03 maio 2006

A Veja ataca novamente...

“Criar jornais é encontrar uma forma de elevar a uma alta potência o interesse que têm indivíduos e grupos em afirmar publicamente sua opiniões e informações” (Ciro Marcondes Filho)

O pré-candidato ao Governo Federal pelo PMDB, Antony Garotinho este em greve de fome pelo que ele entende ser uma perseguição política a reportagem de Capa da Revista Veja da última semana.

Como todo veículo de comunicação, a Revista Veja é uma empresa, e como toda empresa capitalista visa o lucro, seja dos anunciantes, seja na venda das revistas. Assim, as “notícias” têm que satisfazer estes dois grupos, ou seja, a Revista Veja é lida, em sua grande maioria, pelas classes A e B, que não vêem a candidatura Garotinho com bons olhos.

É evidente a intenção direitista e liberal da Veja, elegeu o Collor e depois o derrubou, apoio as privatizações que acabaram com o patrimônio da nação, sempre fez severas críticas a todos os movimentos sociais e de esquerda, e agora já escolheu seu candidato a presidência.

Não quero aqui fazer a defesa de Garotinho, muito pelo contrário, também não morro de amores por ele, mas quero apenas expressar que as matérias sempre são publicadas com alguma intenção, ou seja, a imprensa não é imparcial e também tem seus interesses no jogo, ou o caso do Caixa Dois no Governo Paulista foi capa de revista? E as 54 CPIs barradas pelo mesmo governo foram alvo de indignações?

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



Free counter and web stats