11 outubro 2006

A mídia manipula o povo!

Um princípio basilar do Processo Penal é o de que todo mundo é inocente até que se prove o contrário, ou seja, quem acusa tem o ônus/dever de comprovar aquilo que está falando, ao acusado não cabe mover uma palha.

No entanto, vivemos em um país onde a mídia achincalha uma certa pessoa, coloca em seu colo quantos cadáveres quiser, faz acusações desprovidas de muitos fundamentos e passa-se para a população a imagem de que isto é a verdade. Passa-se o tempo e nada se comprova contra o sujeito, mas o estrago já está feito e uma simples notinha no jornal não o desfaz.

Exemplo recente tivemos com o então presidente da República Fernando Collor de Mello, eu mesmo à época fui manipulado pelo movimento “espontâneo” dos caras pintadas pedindo o seu impedimento, no entanto, poucos sabem que o sr. Collor foi ABSOLVIDO de todos as acusações na justiça.

O mesmo aconteceu com o presidente Lula, colocaram sobre ele um estigma de corrupto, de sapo, de pobre, de burro, de analfabeto, de “quem nunca sabe de nada”, e estas opiniões foram compradas pelos ditos mais “intelectualizados” sem se perguntarem se tais eram verdadeiras, numa deliberada tentativa de tira-lo do poder não por seu governo, mas por pré-conceitos. Não se preocupe senhor presidente, “A História lhe absolverá!”.

3 Comentários:

Às 11/10/06 11:50 PM , Blogger Kenys disse...

Olá, Carlos.

Adorei seu post. Até porque, como estudante de Jornalismo, sei bem do que se trata isso.
O monopólio da informação e o Movimento de Comunicação de Massa, têm exatamente o intuito de manipular e alienar a pessoas. A Globo é um exemplo crasso disso.
Mas, infelizmente, tal situação se dá por "N" motivos, entre eles a falta e interesse da população em se aprofundar nos assuntos, principalmente no que concerne à política.

Beijos da Kenys.

"Ainal, o que se seria do 'mediocre' se não houvesse o 'fracassado' para lhe aumentar a estima?" huahauhauhau

 
Às 12/10/06 1:43 PM , Blogger geração prozac disse...

Olá, Carlos

Muito pertinente a sua colocação.
Alias, eu tenho um artigo sobre a Veja, muito grande, que foi escrito em colaboração com ex-jornalistas da revista. É muito esclarecer. Se quiser, depois eu te passo.

Abraço.

 
Às 12/10/06 2:54 PM , Anonymous catatau disse...

opa, te respondi lá no blog mesmo sobre Foucault. Copio aqui, ok?

"Cara, sobre Foulcault é o seguinte… to fazendo um Artigo pra Facu sobre o discurso da Veja em relação ao MST… dae me indicaram o livro Microfísica do Poder… mas será que vc teria algo mais sintetizado sobre o pensamento do Autor sobre a questão da dominação e tals??? vlw!!!"

Re: ué, pq te indicaram Microfísica do Poder? Não creio que uma análise foucaultiana é apropriada nesse tipo de coisa. O que está em jogo não é a regra de formação de discursos, todos eles, prós ou contras (isso seria uma análise foucaultiana), mas simplesmente o discurso da Veja em relação ao MST… Creio que você poderia pesquisar o pessoal da Análise do Discurso, talvez…

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats