31 agosto 2006

Dia do Blog...

Descobri que hoje é o dia do Blog e que os blogueiros teriam que comentar, ou mesmo fazer uma propaganda sobre os amigos/parceiros, pois bem, não vou ter tempo e subsídios para falar de todos aqueles que gosto de visitar, mas alguns terão seu espaço:

Larri - Blog da Thaisa: Todo mundo tem uma musa inspirado, no meu caso, meu Blog inspirador foi este, de uma amiga, devo o início de tudo isto pelo seu incentivo.

Pintura Intima: Um dos primeiros que conheci, uma garota da Bahia, Blog bem feito, inteligente e bonito.

Dido Carvalho: Companheiro de luta, sempre crítico e polêmico em seus posts.

Julio Moraes: Um dos Blogs mais inteligentes que costumo visitar, seus textos são excelentes, o layout idem.

Groove's World: Uma mocinha muito gente boa, com textos imcomprensíveis para a maior parte dos visitantes, inclusive eu. E o típico 8 ou 80.

Paraiso Artificial da Priscila: Como o nome já diz, é uma paraíso da Priscila.

Varal de Calcinhas: Muito bom, seu humor nos textos são prazerosos.

Tiago Valenciano: Um companheiro de movimento, inteligente, ativo e participativo, mas que infelizmente é liberal, mas, nem todo mundo é perfeito.

Blog do Márcio Pimenta: Nos últimos dias tem se tornado um dos que eu mais visito, é simplesmente muito bom seu Blog, seus textos e sua visão de mundo.

Enfim, quero desejar um ótimo dia do Blog para todos nós, que ousamos colocar na rede as nossas angústias, dúvidas, preocupações, idéias e “achismos” e que nunca desistamos da idéia, afinal, estamos democratizando a informação. Agradeço a todas as pessoas que me ajudaram no HTML e aos visitantes.

30 agosto 2006

Sobre Plutão!

Todo mundo já está sabendo que a partir de agora temos somente oito planetas no sistema solar, uma vez que Plutão foi rebaixado à condição de “mini-planeta”, este é o perigo de quem está na lanterna do sistema.

Não quero aqui comentar sobre Astronomia, uma vez que a única coisa que eu sabia sobre isso era que existiam nove plantas, mas agora vou ter que rever meus conceitos, a intenção aqui é outra.

O assunto principal é a Astrologia, como fica agora? O pior mesmo é que com esta polêmica toda descobri que Plutão é o astro regente do signo de Escorpião, o meu signo. E agora? Não tenho mais regente? Já ouvi também que não é para eu me desesperar, mas acho que a minha vida vai mudar e muito depois disso... será? Como diria Dom Quixote, o cavaleiro andante: “Eu não creio em Bruxas, mas que elas existem, elas existem!!!”

28 agosto 2006

Reflexões sobre o Programa Bolsa-Família

Os opositores do Governo Lula/PT são os críticos mais ferozes deste programa que em minha opinião é o mais revolucionário projeto de transferência de renda e de promoção da economia já idealizado no país, quiçá no mundo.

São cerca de onze milhões de pessoas atendidas pelo programa em todo o Brasil, e não se trata apenas de dar cerca de R$ 100,00 para cada família com criança na escola, é muito mais que isso. As pessoas que recebem este benefício são cadastradas pelos municípios, portanto, de responsabilidade das secretarias municipais de assistência social, dentre as mais necessitadas da localidade.

É fácil criticar o programa com a alegação de que seja uma simples esmola e que não resolve o problema. Pois bem, não concordo. Antes de se ensinar uma pessoa a pescar, é preciso que esta esteja ao menos de estômago cheio. Migalhas? Para quem tem a mesa farta pode até ser, mas para aqueles que mal podem fazer um ensopado por dia, é um banquete! Comer três vezes por dia é o mínimo.

Boa parte de nossa população, estes mesmos onze milhões que mal têm o que comer, não sabem o que significa Balança Comercial, Superávit Primário, Comissão Parlamentar de Inquérito, Risco País, Taxa Básica de Juros, etc, etc, para eles, importa tão somente a sobrevivência digna de sua família. Esperar o crescimento do bolo para depois reparti-lo pode ser muito tarde. Cadê os "defensores da vida" neste caso? Hipócritas!

Também, imagine a revolução que o Programa Bolsa-Família não traz em uma pequena cidade. Exemplo: Suponhamos que cem pessoas em uma cidade recebam o benefício, já são R$ 10.000,00 reais a mais correndo no comércio da cidade. O mercadinho da esquina vai vender mais feijão, assim, vai precisar comprar mais feijão da industria, que vai precisar empacotar mais feijão, assim, mais feijão vai ser necessário sair do campo, ou seja, o dinheiro “dado” pelo Governo Federal não vai ser aplicado em poupança ou na Bolsa de Valores, muito pelo contrário, o dinheiro vai para a mão do povo, e vai se transformar em mais dinheiro, dinamizando a economia local, regional e nacional. Ah! O tal mercadinho da esquina também vai contratar mais funcionários, gerando emprego e renda, a indústria e o campo idem.

Portanto, por mais falhas que existam no cadastramento das pessoas, e elas realmente existem, esta conquista do Governo Lula/PT deve ser defendida não somente pelos beneficiários diretos do programa, mas por todos nós, cidadãos brasileiros também beneficiados indiretamente. Chega de hipocrisia!

25 agosto 2006

Como está o clima na sua cidade ou região?

Aqui em Nova Londrina, extremo noroeste do estado do Paraná já faz tempo que não chove, o clima está seco, muito poeira, a agricultura sofrendo, o que é péssimo para a região pois dependemos dela, problemas respiratórios, enfim, todo mundo reclamando.

Sempre que este assunto vem a toda, faço uma perguntinha provocadora para as pessoas: a culpa é de quem? É, a culpa pelo clima estar deste jeito? E todos foram unânimes em me responder que a culpa é nossa!

Opa! Já conseguimos um grande avanço, a população já sabe que é responsável pelas mudanças climáticas, mas e a outra pergunta: O que você faz para mudar isso? Agora complicou.

Horas e mais horas de chuveiro ligado; torneira ligada enquanto escovamos os dentes; lixo todo misturado; sem coleta seletiva; bitucas de cigarro arremessadas pela janela do carro, e outras coisas mais; árvores derrubadas; lavagens desnecessárias de carros, calçadas e janelas; poluição dos rios; poluição das fábricas, queimadas e carros; cadê as matas ciliares e a reserva legal? A Amazônia destruída para o plantio de soja, como se não bastasse o Pantanal. Tudo em busca do lucro fácil, do capital, do material, do individual, mas e a vida?

O problema nós já identificamos e boa parte das pessoas já estão conscientes da questão ambiental, falta-nos ainda mudar os hábitos, as nossas pequenas atitudes do dia-a-dia. Que planeta queremos deixar para os nossos filhos, netos e bisnetos?

24 agosto 2006

Quero desaprender:

Isso mesmo, às vezes eu me pergunto se é bom saber todo o pouco que julgo saber. Lembra aquele tempo em que você rezava para o seu anjinho da guarda, esperava o Papai Noel e o Coelhinho da Páscoa? Às vezes eu tenho vontade de esquecer muita coisa do que eu aprendi nesta curta vida.

Muitas pessoas são felizes por viverem na “ignorância”, isso mesmo, viver em seu mundinho é bom, é aconchegante, você sabe onde pisa, vai tentar abrir os olhos de quem não os quer abertos. Sorte deles.

Maldita hora em que eu abri os meus. O Deus que antes conhecia não existe mais, ao menos dentro de mim, ou melhor, existe ainda, mas de uma outra forma, e isto é estranho, ainda mais para um filho de Católicos tradicionais.

Dizem que o curso de História te deixa chato. Será que eu fiquei mais chato ainda? Tudo bem, alguns usam a palavra crítico, mas é só para disfarçar, ou para não deixar o companheiro entristecido.

Quero voltar a assistir filmes e desenhos sem ficar procurando aquela mensagem subliminar; chega de procurar a notícia atrás da notícia; as horas de sono perdidas matutando questões filosóficas ou então com o conflito no Oriente Médio.

Acho que estou perdendo minhas “amizades” por causa disso. Ser sempre crítico incomoda muitas pessoas e passamos por chatos. Será que eu sou chato? Você que é meu amigo pode responder com sinceridade, não vou ficar bravo.

23 agosto 2006

O caminho de Santiago de Compostela:

Todo mundo aqui conhece o Mago Paulo Coelho né? Suas músicas e a amizade com o Pai do Rock brasileiro Raul Seixas e também seus Best-sellers, pois bem, seu primeiro sucesso na literatura foi contando a história do caminho de Santiago de Compostela.

Reza a lenda, e o livro a confirma, que quem fizer este caminho a pé, estará entrando em contanto consigo mesmo, ou seja, alcançando a Paz interior, a harmonia, a felicidade.

Mas você sabe quem foi São Tiago? Tiago foi um soldado, um guerreiro cristão que lutou para expulsar os Mouros (Muçulmanos) da península ibérica, e posteriormente santificado por sua bravura em matar milhares de bárbaros (aqueles que não eram cristãos). Você sabia?

Agora me digam uma coisa, como que este tal caminho de Santiago de Compostela pode trazer a Paz se São Tiago foi um assassino? A resposta é a visão Cristã do conflito, ou seja, trouxe a Paz para os Cristãos. Óbvio é que toda pessoa que passa algum tempo só, caminhando, tem grandes possibilidades de pensar mais na vida, e com isso atingir o tal equilíbrio e Paz interior, não que o caminho seja santo/milagroso.

20 agosto 2006

Sobre "beiradas" e "pedágios":

Tudo bem que eu não dou lá muita credibilidade para o tal do Senador Ney Suassuna, mas essa suposta indignação do Presidente do Conselho de Ética Antonio Carlos Biscaia já é demais né!

Para os “alienados” de plantão, o fato é o seguinte: o Senador, em uma conversa com o Deputado, teria dito que “todo mundo sabe” que noventa por cento dos deputados recebem um “beirada” das emendas do orçamento. “Beirada” é o que alguns chamam de “pedágio”, aquela verbinha que é ingenuamente desviada para o bolso do parlamentar autor da emenda.

Ora, se a emenda é para construir, por exemplo, um Anfiteatro no município, no valor de R$ 100.000,00 reais. Deste valor, a “beirada” de aproximados 10% ficam com o deputado, mais uns 5% com o prefeito, e por aí vai.

Quando o dinheiro de uma emenda parlamentar é liberado, é para a construção da obra inteira, ou seja, no nosso exemplo, a prefeitura faz o projeto, orça e manda para o deputado apresentar uma emenda para ser liberada no orçamento do próximo ano. Então, quando o dinheiro é liberado não vem em migalhas, mas sim no valor do orçamento.

Portanto, se na sua cidade tem obra parada, pode ter certeza, alguém comeu uma “beirada” do dinheiro, salvo raríssimas exceções. Tem bastante né?

18 agosto 2006

Democracia... será?

Muitos bradam por aí que o Brasil é uma Democracia, e que isso é bom! Mas o que é Democracia?

A democracia nasceu na Grécia Antiga, onde todas as decisões referentes a cidade eram tomadas em assembléias, pelos cidadãos. Mas o que era ser cidadão naquela época? Os escravos, e as mulheres não podiam vota, somente os homens, adultos e com um certo poder aquisitivo. Inclusive, esta Democracia condenou a morte o filósofo Sócrates, sob a acusação de incitar a revolta.

No Brasil vivemos em uma Democracia Indireta, ou seja, não somos nós que tomamos as decisões sobre os rumos do país, mas sim os nossos representantes. Quando votamos, passamos uma procuração ao político, para que decida por nós!

“Você vive em um país Democrático, pode votar!”

Mas votar em quem? A grande maioria dos nossos candidatos não representam todas as classes sociais. Quantas mulheres tem no congresso? Quantos negros? Índios? Quantos pobres? É, a coisa ta complicando. Porque pobre vota em rico? Você acha que um rico vai se preocupar com o saneamento básico inexistente na favela? Você acha que um latifundiário vai querer a Reforma Agrária?

E mais uma coisa, Democracia não é só votar não. Precisamos mesmo é de democratizar a Informação, Lazer, Trabalho, saúde, Transporte, e o principal, a COMIDA!

16 agosto 2006

Começou...

E começou o humorístico campeão de audiência na Televisão brasileira, nesta terça-feira eu tive o prazer de me deliciar assistindo à Propaganda Eleitoral Gratuita.

Primeiro nossa pimentinha Heloisa Helena, que pelo pouquíssimo tempo que lhe é concedido não pode fazer muito mais do que se apresentar e dar aquela esperada na corrupção dos governos anteriores.

Nosso Sr. Burns veio com um resumo de sua vida política, e também do Governo de São Paulo, fez isso e fez aquilo, mas o mais interessante foi a tentativa de se aproximar dos eleitores de todos os estados ao mostrar depoimentos de migrantes de todas as regiões do país e em seu discurso de encerramento aquela velha história de que é preparado e honesto.

Cristovam Buarque, por quem eu ainda nutro uma admiração intelectual sem limites reforçou sua questão Educacional, mostrou sua trajetória de vida, mas deslizou ao tentar comparar-se com Vargas e JK.

Por fim, o companheiro Lula, sua já manjada vinda à São Paulo em um pau-de-arara e sua ascensão política, culminando com a Presidência da República e os avanços do atual governo.

O que me chamou a atenção foi a ainda utilização de imagens externas e sertãs montagens, que eu julgava estarem proibidas, bem como os caracteres do que se é falado, algo muito interessante por sinal.

Agora é esperar para vermos até que ponto o Marketing político vai ser capaz de dar uma reviravolta na preferência do eleitorado. A Campanha começou. E eu pretendo assistir a todos os programas.

15 agosto 2006

Tele-marketing:

Estes dias atrás recebi mais uma daquelas ligações de Tele-marketing, desta vez foi da Editora Abril, detalhe, em horário de serviço, e para a minha segurança a ligação estava sendo gravada. Ta bom que é para a minha segurança sim.

Pois bem, resolvi atender só porque era da Editora Abril, a telefonista veio com aquela conversinha de Senhor pra cá e senhor pra lá, até que ela comentou que eu já tinha sido assinante da Revista Exame e me perguntou o motivo do cancelamento.

Meu Deus, ela ainda quer motivos? Será que essa telefonista nunca leu a Revista Exame? Na verdade eu nunca assinei a Exame, mas sim a Revista Veja e ganhei inteiramente grátis a Exame, mas isso já fazem alguns anos. Que besteira eu fiz não?

Mas voltando ao assunto do telefonema, a hora que a telefonista me fez a pergunta milhares de coisas passam pela minha cabeça. O que dizer? Até que me lembrei que a ligação era gravada pela minha segurança, relaxei e desabafei...

O problema é que a telefonista é uma coitada, que como eu está apenas querendo ganhar seu salário e sobreviver, ela não tem nada a ver com a edição da Revista, muito menos com seu conteúdo. Será que a minha agravação vai ser ouvida pelo chefão da Editora? Não vou citar aqui o nome do coitado, muitos já sabem de quem se trata, aquele mesmo que apoiou, sustentou e lucrou com o Governo dos Militares.

Por fim a mulher ainda tentou me empurra a Revista Veja. Coitada, foi mais uma lavada... Até que me perguntou o que eu fazia e tentou me vender a Revista Aventuras na História, agradeci e recusei, mas ela quis me fazer até cinqüenta por cento de desconto... Olha o desespero.

Mas o ápice mesmo foi eu pedir se tinha como ela descobrir o telefone da Central de Atendimento das revistas Caros Amigos e Carta Capital. Agradeceu a atenção, me desejou boa tarde e desligou o telefone. Porque será?

11 agosto 2006

O Capital e Você:

O Capitalismo não é ruim apenas pela miséria e desigualdades que cria e acentua, existe algo muito mais podre, mas não é fácil de identificar e muito menos de corrigir. É o que foi subliminado em nossas mentes no decorrer de vários anos, que podemos resumir em três grandes mazelas: Individualismo, Materialismo e Hedonismo.

O Individualismo consiste basicamente naquilo que aprendemos desde crianças, o “seja você” e “vença na vida”, mesmo que para isso você necessite passar por cima de outras pessoas, mentir. Esta corrida desenfreada em busca da realização pessoal. Sucesso, fechamos os olhos para nossos semelhantes, ou quando muito fazemos uma caridade ou outra para desencarno de consciência.

O Materialismo, o consumismo, você só é feliz se você conseguir comprar tudo o que o mundo pode te oferecer, aquela roupa, aquele eletrodoméstico, aquela jóia, o carro novo. Valoriza-se mais o “ter” em detrimento do “ser”. Não é a toa que nas ofertas de emprego pede-se “boa aparência”. Não interessa suas qualidades intelectuais ou morais, mas sim a sua aparência.

Por fim, mas não menos importante, o Hedonismo. Palavra estranha e não habitual em nosso vocabulário, mas que pode ser traduzida para Luxúria, Prazer. É mais homem o que tem várias mulheres, uma a cada dia. Mas isso é ser macho/animal, Homem é outra coisa.

Enfim, poderia ficar aqui horas dando exemplos e mais exemplos sobre estes três itens, mas vou deixar para quem ler ajudar a enriquecer ainda mais o texto. Só mais uma coisa, os três não estão separados, muito pelo contrário, se completam e se necessitam para manter vivo este sistema nefasto que vivemos. Pense nisso, reflita sobre suas atitudes. Você acha que está livre do Capitalismo? Ledo engano, o Capitalismo já está dentro de você, nas suas atitudes do dia-a-dia e poucos são capazes de perceber isso. Liberte-se!!!

10 agosto 2006

Água...

Alguns dizem que quero abraçar o mundo. Pode até ser, mas entendo que temos de ser críticos em relação a todos os assuntos. Agora vou falar sobre a Água.

Você sabia que o planeta Terra é formado por 2/3 de água? Mas nem toda ela é potável, ou seja, 97,5% é salgada e 2,493% está nas geleiras, apenas 0,007% da água doce do mundo é de fácil acesso.

Para sobreviver, cozinhar e realizar tarefas cotidianas, cada ser humano necessita de no mínimo, 40 litros de água por dia. Cerca de 72% da água doce é utilizada para irrigação, e outros 20% no setor industrial, o que mais polui a água.

Você sabia que 40% da água potável de Israel está nos subsolos dos territórios ocupados? É, nem só de petróleo vive o mundo das guerras...

Somos favorecidos aqui em nossa região pelo Aqüífero Guarani. Estima-se que, se preservado, esta reserva garanta o abastecimento do Brasil por cerca de 2.500 anos. Mas este lençol freático corre sério risco devido a sua exploração desordenada por poços artesianos, sem falar no lixo não tratado que acaba poluindo o Aqüífero. Ah! Você sabia que os Estados Unidos da América possuem uma base militar no Paraguai recém inaugurada? Porque será?

E o mais importante, toda água do planeta é uma só, que se movimenta num vai-e-vem sem fim. Corre pelos rios, vai até o mar, evapora, vira nuvem, chove, enche os rios, molha florestas e plantações, mata nossa sede, é usada nas casas e nas indústrias. Volta para os rios, vai até o mar, evapora, vira chuva e assim por diante... É o ciclo da natureza. Poluir significa interferir nesse ciclo natural. Sem a proteção das florestas, a terra deixa de absorver a água que antes alimentava os rios. A terra fica impermeável e a água da chuva escorre rapidamente para os rios, provocando enchentes. E vamos destruir as matas para plantar soja!

Alguns números sobre o desperdício:
Vaso sanitário por descarga: 12 a 20 litros de água;
Chuveiro por minuto: 20 litros de água;
Maquina de lavar por carga: 130 litros.

O que você pode fazer? Utilize racionalmente a água:
_ Quando uma torneira estiver vazando, feche-a;
_ Tome banhos rápidos, o volume de água no banho pode chegar a 30% do consumo da casa;
_ Ao escovar os dentes ou lavar as mãos não deixe a torneira aberta;
_ Quando lavar a louça ensaboe tudo para depois enxaguar;
_ Não dê descargas prolongadas, o vaso sanitário gasta até 50% do consumo diário;
_ Conserte vazamentos;
_ Não permita que joguem lixo perto ou dentro da água ou no chão;
_ Cuidado com o esgoto, verifique se está indo para o local correto;_ Separe o lixo (plástico, vidro, papel, metal e orgânico)

09 agosto 2006

A final do Planejamento...

Você ta sabendo que hoje é a final da Taça Libertadores da América né? E que nela estão dois times brasileiros, o que é ótimo para levantar o nosso ego futebolístico depois do fiasco da seleção canarinho na Alemanha. São Paulo e Internacional representam o nosso país. Pois bem, isso não acontece por acaso, é tudo fruto de planejamento!

O Sport Club Internacional de Porto Alegre, possui hoje, nada menos que quarenta mil sócios em dia com o clube, o que gera uma receita mensal de mais de um milhão de reais, algo totalmente fora dos padrões brasileiros. Quanto ao futebol, após o susto do quase rebaixamento no final dos anos noventa, o Club tem planejado seu futuro, investido ainda mais nas categorias de base e apostado no trabalho eficiente e sem imediatismos do técnico Muricy Ramalho, que deixou a equipe após a conquista moral do Brasileiro do ano passado.

O São Paulo Futebol Clube, meu time de coração, é um exemplo de organização e planejamento. Quem acompanha futebol se lembra dos Menudos do Morumbi da metade dos anos oitenta, um time de jovens revelados na categoria de base, mesclado com jogadores experientes. Depois veio a era Telê Santana, que durou nada menos que cinco anos, um recorde para os grandes times do Brasil, e levou o Tricolor à conquista do Mundo. Neste início de novo século, entra ano e sai ano o São Paulo figura entre os grandes clubes, porque será?

Para aqueles que sentem uma enorme dor de cotovelo por ver estes dois times da final da maior competição sul-americana, resta o exemplo a ser seguido.

07 agosto 2006

Páginas da Vida...

...mas da vida de quem???

Pois é, vou me arriscar a comentar a novela das oito. Tudo bem que eu não a assisto então não tenho cacife para poder criticá-la, mas vamos lá!

Nestas férias da Faculdade tive o desprazer de poder ver alguns pedaços desta novela que se propõe a mostrar a vida das pessoas. Mas a Rede Globo esqueceu de dizer que é a boa vida da burguesia.

Vi uma festa na casa da “Regina Duarte”. “Festa estranha com gente esquisita”, pelo menos para os padrões de vida da maioria dos brasileiros. Músicos, Champagne, vinho do bom, pessoas bem vestidas, lindas roupas, e ainda, feita dentro de uma casa. Alguém aqui já participou de uma festa destas? Festa de brasileiros é no fundo da casa, com pagode, carne e cerveja, sem falar que os convidados, por serem nossos amigos não precisam se produzir.

Outra coisa, a maioria das cenas se passam na cama ou ao redor de uma mesa cheia, onde as pessoas não comem, e sempre sobra tudo. Então insisto: Paginas da vida de quem? Sem falar que ninguém trabalha nas novelas das oito, pelo menos não os granfinos.

Ah! Ia me esquecendo do principal das novelas cujo padrão globo de qualidade é respeitado. A Traição! Nunca vi lugar para ter tanto corno, vagabundo e mulher da vida como nas novelas das oito. É uma suruba total, sempre em busca do prazer e da realização pessoal, como se isso fosse a única coisa que importa na vida.

A novela não passa de um show para encher de fantasia os olhos dos pobres, deixá-los sonhando com a utopia de uma vida burguesa. A chama deste sonho é que mantém vivo o Capitalismo, mas isso é assunto para outro texto.

Chega, não vou ficar aqui de palavras ao vento, eu faço a minha parte e não vejo novela, e quando vejo não deixo de ser crítico. Depois as pessoas estranham quando uma jovem linda e rica mata os pais. Cadê os valores? Foram vendidos na onda capitalista do Individualismo, Materialismo e Hedonismo.

04 agosto 2006

E o Brasil?

Estive reparando nos textos deste Blog e pude perceber algo inusitado. Boa parte dos posts referem-se a acontecimentos internacionais, até aí tudo bem, mesmo porque são acontecimentos importantes, mas porque isso acontece?

Na época do Regime Militar, o Governo pressionava a mídia para que não fossem divulgadas matérias referentes ao Brasil, tentando esconder do povo os fatos ocorridos aqui. Assim, dava-se grande valor ao que ocorria no Mundo, em especial às guerras, tragédia e a fome, tentando passar a imagem de que o Brasil fosse um paraíso para se viver, sem guerras e tragédias naturais.

Ainda hoje podemos perceber isso, e neste Blog, infelizmente, não é diferente. Não que eu tente camuflar qualquer informação, muito pelo contrário, sou adepto da democratização da informação, e por isso mantenho este Blog, no entanto, como não sou repórter, me limito a comentar os fatos trazidos à tona nos grandes veículos de comunicação.

Você sabe o que acontece na esquina da sua casa? Na sua cidade? Na sua região? Você pode dizer que isso não é importante, mas você não percebe não acha importante justamente porque aprendeu a achar isso sem importância. Tudo bem que o tempo de um jornal nacional não permite tratar destes assuntos. Agora, quem aqui assiste o noticiário local?

Vemos a miséria na África, mas fechamos os olhos para a miséria de nossa comunidade. Ficamos revoltados com as mortes no Líbano, mas esquecemos dos mortos por balas perdidas. Fazemos campanhas para arrecadar doações para as vítimas do Tsunami e afins, mas nossos irmãos nordestinos, vítimas da seca, fome e esquecimento dos governos... nada!

03 agosto 2006

Se os Tubarões fossem Homens...

Bertold Brecht

Se os tubarões fossem homens, eles fariam construir resistentes caixas do mar, para os peixes pequenos com todos os tipos de alimentos dentro, tanto vegetais, quanto animais.

Eles cuidariam para que as caixas tivessem água sempre renovada e adotariam todas as providências sanitárias, cabíveis se por exemplo um peixinho ferisse a barbatana, imediatamente ele faria uma atadura a fim que não morressem antes do tempo.

Para que os peixinhos não ficassem tristonhos, eles dariam cá e lá uma festa aquática, pois os peixes alegres tem gosto melhor que os tristonhos.

Naturalmente também haveria escolas nas grandes caixas, nessas aulas os peixinhos aprenderiam como nadar para a guela dos tubarões.

Eles aprenderiam, por exemplo a usar a geografia, a fim de encontrar os grandes tubarões, deitados preguiçosamente por aí. aula principal seria naturalmente a formação moral dos peixinhos.

Eles seriam ensinados de que o ato mais grandioso e mais belo é o sacrifício alegre de um peixinho, e que todos eles deveriam acreditar nos tubarões, sobretudo quando esses dizem que velam pelo belo futuro dos peixinhos.

Se encucaria nos peixinhos que esse futuro só estaria garantido se aprendessem a obediência.Antes de tudo os peixinhos deveriam guardar-se antes de qualquer inclinação baixa, materialista, egoísta e marxista e denunciaria imediatamente aos tubarões se qualquer deles manifestasse essas inclinações.

Se os tubarões fossem homens, eles naturalmente fariam guerra entre sí a fim de conquistar caixas de peixes e peixinhos estrangeiros.

As guerras seriam conduzidas pelos seus próprios peixinhos.

Eles ensinariam os peixinhos que entre eles os peixinhos de outros tubarões existem gigantescas diferenças, eles anunciariam que os peixinhos são reconhecidamente mudos e calam nas mais diferentes línguas, sendo assim impossível que entendam um ao outro.

Cada peixinho que na guerra matasse alguns peixinhos inimigos da outra língua silenciosos, seria condecorado com uma pequena ordem das algas e receberia o título de herói.

Se os tubarões fossem homens, haveria entre eles naturalmente também uma arte, havia belos quadros, nos quais os dentes dos tubarões seriam pintados em vistosas cores e suas guelas seriam representadas como inocentes parques de recreio, nos quais se poderia brincar magnificamente.

Os teatros do fundo do mar mostrariam como os valorosos peixinhos nadam entusiasmados para as guelas dos tubarões.

A música seria tão bela, tão bela que os peixinhos sob seus acordes, a orquestra na frente entrariam em massa para as guelas dos tubarões sonhadores e possuídos pelos mais agradáveis pensamentos .

Também haveria uma religião ali.

Se os tubarões fossem homens, ela ensinaria essa religião e só na barriga dos tubarões é que começaria verdadeiramente a vida.

Ademais, se os tubarões fossem homens, também acabaria a igualdade que hoje existe entre os peixinhos, alguns deles obteriam cargos e seriam postos acima dos outros.

Os que fossem um pouquinho maiores poderiam inclusive comer os menores, isso só seria agradável aos tubarões pois eles mesmos obteriam assim mais constantemente maiores bocados para devorar e os peixinhos maiores que deteriam os cargos valeriam pela ordem entre os peixinhos para que estes chegassem a ser, professores, oficiais, engenheiro da construção de caixas e assim por diante.

Curto e grosso, só então haveria civilização no mar, se os tubarões fossem homens.

02 agosto 2006

Fidel...

A grande mídia tem dado destaque a operação realizada esta semana pelo Líder Revolucionário Fidel Castro, e estão rezando para ele... para ele morrer, só se for né!

Os liberais da direita não aceitam até hoje que exista a pouco quilômetros de Miami uma ilha socialista. Fizeram de tudo para destruí-la, o embargo econômico promovido pelos estadunidenses é nada mais que um ato terrorista contra os cidadãos e contra a soberania cubana.

Muitos sonham que com a morte de Fidel, o sistema socialista cubano ruiria, já tentaram isso com a invasão da Baía dos Porcos patrocinada pelo FBI. Li esta semana a seguinte manchete: “Havana acorda calma”. Ora, queriam o que? Que existisse um levante contra o sistema? Porque? Só porque os cubanos não podem comprar produtos importados? Pelo menos eles têm educação, saúde, e trabalho. Certa vez vi a foto de um outdoor em Havana com os seguintes dizeres: “Esta noite, 20 milhões de crianças dormirão nas ruas. Nenhuma é cubana!”.

E por falar em saúde, Castro foi operado em Cuba. Isso mesmo, ele não procurou tratamento em “grandes centros” especializados. Acreditou na medicina de seu país, e parece que isso incomoda muita gente poderosa que torce pelo fracasso da cirurgia.

Força à Fidel Castro, e a todos aqueles que têm força e coragem de enfrentar os detentores do poder bélico, econômico e de mídia!



Free counter and web stats