9:19 AM , Blogger Carlinha disse...

Infelizmente é utopia acreditar nisto numa mudança tão cedo. Posso não ter boa base politica para opinar em certos assuntos. Mas digo uma coisa, como na época do mensalão, mesmo que o Lula quisesse, se ele abrisse a boca para falar a verdade em vez do "eu não sabia de nada", talvez hoje ele fosse um NADA, destruído.
O poder ainda não está nas mãos do povo, mas a esperança é a ultima que morre... Só não sei até quanto...

 
Às 24/3/07 3:47 PM , Blogger Anni disse...

Eu gostei do seu blog e linkei.

Sobre o governo Lula...Eu uma petista, estou tento surtos cada vez que ouço ou leio algo sobre o presidente. Começo a acreditar na teoria da contaminação da cadeira presidencial, afinal foram tantos anos de PMDB.

 
Às 24/3/07 4:38 PM , Blogger mesclado disse...

é foda velho, em pessar que a era Lula começou com a Frase: A esperança venceu o medo. Na última eleição eu votei nele por medo da volta da era FHC, ou seja, o voto nele virou o voto do medo e não nos sobrou esperança.

 
Às 25/3/07 11:45 PM , Anonymous Isabela - BELA disse...

ola cassio!!
tudo bom?
Muito boa suas palavras comre laçãoa tudo isso..
mas eu aidna me questino.. nós (seres humanos) nos revoltamos, nos corroemos por dentro devido a tamanha desordem, tramutagem política, e entre outras palavras que não pretendo retratar aqui,.... e ficamos por isso mesmo? Até que ponto vai nossa "revolta"? Acredito que nossa insatisfação é muito pouco, pois não estamos conseguindo nos mobilizar com mais ênfaze, para noos depararamos de frente com o problema!!! será que não teríamos que fazer algo mais? para retratar nossa inquietação, recolta, desprezo,....???

beijo beijos..

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats