16 março 2007

Divida com a URSS:


A União Soviética já não existe mais, para a alegria dos capitalistas que julgam ter vencido a guerra e para a tristeza dos comunistas que sabem ter apenas perdido uma batalha. Mas como diria o russo Kiva Maidanik, a humanidade possui três grandes dívidas para com a URSS, uma mais polêmica que a outra:

1º Ter derrotado Hitler e o Fascismo: Pode parecer estranho para aqueles que cresceram vendo os filmes hollywoodianos que mostram a bravura dos soltados estadunidenses invadindo as praias da Normandia e salvando o mundo, mas não é bem assim, isso ocorreu apenas em 1944, mas a URSS já vinha desde 1941 combatendo os nazistas e os fazendo recuar, inclusive os Comunistas promoveram a primeira derrota do Exército de Hitler, ou seja, enquanto os Soviéticos fizeram os Alemães recuarem da Rússia até Berlim, os Estadunidenses fizeram apenas o caminho da França à capital Nazista, quando os Alemães já não possuíam tanta auto-estima e homens para combater. Mas quem levou os louros da vitória...

2º Ter a URSS “civilizado o capitalismo”: Com a Guerra Fria, o mundo dividiu-se entre Capitalistas e Comunistas, até então, no Mundo Capitalista os Direitos Humanos não eram respeitados e não existiam Leis Trabalhistas, o salário recebido pelo trabalhador era suficiente apenas para que o mesmo se alimentasse (não muito diferente de hoje!), enquanto isso na URSS as reformas sociais avançavam a passos largos, e a burguesia perdia inúmeros privilégios, o que forçou o Ocidente a conceder à classe trabalhadora alguns “privilégios” tais como as Leis Trabalhistas como medo do avanço da Revolução Proletária e não porque estavam convencidos de seus erros, falando o português claro, oferecer as migalhas para não perder o pão!

3º Ter ensinado às Esquerdas do Mundo o que não se deve fazer: Para o Senso Comum, os ideais Socialistas, Comunistas, Marxistas e etc são tudo a mesma coisa, mas não são, um simples estudo mais aprofundado pode mostrar a diferença entre o que propugnava o ideal Marxista do que foi realmente feito na URSS que não passou de um capitalismo de Estado, e uma Ditadura Sangrenta, principalmente nos tempos de Stalin, que acabou burocratizando demais o Estado, culminado com grande corrupção e o fracasso do sistema.

Portanto, antes de jogar pedras na URSS, incentivado por aqueles que ao verem uma bandeira vermelha já falam logo: “_Olha lá um Comunista comedor de criancinha!”, tenha em mente que a história tem mais a dizer do que aquilo que você vê pela TV. Por estas e outras é que o sonho da Esquerda em construir um mundo melhor e sem desigualdades continua mais vivo do que nunca, principalmente na América Latina.

Obs: Texto inspirado em artigo de Marco Aurélio Garcia, publicado na Revista “Teoria e Debate”, edição nº 69, página 50.

9 Comentários:

Às 16/3/07 1:12 PM , Blogger R.C disse...

Voce realmente pega angulos novos de assuntos interessantes como esse.

Parabens!

Confira a nova edicao do
Reacao Cultural
www.reacaocultural.com

Abrax

RF

 
Às 16/3/07 2:14 PM , Blogger Berkely Anderson disse...

Muito bom o teu texto...concordo com os louros da 2° guerra mundial...mas isso ocorre pq a russia não tem uum mercado de cinema globalizado como os estadunidenses, q pode influenciar tds q ficam sentados em suas cadeiras, esperando que pensem por vc. Mas é de pessoas assim como vc q o país precisa, critico acima de td...sucesso!!

 
Às 16/3/07 2:46 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Estou extremametne feliz que o Império do Mal tenha se esfacelado, por si só. Não precisamos levantar um dedo, dar um tiro sequer: a propria fragilidade do sistema comunista corroeu a URSS. Mas não foi apenas uma batalha quev s perderam: foram todas, pois em todas as vezes que a Revolucion foi implementada, ela falhou, as vezes pela ação de homens bravos que lutaram contra essa ideologia nefasta, mas muitas vezes pelas proprias mecanicas e contradições do comunismo em uas mais diversas faces -prova irrefutavel de que há algo intrinsicamente errado com as idéias derivadas das teorias elaboradas por Marx, ponto em comum de todos os ideologos da Revolucion.
Agora vamos comentar sobre cada um dos 3 pontos:
1) A URSS não venceu os nazistas sozinhos; de fato, contaram com a ajuda de diversos grupos guerrilheiros, como os partisans iugoslavos, rebeldes poloneses, etc. alêm é claro do imenso apoio logistico estadunidense, sem o qual eles jamais poderiam ter barrado o avanço nazi e iniciado uma contra-ofensiva. Em grande parte, a retenção do avanço alemão se deu mais por uma séria de erros estrategicos do proprio Hitler, e das condições geograficas da Russia, do que pelo esforço soviético ou pela fraqueza e/ou burrice das tropas e generais nazistas (muito pelo contrario, as tropas alemãs na época tinham uma forte moral e excelentes comandantes). O russos apenas souberam aproveitar bem essa série de fatores. A contra-fensiva soviética só foi começar em 1943, quando eles começaram a virar o jogo, devido a desintegração da wehrmatch no front oriental. Além disso, a constante preocupação com os aliados no front ocidental (inicialemtne no norte da Africa, posteriormente na Itália e Normandia) fazia com que importantes levas de recursos e homens tivessem que ser desviados para esses fronts, impedindo que os nazistas concentrassem o grosso de sua tropa no fronte leste. Ou seja, a vitória da URSS não foi por mérito proprio, mas sim devido a uma séria de fatores alheios as capacidades soviéticas.
2)A URSS não civilizou nada, apenas patrocinou grupos terroristas revolucionarios no Ocidente e no Oriente. As Leis Trabalhistas já haviam começado a surgir no Ocidente desde meados do sec. XIX, muito antes da criação da URSS. A sua propria idéia de que os direitos humanos não eram respeitados no ocidente capitalista mas foi a ação dos comunistas soviéticos que forçou isso é uma visão extremamente maniqueista e ideologizada da sociedade, além de ser totalmetne aciêntifica.
As "reformas sociais" da URSS foram responsaveis pela morte de mais de 50 milhões de individuos, muitos deles de inanição, outros apenas porque não queriam entregar o pouco de sua produção para o Estado e por isso eram considerados grandes latifundiarios malvados, outros porque porque tiveram o azar de nascer numa familia aristocratica ou de posses, outros simplesmente por tentarem apontar esses erros e eram classificados de inimigos da revolução (e não, não foi culpa somente do Stalin: um numero consideravel foi morto durante o periodo de Lenin sim).
A grande divida da URSS é, pois, com os familiares dos 50 milhões de seres humanos brutalemtne assassinados por eles.
3) Um estudo ideologizado, feito unicamente para isentar o Marxismo e o Socialismo das atrocidades da URSS, certametne levara a conclusão tirada por você. Novamente, aponta para a aciêntificidade do marxismo e do historicismo, que na realidade tem evidente carater teologico, pois seus dogmas centrais nunca podem ser questionados -e se são, é culpa das "classes dominantes", de "um estudo superficial", ou "não era isso que Marx quis dizer".
Os idéias marxistas são utopicos, pois não podem jamais serem implementados. O proprio Marx é muito nebuloso de quando fala em como o comunismo seria imposto, criando assim margem para que os revolucionarios adaptem essas idéias gerais para o contexto aonde querem aplica-las. A propria logica subjetiva dos ideais marxistas de como o proletariado deveria governar durante o periodo de transição, respaldada pela observação empirica dos fatos que ocorreram em todas as revoluções socialistas pelo mundo afora, acabara por levar a uma ditadura, a extrema burocratização, a um "capitalismo de estado" (conceito muito estranho, alias, já que as proprias bases do capitalismo são a propriedade privada e a livre circulação de capital, coisas impossiveis quando o Estado controla tudo, sendo assim uma contradição falar em "capitalismo de estado"). Eu poderia discorrer mais sobr isso, mas no momento não vou para não ficar enfadonhamente longo.
Esse sonho assassino, responsavel diretametne pela morte de mais de 100 milhões de seres humanos, deveria ser extirpado da face da Terra da mesma forma que o nazismo foi. Esse sonho, vivo aqui na AL, só est levando nossos paises se afundarem ainda mais, mergulhando cada vez mais na pobreza e no atraso, distribuindo riquezas que não são geradas e demonizando aqueles que as querer gerar, tudo em nome de um ideal maniqueista de que só a esquerda é boa, só ela quer/pode acabar com as desiguldades do mundo -coisa impossivel, pois os seres humanos são, por natureza, desiguais. Aquilo que vc chama de direita e aqueles a quem vc chama de de "elites burguesas donas do poder", pasmen, também acham que há muitos erros no mundo e querem mudar isso, apenas temos uma visão diferente, mais pragmatica, realista, e com mais bases empiricas, de como se deve agir para melhorar o mundo.

 
Às 16/3/07 3:21 PM , Blogger Cássio Augusto disse...

Eita Victor... fico feliz que tenha dedicado um bom tempo do seu dia para responder a minha indagação!!! pena que tú teve que voltar para o 1º ano... gostaria de tê-lo como colega de classe no 2º ano de História!!!

 
Às 16/3/07 3:40 PM , Blogger Sr. Burguês disse...

Normalmetne sexta é um dia meio corrido pra mim, saio de casa meio-dia e só volto depois da faculdade, mas hoje devido a alguns imprevistos fiquei com o dia todo livre, rsrs. Mas eu não demorei tanto tempo assim não, hoje por algum motivo acordei com disposição :-P
Eu vou fazer algumas aulas no 2o ano, America, e talvez didatica e história do cinema, mas ter que aguentar mais aulas do Augusto e do Alexandre -já tenho 4 aulas por semana com eles!- não é uma idéia que me agrada muito =/

 
Às 16/3/07 9:58 PM , Blogger Dorian disse...

Cássio,
Comunismo e Socialismo são fracassos da humanidade. Onde foi tentado não deu certo. É questão de tempo (e pouco tempo) para que os países remanescentes que ainda adotam esses regimes deixem de fazê-lo. Os ideais liberais é que vão prevalecer. Não que eu concorde inteiramente com eles. Apenas nos princípios (liberdade e respeito a individualidade e a propriedade). Ou seja, o ser humano, por sua natureza egoísta e egocêntrica se identifica mais com o liberalismo. É possível nadar contra a correnteza, mas é impossível vencê-la...

 
Às 17/3/07 1:15 PM , Blogger Dorian disse...

E falando em correnteza...
A China (comunista) aprovou ontem uma Lei que protege a propriedade privada. Veja trecho da Lei: "Todo tipo de propriedade, desde a estatal até a coletiva, individual ou de outro tipo, está protegida pela lei e ninguém pode atentar contra ela"
Para ler matéria sobre o assunto:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u105525.shtml

 
Às 18/3/07 4:08 PM , Blogger Carlinha disse...

Parabéns pelo texto esclarecedor - pelo menos para mim.
Um grande abraço, ótimo domingo!

 
Às 21/7/07 3:00 PM , Anonymous Anônimo disse...

Os comunistas nunca comeram criancinhas. Na verdade, os comunistas nunca comeram ninguém!

Obs.: quem ajudou a derrotar Hitler foram a URSS e o "general inverno", não o comunismo. E, se a URSS não tivesse existido, bastaria jogar uma bomba atômica em Berlim, pois foi para isso que ela foi inventada.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats