18 janeiro 2007

Nada como um Clássico!

Dizem que clássico é aquele livro que você precisa ler em cada momento da sua vida, e a cada leitura, ele te trará algo novo, diferente, que passou despercebido da vez anterior. Então, nestas férias, entre uma leitura e outra resolvi reler um clássico, a escolha foi por acaso, estava vendo um documentário sobre Machado de Assis e fui ler Dom Casmurro.

A primeira vez que li o trio de Machado foi ainda na época de secundarista, mal me lembrava do enredo, quisá da narrativa. A forma com que Machado narra seus livros é muito prazerosa, você se sente como um amigo do Autor, parece que ele está lhe confessando uma história, sabe aquele desabafo entre amigos? Então, ao ler Machado você se sente importante, único.

Interessante no livro é como o Catolicismo é tratado, promessas, missas, santos, seminário, padres, etc, no meu ver, um Catolicismo de fachada, onde o medo é maior que a fé, afinal, promessas são substituídas ao bel prazer dos personagens.

Ainda percebemos uma forte presença Escravista, chama-os de “Preto” como se fosse um objeto, e o eram, alguns inclusive estavam alugados. Até um agregado, figura comum daqueles tempos, é presença marcante no livro.

Caro leitor, não espere de mim uma resposta à dúvida cruel que atinge a todos os que leram Dom Casmurro. Nem mesmo os especialistas são unânimes, então, não me arriscaria a tamanha ousadia. Mas lanço minhas perguntas: Capitu traiu Bentinho com Escobar? Ou seria Bentinho que traiu Capitu com Sancha? Ou ainda, será que Bentinho traiu Capitu com Escobar?

Para aqueles que relutam ainda em ler Machado, não tenham medo, é muito gostoso tal leitura. Seu trio, Quincas Borba, Dom Casmurro e Brás Cubas, sem falar nas Crônicas e Poesias, verdadeiros clássicos da nossa literatura, leitura obrigatória.

8 Comentários:

Às 18/1/07 2:58 PM , Blogger Lara disse...

Bem, como fui obrigada a ler esse livro no colegio acabei tomando raiva...tenho que relêr...
Bj

 
Às 19/1/07 1:09 AM , Blogger Felipe disse...

Curto muito reler os meu livros, como vc disse sempre tem detalhes que passaram despercebidos..

"Ao vencedor as batatas"

 
Às 19/1/07 10:18 AM , Blogger Amelie disse...

Eu já li Dom Casmurro e Memórias Póstumas... mas quando eu fui obrigada para a escola, então não curti muito na época.... Preciso pegar de novo, pois tenho certeza de que vou gostar.

Falando um livros, ótimas suas dicas de filme e livro ali do lado...

Vc já leu o livro Germinal? Muito bom, altamente recomendável!

Abraço

 
Às 19/1/07 7:32 PM , Anonymous Márcio Pimenta disse...

Tenho vontade de reler alguns clássicos e ler outros que ainda não tive oportunidade.

Um ex-chefe meu me aconselhava a ler Machado de Assis para aprender a forma como ele escrevia. Ele achava que sem dúvida ia refinar minha escrita. Vou arrumar tempo para isso este ano.

abraços!

 
Às 21/1/07 4:31 AM , Blogger gordin disse...

Machado de Assis é, de longe, o melhor contista, escritor, romacista etc. do Brasil e, quem sabe, do mundo. Poucos têm tamanha habilidade com as palavras como Machado de Assis.

E a Capitu traiu, sim, Bentinho! Danada!

 
Às 21/1/07 4:10 PM , Blogger Thai.Violin disse...

Cáááássio!!!
Adorei o post...
E tbem adoro Machado...
Sobre o Dom Casmurro, nao li na versão do Machado e sim do Fernando Sabino..um dos meus autores preferidos..
O livro é Amor de Capitu..a história é a mesma..so que é redigida em terceira pessoa..como se alguem tivesse contando a história...e nao o próprio personagem...
Demais mesmo...
Mas acho que vou ver Dom Casmurro..vai que isso me dê uma possível resposta né?!
huuhuh
Bjooks!

 
Às 22/1/07 4:06 PM , Anonymous Carlinha disse...

Puxa, eu amo ler e li Quincas Borba ano passado por tê-lo achado baratinho numa versão mais simples na loja de R$1,99!
Não me lembro de ter lido Dom Casmurro, mas li Memórias Postumas na época do segundo grau e me deu idéia de ler novamente.
Vários livros desta época eu já reli e me surpreendi, mas sempre sou suspeita em falar...
Grande beijo!

 
Às 25/1/07 6:56 PM , Anonymous Uilians Santos disse...

Também tive a oportunidade de reler algumas crônicas de Machado recentemente. Ele é realmente genial. O engraçado que quando estamos no cloégio não pecebos talves por falta de maturidade. Gostei do seu blog... passe no Palavras Certas (http://certas.blogspot.com)

Um abraço e sucesso!
Uilians Santos

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats