20 novembro 2006

Spartacus e Roma Antiga: (parte I)

O Filme Spartacus, de Stanley Kubrick, pode-nos trazer uma boa idéia do sistema Romano, sua república corrompida, as lutas desleais pelo poder, além é claro das grandes contradições sociais de seu tempo. A sociedade romana é mostrada nua, isto é, as traições sexuais, morais e políticas são bem retratadas, os escravos apenas como objeto, sem dignidade alguma também mereceram destaque no filme.

A República já decadente daquela época, século II a.C., pode ser friamente analisada, figuras históricas como Pompeu, Crasso e Júlio César nos trazem a dimensão da disputa pelo poder, o primeiro Triunvirato Romano, que deu início à derrocada do sistema republicano e a ascensão da figura do Imperador.

Os escravos, mal tratados e sem direitos, famintos e sem esperanças, enquanto os senhores banhavam-se em enormes banquetes. Mas existia a política do “Pão e Circo”, também retratada no Filme, seus gladiadores batalhando até a morte para divertir a população, mas principalmente seus senhores. A vida do escravo não valia muita coisa. Tal contradição desembocou em diversas rebeliões de escravos, cujas principais são as da Sicília e esta liderada pelo escravo Spartacus.

3 Comentários:

Às 20/11/06 2:21 PM , Blogger Ashley disse...

Great blog, keep up the good work

 
Às 21/11/06 10:28 AM , Blogger Lara disse...

É legal ver certas histórias um pouc mais desmitificadas né? Eu ainda não assisti ao filme...mas irei fazê-lo! :)
Bom fim de ano aí...energia para o que for preciso!
Bjus

 
Às 4/12/06 8:02 PM , Blogger Catellius disse...

Parabéns pelo blog!
Excelente.
Postei um texto hoje sobre a destruição da Biblioteca de Alexandria e gostaria que você adicionasse seu precioso comentário.
Júlio César, Teodósio, Sultão Omar... De quem foi a culpa?
Um grande abraço!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats